[NnY] Capítulo 121 – O Começo do Colapso

Eu pensei comigo mesmo “ah, vou aproveitar essa quarentena e traduzir um capítulo extra para postar”, e olha só o que me aparece… um capítulo de mais de 5,5K palavras… então deixa para lá, vou tentar fazer um estoque e outro dia solto um pacote extra… – Este capítulo foi traduzido de Light Novel Translations.


Capítulo 121 – O Começo do Colapso

Este foi o dia antes de nós agirmos.

“Phew, okay, cheguei a tempo. Hey, eu consegui!”

Eu olhei para a sonolenta Shuria depois de dizer isso.

“Yawwwn. Oh! Então esta é a coisa completa?”

Eu retornei à pensão onde Shuria e Minnalis estavam esperando com uma capa alta que tinha o poder de negar luz, fazendo seu manejador se tornar um com as sombras.

Depois de ter terminado com algum treino fácil no 『Xale do Espírito de Sombra』 que eu amava usar na primeira passagem, eu usei ele para esta operação também.

Então nas profundezas da noite, eu me rastejei com ele e uma faca kukri curva.

Sua lâmina era de um vermelho profundo, quase preto, e apesar de ter sido feita para cortar, ela parecia bem adequada para seu propósito principal, fatiar. (NT: A ideia dos verbos é que o primeiro é cortar de qualquer jeito, o segundo é algo mais preciso.)

“Hee hee, essa é uma bela magia negra que você gerou aí.”

Os 『Olhos Escarlates』 da Shuria brilharam como uma pequena vela cintilando na sala escura.

“A 『Faca de Sangue Amaldiçoado』? Ela era parte da 『Espada Larga de Violência』, mas a isca da parte da 『Preguiça』 é o suficiente.” (NT: Eu não tenho certeza se as armas são parte da Soul Blade, então traduzi os nomes mesmo, como itens diferentes)

As condições de ativação da 『Preguiça』 que eu pretendia usar era a maldição de 『Preguiça』 na arma em si.

Era raro que uma coisa amaldiçoada tivesse um efeito definido. Contudo, não era impossível de achar uma peça que fizesse quase tanto assim.

Entre os muitos utensílios, móveis e máscaras que tiveram múltiplos passados escusos, haviam muitos para se contar.

Eram todas as coisas que Shuria havia partido para coletar na cidade, e além de um pedaço da 『Espada Larga de Violência』 que um goblin havia carregado numa dungeon próxima da capital do Reino Aurélia, eu havia usado minha habilidade de 【Sword Binding】. (NT: Ligar/prender espada)

O resultado era a 『Faca de Sangue Amaldiçoado』 que eu segurava em minha mão.

“Bom trabalho, goshujin-sama.”
“É, obrigado.”

Minnalis fez um pouco de leite quente para mim e colocou o copo na mesa.

“Preparativos estão acabados. Agora nós só precisamos esperar até amanhã.”

Eu abaixei a faca que eu estava segurando, me levantei da cadeira e fiz cafuné na cabeça da Minnalis.

“Ficará tudo bem. Nós vamos fazer isto facilmente.”

Shuria pegou a mão da Minnalis.

“Sim, finalmente, finalmente. Eles não receberão perdão de qualquer um de nós.”

Minnalis tinha um sorriso frio, leve que parecia que ia derreter rapidamente no que todos nós silenciosamente nos aconchegamos juntos.

“Keril, eu estou seguindo de volta para a vila, okay?”
“É, não chore de noite quando você estiver sozinha, okay?”
“Quantos anos você acha que eu tenho? Nossa.”

Lucia estava andando num vagão coberto para a vila mais próxima de Kikitto.

Lucia estava reclamando com a cara franzida, e apesar deles estarem acostumados com isso, ela era tão fofa que isso fazia seu coração saltar.

Como ela foi convidada para ser uma estudante depois de deixar a vila, ela encontrou um monte de gente, incluindo homens que a deixariam ansiosa quando eles se aproximavam dela, mas por causa disso, ela notou isso.

Depois disso, nós tivemos umas belas de umas reviravoltas juntos e quando nos graduamos, era hora de casar.

“Eu estarei lá depois de amanhã. Mande um oi para todos na vila.”
“É, vamos ter a maior cerimônia de casamento de todas!”

Ao dizer isso, um sorriso se formou na face da Lucia.

Eram três dias de vagão até a vila, e depois emprestando um cavalo, mais dois.

Faltava 10 dias até nosso casamento, e os preparativos estavam continuando na vila, no que haviam muitas coisas necessárias para decorar uma noiva, sem mencionar um noivo.

É por isso que Lucia estava indo para casa primeiro, já que eu tinha negócios para fazer em Carbonheim e então iria ir atrás.

Com isso em mente, eu observei Lucia no vagão sumiu até eu não conseguir mais vê-la.

“… ah… casamento, casamento.”

Sentimentos subiram em meu peito no que eu pensava sobre isso.

Ambos Lucia e eu viemos daquela pequena vila.

Nós fomos descobertos tendo talento na cidade mais próxima pelo Grupo de Magos e nos fizeram ser estudantes de Carbonheim.

『Há monstros vivendo como humanos na cidade, então você não pode ir lá até você ser mais velho.』

Aquela vilinha pacata… não é que eu odiasse ela. Ainda assim, ela parece tão obscura agora. Eu havia sonhado.

Um dia, eu deixarei esta vila, e voarei no mundo.

E o dia em que eu finalmente voei embora daquele lugar que os adultos chamavam de cidade veio rapidamente.

Aqueles contos heroicos que eu recebi num livro dos meus pais.

Eu os lia de novo e de novo ao ponto que um livro que eu adorava ficou esfarrapado.

Usando uma espada mágica, não deixando uma pequena injustiça passar, lutando contra o inimigo por honra, e finalmente derrotando um mal massivo – a verdadeira história heroica de um homem.

Eu amava aqueles heróis, eles se envolveriam com coisas e negócios ruins aconteceriam.

Eu aprofundei meus laços com os outros no que eu superei muitos obstáculos.

Uma estrada prática se formou diante de mim como um sonho sobre todas as vilas que eu visitei, como 『Vila Leste』 e 『Vila Oeste』.

Agora, nós estamos do jeito em que nós somos agora.

Lá, andando em minha direção está uma beastkin mãe e criança.

Suas orelhas são no formato de algo como raposas.

“Mamãe… estou com fome…”
“Por favor, só espere até o jantar.”

Olhando para a garotinha implorando sua mãe me fez pensar em outra amiga de infância.

Apenas um ano antes de eu partir, uma amiga de infância que foi espantada da cidade.

Lembrar daquele dia agora deixa meu coração um pouco pesado. (NT: Não tente melhorar sua imagem agora, queremos você morto.)

Desde quando ela nasceu, nós fomos criados juntos, e então ela foi traída.

Como os adultos disseram, ela era um monstro que vivia entre as pessoas… uma fera. (NT: Puxa, a tentativa de redenção durou 2 linhas, isso foi rápido!)

A primeira vez que ela veio para a vila, eu fiquei muito surpreso.

Porque nos olhos das pessoas, uma fera não é diferente de um monstro e devido à isso, uma fera sempre é considerada sendo maligna.

Mas Minnalis manteve tudo isso um segredo da gente.

O fato que Minnalis fez bullying com a Lucia não era perdoável também. (NT: Jeito diferente de falar “salvou a vida”)

Mas uma amiga de infância era apenas isso. Nós fomos criados juntos.

Parecia que ela e sua mãe foram embora para alguma cidade bem depois do horizonte, então talvez ela tenha mudado e decidido viver direito.

Se você corrigir seus erros, qualquer um pode ter uma segunda chance.

“É, o poder de ser uma fera é demais. E ela ainda era uma criança.” (NT: Eu realmente não sei o que achar desse cara…)

Agora mais de cinco anos se passaram, e do mesmo jeito que nós crescemos, Minnalis deve ter crescido também.

Eu sei que Minnalis não é ruim no fundo de seu coração.

Como Lucia sofreu bullying da Minnalis diretamente, não tinha como ela achar perdão para ela facilmente.

Ainda assim a brilhante e gentil Lucia pensou que depois de algum tempo, ela poderia ser amiga dela.

Lucia, Minnalis e eu, rindo juntos naquela cena de infância.

Era certamente uma cena feliz.

“Bem, hora de sair deste dormitório.

Diferente dos alunos alistados, aqueles que estavam se juntando ao exército como alunos internos não eram forçados à viverem no dormitório.

Claro que nós dois decidimos deixar nossos dormitórios e vivermos juntos.

Antes de nós começarmos a viver nossa vida no exército para valer, nós tínhamos que terminar de nos mudar.

Nós havíamos acabado de nos acostumar com este caminho, e agora nós estávamos retornando a viver sozinhos da vida de dormitório.

(…? Tem alguém no meu quarto?)

Quando eu alcancei a maçaneta, eu podia sentir alguém dentro do quarto.

Woojess, meu colega de quarto, voltou para sua casa na noite passada e não voltaria até amanhã, eu achei, então eu tinha trancado a porta.

Era difícil de pensar que outro colega de quarto iria simplesmente invadir.

(É impossível… mas talvez seja um ladrão? Quero dizer, Woojess é uma criança rica com um monte de dinheiro, mas não tem como ele ter deixado coisas caras largadas por aí, né?)

Eu tinha minhas dúvidas no que eu peguei minha espada da minha cintura e abri a porta.

“Quem é!? O que você está fazendo no meu quarto?!”

Dentro do meu quarto, tinha uma pessoa num robe com suas costas para a porta encarando a janela aberta.

“…”

Silêncio retornou depois que eu havia demandado quem era a pessoa.

“Por quê você está quieto, seu ladrão? Desculpe, mas não tem nada de valor aqui…”
“A quanto tempo desde que eu vi isto… 『Contos do Herói do Amanhecer』. Você ainda tem ele.”

Então, aquela voz que chegou aos meus ouvidos, me deixou silente.

Uma voz fria e ecoante de uma jovem garota.

Uma voz que eu havia ouvido antes.

Eu estava tão surpreso que eu nem olhei para o livro que eu havia deixado na minha escrivaninha.

“A quanto tempo, Keril. Você não mudou nem um pouco.”

Fwup, ela jogou para trás seu capuz, e eu vi suas orelhas de coelho saltarem para cima.

Ela olhou de volta para mim, o formato de uma amiga de infância que havia crescido numa beldade que encantaria qualquer homem em admiração.

“Min… nalis? É você?”
“Sim… faz cinco, não, seis anos? Um tempo realmente longo se passou, não.”

Ela deu um sorriso dolorido diante da minha cara surpresa enquanto ela disse isso.

“Ohh! Oh! Faz um tempo mesmo! Minnalis!”
“… sim, você está certo. Por ora, você quer ir para algum lugar onde nós possamos conversar? Talvez almoçar, eu tenho muito o que conversar com você.”

Nós fomos para um lugar com poucas pessoas, em outras palavras os becos, e achamos um lugar para comer.

Devia ser a hora mais movimentada, mas parecia que nós éramos os únicos no lugar.

“Ainda assim, você cresceu tanto que eu achei que você fosse outra pessoa, Minnalis.”
“Sim, bem, eu passei por muita coisa, o que me fez crescer muito rapidamente.”

Minnalis sorriu calmamente.

(Bem, que bom Minnalis. Você realmente cresceu.)

Por causa do jeito que nós nos separamos, eu achei que ela tivesse um estranho, infundado ressentimento contra mim. (NT: Infundado, claro…)

Bem, ela realmente havia crescido mentalmente, bem como fisicamente.

“O que você está fazendo agora, Minnalis? Nessas vestes, você é uma ajuda residente para alguém?”

Eu estava feliz que Minnalis havia mudado da garota que praticava bullying com Lucia, então eu perguntei para ela.

Ela estava vestindo um uniforme de maid bacana, então eu pensei que ela deve estar cuidando da família de um homem de negócios poderoso.

“Sim, eu estou trabalhando num ambiente maravilhoso. Por causa disso eu vim aqui falar com você, e então vim visitar.”
“Hm? Comigo?”
“Keril, e então Lucia. Durante este ano, eu fui pedida pelo país à conduzir uma investigação secreta de vocês.”
“In, investigação secreta!? E, por um ano!? Isso é estúpido…”
“Heh heh, você já viu este rosto algum lugar antes?”
“Mah!?”

No que ela disse isso, seu rosto mudou para alguém completamente diferente.

Ele mudou para o rosto de uma faxineira que eu havia visto frequentemente na escola.

“É uma ilusão. Porque a magia de uma beastwoman se dissipa depois de deixar o corpo, a secretividade desta técnica que eu uso é genuína.”

Ela liberou a ilusão e seu rosto retornou.

“E, o resultado da investigação era que tem um problema com Lucia. É algo que se envolverá com ela de agora em diante.”
“!? Q… que? O que você quer dizer que se envolverá?”
“… aqui está os registros visuais da investigação. Por favor veja.”

Minnalis tirou um cristal de visão.

Mesmo quando eu estava muito surpreso, eu ainda olhei para o cristal de visão que ela me mostrou.

『… não mexa comigo, eu sei que você está olhando para o Keril com aqueles olhos encantadores!』
『Hey, minha amiga íntima Katrea pode usar suas conexões com o alto escalão, sabe.』 (NT: Está diferente o texto do capítulo passado, pode ser por ser outro tradutor, pode ser porque está modificado mesmo, não sei)
『Eu não tenho que te dizer o que acontecerá então, tenho?』

Havia uma conhecida choramingando e Lucia, que estava ameaçando ela.

“O… o que é isto?”
“Tem outros também. Aqui, e este, e este também.”

Eu fiquei chocado por todas as imagens que eu vi.

“Isto… Lucia… sem chance! Eu não acredito nisso…”

Garota brilhante, gentil, saudável, pueril, atrativa.

Mas nas imagens ela era uma mulher cruel que eu nunca conheci.

… Eu vi uma Lucia que eu nunca havia visto antes.

“Aqui está a comida.”

No que a comida foi trazida à mesa, Minnalis guardou o cristal.

“Essas imagens não foram tornadas públicas. Antes de se juntar oficialmente ao exército, se Lucia for penitente e se desculpar diante uma autoridade, isto será tratado como uma questão privada antes do exército reconhecer isso como um erro.”
“…”
“Sua comida está ficando fria?”
“Oh, sim… uh…”

Eu fui e peguei a sopa diante de mim.

Mesmo quando ela estava na minha boca, a comida não tinha gosto.

“Entendo, em outras palavras, Minnalis, você quer que eu faça a Lucia se reformar?”
“…”
“Apenas deixe Lucia comigo, eu farei tudo que eu posso. Eu te mostrarei! Qualquer um pode fazer as coisas de novo, pode fazer as coisas direito!”
“Uma frase do 『Contos do Herói do Amanhecer』.”
“Sim, as pessoas mudam, e crescem, eu acredito nisso.”

É, se Lucia realmente fez algo assim, então eu posso corrigir isso.

Derrotar o mal e retornar aqueles que perderam seu caminho para o que é correto. É algo que eu tenho que fazer.

Sim, eu…

“Pessoas mudam… crescem… certo?”
“!?”

Pareceu que alguém lambeu minha espinha com uma língua fria.

A sensação esquisita de algo dos meus instintos me fez pular da minha cadeira.

“Kuhuh, kuhuheh heh, ahah, ahah hah hah hah hah!”

Uma risada sombria ecoante.

Tão profunda que te faz afundar não importa o quanto você estique seus braços.

“Min… Min… nalis?”
“MUDAR? CRESCER? Hah, mesmo quando você não mudou nem um pouco! Heh, hahahah!”
“O que você está…?”

Um suor frio surgiu ao ver a Minnalis mudar assim.

Mesmo quando minhas mãos estavam cobertas em suor, eu não ousei soltar o cabo da minha espada.

Depois que Minnalis se levantou ali, rindo sozinha, ela repentinamente parou, e disse isso de novo numa voz ecoante.

“Sério, nem uma coisa, nem uma mudou desde então… mesmo quando ninguém liga sobre o que é certo, e não importa se você muda, e não importa se você cresce!”
“Porque você está dizendo isso do nada! Eu…!”

Eu senti uma premonição ruim vindo sobre mim.

De qualquer jeito, Minnalis não parou de dizer o que ela queria.

“E então, por que é que a primeira coisa que você disse foi 『eu ajudarei reformar Lucia』? Se você pensasse 『Não tem como Lucia ter feito isso』 ou 『eu preciso ver prova antes de eu acreditar nisso』, quero dizer, você só recebeu um cristal de visão que qualquer um poderia ter feito…”
“Que? Então você me enganou?!”
“Eu não tentei te enganar, isto realmente aconteceu. Mas, Keril. Você não podia ligar menos, certo?”

Minnalis soltou suas palavras levemente, como a brisa.

Quase como se ela estivesse tendo prazer com minha reação, seu sorriso subiu no que ela olhou para mim.

“C… calada! Pare de fazer isto!”
“Você queria ser um herói, e se você pensar sobre derrotar o que é maligno, isso realmente não tem nada a ver com maldade, certo? Você foi tão rápido em aceitar que o que Lucia fez era mau sem qualquer prova.”

As palavras provocadoras dela pareciam brincar comigo.

“Quieta! Eu não estava pensando isso!”
“Quando você repentinamente, sem eu saber, se tornou alguém tão interessado em derrotar o mal, de qualquer forma? O que é o mal, realmente? Punir o mal, sem nem checar para ver a verdade nele, é divertido para você de algum modo? … você realmente é o pior.”

Ela olhou para mim como se eu fosse um inseto.

— Quando eu estava lá, você jogou uma pedra em algo maligno? Herói?

Ela cuspiu as palavras com desgosto.

“Cala bocaaaa!”
“Não vou. A razão para isso? Esta será nossa última conversa.”
“Que? … O que isso significa?”

Uma onda de fadiga subitamente passou pelas minhas pernas, e eu caí desamparadamente de joelho.

“Ah, então o veneno já começou, entendo. Daquela sopa.”
“V… veneno… Minnalis, você, quis me enganar desde o começo?”
“Você não notou? Eu estava na verdade imaginando que tipo de jeito eu poderia conversar com você e manter um rosto neutro. Você não achou que eu tinha um rancor contra você?”

Eu finalmente entendi o sentido de tudo isto depois de ver o rosto surpreso da Minnalis.

Minnalis não havia crescido nem um pouco, e para ela tentar me matar através de veneno significava que ela ERA maligna.

“… não mexe comigo! Você acha que você pode me matar com esse veneno fraco!? Lave-o embora, 『Limpar Corpo』! Tome isto!”

Uma pessoa má não pode ser permitida a se impor como quiser assim.

Para poder derrotá-la, eu preciso me tornar o herói, agora.

Eu limpei o veneno do meu sistema, e voei até ela com uma espada sacada.

Contudo, minha espada sacada foi subitamente parada no que um som alto de metal soou.

“Q, que!?”
“Se esquecendo, e atacando alguém numa cidade assim é tolice. Você ainda é uma criança imatura.”

Ela havia facilmente parado minha lâmina, e reagiu com uma voz surpresa.

Eu sabia, meu instinto sabia. Ela realmente é uma mulher perigosa!

“Afunde na terra, assim como esses insetos pesados desejam… 『Invocar — Gilmeshia』!”
“Mah, uma invocação de inseto!?”

Insetos blindados do tamanho de uma moeda de cobre apareceram, uma mistura de verde e vermelho profundos.

Esses insetos desconhecidos emergiram subitamente de buracos negros em grupos de 10 e 100.

“Agh, 『Espada Flamejante / Inferno』!”

Agora que as coisas chegaram até este ponto, não importa se isto fosse acontecer numa rua da cidade ou agora.

Eu tinha que deixar tudo em panos limpos e lutar com tudo. Seria melhor se nada machucasse os outros clientes, e eu acho que eles conseguem todos saírem pela porta antes das coisas ficarem violentas demais.

(Se eu conseguir queimar todos esses insetos, eu consigo sair, isto é apertado demais… que!?)

“O que é isso?”

Mas, eu não consegui fazer meu plano acontecer.

Na frente do fogo que eu estava jogando haviam incontáveis insetos que eu não conseguia exterminar.

E na frente do intervalo entre aqueles enormes grupos de insetos estava Minnalis sorrindo.

Finalmente, todos os insetos saltaram em mim, como se eu tivesse caído numa armadilha planejada.

“Droga, não se aproximem! Fiquem longe!”

Eu balancei minha espada selvagemente, e a espada não conseguia para a enorme quantidade de insetos no que vários deles pousaram no topo da minha roupa.

“Ah, eles são pesados! O que são esses insetos? Gaaaahh, droga! Mas que droga!”

Eu me senti como um balde sendo cheio com incontáveis pedras no que eles pousaram em mim.

O peso dos insetos em mim, me fez cair no chão.

Então Minnalis andou até mim e se agachou diante dos meus olhos.

“Droga… fazendo isto comigo… você sabe o que acontecerá, certo? Alguém virá…”
“Isso mesmo. Pessoas se juntarão.”
“!?”

Eu podia sentir a hostilidade da Minnalis coalescer diante de mim como uma coluna de gelo.

Uma hostilidade que não sentia simpatia alguma por mim.

Seu rosto sorridente era o rosto mais frio e cruel que eu já vi ela fazer.

“Que!? O que você… ugh… agh…”

Minnalis tirou uma adaga coberta em veneno roxo e apontou ela na minha bochecha.

Com a fadiga sendo sentida através do meu corpo, eu não tinha o poder para jogar fora os insetos que estavam me pressionando para baixo.

“Este é o preparativo inicial para o finale… eu não vou te matar facilmente assim.”

Fwup, Minnalis repentinamente se levantou, e exagerou altamente sua voz.

“Okay, os arranjos estão completos. Todo mundo, venha, sem se segurar.”

Depois que Minnalis chamou, incontáveis fantasmas vieram à frente.

Era um grupo de pessoas encharcadas em rancores que tinham que ser os espíritos raivosos dos mortos.

Os homens e mulheres com olhos afundados e pele terrível coberta com diferentes quantidades de sangue.

Contudo, seus olhos brilhavam com maldade naquela loja mal iluminada, e eles estavam cochichando um para o outro.

『É… culpa deles…』 『Me devolva… minha… alegria…』 『… Você saberá… te farei… saber.』
“Quem são essas… coisas?”

A atmosfera estranha parecia calcada no oposto de poder mágico.

Eu podia sentir a gélida sensação que estava gelando meu coração e a medula dos meus ossos nesta estranha e diferente magia.

“Todo mundo… toooodo mundo aqui te odeia tanto que eles te matariam.”

Quem? Quem? Quem?

Eu não sei nada sobre essas… coisas… que estão olhando para mim.

Não tinha razão para eu saber, porque…

“Odeiam? Q, que? Quero dizer, quem são eles? Eu não sei quem raios eles são!?”

… porque de todas as coisas ali, não tinha um rosto que eu me lembrava.

Contudo, naquele segundo, a atmosfera repentinamente mudou.

“VOCÊ, PARE DE FERRAR COM A GENTEEEE!” “VOCÊ NÃO SABEEE? NÃO SAAAABE!?” “AGGHGHHH! MORRAMORRAMORRA! SEU LIXO! AAAGHHH!”

Próximo do meu ouvido, o som de pedra estalando, no que os gritos ao meu redor vieram num tom febril.

“Para aqueles de vocês sem nada em mãos, por favor usem isso como quiserem.”

A sorridente Minnalis entregou espadas enferrujadas para os fantasmas no que eles as pegaram um à um.

“Agh! O… o poder para fortalecer minha carne 『Corpo Metalizante』!”
“ME DEVOLVA MINHA LOOOOJA!” “Você, você… MINHA CRIANÇA!” “VOCÊ VAI MORRER! Por que você CONTINUA VIVENDO!?”
“Eeek! Aghhh, gaah!?”

A onda de violência que estava contida agora estourou livre, eles se jogaram em mim sem qualquer confusão ou contenção.

As espadas que eles seguravam me atingiram, me fincaram e me cortaram.

Meu corpo, agora defendido por defesa física mágica que endurecia minha carne como bronze, ainda sentia a maçante dor de ser atingido.

“Você, você é a razão pela qual minha amiga morreu! Você esqueceu ela!” “Inimigo do meu irmãããoooo!” “Maldito! Eu não acabei ainda, por sua causa, sua! Droooogaaaaaa!”

Eu não conseguia entender.

Não importa como eu olhasse, ou como eu tentasse lembrar, eu não conseguia descobrir quem eram esses homens e mulheres bravos comigo.

Eu não conseguia achar qualquer razão nas maldições deles para mim.

『Heh, heh heh, como é a sensação? Keril, de encontrar a mesma dor que eu encontrei?』
(Mah… essa voz… na minha cabeça?)
『Sim… é melhor assim. Eu não só falo com você, mas eu consigo sentir sua confusão. Isto é exatamente o que eu queria, seu desespero final parece tão agradável… hee hee.』

No mesmo lugar que a voz reverberando em minha mente estava o rosto feliz da Minnalis me encarando.

“Gwaaahhh!?”

Naquela hora, uma das espadas que foram balançadas contra mim se quebrou, e todos os fragmentos dela voaram no meu olho direito.

Antes que eu sentisse a dor havia uma impressão de contorcimento de dor que espetou meus olhos.

O que é tudo isto? TUDO ISTO?

O que é que eu fiz para todas essas coisas? Por que elas me odeiam, por que!?

“Hee hee…”

Uma pequena risada da Minnalis que não ecoou dentro da minha mente alcançou meu ouvido de um jeito estranho.

Aquela voz zombante, fria como uma neve da noite, ecoou como um vendaval frígido.

『Eu não fiz nada. Todos eles estão indubitavelmente descontando suas raivas justificáveis em você.』

Ela gritou em minha cabeça com uma voz puramente jovial e satisfeita.

“Descontando…! Guwaaah!”
“O que você quer dizer com descontando!? Você matoooou minha criança!” “Se você nunca tivesse mexido comigo, eu poderia ter vendido o que quer que eu quisseeeesse! Mas então você veio e eu não pude vender naaaada!” “Tudo que eu te pedi para fazer é me dar uma poção dissipadora de veneno extra e meus amigos não teriam morridoooo, seu, seu cretinooo!”

Para aquela uma palavra que eu disse, eles ficaram enfurecidos e me atacaram golpe sobre golpe.

Não importa o quanto eu tentasse me fortalecer, eu não era completamente invencível.

Mesmo nesses golpes sem habilidade por raiva, ser atingido de novo e de novo ainda leva à dano.

『Sim, descontando. Não há uma pessoa arbitrária sobre quem eles estão descontando também. A maioria deles está simplesmente reclamando sobre seu próprio azar e o que era merecido. É por isso que eu dei para eles alguém que eles podiam jogar sua raiva. Desse jeito.』

Fora do sorriso perverso dela, ela não disse palavras, mas então riu, dizendo:

“Agora, todo mundo, este homem é a única razão pelo mal que recaiu sobre vocês. Ele é o único mal aqui. Atinjam ele com toda sua raiva, vocês não fizeram nada de errado, e então vocês não podem cometer mais algum mal. Sim, mostrem para ele sua 『justiça』!”
“É, VOCÊ É O MALIGNO!” “OLHEM PARA ESTE HOMEM MALIGNO, TODO MUNDO!” “VOCÊ É MAL! MAL!”
“Não… não! Vocês estão sendo enganados…”
“CalADO!” “Você é O MALVADO!” “VOCÊ PRECISA MORRER!”

Nada que eu pudesse dizer podia alcançá-los, a onda de raiva deles por mim simplesmente aumentou.

Minnalis simplesmente aumentou a raiva deles como ondas num lago; maior e maior, mais larga e mais larga, mais alta e mais alta a fúria passional deles por mim aumento.

『Agora você vê? Não tem importância real sobre o que aconteceu para qualquer um deles. Eles só querem te matar, se é isso que todos eles estão pensando juntos de uma vez. Isso apenas é o suficiente para realizar os desejos deles.』

Droga, droga, droga!

Toda a violência deles estava aumentando em pressão ao meu redor, no que minha própria raiva parecia crescer ao ponto de estourar.

“Ma… mas do que diabos você está falando! Transcenda a carne, 『Lâmina de Fogo Transcendente』!”
“Whoa!” “Eeeep!” “Mas que!?”

Eu fui cercado numa chama laranja clara, no que todas as coisas ao meu redor deram um passo para trás.

Todos meus status aumentaram, minhas irregularidades de status desapareceram, no que eu soltei meu golpe supremo.

A reação ao meu uso dele era enorme, no que era uma técnica que eu só usava quando meu oponente era super forte.

Contudo.

“Agh… ugh… por quê? A fadiga nas minhas pernas não… vai embora!”
“Hah hah hah, não compare meu veneno com algo que qualquer um pode comprar nas ruas, okay? Esse corpo acabado seu não pode fazer nada em reação à isto, sabia?”
“Droga… agh… ahhh… com, esta… fadiga, não consigo parar…”
“Não, acabou. — sugue o fogo embora, insetos pesados — Gilmeshia.”
“Q… que?” Agghhh, quente! Meu corpo está quente! Guwaaaah!”

Depois de simplesmente levantar com o peso desses insetos ainda pendurado em mim, eu rapidamente perdi todo meu poder.

Assim como ela disse, os insetos começaram a sugar o fogo me cercando. Os insetos começaram a aquecer, queimando minha carne como rochas aquecidas.

“M, maldito! Nos surpreendendo assim, morra! MORRA!” “SEU CRETINO! CRETINO!” “Você tem que ser obrigado a pagar, SINTA A DOR!”

Eles então choveram golpes no meu corpo enfraquecido, a tempestade de golpes deles atingindo um nível mais forte.

A hostilidade sem limites, incessável deles fez meu coração ranger por dentro.

『Este é o fim para você.』
“MORRA, MORRA, MORRA!”
“Ahg, gah, ugh!”

O som irritante, dissonante da voz fria, venenosa da Minnalis.

Um som de rangimento, e o núcleo do meu coração que eu pensei que era metal começou a quebrar.

『Nada sobrando, se tornando nada, portando um pecado que não devia existir.』
“Por culpa de caras como você, ninguém de nós pode ser feliz!”
“P, parem! Agh!”

A rachadura que apareceu no meu coração parecia ser repleto com um gelo negro.

『Depois deste ataque de violência, seu futuro brilhante, e agradável presente, e passado morno, tudo acabará agora. Você e sua história de herói de uma página.』
“Por que você está viiiivo, me dê, me dê de volta minha amiga!”
“Porque, agh, isso impossível, gah!”

Parem, parem com isso, apenas parem.

Eu me senti tão fraco, como se eu estivesse prestes a cair em pedaços, então…

『Hoje é essa página final.』

Riip, riip, as longas e afiadas unhas da garota cortaram feridas mais e mais fundo em mim.

Então riiip, o som de algo sendo cortado.

“Me… me… me soLTAAAA! VÃO EMBORA! SE AFASTEM!”

Eu não vou deixar isto acabar assim!

Eu não sou do tipo de homem que morre facilmente assim!

“Hee hee hee! Continue indo, Keril, eu consigo sentir seu medo da morte aumentando!”
“Minnalis! Pare com tudo isto! Assim como um inimigo maligno, voltando sem mudar nada! Pare de tentar me destruir!”
“Heh heh, você diz isso tão fortemente. Me deixe participar nesta ação também. Porque eu não consigo mais me segurar também! HAH HAH HAH HAHA!”

Ela segurou uma espada velha e sem graça.

“Gaah! Maldita! Pare!”
“Sim! Olha, olha, olha!”
“Agh! Gah! Não! Pare!”
“Eu não vou esperar ou parar! Você fez isso igual lá trás, né?! Isto me faz me sentir realmente bem! Não tem como eu poder parar, certo!? Hah hah hah HAHAHAHA!!!”

Ela partiu pelo corpo que eu pensei que eu havia fortalecido, e eu pude sentir uma dor maçante, pesada.

Eu não conseguia acreditar nisso, quando foi que Minnalis se tornou tão forte… parecia estúpido…

“Não… eu não quero morrer…”

Por quê isso aconteceu comigo?

EU só tinha algumas coisinhas para ajeitar, e então eu seguiria a Lucia para a vila Kikitto.

“Entendo, desculpe… mas é assim que são as coisas, né? Eu tive a mesma coisa acontecendo comigo. Logo antes dela ser morta pelo meu proprietário de escravos, minha mãe gritou『desculpe』 de novo e de novo, e 『me desculpe por não poder ficar com você』. Mas, mesmo enquanto eu penso nisso, não tinha nada que eu pudesse ter feito…”
“P… proprietário de escravo? Do que você está falando?”
“Ah… você não sabia. Bem, você sabia que eu havia partido, e talvez sentiu algum arrependimento, mas cada memória, todas elas, realmente me dão nos nervos!”
“Gahh, geeehe, agghhh!”

Uma linha vermelha entrou no mundo rodopiante.

Não, morte, assim eu morrerei.

Eu não quero morrer assim.

Logo antes de eu me casar com Lucia.

Logo antes de eu ter sido prometido um bom lugar no exército.

Mas, mas…

“Bem, agora a dor deve estar ficando menos sensível… pessoal, aguardem um pouquinho mais.”
“Mah? Uma po… poção? Mah?”

Então, Minnalis tirou uma poção diante de todos os outros, e então jogou ela inteira por cima da minha cabeça.

A dor passando pelo meu corpo enfraqueceu, e as feridas se curaram, e minha consciência começou a borrar.

“… me, ajudando?”
“TE AJUDAR? Queeee?! Você realmente acha eu faria algo estúpido assim!?”
“Mah, GYAAAAAAHHH!”

Um brilho súbito de esperança foi cortado pelas palavras cruéis dela, no que ela espetou uma espada sem graça bem através de mim.

Eu fui curado, e então a dor maçante retornou ao meu corpo mais uma vez.

“Eu te falei, eu não te matarei tão facilmente. Você sofrerá, sofrerá, sofrerá e perderá toda esperança, e MORRERÁ! Hah hah, HAHAHAHAH!”

Por quê… isso é minha culpa? Por quê isso é minha culpa?

“Enquanto você ainda está vivo, eu arrancarei seu coração. Enquanto você ainda está vivo, eu esmiuçarei seus membros. Enquanto você está vivo, eu queimarei seu corpo! De novo e de novo e de novo e de novo e de novo, enquanto o tempo permitir!”

Eu não achava que eu acabaria assim… eu não achava…

Eu só pensei que Minnalis tinha sido levada para uma cidade bem longe.

No começo foi um pouco triste ver ela de novo, mas ela tinha aceito a desculpa minha e da Lucia tão rapidamente.

Então… por quê?

“Nós estamos sóóóóoóóó começando, eu tenho um monte de poções de recuperação.”

Por quê, por quê isto aconteceu?

“Espalhar a dor, fazer você tossir ela com sangue, fazer você chorar lágrimas insanas…”

Será que, eu fiz algo tão… errado assim?

“Você morrerá com aquele mesmo som do meu mundo sendo quebrado.”

Ela ergueu a espada de um dos mortos contra mim, e aquele sorriso caçoante chegou nos lábios da Minnalis de novo.

A forma diante dos meus olhos era uma deusa da morte misturada com uma feiticeira.

“Minnalis… chan? O que… você está fazendo?”
“Oh, Leone-tachi. Vocês chegaram um pouco mais cedo. Estão matando aula? Bem, ainda é um bom timing. Eu terminei meu primeiro round, hee hee hee.”

Eu podia ouvir outras vozes misturadas.

Meu coração se encheu com desespero, e eu nunca ouvi de quem eram as vozes dos outros.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

4 respostas em “[NnY] Capítulo 121 – O Começo do Colapso

    • Bom, a história do passado da Minnalis aparece até que no começo da novel, eu recomendo ler a novel inteira para entender, mas… explicação rápida:

      A razão da Minnalis ter feito o que fez com o Keril é porque ele é um amigo de infância dela que, como toda a vila dela, jogou pedras nela e a chamou de monstro quando descobriram que ela era uma beastkin – e o choque com ele foi mais pesado porque ela gostava dele e tal.

      Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s