Capítulo 4 – Determinação

Eu ouvi o som gotejante de gotas de água atingindo o chão.
Quando eu me dei conta, eu não estava no tesouro subterrâneo; eu estava sentado na cama do quarto de realeza.
Talvez porque ele havia sido deixado sozinho por três meses, ele está bem empoeirado. Mas ainda, era um quarto usado por aqueles de sangue real, e a cama tinha uma impressão quente, de alta classe nela.
Quando eu olhei para fora, eu vi que, mesmo quando esteve tão claro lá fora durante o dia, chuva fluía continuamente para baixo do céu.

《Você nunca verá suas pessoas preciosas de novo》

Para mim, aquelas palavras eram algo próximo de uma sentença de morte.
Eu ainda tenho que retornar qualquer coisa para eles.
Minha atrapalhada e gentil mãe.
Aquele que está sempre se preocupando com os outros, meu pai de boa natureza.
Meu melhor amigo amante de doces, que agiu sem pensar; apesar de que com boas intenções.
O pensamento que eu não posso encontrá-los de novo me enche com emoções triste.
Mas… o som da chuva caindo, pouco a pouco, começa a amolecer a dor. Essa é a sensação que eu tenho.

“Mizuki, você está bem?”
“É, estou bem. Me desculpe em lhe preocupar.”

Ao menos, eu não quero preocupar Celeilia.
Ou senão aquele que jurou isso… o jovem eu que jurou nunca machucar ninguém riria de mim.

“Eu estou feliz que a chuva começou a cair…”
“… Você gosta da chuva, Mizuki?”
“É, eu amo ela.”
“Entendo… eu também gosto da chuva.”

Bem, isso é legal.
Chuva é usualmente tratada como um símbolo de tristeza, mas ela passa emoções quentes.
No que eu forço meus ouvidos, eu ouço o som de incontáveis gotas de chuva cortando pelo ar.
Não há vida. Neste mundo solitário, eu estou feliz que a chuva conseguiu sobreviver.

“Como eu pensei, Mizuki, você não deve estar neste mundo.”
“O que você quer dizer?”
“Eu acredito que eu disse, 『Nesse ritmo』, certo?”
“… É.”

O sentido por trás daquelas palavras era… uma possibilidade.
Elas eram palavras que significavam me oferecer salvação.
Mas…

“Se você pudesse fazer algo assim, então por que você está aqui, Celeilia?”

Num mundo onde ela havia desistido da esperança de achar vida.
Se ela tivesse notado a existência de outros mundos, deveria ter a opção de sair para ela.
Ao menos, se há algo tão conveniente quanto magia, é isso que eu faria.
Claro, talvez tenha alguma razão pela qual ela não possa fazer isso.
Eu perguntei num pânico, mas eu tenho certeza que ela desistiu porque ela não poderia fazer isso.
Mas Celeilia meramente sacudiu sua cabeça de um lado e para o outro.

“Magia é um estudo que cria algo do nada.”

Do nada… no meu mundo, isso certamente soa impossível.
Se eu usar um processo de pensamento convoluto, eu acho que eu consigo pensar em algumas coisas similares, mas enquanto a condição de ‘não usar nada’ estiver ligada, eu acho que nada vem a mente.

“Eu sou da Brigada Mágica Real, a Escola do Nulo. Eu sou daquelas com mais conhecimento sobre a arte da magia, sabe.”
“Escola do Nulo?”
“Sim, nós pesquisamos o que não pode ser visto pelo olho, e procuramos por coisas que não estão ali. Haviam até estudos feitos sobre a existência de outros mundos.”
“Então… o fato que eu estou aqui é…”
“É como é. Se outros mundos realmente existem, então por teoria, é possível lhe enviar de volta para o seu próprio, Mizuki.”

Eu não tenho certeza se aquelas teorias podem ou não ser aplicadas.
Ainda assim, se essas são as palavras da Celeilia, então eu acreditarei nelas.
Nós não nos conhecemos a muito tempo, mas eu não acho que ela é alguém que minta.
Ela sorriu no que ela me viu respirando um suspiro de alívio.

“Eu definitivamente te retornarei ao seu mundo original. Deixe-me fazer uma promessa com você, Mizuki.”
“Obrigado…”

No que eu acenei, ela alegremente se levantou.

“Então nós teremos que começar a fazer os preparativos imediatamente.”
“Preparativos?”
“Certo. Enquanto isso pode soar legal, dizendo que nós fazemos coisas do nada, isso é meramente o ideal, e magia não é onipotente. Você viu os papéis que eu usei para trazer fogo e água, certo? É melhor ter algo assim quando usando magia.”
“Hmm…”

Eu havia esquecido desde que ela trouxe isso, mas não houve uma única vez que ela tenha usado magia sem quaisquer ferramentas.
Apesar deste ser um mundo diferente, talvez tenham regras e partes complexas assim como no meu.

“Eu pesquisarei as medidas necessárias, e coletarei os materiais necessários. Você não me ajudará?”
“Claro que irei. E espera, mesmo quando você estava tentando tão duro pelo meu bem, eu estava meramente assistindo. Eu estava na verdade imaginando o que era que eu poderia fazer.”
“Fufu, eu acho que isso é verdade. Ah, mas mesmo se você não puder fazer nada, pode ser legal se você começar a fazer as comidas que você sabe fazer.”
“Isso soa bom. Se for algo que nós tenhamos os materiais para fazer, eu tentarei minha mão nisso.”

E junto com Celeilia, nós retraçamos o caminho em que nós viemos, e deixamos o castelo.
Eu tinha um pouco de hesitação em usar arbitrariamente as cosias das outras pessoas, mas a chuva estava pesada, então eu enrolei uma capa profundamente ao redor do meu corpo.
As roupas estiveram abandonadas por três meses, então eu esperei que elas estivessem infestadas de pulgas e comidas por traças, mas eu notei.
Os insetos também…
Esse deve ser o caso.
Da montanha até o castelo, eu não vi um único inseto, e mesmo quando eu andei por lugares cheios de natureza, eu não fui picado nem uma vez. Normalmente, uma história assim não soa possível.
Eu sacudi minha cabeça para me livrar do pensamento, e segui atrás de Celeilia.
Vestindo uma capa semelhante ela mesma, ela foi para fora.
O gorro estava… parecia usar alguns conceitos da coisa que este mundo chamava de magia.
Ele repeliu a chuva melhor do que um guarda-chuva que eu conhecia.
… Isto com certeza é estranho.
Como eu pensei, eu tenho pouca familiaridade demais com esta magia. É um estudo peculiar.

Depois de andar um tempo, o prédio vizinho veio a vista.
Eu acredito que Celeilia disse que eram as instalações das brigadas mágicas reais, ou algo assim.
De acordo com ela, além da Escola do Nulo, haviam muitas outras facções.
Quando nós pisamos no prédio de uma construção de pedra similar ao castelo, a água de nossos casacos chovidos começou a encharcar o chão. Mas nem uma única gota de água alcançou revestimento interno deles.
O interior do prédio estava, como eu pensei, realmente empoeirado.
Mas eu acho que não tem o que fazer com o desuso.

“Esta é a Escola do Nulo, a líder do laboratório de pesquisa da brigada.”

O interior da sala estava, ainda mais do que o resto do prédio… havia o equivalente a vários anos de pó empilhado.
Haviam vários livros e reagentes espalhados pelo local, e era um quarto que não trazia vergonha ao nome de laboratórios de pesquisa mágica.
As letras que eu vejo são incompreensíveis para mim. Eu nunca fui familiar com outros países para começar, mas talvez porque este seja um outro mundo, é um sistema de escrita que eu nunca vi antes.
Quando eu olhei mais de perto, haviam muitas páginas que Celeilia usava empilhadas pelo lugar, e nelas, símbolos geométricos transparentes haviam sido queimados no papel. Eu consigo ver através dos papéis aos itens atrás.
Isto pode ser relacionado com eles sendo a Escola do Nulo.

“Tem um jeito de retornar em algum lugar aqui?”
“Sim, três meses atrás… depois que todo mundo desapareceu, eu olhei pelos documentos aqui por pura curiosidade. Eu lembro de ter visto algo assim.”

Ela falou no que ela começou a cavar pela área.
Claro, no que ela fez isso, pó voou por toda parte.

“Isso não é meio ruim…?”

Talvez porque eu não estava acostumado com a falta de pessoas, eu perguntei por medo.

“Se estiver alguém aqui para me dar bronca, eu aceitarei alegremente qualquer punição que eles tenham guardado.”

Mesmo que você cometa um erro sem perceber, não há ninguém aqui para corrigir ela.
Isso soou extremamente triste para mim.
Além do mais, eu pressionei mesmo quando ela sabia completamente bem que o que ela estava fazendo era errado.
Isso apenas fez meu senso de culpa subir.

“Eu ajudarei. Que tipo de coisa você está procurando?
“Vejamos. Papéis Intermediários… eles estão espalhados por toda a área, então você pode juntar eles do melhor jeito que conseguir?”

Papéis Intermediários mais provavelmente se refere àquelas páginas de antes.

“Entendido. SE tiver qualquer outra coisa que eu possa fazer, por favor me diga.”
“Sim… Ah, Mizuki, me deixe lhe informar com antecedência.”
“Claro, sobre o que?”
“Não acontecerá imediatamente, mas o efeito do doce acabará depois de algumas horas. Nós ainda temos quatro, então nós provavelmente estaremos bem, mas eu gostaria de salvar eles se possível, então eu lhe contarei tudo que eu posso agora.”

Como nós fomos subitamente capazes de falar, eu havia esquecido, mas ainda tem uma barreira linguística entre nós dois.
Seria legal se uma única gota pudesse durar uma vida inteira, mas eu acho que ferramentas de outro mundo não são tão convenientes assim.
Nós temos quatro, significando que nós seremos capazes de passar nossas palavras mais duas vezes.
Nós realmente teremos que salvar eles para quando for absolutamente necessário.

“Entendido.”
“Vejamos. Primeiro, sobre o estoque de comida, as salas de jantar das outras facções… não, desta vez, talvez nó só tenhamos que ‘emprestar’ do castelo. Tem uma sala de gelo que contém ingredientes que só são vistos pela realeza…”

Ela principalmente falou sobre o que nós precisaríamos para viver.
Mesmo para ela, parece que esta magia não é algo que ela pode completar em um dia ou dois.
E então, nós acabamos pegando e usando os ingredientes armazenados na sala de gelo… uma sala larga envolvida em gelo, algo como um refrigerador.

Gado como as vacas e porcos que você encontraria no meu mundo haviam desaparecido, mas parece que as coisas que já haviam virado carne ficaram para trás.
Até coisas fora da sala de gelo. Mesmo quando elas estavam secas, elas não estavam podre.
Isto é apenas especulação, mas como não existe mais vida… talvez coisas como fungos e bactérias se foram também.
A propósito, parece que a cada algumas semanas, Celeilia iria vir até o castelo para pegar quaisquer suprimentos que ela precisasse.
Não é como se tivessem fogões à gás nem nada. No lugar que mais parecia uma cozinha, havia uma área para lenha, e para pedras usadas para acendê-la.

Havia um poço por perto para providenciar água.
Eu tentei beber ela, e o gosto estava tudo bem. Como eu não destruí meu estômago, é provavelmente segura. Diferente do meu mundo, não há fumaças sendo exaustas nem nada assim, e talvez por essa razão, este mundo parece lindo para mim.

No fim, havia pouco que eu podia fazer para ajudar sobre magia, e se só ficará mais difícil quando o doce acabar… acabou que eu comecei a fazer todo serviço doméstico.
Eu nunca havia cozinhado usando utensílios de pedra antes, então foi um pouco difícil, mas mesmo quando havia uma bela diferença nas formas da comida que nós tínhamos através dos mundos, Celeilia curiosamente comeu o que quer que eu levasse adiante, e alegremente me elogiava por isso.
Isto de algum modo me lembrou da primeira vez que eu cozinhei, e fiz minha mãe provar.
Claro, o que o jovem eu fez lá trás eram apenas simples doces, mas minha mãe e meu pai disseram que era gostoso do mesmo jeito que Celeilia fez agora.
E isso me deixou feliz.
A propósito, a primeira palavra que meu melhor amigo Yuuji direcionou à minha comida era ‘terrível’.
Ele não tentou disfarçar nada, e ele é apenas uma pessoa direta, então fazer ele dizer que era delicioso se tornou meu objetivo. E antes que eu tivesse notado, cozinhar havia se tornado meu hobby.

“Mizu… ki. Homomaste umaatte… Hoph saznime mitamchi e.”

E depois de um almoço tardio, os efeitos do doce finalmente acabaram.
Nós havíamos falado sobre isso com antecedência, então eu não estava realmente surpreso, mas ter as palavras não sendo passadas é realmente inconveniente.

“Chnik hoph.”
“É, eu ajudarei.”

Depois de limpar nossos pratos, nós retornamos ao laboratório, e começamos a passar pelo material.
Claro, tudo que eu podia fazer era procurar pelos Papéis Intermediários transparentes, e amontoá-los numa montanha para ela.
Celeilia começou a comparar livros e dados de pesquisa. Ela foi para outro quarto… o que parecia ser uma biblioteca para especialistas, e começou a olhar através de várias ferramentas e páginas.
A única coisa que eu podia fazer era limpar a área para que ela pudesse se concentrar, e cuidar de cozinhar e lavar roupa.
Foi a primeira vez que eu lavei roupa sem uma máquina de lavar, mas eu fui capaz de fazer isso sem problemas.
E depois de quatro dias dessa vida, ela finalmente terminou sua pesquisa.
No quinto dia, ela se trancou num laboratório do amanhecer ao entardecer.
Eu não realmente entendo, mas as ações dela indicavam que era melhor que eu não entrasse, então eu deixei comida e troca de roupa fora da porta, no que eu simpatizei com minha mãe de lá trás.
E na manhã do sexto dia, Celeilia saiu correndo do laboratório com um sorriso em seu rosto.

“Sanechku, Mizuki.”

Diferente de quando eu vi o laboratório pela última vez, uma parede dele estava coberta com aqueles Papéis Intermediários transparentes.
Vermelho, azul, amarelo, verde, branco, preto, várias cores de papel estavam presas com algum tipo de ordem, e símbolos complexos foram gravados nas paredes restantes, o teto e até no chão.

“Mizuki, hemeno.”

Celeilia pegou a caixa de doces, e colocou um na boca dela.
Ela me entregou outro, e eu comi ele.
Como eu pensei, é um gosto estranho.
Não é nem doce, ou apimentado, ou salgado, mas ainda eu posso ficar viciado nele… esse tipo de gosto.

“Mizuki, você consegue me ouvir?”
“Sim, alto e claro.”

Depois que ela acenou com um olhar aliviado em seu rosto, a expressão dela ficou séria.
Era como o rosto que minha mãe fazia quando lidava com flores. Um rosto feito para trabalho.

“Eu fiz o que quer que eu podia. Honestamente, se isto falhar, então não tem nada que nós possamos fazer.”
“Obrigado.”
“Mizuki, se isto falhar, então-”

Eu falei como que interromper ela.

“Não importa quão pequena a possibilidade seja, para mim isso é um milagre.”

Encontrar Celeilia. Ter ela me ajudando a achar um caminho para casa.
O fato que ela era uma pessoa legal. O fato que ela permaneceu viva.
Pensando nas possibilidades… é egoístico pedir por qualquer outra coisa.
E então, isso não falhará. Isso definitivamente será um sucesso.
Eu acreditarei na garota que fez este tanto por mim.

“Eu sou grato à você, Celeilia. Mesmo que isso falhe, enquanto eu ficarei triste, eu estarei pronto para desistir.”
“… Entendo.”

Os olhos dela se molharam no que ela parecia querer dizer algo, mas ela eventualmente fechou eles quietamente.
Depois que ela abriu seus olhos dourados brilhantes, ela continuou a abrir sua boca.

“Hey, Mizuki. Você me satisfaria em um pouquinho do meu egoísmo?”
“Egoísmo?”
“Sim, Mizuki, eu gostaria que você me desse seu dia.”

Era um desejo pequeno demais para eu chamar ele de egoísta.
Era o desejo de uma maga, então eu pensei que seria algo grandioso, mas eu ainda acho que combina com ela. Parece que ela tem alguma resistência toda vez que ela tenta me pedir qualquer coisa.
Eu aposto que será…
Claro, minha resposta já era certa.

“Se for isso, então eu irei alegremente lhe acompanhar hoje.”
“Entendo! Então eu terei que ficar pronta!”

O sorriso de Celeilia estava totalmente aflorado.
Por alguma razão, vendo a figura dela me fez sentir como se algo estivesse atravessando pelo meu peito.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s