Capítulo 1 – Um Encontro por Acaso

Meu dia começou comigo acendendo o tabaco de minha mãe.

“Como eu pensei. Não há nada melhor de manhã do que um cigarro aceso pela mão do Mizuki.”
“Tem realmente alguma diferença quando sou eu que faço isso?”
“Mizuki, ainda é demais para um menor como você entender. Não tem sentido em nada aceso por uma mulher acima dos vinte anos. Se você planeja fumar no futuro, tenha certeza de ter isso aceso com um isqueiro de óleo por um menor. Esta é minha ordem como sua mãe.”
“Não se preocupe, eu planejo viver minha vida sem fumar.”

Minha mãe sempre foi meio estranha, e ela frequentemente me chamava, seu filho, para ajudar ela com coisas servis.
Desta vez, ela diz que se os fumos dela não forem acesos com um isqueiro de óleo, por minha mão, absolutamente não há sentido.
Quando meu pai tentou acender ele, ela ficou de mau humor, e disse, ‘vocês apenas não entendem, entendem’. Mas esta é meramente uma das cenas divertidas de minha casa.
O trabalho da minha mãe é, para colocar isso em termos politicamente corretos, uma Artista Floral.
Outros nomes para isso são Artista Ikebana, A Escola de Espinhos, de Especialista Floral. Há vários nomes para isso, mas se você disser qualquer um deles, ela fica brava, então nós só chamamos ela de arranjadora de flores.
A propósito, quando eu tentei falar sobre ela para a mãe do meu melhor amigo, ou qualquer outra pessoa que conhecem ela, eles ficam meio chocados.
Já que minha mãe é este tipo de pessoa… como eu posso colocar isso, até que algumas pessoas imaginam ela sendo uma secretária, ou algo do tipo.

“Mizuki, aquele homem saiu?”
“Você quer dizer meu pai? Sim, ele saiu bem cedo de manhã.”
“Isso é bom. Se ele ainda estivesse na casa, eu teria pego os papéis de divórcio.”
“Por favor não diga tais coisas perigosas.”
“Não se preocupe. Eu serei aquela ficando com a guarda.”
“Eu não quis dizer isso assim…”

O trabalho do meu pai é Florista.
Parece que desde uma jovem idade ele gostava de flores, então o interior de nossa casa é repleto com aquelas que ele cria.
Todo dia, sem erro, ele vai para o mercado abastecer com novas.
Eu não sei muito sobre isso, mas algumas vezes ele nem vem para casa de noite.
Ele deve realmente gostar disso.
E surpreendentemente, minha mãe foi quem iniciou o relacionamento deles.

“Aquele homem não é adequado para cuidar de uma floricultura. Apenas observe, Mizuki. Em dez anos, ele estará cuidando de uma fazenda inteira de cultivo de flores. Qual o problema? Eu comprarei todas as flores dele. Nós não ficaremos incomodados com escrever recibos.”
“Então você planeja manter todas as despesas e lucros dentro da família?”

Desse jeito, minha mãe se apaixonou pelas flores que meu pai cria.
Meu pai também se dá bem com minha mãe arranjadora de flores, então nós somos todos uma família feliz… eu acho?

“Eu irei para a escola.”
“Claro, você tem roubar uma bolsa de estudo daquele cursinho para que eu não tenha que gastar todo meu suado dinheiro.”
“… Se você colocar isso assim, eu ficarei um pouco incomodado.”

É nossa troca cotidiana, então eu não direi muito. Minha mãe é sempre assim.
Eu passo meus punhos pelas mangas do casaco do uniforme da escola que eu tinha pendurado contra minha cadeira, e faço uma checagem final no conteúdo de minha mala, Depois, eu enfiei o bento que eu havia feito esta manhã, assim como dois cafés com leite condensados, e minha própria criação, o Shortbread Combo de Suplemento, dentro da minha mala. Neste ponto, minha mãe colocou sua cabeça para ver o que eu estava fazendo. (NT: Shortbread é um biscoito escocês feito de 1 parte de açúcar branco, duas partes de manteiga e três partes de farinha, segundo Wikipédia em inglês)

“Mizuki. Você planeja alimentar aquele porco de açúcar de novo? Dar comida para aquele lá só fará mais mal do que bem.”
“Mãe, você poderia por favor parar de se referir ao meu melhor amigo como um porco?”

Enquanto eu estou um pouco preocupado sobre ele desenvolver diabetes, chamar ele um porco de açúcar é um pouco demais.
Ele apenas gosta de comidas doce um pouco mais do que uma pessoa comum.
Ele apenas gosta de colocar mel e melaço em seu café com leite condensado antes de beber ele.
Além do mais, ele só comerá shortbread sabor chocolate.

“Você é bem estranho você mesmo, por ter um porco de açúcar como seu melhor amigo.”

Eu estou frustrado que devido à ingestão de açúcar dele, eu não possa realmente negar isso.
A propósito, ele não é realmente gordo nem nada.

“… Estou indo. Até mais, mãe.”
“Claro. Eu estarei de volta pelas 22h00 hoje.”
“Entendido. Eu cozinharei o prato de carne que você gosta hoje a noite.”

Esta é minha vida cotidiana.
Frequentemente me falam que minha família não é normal, mas meu pai e mãe se dão bem, e eu tenho um melhor amigo que eu tenho conhecido pelos últimos dez anos. Até agora, eu nunca estive realmente incomodado com a vida.
Certo, nem uma vez.
A rota para a escola, eu estava andando pelo caminho familiar de sempre quando isso aconteceu.

— Som desapareceu do mundo.

Para ser mais específico, ele não sei foi.
O som das folhas passando entre si na brisa, e outros sons que todos haviam simplesmente se acostumado em ouvir ainda soavam.
Mas a batida de vida, ou algo assim, subitamente sumiu de uma vez.

“… Eh?”

Quando eu me virei, o caminho que eu havia descido havia mudado, e quando eu me virei, o cenário diante de mim era diferente desta vez.
A cidade onde eu vivi tinha ligações ao trabalho de ambos do meu pai e mãe, e além das áreas residenciais, o local estava repleto com natureza. Mas o que estava atualmente refletido em meus olhos não era uma cena de uma área repleta com natureza, mas natureza em si.

Se eu fosse descrever em uma palavra, seria uma floresta.
Se eu fosse descrever o cenário, eu acho que uma montanha.
Se eu fosse descrever a situação… isso seria difícil com minhas experiências de vida limitadas.

De qualquer jeito, uma cena de natureza muito maior do que qualquer outra que eu havia visto na ‘aula junto da natureza’ da minha escola fundamental se desenrolou diante de mim.
O ar estava repleto com o cheiro de plantas encharcando a umidade da área.
Mato havia sido deixado para crescer como quisesse, e as árvores cresciam por toda parte sem direção.
Ao menos, eu acho que as montanhas em que eu estive eram um pouco mais bem mantidas.
Pensando de volta, todas as plantas florescendo que eu já vi antes foram intencionalmente criadas pela mão de alguém.

“Eu imagino onde eu estou.”

Então coisas estranhas realmente acontecem.
Se eu não estava meio-dormindo, eu tenho certeza que eu estava indo para escola.
Pode ser um cursinho, mas leva menos de uma hora a pé, então eu sempre ando até lá.
Como evidência de minha direção, eu estou atualmente vestindo o uniforme designado da escola.
Eu acabei de checar o conteúdo de minha mala, e é exatamente o que eu preciso para a aula de hoje, então eu não acho que isto seja um sonho.
Mas talvez realmente seja.
Sonhos gostam de pular por aí, e eles não tem um ritmo definido, então considerando minha situação presente, não é impossível.
Yep, isto é um sonho. Deve ser isso.
Então agora, dentro deste sonho, o que eu devo fazer?
Como este é um sonho de eu estando perdido numa montanha desconhecida, devo colocar como meu objetivo final retornar para a civilização?
Pensando sobre isso assim, eu notei que eu tenho que ir e descer desta montanha para começar.
Por sorte para mim, é um declive até o fim, então se eu proceder lentamente, eu eventualmente sairei desta montanha.
Para isso, eu lentamente fui adiante passo por passo no que eu comecei a descer.

A terra ao redor está encharcada, e ela gruda no exterior dos meus sapatos.
Eles são apenas tênis padrões que eu uso todo dia, então eu acho que não tem o que fazer.
As botas especiais de subir montanhas que minha mãe e meu pai tem provavelmente teria uma pegada mais firme, e elas te permitem andar bem mesmo se terra e lama grudem nelas, eu acho, mas eu terei que perguntar para eles sobre isso da próxima vez.
Ambos gentilmente compartilham seu extenso conhecimento sobre plantar e tudo pertencente à elas, comigo.

Eu notei algo, e coloquei minha mão no meu bolso esquerdo.
Checando a tela do meu celular, eu vejo que não tenho sinal.
Mesmo que isso seja um sonho, eu vejo que telefones são inutilizáveis em regiões montanhosas.
Talvez porque é uma montanha, está ficando desagradavelmente frio…
A luz solar sendo filtrada pelas árvores é morna, mas a temperatura atmosférica específica da montanha e umidade resfriam meu corpo.

Este uniforme deveria ser feito de bom material insulante, mas ainda, eu estou congelando.
Eu acho isso um pouco maravilhoso.

Mas mesmo esses pensamentos ficaram mais fracos no que eu continuei a descer a montanha.
No começo era desagradavelmente frio, mas devido à eu continuamente mover meu corpo, eu lentamente me aqueci, e minhas preocupações sumiram.
Ainda assim, esta parece ser uma montanha bem grande, e mesmo depois de um longo período de tempo, eu ainda não pareço conseguir ver o pé.
O vento deve ser porque eu estava realmente alto.
Originalmente, eu provavelmente estaria em apuros sem o aparato apropriado para respiração, mas eu devo estar bem porque isto é um sonho.

Algumas horas mais tarde, eu comecei a ficar com fome.
Depois de achar uma clareira para sentar, eu abri o bento.
Dentro está um arranjo que eu pensei levando tanto nutrição como gosto em consideração.
Comparado ao meu melhor amigo, eu como pouco… não, ele apenas come muito, então talvez eu seja normal. Eu começo a pegar os hashis e a comer o conteúdo.

“Yeo… não está mal.”

Isto pode ser um sonho, mas comer num lugar cercado pela natureza faz a comida ter um gosto melhor.
A umidade é o suficiente para apaziguar minha sede, e excluindo o café com leite condensado, hoje foi um dia bem legal.
Seria legal se ele não desenvolvesse diabetes do tipo 2~…
No mundo real, eu estou provavelmente sorrindo. Eu ofereço algumas preocupações para meu amigo no que eu termino meu bento.

“Ainda assim…”

Este lugar com certeza é quieto.
No que eu vou mais a fundo da montanha, a densidade de árvores aumenta, e enquanto está ficando mais quente, eu ainda ouço nada além do farfalhar de folhas.
Eu acho que é relacionado com a altitude e estação, mas o mundo dos meus sonhos parece exageradamente quieto.
Eu não ouço um único inseto ou pássaro gritando.

— É como se eles estivessem todos mortos…

Não, isso foi rude de mim ao deus desta montanha. Deixe-me retirar isso.
Eu coloco minhas mãos juntas e direciono minhas rezas ao deus da comida, e qualquer deus que me ofereceu este lugar para comer. Eu me desculpo, enquanto eu ofereço minha gratidão.
E tendo terminado de almoçar, eu começo minha descida mais uma vez.

Cerca de dez minutos depois que eu comecei minha ventura, eu ouvi o som de água corrente.
Eu inclinei minha cabeça, e virei meu ouvido ao som. Quando eu fui para aquela direção, o que eu achei foi um rio.
Nele fluía água limpa cristalina, sem uma gota de lama, então parecia potável para mim. Claro, pode não ser água fresca, então eu não beberei ela inconsequentemente, mas no que eu coloquei minha mão nela, a sensação fria que veio era bem bacana.

“Bom…”

O rio está fluindo para baixo. Então se eu seguir o curso do rio, eu eventualmente alcançarei habitação humana.
.. É só minha imaginação ou parece não ter peixes ou insetos?
A água é limpa assim, então não seria estranho ver um peixe ou dois.
Eles estão se escondendo nas rochas? Há menos insetos em altas elevações, então eu posso ainda estar muito alto.

E cerca de uma hora depois seguindo o rio, a terra inclinada mudou para solo plano.
Depois de escapar da densa floresta de árvores, o que me encontrou foi um vasto, claro, céu azul.
Mais alto e mais vasto do que um dia claro de Dezembro. Um céu distante.
O ar está claro, e não há substâncias estranhas misturadas nele, é um bom gosto.

Eventualmente, enquanto desigual, eu tropecei com uma estrada pavimentada, então eu respirei um suspiro de alívio.
Mas ao que ela levava era uma cidade fantasma.
O que sobrou era uma série de prédios desconvidativos.
Eu nunca havia visto uma cena dessas em nossos livros de história. Ao menos, este não é o antigo estilo arquitetural do Japão.
Ao que eu devo comparar isso?
Casas de Toras com números diferentes de andares, como que significando um ranque, estavam repetidamente alinhadas uma ao lado da outra.
A construção de madeira em si parecia ter algum tipo de praticidade, até no Japão moderno.
A razão pela qual eu estava certo que ninguém vivia aqui era a abundância de mato, e a falta de mãos humanas para cuidar dele.
Mas para uma construção de madeira, a estrutura parece muito ser nova demais. Eu não sei quantos anos se passaram desde que ela foi feita.
Eu não sou um carpinteiro, então eu não tenho tanto conhecimento assim, mas eu acho que algumas dessas casas frágeis quebrariam o código de construção.
Claro, poderia ser apenas que eu não sei, e que casas assim são construídas regularmente.
Em primeiro lugar, este é meu sonho, então minha mente pode apenas estar organizando aleatoriamente imagens da minha memória.

“Tem alguém aí?”

Eu perguntei numa voz alta.
Como eu pensei, ninguém respondeu, então eu decidi que eu terei que andar mais.

Depois de trilhar o caminho dotado com mato, eu avistei alguns campos.
Haviam frutos crescendo neles, mas pelos longo anos de abandono, vegetais secos, vegetais que amadureceram demais a muito tempo, e aqueles que ficaram preto por podridão corriam desenfreados por eles.
Eles foram abandonados antes da colheita?
Há também sementes espalhadas pelo campo, então não foi meros um ou dois dias.
Um mês ou dois.
Levaria ao menos um mês para conseguir uma cena desastrosa dessas.
Se minha mãe visse isso, ela ficaria furiosa~.
Ela é usualmente uma pessoa desleixada, mas quando plantas estão envolvidas, ela é mais sincera do que qualquer um.
Tanto eu e meu pai admiramos essa parte dela.
Claro, eu acho que há algumas circunstâncias cercando esta cena.
Ms em alguns meses, é possível que todas as pessoas que viviam aqui subitamente se levantarem e irem embora?
Eu acho que razões possíveis pode ser algo como a construção de uma barragem.
Provavelmente não acontecerá imediatamente, mas se a razão for construção de uma barragem, eu terei que achar um trabalhador e perguntar onde exatamente é isto aqui.

E enquanto eu andava adiante, uma sensação de isolamento permeou meu peito.

— São os sons que eu estou acostumado a ouvir.

Carros e motos. Os gritos dos pássaros e feras.
Não há uma única indicação de tais sons.
A única coisa que eu ouço é o assovio do vento, e o clique dos meus próprios passos… é um lugar quieto, não receptivo.
Pode não ser meu lugar de falar com minha pouca experiência de vida, mas…

“Eu acho que eu… odeio este lugar.”

Eu falei sem pensar.
Sem saber a situação, eu indiscretamente falei mal do lugar. Que malvado.
Mas não tem como o eu atual vir a gostar deste lugar.
… Vamos lá. Vamos achar alguém.

Em momentos assim, eu acho que eu sucumbirei à solidão facilmente.
Mesmo que eu encontre uma pessoa assustadora, eu começo a imaginar se ela será ou não assustadora.
Meu melhor amigo ama programas especiais de sobrenatural, e histórias de fantasmas… e espere, durante o verão, eu assisto eles, mas o eu passado era assustado demais para lidar com eles.
Quando eu ficava assustado assim, meu pai e minha mãe me ensinaram.

“Mizuki-kun, fantasmas foram uma vez humanos, então eles não são assustadores. Como todos nós, eles só possuem algumas partes assustadoras à eles.”

Meu pai me disse isso.

“Mizuki, fantasmas não existem. Se eles existissem, então seria injusto se eles fossem apenas humanos. Os espíritos dos 100,000,000+ insetos que morrem todo ano estariam apenas vagando por aí. Mesmo se forem apenas humanos, então isso não tornaria este mundo conveniente demais para eles? Veja, se você pensar sobre isso logicamente, não é assustador, certo?”

E minha mãe me disse isso.

Ambas suas histórias revelaram muito sobre suas personalidades, e faziam uma boa memória. Eu estava feliz.
Então mesmo que humanos carreguem partes assustadoras dentro deles, eu acredito que eles tem muitas partes boas também.
Deve haver um monte de coisas boas neste lugar também.
Enquanto eu estava pensando por essas linhas enquanto eu andava para frente, os campos lentamente viraram prédios.
Esta com certeza é uma vila larga.
Mesmo quando todos no Japão tem que se amontoar juntos devido ao espaço de habitação limitado. Eu aposto que eu estou bem no interiorzão.

“Hmm?”

No meio da fila padronizada de casas, apenas uma única parecia estar melhor mantida do que o resto.
O telhado daquela casa estava pintado de vermelho, e enquanto ela parecia estar um pouco gasta, ela tinha uma atmosfera gentil.
Ela estava cercada por mato curto, que era uma diferença total da selva de mato ao redor dela. Eu também senti o cheiro de humanos. Eu até senti o cheiro de temperos usados para cozinhar dentro, então definitivamente tinha alguém vivendo aqui.

“Hum, com licença~! Tem alguém aí~?”

Quando eu chamei numa voz alta, eu ouvi o som de metal atingindo o chão de dentro.
Será que eu surpreendi eles…?
Eles provavelmente ficaram espantados no meio de cozinhar, e derrubaram seus utensílios de cozinha.
Eu espero que eles não tenham se machucado com uma faca, nem nada.

“Chamme chimiam!?”

É a voz transparente de uma garota.
Passos barulhentos ecoaram de dentro, e o que emergiu foi uma estrangeira.
Era uma casa de toras, então eu esperava uma porta articulada, mas a porta abriu deslizando.
Aquilo é uma roupa nativa? Devo chamar isso assim?
A garota estava vestindo um capuz estilo capa de chuva meio prateado que cobria o corpo inteiro dela, e dele, belo cabelo prateado balançava para fora.
A expressão dela indicava que ela estava num pânico.
É frequentemente dito que é difícil de ler a expressão de um estrangeiro, mas a garota de aparência jovem era diferente do que eu imaginei de um estrangeiro.
Ela era efêmera, ou devo dizer que a existência dela era quase transparente. A jovem garota vestia uma aura assim.
Eventualmente, a garota começou a me escanear. Seus olhos lentamente se moviam do topo da minha cabeça até as solas dos meus pés.
E no que os olhos dourados da garota me pegavam, ambas as mãos dela lentamente se moviam para cobrir a boca dela.
Nos olhos dela, grandes gotas de água… lágrimas começaram a amontoar.

“M-me desculpe!”

Eu inintencionalmente me desculpei.
Não é normal para uma garota subitamente estourar em lágrimas assim. Eu devo ter feito algo ruim… talvez porque eu chamei numa voz alta daquelas, ela acidentalmente tenha cometido um erro.
Eu não sei se ela me perdoará, mas se eu sou culpado, eu tenho que me desculpar primeiro.

“Homehrya Mihimoyse? Lomesonogen Byu?”
“Hum… desculpe. Eu não entendi uma palavra disso… espera, você não entenderá se eu colocar isso em japonês, entenderá… o que eu devo fazer…”

Eu não acho que isso seja inglês. Ainda assim, eu não tenho ideia de que país ela é, e mesmo se eu soubesse, eu nunca deixei o Japão desde o dia em que eu nasci.
Além do mais, eu só entendo japonês, então eu não acho que eu serei capaz de vir à um entendimento mútuo com ela.
E-eu imagino o que eu deva fazer.

“Rom d’nokuch. Machmiz hohkichtemum meyomya kezo…”

A garota de cabelo prateado partiu num sorriso durante suas lágrimas, e se aproximou de mim. Um passo. Dois passos.
A reação dela indicava a alegria dela em encontrar alguém. Esta pode ser uma comparação ruim, mas é como se ela tivesse mais uma vez encontrado seu amado, que havia partido pela morte… de qualquer jeito, é uma expressão que eu nunca havia visto na minha vida.
Eu estava embananado no que a garota ternamente se pendurou em mim, e repetiu as mesmas palavras, de novo e de novo.

“Fukametni temu met mawozamph… Chnitch temu met mawozamph…”

Tudo que eu podia entender era que as palavras dela pareciam conter sentimentos de gratidão à mim.

“Ah…”

Olhando para o cabelo cobrindo o rosto da garota me abraçando, eu notei.
O cabelo dela não era prateado. Era transparente, refletindo a luz atingindo ele.
Eu vi o cabelo claro dela refletir o cenário ao meu redor.
Eu comecei a recobrar meus sentidos. Meu coração estava batendo várias vezes mais rápido do que o normal.
Até eu não acho que essa tenha sido minha intenção, mas eu não tenho muita experiência lidando com mulheres. A temperatura do meu corpo começou a subir.
Mas a batida e calor que eu senti da garota diante de mim pareciam estranhamente realistas.

“Poderia ser que… isto não é um sonho…?”

O coração batendo dela transmitia uma tristeza profunda para mim. Ele me repreendeu, me dizendo que isto era de fato realidade.
Pensando de volta, da manhã até agora, o tempo e espaço estiveram fluindo de maneira firme, e o gosto do meu bento era o mesmo de todo dia. O café com leite condensado era tão doce e estimulante como sempre.
Meu calor corporal, que havia sido erguido pelo meu caminhar constante e meu embaraçamento, começou a cair visivelmente.
Se isto não é um sonho, então onde eu estou?
Se você remover a explicação de ‘isso é só um sonho’, então é claro que este provavelmente não é o Japão.
E ali, meus pensamentos congelaram.
Japão… não é lugar algum perto. Se este não é o Japão, então onde é isso?
Desse jeito, meus pensamentos se repetiram.
O que deve acontecer daqui? O que acontecerá comigo?
Se eu tivesse tanta sabedoria como minha mãe, então talvez eu teria sido capaz de pensar direito nisso, mas era impossível para mim.
Minha mente está uma bagunça, e eu não consigo nem criar sentido da situação atual.

“Mach milhansoch fuhkalehmo?”

O tom da garota indica que ela está perguntando uma questão, mas eu não tenho como saber apenas o que ela está dizendo. Mas eu consigo ver ela sorrindo, e ela está tomada por alegria. Eu não sei porque, mas eu fui atraído por ela, e eu sorri também… a sensação fria de antes sumiu, e meu coração começou a se sentir quente de novo.
… Deve ser porque esta criança tem um sorriso tão bacana.

“Sinto muito. Eu não entendo suas palavras.”
“Honraazya sachmo?”
“Como eu vou passar isto… eu ouvi falar de comunicação não verbal, mas será que devo tentar gesticular?”

Como meu pai é um florista, ele sabe sobre as flores de vários países.
Aparentemente, o conhecimento dele foi ganho quando ele vagou por vários países quando ele era jovem. Claro, haviam muitos países onde conversação não passava, e através de comunicação não verbal, ele de algum modo conseguiu, então eu aposto que ele teria usado isso numa hora dessas.
Honestamente, até este momento, eu nunca admirei meu pai.
Eu nunca imaginei que tentar passar palavras para alguém que não fala a língua poderia ser difícil assim.

“Yamhra Celeilia, mahmila?”
“Y-yamhrashe?”

Se eu resolver a razão por este abraço, eu devo entender algo. A expressão dela é macia, então eu não acho que eu estou sendo atacado, mas que tipo de resposta eu devo dar?

“Hororaazya sanachmo?”
“Hu-hu~m…”

Os olhos da garota ficaram sérios desta vez, no que ela implora por uma resposta. Pode ser um problema com minha atitude, mas seria legal se o fato que as palavras não estão passando fosse transmitido.
Finalmente, a garota fechou seu olhos, e pensa profundamente por um momento. Os olhos dela abrem de uma vez, e ela coloca ambas as mãos em seu corpo.

“Celeilia.”
“Celeilia? Esse é seu nome?”

Quando eu chamei o nome da garota, ela soltou um sorriso cuja radiância rivalizava a do sol.

“Roph! Yamhra Celeilia. Mahmila?”

Ela alegremente proclamou seu próprio nome sendo Celeilia, e levou suas mãos de si mesma para mim.
Mahmila… está provavelmente se referindo à mim. Pode ser uma palavra equivalente à 『você』 ou algo assim. Se esse for o caso, então é minha vez de me identificar.
“É Mizuki. Celeilia, meu nome é Kagiya Mizuki.”
“Mizuki??”
“Yup, eu sou Mi. Zu. Ki.”
“Roph, Mahmila, Mizuki, Sochfumo he.”
“Isso mesmo. Eu sou Mizuki, e você é Celeilia. Isso está correto?”
“Roph! Yamhra Celeilia, Mahmila Mizuki.”

Por um tempo, nós meramente chamamos o nome um do outro.
Eu imagino por que. Só de saber algo simples como o nome dela me encheu com alegria.
Eu acho que eu entendo porque meu pai falou de seu tempo pesquisando flores no exterior com tanto carinho.

“Mizumi, lyophzo noiyonan hamo, Mizuki, Ominet?”

Eventualmente, Celeilia segura minha mão, e me leva para dentro da casa.
Mesmo que a dona esteja me convidando, eu estou um pouco hesitante em entrar na casa de alguém que eu acabei de encontrar. Mas Celeilia parecia tão tomada de alegria que eu era incapaz de recusar.
O interior da casa estava limpo de um jeito legal.
Mas seu arranjo era bem diferente do que eu esperava que uma casa típica parecesse.
Primeiro de tudo, tinha o cheiro de árvores. Isto é Cipreste Japonês… eu acho. Você consegue sentir o cheiro dele em áreas com onsens, e quando seu cheiro é adicionado à água de um banho normal, ele faz você se sentir em paz.
Isso pode ter brotado em minha cabeça devido à abundância de plantas que meu pai e mãe criam em casa.
Já para uma casa moderna, o plano de design era um pouco antigo demais.
Um pouco de adulteração poderia fazer ela desmoronar. Meus pensamentos francos são que esta é uma casa perigosa.

“Mizuki, homra yamih mosoumwo, Minetmu meyo?”

Pelo choro dela, os olhos de Celeilia estavam um pouco inchados, mas ela sorriu no que ela me levou até uma mesa, e começou a trazer comida para ela.
A mesa era feita de madeira desgastada, e eu podia sentir uma profunda história emanando dela. O prato em que a comida estava era prata… não é inoxidável. É um meto que eu não sou realmente familiarizado.
A comida era um simples pão assado feito de farinha de trigo amassada… não, é mais como uma borda de pizza. Aquele pão básico na Índia, Naan. Tinha também carne seca que havia sido amolecida ao ferver, e vários vegetais. Parecia ser um estilo de comer onde você mergulha a comida em molho antes de comer.
Este estilo de culinária lembra o que eu acho que é encontrado no Oriente Médio.
Mas as roupas que Celeilia está vestindo é um quente casaco branco.
Eu não sei realmente sobre marcas, então eu não posso dizer com certeza, mas comparado com o que eu estou vestindo agora, ele é feito de maneira mais resistente, e tem ornamentos bonitos feitos nele. Parece ser bem caro. Isto pode ofender aqueles no Oriente Médio, mas definitivamente parece fora da zona cultural deles.
Claro, poderia ser que Celeilia é de uma nacionalidade diferente, e ela está apenas vivendo aqui agora, mas se eu proceder esta linha de pensamento, minha mente meramente congelaria como antes.
A razão sendo que eu vivi no Japão, e eu estava andando através de várias ruas japonesas quando eu me encontrei naquela montanha.
Pela vontade forte dela, eu não acreditava mais que isso fosse um sonho. Então eu preciso descobrir por que eu estou aqui, e o que exatamente Celeilia estava tentando me pedir.

O clima é estrangeiro, as casas parecem antigas. Os pratos são prata, e a comida é do Oriente Médio. Tem também a roupa dela.
Eu só posso pensar nisso como uma bagunça desorganizada.
América, ou Inglaterra. Rússia ou Germânia. Não importa qual você sugira sendo a nacionalidade dela, eu sacudiria minha cabeça, mas a estrutura do rosto dela era do modelo japonês de estrangeiro: ela tinha o sabor da Europa.
Até aqui está bom. Mas e quanto os dois seguintes?
Caindo de Celeilia, aquele cabelo brilhante cercado por luz… sem cor.
Há perucas transparentes. Se eu pensar nisso sendo feito de uma fibra sintética de poliéster, pode fazer sentido, mas não importa como eu olhe para isso, aquele cabelo brilhante com vida está crescendo diretamente do escalpo dela. E de forma bem sadia nisso.
E os olhos dourados dela.

Âmbar. Eu ouvi que olhos âmbares realmente existem, mas diferente de um amarelo escuro, ou um marrom avermelhado, os olhos dela parecem ser feitos do mais puro ouro. Eles são olhos bonitos que parecem lhe atrair.

“Zofhimimo? Yamihmoki hakiuchit chiyo?”

Talvez me notando encarando duro ela, Celeilia me fez uma pergunta.
Eu não entendo as palavras dela, mas é provavelmente sobre a comida.

“É-é, vamos comer.”

Eu já almocei, mas eu já fui convidado para a casa, e ela até providenciou a comida, então é difícil recusar. Eu não podia contar para ela que eu já estava cheio.
Além do mais, eu não tenho um jeito de passar a mensagem;
Vendo Celeilia empilhar a carne seca, vegetais e molho no topo da coisa estilo naan em boa proporção, eu tentei copiar ela.

“Delicioso…”

Eu não tenho certeza se é caseiro, mas o cheiro do recém assado pão, e o sabor estimulante do molho dançavam pela língua.
Os vegetais foram preparados de um jeito bacana e crocante, e enquanto eles tinham um sabor que eu nunca havia provado antes, eles eram frescos e suculentos.
Eles devem ser orgânicos.
A carne seca era várias vezes mais macia do que ela parecia, e ela tinha uma boa textura em si. Seu sabor profundo se expandia diante de mim no que seus sucos vazavam. Eu honestamente acho incrível que você possa conseguir este tanto de sabor de comidas secas.
Eu tenho um pouco de confiança em minha própria culinária, mas isto é muito mais saboroso do que qualquer bento que eu já fiz.

“Yep, é delicioso. Celeilia, é realmente bom.”
“Delisoso? Yhyom?”
“Iihyom? Isso significa a mesma coisa?”

Quando eu disse Yhyom e coloquei comida na minha boca, Celeilia sorriu alegremente.
É definitivamente uma palavra que elogia a comida dela.

“Yep, Yhyom.”
“Mizuki, mawozamph…”

Gentil, e verdadeiramente linda. Celeilia disse isso com um sorriso, com olhos levemente lacrimejantes.
Mawozamph, eu acho que é uma palavra que ela repetiu quando ela estava me abraçando.
Eu não sei o que ela significa, mas ela faz meu peito parecer quente… algo assim.
No fim, mesmo quando eu já estava preenchido pelo bento, eu terminei toda a comida que Celeilia colocou diante de mim.
Era verdadeiramente bom. Apesar de eu ter comido uma quantidade desconfortável e meu estômago doer.
E assim que o almoço havia acabado, eu tentei perguntar para Celeilia, que havia vindo coletar a louça.

“Hum, que país é este?”

Dentro da minha mala tinha um livro de geografia. Eu abri ele ao mapa mundial, e mostrei para ela a representação do mundo. É minha boa sorte que eu ia ter estudos sociais hoje.
Eu duvido que ela não saiba a área onde ela mora.
Celeilia parecia ter um ponto de interrogação flutuando acima de sua cabeça no que ela olhou para o mapa que eu havia espalhado.

“Tamihohan hachlikemia kezohomera?”

Não parece que chegou nela.
Se ela estivesse usando inglês, então talvez meu livro de inglês pudesse ajudar, mas ela não parece saber a língua. Ela teve a mesma reação ao livro de inglês que com o mapa.
Então talvez ela realmente seja asiática.
Se for, então talvez seja árabe, ou hindustano. Persa também é uma possibilidade, apesar de eu só estar recordando o que meu pai me contou. Enquanto eu não acho que seja, mandarim também é viável. Russo tecnicamente cai sob a jurisdição asiática também.
Claro, eu não sei uma única língua da lista, então nenhuma resposta veio.

“Rubochni Byuwhe, Mizuki, Mahmila Zohsa nimiho?”

Tendo seu interesse atiçado pelos livros, Celeilia chamou meu nome num tom questionador, mas a expressão dela está tensa no que ela tenta passar as palavras assim como eu havia tentado.
E fechando isso como se fosse um artefato delicado, Celeilia mais uma vez me escaneia da cabeça aos pés.
É como se ela estivesse olhando para mim assim como eu havia analisado ela antes. Então é assim que ela se sentiu lá trás. Eu estou arrependido. Eu admito que eu fui um pouco rude.

No que ela olhou para mim, eu pensei.
Do ponto de vista da Celeilia, talvez um uniforme escolar japonês pareça estranho. Apesar de nós sermos basicamente iguais, no que eu vejo o robe dela como algum tipo de outfit nativo estranho.
Ainda assim, quando nossos olhos se encontraram, ela sorriu.
Por alguma razão, toda vez que ela ri, eu naturalmente me encontro sorrindo também.
Eu não sei a razão exata, mas eu acho que é porque Celeilia é uma boa pessoa.

“Lonhah honsoz fudeoch chyake he!”

Ela juntou minhas mãos com as dela em alegria.
Por que essa pessoa está tão feliz?
Essa questão me deixou bem curioso.
Mas eu tenho um lugar para onde eu devo retornar.
Eu estou feliz que ela tenha me tratado tão gentilmente, mas eu tenho que achar meu caminho de volta assim que eu oferecer minha gratidão.

“Hum… obrigado por tudo. Sua comida realmente tem um sabor incrível.”

No que minhas palavras de gratidão saíram minha boca, eu me curvei.
Apesar das palavras não terem sido passadas, eu tive certeza de combinar com minhas ações para que ao menos o sentimento permanecesse.
Parece que Celeilia estava intrigada também, mas como ela está sorrindo, eu gostaria de acreditar que ela entendeu.

“Então eu irei indo. De verdade, muitíssimo obrigado.”

E quando eu tentei deixar a casa, Celeilia subitamente se pendurou em mim.

“Zuhok chimumo, Mizuki? Losok nahak ohachmock.”
“Hum~…”

Que problemático. Celeilia está erguendo seus olhos em tristeza.
Parece que ela está pedindo por algo, mas eu não tenho a menor ideia.
Meu pai fez isto também. Por ora, eu terei que ir com gestos.

“Eu preciso retornar. Então eu terei que procurar pelo caminho.”

Pegando minha mala em mãos, eu apontei para a porta, e fez um movimento de andar.

“Azahkich hoph? Yasmmichihhyo kichmu!”

Talvez minha comunicação não verbal tenha funcionado. Celeilia deu um aceno.
E depois de um tempo, Celeilia começou a correr pela casa antes de retornar até mim. Eu em preciso entender as palavras dela para entender o que ela está fazendo. Ela parece estar fazendo as malas.
Será que de algum modo acabou sendo que nós vamos juntos?
Talvez ela esteja dizendo que me levará para algum lugar com outras pessoas.
Pode ser algo completamente diferente, mas se ela conhecer alguém com conhecimentos em geografia, ao menos, eu não ficarei incomodado com direções.
E se eu encontrar outra pessoa de um jeito similar à este, então como Celeilia, eu não acho que ele entenderá minhas palavras. Mesmo quando Celeilia me tratou gentilmente, eu não posso dizer que a próxima pessoa será igual. Se ela viajar comigo, então deve ficar um pouco menos perigoso.
Se ela estiver disposta em me guiar, então não há nada melhor que eu poderia esperar.

Celeilia veio equipada com uma mala de ombro do mesmo feito resistente que a roupa dela.
Dentro, ela colocou várias coisas.
Uma troca de roupas, um lençol reserva. Carne seca, e o que parecia ser uma batata. Ela tem ao menos comida o suficiente para durar um dia.
Pequenos itens de culinária, alguns conjuntos de talher, uma pilha de papel.
Este papel parece meio enrugado e seco… isso é aquela coisa de pergaminho?
Comparado com o papel contido no caderno que eu uso, eu não consigo realmente oferecer qualquer elogio para ele, e na frente, várias formas geométricas que pareciam terem sido queimadas nele. É um bolo de papel que foi feito à mão, página por página.
Depois de aquecer o papel, parece que as várias cores foram adicionadas, e suas páginas eram abundantes com vermelhos, azuis, amarelos e verdes.
Eu imagino se isso é algo precioso para ela. Ou poderia ser algo religioso.
Porque a roupa que Celeilia vestia era tão estranha, esse é o pensamento que veio a mente.

“Mizuki, Kamiemya he.”

Tendo terminado os preparativos, ela animadamente veio até mim com uma mala à beira de uma explosão em suas costas.
Ela provavelmente disse algo como 『Vamos lá』 ou 『Me desculpe por te manter esperando』.

“É, vamos lá.”

Usando não verbal-nês, eu apontei para a estrada, e acenei.
Pelos meus movimentos, Celeilia curvou sua cabeça, e andou para frente.

No caminho, eu tentei me oferecer para segurar a mala dela para ela, mas como que para dizer 『É leve, então estou bem』, ela ergueu e abaixou a mala com facilidade. Eu estava surpreso.
Incrivelmente, parece que Celeilia tem mais força física no pequeno corpo dela do que eu.
Devo me exercitar mais para acumular força?

E desse jeito, mesmo quando estava anoitecendo, nós nunca encontramos um lugar com humanos.
Meus pés estavam experimentando dores musculares, e inchaços, mas no que Celeilia permaneceu enérgica o caminho inteiro, meu orgulho masculino estava em jogo… não, é mais como se eu só estivesse assistindo ela.
Ao assistir ela, eu queria tentar duro também.
Pela hora que eu notei, eu estava repleto com esses tipos de sentimentos.

O dia veio à um fim, e o carmesim profundo do pôr do sol brilhou no caminho em que nós trilhamos. Celeilia tirou algo de sua mala, e começou a preparar por algo.

“Tem algo em que eu possa lhe ajudar?”
“Mizuki, mawozanph, rofhe…”

Minhas palavras foram transmitidas através de ações, e Celeilia acenou alegremente. Ela procurou por uma árvore, e começou a coletar gravetos caídos antes de me mostrar eles.
Depois de coletar eles, e me mostrando como empilhar eles no chão, eu acenei.

“Entendi. Nós vamos acender uma fogueira, certo? Eu irei coletar a madeira.”
“Mawozamph.”

Um pouco mais longe do caminho, árvores cresciam por toda parte. Só de olhar ao redor delas, eu achei um monte de lenha.
Madeira que é úmida demais é difícil de queimar, então eu procurei pelas mais secas.
Por causa da vivência da minha mãe e do meu pai, eu havia acampado antes.
Eles dois amavam montanhas, então desde que eu era jovem, eles frequentemente me levaram junto com eles.
Eu tenho abundância em experiência de acampamento.
Porque minha mãe não era habilidosa em lidar com pessoas, toda vez que eu estava me sentindo para baixo, ela iria sempre me levar para fora para me animar.
Então eu amo dormir em lugares assim.
Os insetos não são realmente desejados, mas a sensação especial de acampar supera esses sentimentos negativos.
Agora que eu penso sobre isso, eu prometi cozinhar o prato de carne da minha mãe hoje.
Desse jeito, retornar hoje parece ser um pouco difícil…

Mãe, me desculpe por quebrar nossa promessa. Eu definitivamente irei lhe compensar por isso, então por favor me perdoe.
Eu ofereci desculpas para minha mãe ausente enquanto procuro por galhos secos.

“Eu acho que isso é o suficiente.”

Pela hora que eu havia terminado de coletar madeira usável, o sol havia acabado de desaparecer pelo horizonte. O céu estava tingido numa leve cor roxa, e se virou o crepúsculo.
Quando eu voltei para Celeilia, que estava ocupada preparando, eu presenciei uma cena estranha.
Usando pedras pequenas, ela fez um pequeno círculo, e no centro dele, ela colocou um papel de cor vermelha. Ela colocou três vermelhos ali. E ela colocou um único papel verde na borda do círculo, enquanto ela segurava uma pequena caçarola em uma mão. No fundo da panela havia uma folha azul.
Eu consigo entender o vermelho e verde sendo colocados por razões religiosas, mas e quanto o azul?
Tendo me notado, Celeilia pegou a madeira, e colocou ela no círculo.

“Ah, eu esqueci de deixar o isqueiro em casa, então você quer usar—”

Ele? Antes que eu pudesse terminar, eu testemunhei uma cena inacreditável.
As folhas vermelhas acenderam e consumiram os galhos em chama.
Isso nem podia ser comparado à chama de um isqueiro, uma chama ardente.
E quando eu examinei isso mais de perto, eu vi que as verdes estavam alimentando oxigênio para a chama.
É verdade que fogo usa oxigênio para crescer, mas neste caso, é como se a chama estivesse realmente sugando o vento.
eu estava em choque, e eu não pude formar uma única palavra.
Poderia ser que aquelas páginas estavam encharcadas em óleo. Não, eu não acho que isso esteja certo. Ao menos, a pilha de papéis que ela tinha estava bem seca, e eles não pareciam ter nada a ver em trazer um fogo desta escala.
Mais importantemente, óleo não explica o vento.
Ah, certo. Tinha um azul na panela. Eu levei meu olhar para ele, e vi a panela enchendo com água limpa. Inacreditável, parecia como se a água em si estivesse fluindo da folha.

“Hum… o que, é isso, exatamente…?”

Eu esqueci que as palavras não eram passadas no que eu perguntei.
Ao menos, eu não sei de nenhuma tecnologia que possa trazer fogo, água ou vento de uma única folha de papel.
Mas é claro, isso pode só ser que eu não conheça, e isso realmente existe em algum lugar. Mas aqui, eu priorizo meu próprio entendimento das leis da física, e senso comum. Eu realmente não posso acreditar no espetáculo diante de mim.
Se eu tivesse que descrever isso, seria magia.
Certo, magia.
É apenas o que veio no topo da minha cabeça, mas 『Magia』 descreve até que bem a situação atual.
É como se o milagre de um conto de fadas estivesse desenrolando diante dos meus olhos…
Mas isso quer dizer que Celeilia é uma garota mágica?
No que eu penso nisso, eu notei que o casaco de corpo inteiro que ela veste lembra o robe de um mago direto de uma fantasia. As bruxas dos contos de fadas que eu havia lido sempre estavam usando preto, mas o dela era meramente de uma cor diferente. Se ela fosse dizer diretamente, ‘Eu sou uma maga’, eu acho que eu acreditaria nela.

“Seruu nahich? Osah miammi hasan rehmehach yak he.”

Vendo meus olhos redondos como pratos no que eu encarei as folhas de papel, Celeilia falou gentilmente.
Eu não realmente sei, mas parece ser um fato natural da vida para ela.
Se você pensar sobre isso, tem uma larga diferença entre o ‘normal’ dela e o meu.
Claro, isso tem a ver com o lugar em que el vive, e a língua, mas eu tenho a impressão que algo é fundamentalmente diferente aqui.
É só que eu não tenho os meios para confirmar a verdade.
Eu engoli as palavras que estavam na ponta da minha língua, e continuei em ajudar ela.
O jantar era a coisa estilo naan que sobrou do almoço, e uma sopa estilo consommé feita ao dissolver um pó na panela de água fervente.
Ambos tinham um gosto naturalmente bom, mas comer junto da natureza deixava isso topo de linha.
Pela hora em que o jantar havia acabado, o sol havia desaparecido completamente, e tudo estava muito preto.
Nós não temos nada como uma luz elétrica, então está verdadeiramente escuro.
Nossa única luz é o fogo quente ardendo diante de nós, e o céu estrelado acima.
Eu fiquei extático ao avistar a primeira estrela. Que impróprio de minha idade.
Ma aqui, eu confirmei que esta não era a cidade onde eu cresci.
O ar era completamente transparente, e não havia uma única nuvem no céu. Pela montanha de um interior abandonado, eu vi a luz do céu noturno. Eu estava assustado da escuridão, mas se ela me deixa ver um céu estrelado bonito assim, então talvez eu deva estar feliz que eu não tenho quaisquer lanternas.

… Ainda assim, está quieto.
Eu ouço o estalo do fogo no que ele continua a comer os galhos. A única outra coisa é o som do vento coçando minhas orelhas.

“Zofh mimo?”

Talvez porque eu estava encarando muito intensamente ao céu, Celeilia me perguntou uma questão.
A sopa ainda está quente. Ela solta vapor que é carregado pelo vento.
Como ela está perguntando algo, é sobre a comida?

“Yhyom, eu acho.”
“Mawozamph.”

Entendo. Então as palavras que Celeilia acabou de dizer significam 『Obrigada』.
Me deixe oferecer minha gratidão ao céu noturno.
Neste país, devo apenas rezar, Mawozamph?

“Nyophna, Mimwanma yochmisal, ofhka hyoph.”

Depois que o jantar acabou, Celeilia produziu uma coberta grossa, de aparência quente de sua mala.
Ela está usando isso porque está frio? Ou já é hora de dormir para ela?

“Ah…”

Ela se senta ao meu lado, e envolve nós dois, para que somente nossos pescoços estejam expostos aos elementos.
Deve ser bem de alta classe. É realmente quente.
Mas mais importantemente, mais qualquer coisa e meu embaraçamento erguerá a temperatura do meu corpo em si.
Tem também o fato que nossos arredores estão inacreditavelmente quietos, mas os movimentos de Celeilia. Ela está próxima o suficiente que eu consigo até ouvir os sons da respiração dela.
A batida acelerada do meu coração está alcançando ela também?

Certo… som está…
Eu dei uma pequena respirada de ar, quando eu ouvi o som de respiração abafada por água.
Eu viro minha cabeça para Celeilia.
Ela está quietamente chorando sozinha.

“Qual o problema?”

Será que ela viu através dos meus pensamentos estranhos e ficou machucada como um resultado?
Se eu for a causa, então eu quero me desculpar.
Mas Celeilia meramente me mostrou o efêmero… largo sorriso que ela me mostrou antes, no que largas lágrimas caíram pelas bochechas dela.
Eu quero saber a razão pelas lágrimas dela. Eu quero oferecer para ela palavras de conforto.
Eu só conheci Celeilia por algumas horas, mas eu honestamente tinha essas emoções.
Mas entre nós há uma parede alta de palavras.
Por que ela está me mostrando um rosto assim…

Essa questão era meu único arrependimento.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s