O Natal do Herói do Escudo Parte 2

Apesar dos recados serem melhor lidos em ordem cronológica, é capaz de verem primeiro os últimos… fazer o que. Antes de continuar o especial de natal, queria dizer que eu procurei os outros especiais mas ninguém fez eles em inglês; a história do Motoyasu, por outro lado, está progredindo (com alguns buracos sem traduzir) e talvez num futuro distante eu pegue… vamos para o capítulo, sim? – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun.


O Natal do Herói do Escudo Parte 2

“É assim que é, Sadina. Por favor me conte sobre o natal deste mundo.” (Naofumi)
“Ara~? Naofumi, você não conhece o natal?” (Sadina)
“É provavelmente um natal diferente daquele do meu mundo.” (Naofumi)

Eu decidi perguntar para Sadina, tio da Imya e os outros adultos da vila.

Eu tenho que trilhar cuidadosamente nos costumes deste mundo. Podem haver costumes diferentes entre raças também.

Bem, então, a primeira à responder minha pergunta foi Sadina.

“Para adultos, o natal é um descarrego para a própria luxúria carnal. Invés da noite sagrada, é mais uma noite profana. É também uma noite para se beber um copo de saquê. Até eu posso me divertir nela.” (Sadina) (NT: É um trocadilho; Véspera de Natal e Noite de Sexo são escritos diferentemente, mas é possível o segundo ter a mesma pronúncia que o primeiro)

“Você pode explicar em maiores detalhes?” (Naofumi)

Ignorando Sadina, eu vou perguntar para o Tio da Imya e o resto do povo da cidade.

“Natal, huh? Bem, é o trabalho do adulto entregar presentes para as crianças enquanto elas estão dormindo. Nós também cozinhamos grandes banquetes nas noites.” (Tio da Imya)

Fumu… parece que eles seguem a tradição japonesa.

Maioria dos adultos estão dizendo a mesma coisa.

“Hey, Naofumi-chan.” (Sadina)
“Calada. Fique quieta. Silêncio.” (Naofumi)

Está mulher está dizendo coisas parecidas com a Atlas.

Eu tenho que agir como um moderador. Desde que o mundo alcançou a paz, como soa se entregar à assédio sexual.

“O problema é se esta vila ou não deve tomar parte numa celebração de natal.” (Naofumi)
“Como súditos do Herói do Escudo, essa decisão é com você.” (Aldeão)

Diz um velho aldeão no que ele evita vira seus olhos para longe de mim.

Parece que eles estão esperando pela minha aprovação.

Sigh…

“Então quem irá juntar e distribuir os presentes?” (Naofumi)
“Bem…” (Aldeões)

O olhar de todo mundo está direcionado para mim.

Sigh… Eu acho que não há escolha.

Mesmo que eu seja o soberano dessas pessoas, parece que eu terei que fazer isso.

“Eu entendo. As pessoas da vila estão trabalhando duro, eu acho que eu posso preparar alguns presentes.” (Naofumi)
“Muitos agradecimentos.” (Aldeões)

No que os aldeões estão agora abaixando suas cabeças em respeito à mim, eu não posso realmente recusar.

Mas haverá com certeza uma montanha de problemas pertencendo ao meu novo trabalho.

Primeiro, eu devo investigar que tipo de brinquedos as crianças gostariam.

“O problema é descobrir o que pegar. Seria problemático ir pela cidade investigando, e ainda mais, tem uma alta probabilidade que nós seremos descobertos.” (Naofumi)
“Ha!?” (Aldeões)

Todo mundo ao redor repentinamente ergueram suas cabeças e me encararam.

Eu disse algo estranho?

“Qual o problema?” (Naofumi)
“Você não pode só descobrir pelos desejos pendurados na árvore de natal?” (Aldeão)

Desejos…

Eles não estão pensando naquilo? Aquelas coisas que pessoas penduram em troncos de bambu para fazer desejos aos deuses?

“Crianças que não conseguem escrever pediram aos seus pais para escrever e pendurar para elas. Eles escreveram seus nomes e o que eles querem e penduraram na árvore de natal para Noel ler. É por isso que os adultos podem ver esses desejos e preparar os presentes.” (Aldeão)

… Por que diabos Tanabata está sendo misturado nisso? … é o que eu queria responder.

Contudo, seria problemático demais explicar.

Isto é provavelmente o resultado de pessoas misturando os eventos feitos pelos antigos heróis.

Agora que eu penso sobre isso, esses eventos tinham uma compatibilidade até que boa desde o início…

“Okay, então por favor façam suas crianças escreverem seus desejos, e me digam que árvore vocês querem fazer a árvore de natal.” (Naofumi)
“Entendido!” (Aldeões)

E é assim que o natal decolou na minha vila.

No dia seguinte, as pessoas da vila fizeram as crianças escreverem seus itens desejados, e eles decidiram numa árvore de natal, contudo…

Por alguma razão eles escolheram a Árvore de Crepe para esse papel.

“… Por que vocês escolheram a Árvore de Crepe de todas as coisas.” (Naofumi) (NT: Esta fala apareceu antes em inglês, mas combina mais aqui)

Os aldeões todos entusiasticamente começaram a pendurar seus desejos na árvore.

Aquela árvore nefasta ainda estava dando frutos mesmo no meio do inverno.

No verão, ela produziu principalmente crepes de chocolate com banana, mas recentemente ela começou a fazer crepes estilo creme de morango também.

Os aldeões parecem comer dela bastante, mas eu não acho isso muito apetitoso.

Kiel diz que seus frutos mudam com as condições do solo e temperatura.

Eu não sei. Eu realmente não ligo.

Aquela Árvore de Crepe, agora coberta em decorações e folhas de desejo só pode ser descrita como bizarra.

“Vocês estão celebrando o natal?” (Ren)

No que eu estava ficando entediado, Ren falou comigo.

Bem, ao invés de Natal, parece ser algum tipo de variação pseudo japonística.

Tem uma alta probabilidade que é algo completamente diferente.

Talvez no mundo que Motoyasu ou os outros heróis vieram tenham o feriado atribuído à uma pessoa completamente diferente.

“É.” (Naofumi)
“Eu espero que vire um evento divertido. A propósito, por que você está pendurando desejos?” (Ren)
“Parece que neste mundo, natal e tanabata se fundiram.” (Naofumi)
“… Entendo…” (Ren)

Ren está atualmente liderando o Esquadrão de Extermínio de Monstros. Ele está cuidando de pessoas como a Knight Feminina e Taniko. (NT: Os subordinados dele são assim, aparentemente)

Eles estão, de um modo, ajudando a população aflita também.

Aquela Knight Feminina, para poder ganhar o conhecimento de como liderar pessoas comigo, montou base nesta vila. Taniko está treinando com um usuário de monstro para aprender como lutar monstros. Rat e seu esquadrão estão trabalhando monitorando a área por monstros.

Bem, Gaelion e Mii-kun estão com ela, então não há muito para se preocupar…

Para poderem entender as armas dos heróis, essas pessoas retornam para a vila por portal assim que a noite cai.

“E quanto você?” (Naofumi)

Eu devia ter pedido para ele ajudar, mas Ren tinha uma expressão preocupada no rosto.

“Parece que somente durante esta época do ano, certos monstros surtam e incomodam as pessoas.” (Ren)
“Eu não me lembro de terem tais tipos de monstros.” (Naofumi)
“Na maioria dos jogos que eu joguei, certos montros só apareciam perto do natal. Este parece ser o caso aqui também.” (Ren)

Monstros de natal?

Certamente muitos jogos online tinham esse atributo.

Eventos onde monstros raros e fases de feriado apareciam eram bem comuns.

Agora que eu penso sobre isso, essas mecânicas seriam simplesmente estranhas numa configuração realista.

De qualquer forma, monstros de tempo limitado, huh?

Monstros de evento existem dentro deste mundo também.

Apesar que ter o mundo inteiro natalizado para um evento é estranho em seu próprio mérito.

“…” (Naofumi)
“Eu entendo que essas dificuldades são parte do meu trabalho. Se eu achar tempo livrei, eu ajudarei.” (Ren)
“Okay, eu esperarei sem expectativas. A propósito, o que você normalmente faz durante o natal?”
“Hm… fazer uma celebração leve com Eclaire e Wyndia pode ser legal.” (Ren)

Desde aquela vez, Ren, que ainda sente um forte senso de responsabilidade, continua a cuidar da Taniko.

Mesmo que o mundo esteja salvo, Ren parece ainda sentir como se ele tem que continuar pagando pelos seus pecados, ou algo assim.

Por hora, aquela Taniko está tentando se tornar mais independente.

Para colocar diretamente, Ren ainda é odiado pela Taniko.

“Você retornou, Iwatani-dono?” (Knight Feminina)

No que nós estávamos conversando, Knight Feminina apareceu.

Ela é a segunda pessoa que por quem o Ren se importa.

Knight Feminina encara os desejos pendurados na árvore de natal. O rosto dela parece perdido em pensamentos.

“Fumu… então é finalmente natal.” (Knight Feminina)
“Com certeza é. A propósito, Knight Feminina, o que você planeja fazer no natal?” (Naofumi)

Parece que até que algumas pessoas irão acompanhar Ren na caçada de monstros.

Apesar que esta pessoa disse que ela aprenderia como manter uma vila de mim, eu não vejo ela por aí muito.

Ela ocasionalmente me imitaria e iria caçar bandidos, ou praticar meu sorriso de negócios ameaçador, mas é basicamente isso.

A propósito, ela é ainda pior que Kiel em vendas.

Bem, Kiel é um cão maid, então ela atraiu uma certa multidão de pessoas.

Mesmo fora de Melromark, ela tem alguns fãs dedicados. Eu ouvi que ela até tem seu próprio fã-clube oficial.

A propósito, aquela que faz roupas para ela é Imya. Ela de fato tem um certo senso de estilo.

Como um jogo de punição, nós fizemos Kiel se travestir… não, isso não pode realmente ser chamado assim… vestir algumas roupas femininas que ela não gostava pessoalmente.

Bem, alcançar o nível da Firo, que é agora uma Idol mundial, é provavelmente impossível.

“Eu? Eu acho que eu irei tentar ficar acordada e esperar pelo Noel.” (Knight Feminina)
“… Que?” (Naofumi)

Papai Noel? Quantos anos você tem mesmo?

Não pode ser…

Eu recebo um olhar estranho do Ren.

“Por que você está de pé aí com um olhar perplexo?” (Knight Feminina)
“O que você quer dizer com esperar pelo Noel?” (Naofumi)
“Fumu, bem, até ano passado, eu estava do lado que recebia. Mas depois de ver os rostos sorridentes de todas as crianças eu decidi que este ano, eu quero ser capaz de encontrar o velhinho e agradecer ele pelo seu trabalho.” (Knight Feminina)

Isso é… ela realmente acredita nele.

Então ela realmente tem alguns aspectos surpreendentemente puros nela.

Fu fu fu.

“Oy, Naofumi, você não poderia possivelmente estar…” (Ren)
“Bem, Knight Feminina. Não, Eclaire. Papai Noel é-” (Naofumi)
“WAA*#^&@$#@A! Eclaire! Fique forte!” (Ren)

Ren apressadamente calou minha boca.

Droga. Eu ia enfiar a crueldade da realidade dentro da cabeça desta adulta sonhadora.

“A propósito, você quer ter uma festa antes disso?” (Ren)

Ren conseguiu convidar Knight Feminina dentro da confusão.

Ele vai transformar esta noite sagrada numa profana?

“Me desculpe, mas eu não estou tão livre quanto eu aparento. Eu também tenho trabalho para fazer.” (Knight Feminina)
“Que tal… só pelo jantar…” (Ren)

Ren foi derrubado assim que decolou, mas ele se recuperou bem rapidamente.

Bom para você, Ren.

Ah, verdade, depois de salvar o mundo, ele tinha feito até que uma grande confissão apenas para ser rejeitado.

Mas parece que a memória do Ren daquela hora é meio embaçada.

Ou ele poderia apenas estar psicologicamente bloqueando a memória…

“Eu também convidei a Wyndia.” (Ren)
“Fumu…” (Knight Feminina)

Bem. Este assunto não me interessa. Boa sorte Ren.

É o que eu pensei quando Taniko apareceu para observar a área.

Ela estava montada no Gaelion.

Oh, certo. Taniko provavelmente se encaixa na categoria ‘Criança’.

Eu consigo imaginar ela dizendo que natal é um desperdício de tempo.

“Ah, Taniko. Você está aqui pelo natal também?” (Naofumi)

De qualquer forma, a garota que foi criada por um dragão sequer sabe sobre o natal?

“…?” (Taniko)

Taniko mostrou uma expressão extremamente pura que nós não vimos desde que ela tinha acabado de chegar na vila.

… por meio segundo, depois disso ela adaptou um rosto que gritava ‘isto é um desperdício de tempo’.

“É, eu costumava receber presentes todo ano do Noel. Meu pai pegou eles para mim.” (Taniko)

Eu dirigi um olhar frio para Gaelion.

Ele retornou o olhar com uma intensidade igual.

Hey, no mundo selvagem, as crianças celebram nata?

Eu sinto que ele irá dizer algo como “até parece”. (NT: Ou pra caramba, expressão deixa essa dúvida)

Mantenha seus instintos infantis checados.

“Ah, perfeito, Wyndia.” (Ren)
“GYYYYAAAAAAAAUUUUUUUUU” (Gaelion)

No que Ren se aproxima de Taniko, Gaelion grita.

Parece que ele está dizendo “não se preocupe, Papai vai proteger você do homem assustador”.

“O que é?” (Taniko)
“Você jantará com a gente no natal?” (Ren)
“Por que eu deveria?” (Taniko)
“Eu decidi assumir a responsabilidade.” (Ren)
“Que egoísta, não vá por aí tomando responsabilidade sem o consentimento dos outros.” (Taniko)
“Não é como se você tivesse outros planos, certo?” (Ren)
“Bem, eu estou livre esse dia…” (Taniko)

Ren está desesperadamente tentando convidar essas duas mulheres para uma festa de natal.

As reações delas me irritaram um pouco.

Parte 1 | Parte 3

Anúncios

2 respostas em “O Natal do Herói do Escudo Parte 2

  1. Pingback: O Natal do Herói do Escudo Parte 3 | Thyros Traduções

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s