[NnY] Capítulo 95 – Túmulo Desprezível de Quatro Cores (5)

Eu realmente não consigo vencer NnY para montar um estoque de capítulos, dado o número de palavras… enfim, vamos lá – Este capítulo foi traduzido de Light Novel Translations.


Capítulo 95 – Túmulo Desprezível de Quatro Cores (5)

“AaAAah, pare, por favor pare, nããããooooo!!”

O castelo de fortuna de quatro cores que eu ganhei e construí afundou no buraco.

“AAaaa, AaAAA…”

Meu dinheiro, no mais verdadeiro sentido, realmente virou nada.

E moedas de prata branca de um saco no meu pescoço certamente serão tomadas também.

Apenas quanto tempo vai levar para juntar uma fortuna dessas de novo.

“Então agora, vamos seguir para o último jogo de punições.”
“Você, você está dizendo que ainda tem mais!?”

Eu reflexivamente ergui minha cabeça.

Mas o Herói, sem prestar qualquer atenção para isso, começou o pior cântico possível.

“―――「Eu não posso te perdoar. Eu não posso perdoar nada sobre você.」―――”
“Que!? Is, isso é…!?”

Aquela voz feminina alta cantando.

Eu reconheci o que o herói estava reencenando.

“―――「Minha mão direita lhe congelará.
Minha mão esquerda te secará.
Inalcançável, você se tornará restos.」”
“Pa, pare… não, nããooo! Por que! A Maldição da Holy Maiden, não, merda, merda, merda, meeerdaaaa!” (NT: Eu não sei uma tradução decente para isso… é tipo um equivalente à Virgem Maria, mas sem ser focado na religião cristã – literalmente fica algo como “Dama Divina/Sagrada”)

Só uma vez, mas eu vi aquela soul blade. Eu vi ela.

Eu ainda lembro disso. Não, eu só lembro disso.

Essa sensação de cada centímetro do meu corpo ruindo, mesmo quando ela não está apontada para mim, mesmo quando eu estou meramente olhando para ela.

“―――「Oh, flor preciosa, você está em minhas mãos.
Encantada por ninguém.
Exposta à ninguém.
Seja reformada em lodo eterno.」”

Eu fui mostrado a forma de uma alma e como ela apodrece.

Memória abominável. Como um navio que tinha um buraco enorme aberto nele, meu coração está sendo preenchido com um terror frio.

“―――「Tudo que é seu pertence à mim.」”

Ela preencheu meu corpo sem qualquer obstrução.

Portando uma frieza de matar a alma, ela gradualmente se aproxima.

E então ela revelou sua forma.

“―――「Sword of Mortal Sin・Madwoman from the Castle of Envy.」” (NT: Eu achei que fosse magia, então traduzi o nome antes, mas pelo visto é uma espada nova… o nome significa Espada do Pecado Mortal・Louca do Castelo de Inveja)

Um momento, por um momento, todo o som havia desaparecido.

“『「KieeEeEeeEAAEeAEaaeEeeAAeAeAaea?!」』”
“Hii, aaAA…!”

Não parecia uma espada, nem uma arma na verdade.

Ela tinha a aparência de uma mulher com um cabelo preto doentio, tendo uma venda nos olhos com a cor de sangue escurecido, pele da cor de cinzas e com correntes enferrujadas enroladas por todo seu corpo.

Ao invés de uma lâmina, do cabo que o Herói estava segurando, saía as correntes enferrujadas que mantinham a mulher sob controle no que elas se enrolavam por ela.

“『Aah, aah, que ciúme, que invejoso, que odioso. Apesar de eu ter sido chamada pela primeira vez em algum tempo, pensar que eu nem verei a luz do sol, todo mundo devia só desaparecer.』”
“Você nunca muda, Inveja.”

Para aquela coisa que enche um coração com terror depois de só um olhar nela, o herói estava sorrindo com uma atitude imutável.

“『Cruel, tão cruel. Mesmo quando eu sou sua espada, por que você não me usa nem um pouco?』”
“Eu não tenho escolha. Seus deméritos em si tornam você difícil de usar e além deles, devido à Maldição da Holy Maiden, há efeitos colaterais ainda mais duros.”
“『Eu não consigo dizer se esse é o caso. Eu consigo sentir que os outros estão sendo usados. Tem até um selo estranho como que para caçoar de mim.』”
“Não, como eu disse, não é minha culpa. Se você tem reclamações, então as dê para a Deusa.”
“『Eu não ligo sobre tais cosias. É injusto, injusto, injusto, injusto. Todos os outros devem apenas desaparecer.』”

Aura Preta visível ao olho nu começou a vazar do corpo da mulher.

“Bem, eu não te pedirei para não ter inveja. Isso é sua própria existência e você é parte de mim, afinal. Então, se renda à minha vontade.”
“『… Você realmente é injusto.』”

Retirando a aura, a mulher disse embirrada.

Então o Herói virou seu olhar para minha direção.

“Agora, eu não acho que seja necessário explicar a habilidade dela para você?”

Isso mesmo, eu conheço ela, eu conheço os efeitos do poder dela.

Um dragão maligno que uma vez provocou a ira do Herói. Pelo poder dela, o herói teve o corpo inteiro do dragão destruído por dentro e morrendo em agonia.

É controle físico absoluto sobre o alvo.

Ela pode transformar carne em metal, transformar sangue em vapor e livremente mudar a forma de ossos.

Com esse poder, ele instantaneamente matou o dragão maligno que tinha resistência mágica à nível da Maou.

Além do mais, ele não simplesmente o matou.

Aquele que for dominado por esse poder terá sua alma presa por ele mesmo após a morte.

Aquele dragão maligno, depois que seu corpo apodreceu, foi deixado lá na forma de um espírito azul pálido transparente, e no fim…

“N-não, não… Não, não.”

Tudo que eu podia fazer era assistir essa cena das sombras enquanto tremia de medo.

Com uma mão mordida e manchado em sangue, o herói calmamente olhou para a forma do dragão apodrecendo.

E apenas sorriu quietamente.

Era macabro e assustador além do controle.

Simplesmente a natureza desse poder era aterrorizante além da medida.

E agora esse poder estava prestes a ser usado em mim.

“Si, sim, isto é só uma ameaça vazia! Este poder só pode afetar aqueles que ingeriram seu sangue!”
“Você não bebeu desesperadamente exatamente isso até agora? Água com meu sangue misturado nela, bastante disso.”
“O qu… o que?”

Eu podia sentir meu sangue congelando.

Não importa para onde eu olhe, eu não vejo um jeito de escapar disso.

“Por que, por que, por que, você não disse que você me perdoaria depois de afundar todo aquele ouro!!”

Entrando em pânico, eu gritei, mas aquelas palavras não tiveram efeito algum.

“Haa, droga, você realmente é um idiota. Acordos dependem de confiança. Você acha que eu confio em você?”
“Ah, Aa, AaAaaah…”

Aquelas palavras não tinham desprezo ou ridículo em si, apenas apatia desinteressada.

“Por favor, eu lhe imploro, eu me desculpo. Eu mudarei meu jeito. Eu pararei com todas as atividades ilegais, eu não me envolverei mais com órfãos. Desta vez eu realmente investirei em…!?”
“Como eu disse, quem é que vai acreditar em você. Não foi você mesmo quem disse? Até agora, seu valor foi dado pelo seu dinheiro. O que significa que, agora não tem nada que suporte sua credibilidade.”
“Isso!!”
“Eu te falei, eu farei você dançar do mesmo jeito que você me fez. Me diga, você realmente achou que eu perdoaria isso? Aquelas crianças morreram todas acabadas. O que fez você pensar que você seria capaz de sobreviver?”
“… Ah, Aaa, não, não, eu não quero morrer. Isto, eu não quero morrer sem ter feito nada, por favor não, por favor, as crianças que você mencionou ainda estão vivas, não estão, eu ainda não fiz nada!!! Eu ainda não…”
“Hey, feche sua boca. Pare de cuspir merda imbecil.”

Eu quase fui esmagado pela pressão intimidadora que era tão forte que era quase audível.

“Hii, Ah, Ah, Ah…”

Eu entendi, eu fui forçado a entender.

Eu não sobreviverei. Nada mais podia ser feito.

“Grond, eu conversei o bastante com você. Eu não lhe darei nem uma chance de implorar por sua vida. Então vamos começar esmagando essa voz.” (NT: Ele acabou de implorar, foi meio tarde…)
“『Uhyaaaaa!!』”
“Kuhah!?”

Minha garganta subitamente enrijeceu.

Quando eu toquei meu pescoço em pânico, eu senti uma sensação fria, metálica.

Quando eu tentei dizer algo, só saiu um sopro sem fazer qualquer som.

“Por fim, nós chegamos até aqui. Agora, é sua vez. Assim como com as crianças, morra em agonia sem ser capaz de erguer uma única voz. ―――Cante, Inveja.『Imagem de Gelo de Rosenkristall』”

E então o Herói tocou as correntes. (NT: Esse tocar é num sentido musical, como se fosse um sino)

“『Hyeaaaa, HooOoOo!!』”
“——-!! Fhueh, hahue?”

A dor começou a se espalhar dos meus membros.

Parecia como se inúmeras agulhas estavam me perfurando.

Quando eu instintivamente olhei para lá, eu vi que uma pequena cristalização vermelha estava se espalhando das minhas mãos e pés.

Eu já tinha visto isto. O dragão maligno, do mesmo jeito, teve seu sangue mudado em lâminas de gelo e foi transformado numa almofada de costureira.

“『HoOoooh, HeuueeEeAAAAAh』”
“ーー!! ~--~~,ー!!”

Com toda nota estilo grito que ela faz, pelas veias, perfurando a carne, saltam novos cristais sangrentos.

(Aah, por que, por que que ficou desse jeito…?)

Essa foi a última questão que veio à minha mente que foi esbranquiçada por dor e angústia.

“Kaah, fuuー~, Fuufufu~~」

Eu achei a situação atual muito curiosa, no que eu ainda conseguia pensar mesmo quando eu não conseguia mover nem um centímetro do meu corpo.

“Eu imagino porque. Gelo feito de sangue é estonteante e brilhante ao ser iluminado por fogo, certamente esta é uma visão muito linda.”

Dor me atacando em intervalos irregulares não me deixava perder a consciência.

A garganta que foi transformada num metal não consegue produzir nem um único grito, e somente os sons de assovio da respiração saem de minha boca.

“Mas quer saber! Eu não consigo ver qualquer significado nisso, não importa o quanto eu tente! Por que você está sequer vivendo! Me diga, qual foi a razão de matar as crianças! Por que aquelas crianças que só estavam tentando tão duro para sobreviverem tiveram que provar um sofrimento desses!”

Na minha visão embaçada, a figura do Herói não podia ser vista.

Tudo que eu podia ver era o Maou com seu rosto manchado por ira e ódio.

“Você ainda não fez nada nesta segunda passagem? Então e quanto as crianças da primeira! Você vai dizer que como foi tudo rebobinado, para só esquecer sobre isso? Não fode comigo, mesmo quando tudo foi revertido, como aquele que se lembra de tudo, eu não perdoarei você. Eu não permitirei isso passar como se nunca tivesse acontecido.”

(Aah, entendo, este é o Maou que eu-, não… que nós criamos, maldito monstro, merda, merda, meeerdaaaa.)

“É por isso que você vai morrer. Retorne ao pó junto com tudo que você guarda como querido.”

E então veio o anúncio final daquele Maou.

“――――Cante, Inveja.『Cinderela Obstinada』”
“『LAAAAAA, LAAAAAA, LAAAAAAAAAAAAAA!!!』”

É inacreditável que uma voz metálica assim possa ser produzida por um ser vivo.

Voz aguda que era próxima de um grito, misteriosamente tinha alguma divindade de hinos em si.

Eu consigo sentir como meu corpo muda para metal pouco a pouco.

Carne, ossos e cristais de gelo também.

(Não, eu não quero morrer, eu não quero morrer. Alguém, alguém, qualquer um, por favor me salve…!)

Em pouco tempo, meu corpo inteiro foi transformado em metal.

Incapaz de falar, incapaz de mover o menor possível, incapaz até de piscar.

E eu não entendo porque eu ainda estou consciente.

Talvez porque meu corpo inteiro verdadeiramente foi transformado em metal, eu não sinto nem dor mais.

Eu só estou realmente, realmente com frio.

“Este é seu túmulo, caia ali, Grond.”

Com uma voz como se estivesse surgindo das próprias profundezas do inferno, o Maou entregou seu juízo final com uma simples moeda de cobre.

Uma moeda de cobre que voou até mim, levemente me acertou.

Incapaz de prevenir ela de qualquer forma, eu me inclinei um pouco e no momento seguinte eu caí na água.

(… ?!?!?! Isso dóóÓóÓÓÓóIiiIiiiI!!!)

Derretendo. Derretendo. Derretendo!

Com um silvo, meu corpo inteiro virou um solo duro.

Esta é a dor de um metal.

Impossível para um corpo humano, completamente incompreensível para um ser feito de carne.

“Ahahahahaha! Se afogue no que você estava sonhando o tempo todo e morra! Apenas vire lama e desapareça sem deixar um traço!”

Eu ouvi uma voz abafada vindo do outro lado da superfície d’água.

Junto com um instante ou talvez uma eternidade de dor, é duro dizer com certeza, meu tudo foi transformado numa lama.

E quando toda a dor sumiu e eu fui deixado flutuando como uma alma, correntes foram passadas ao meu redor e me arrastaram junto.

“『Ah, que alma agradável. Tão injusto, tão injusto. Tão livre como uma única alma. Você precisa de sofrimento, você tem que sofrer, você precisa provar sofrimento.』”
“『GuAAAAaaaAAAaAAah!』”

As correntes morderam meu corpo.

Não é como se não fosse doloroso. Era como se fossem condensadas para a sensação máxima do pior tipo de desconforto.

Era quase insuportavelmente agonizante.

Parece que minha própria existência sumiu no que foi tomada de mim, dissolvida nas profundezas de uma água fria.

É sofrimento que te faz pensar que sentir dor era mais tolerável.

“『Não, não, isso não é nem um pouco bom, estando abaixo de mim, você tem que sofrer mais. Eu não permitirei que você fique melhor do que eu.』”
“『aAaAaAaAAaah, A, A, Aah…』”

Rasgado em muitos e muitos pedaços menores, deixado aos trapos, transformado em nada.

“『Cruel… você é, um demônio… dinheiro, corpo, e até alma…』”
“Demônio? Isso não é verdade, para vocês, eu sou…”

Então, o herói mostrou para mim um sorriso terrivelmente deturpado e riu de mim.

“… Um inimigo comum da raça humana inteira, 「Maou」, né?”

Ele puxou a corrente da forca.

“『GyaAAAaAAaaAAAa!!』”

Erguendo um grito literalmente da minha própria alma, a existência conhecida como Grond está morrendo.

Mas até esta última agonia da minha vida…

“Kuku, aha, AHAHAHA, AHAHAHAHAHAHA”

… acabou com uma risada alta do Maou, sem alcançar lugar algum.

Partículas da alma do Grond se espalharam no meio do ar, como faíscas de uma fogueira.

A corrente da Inveja se enrolou com um som de chocalho.

Está acabado. Acabou.

Com isto, outro.

“Adeus, Grond.”

Palavras de despedida que naturalmente vieram com lágrimas caindo.

“Adeus… adeus.”

Dos meus olhos fechados, lentamente mas sem parar, saíam lágrimas.

A fúria no meu coração apagou completamente, como se ela nunca estivesse lá.

Mas por alguma razão, isso parecia com uma calma diferente de tranquilidade ou compostura.

Fumaça da fogueira e os vapores produzidos quando o ouro e o corpo do Grond derreteram, se misturaram e estavam subindo do buraco até o céu.

“Finalmente, eu finalmente vinguei vocês.”

Palavras que saíram, soando falsas e vazias como se elas estivessem refletindo as profundezas do meu coração.

“『Hey, isto não dá, se deixando levar por 「Orgulho」 bem diante de mim. Eu não permitirei isso.』”
“Em 「Orgulho」?”
“『Eu sou uma parte da sua alma. Você não me enganará com uma exibição dessas.』”

As palavras da Inveja ecoaram nos meus ouvidos.

… É, eu sei. Na verdade, eu entendo.

Eu sabia que aquelas crianças não desejavam realmente por vingança.

Não, mesmo que essa fosse só uma assunção conveniente, eu só não quero deixar elas desejando por vingança.

Eu só não quero que elas sofram de todos os males que vem com uma tentativa de ter sua vingança.

Não tem como checar a veracidade dessa resposta, lá, então?

Então o que é esta sensação?

“Ah, entendo. É só uma sensação de culpa.”

Ela não pode ser parada só por ser reconhecida e vocalizada.

Para poder me impedir de ruir, eu cobri meu rosto com uma mão.

Eu sempre disse isso eu mesmo. Mesmo se o tempo tivesse sido rebobinado, assim como os pecados deles não desaparecerão, meus erros sempre virão para me assombrar.

Devido à minha culpa, eu matei eles.

Mesmo quando foi Grond quem realmente matou eles, a pessoa que permitiu que ele lucrasse durante a primeira passagem fui eu.

Eu fui incapaz de salvá-las.

Eu as fiz sofrer.

Eu não pude resgatá-las.

Eu não pude fazer uma única coisa para elas.

“Goshujin-sama…” “Kaito-san.”
“Está tudo bem, está tudo bem. Eu já tive arrependimentos muitas vezes. Neste ponto, eu não serei interrompido por algo assim.”

Eu respondi para as duas vozes preocupadas.

Algum dia, eu talvez seja morto por esta ferida incurável.

Mas com certeza, não hoje.

“Eu matarei eles não importa o que. Eu jogarei todos eles nas profundezas do inferno. Não importa o que haja em frente.”

Assim eu jurei.

Logo eu não pararei mais.

Isso é uma traição e deserção ainda mais vil do que só desistir.

“… Eu seguirei você em qualquer lugar, Goshujin-sama. Eu lhe apoiarei enquanto precisar para conquistar isso.”
“Coisas felizes, coisas tristes, nós aceitaremos todas elas.”
“Goshujin-sama é…”
“Kaito-san é…”
“”o Dono da nossa vingança.””

As palavras que as duas estavam se aconchegando mais próximo não tinham um sentido legal oculto.

Elas estavam repletas apenas com a vontade de repreensão dizendo 『Nós não deixaremos você fugir』.

“É, realmente valeu, vocês duas.”

Eu não preciso de apoio que só seja bom aos ouvidos.

Eu quero que elas permaneçam como as correntes que me prendem.

É por isso que eu lhes dei palavras de gratidão.

“Então agora, Inveja.”
“『Oh, não. Eu vou ser colocada para dormir de novo, huh. A partir de agora, só me use apenas.』”
“Não tem como eu poder fazer isso. Vocês são difíceis de se usar com todos aqueles deméritos. Bem, você ainda é das melhores.”

Aqueles deméritos podem ser chamados de contra-evidência para um grande poder.

Todas as soul blades relacionadas com a 【Sword of Mortal Sin】 tem condições de ativação difíceis ou grandes deméritos consigo.

Leve a Inveja como um exemplo, durante o tempo de sua manifestação, meu status é reduzido em um terço.

Além do mais, por três dias inteiros depois de usar ela, eu sou incapaz de usar quaisquer outras soul blades e qualquer efeito de cura além da recuperação natural são nulificados.

Enquanto você cumprir as condições dela, nenhum oponente pode se defender contra seu poder, mas ela vem com um grande preço.

“E tem também a Maldição da Holy Maiden. Eu não posso te usar quando der vontade.”

Mesmo entre as espadas que eu uso, aquelas que pertencem aos Mortal Sins possuem poderem numa escala diferente.

É por isso que bem no começo da minha traição durante a primeira passagem, eles tiveram aqueles poderes selados.

Com uma fórmula mágica que a igreja secretamente estava desenvolvendo para restringir a Maou, eu tive enormes restrições colocadas em mim.

Se eu pudesse usar meus poderes livremente, talvez a primeira passagem pudesse ter acabado diferentemente.

“Bem, de agora em diante, eu usarei você bastante. Apesar que desta vez não haverão muitas chances de lutar com dragões malignos.”

Eu cancelei minha soul blade.

O corpo da Inveja virou partículas de luz, como se estivesse sendo dissolvida.

“『… Entendo. Eu sou apenas uma espada, então eu não realmente entendo isso. Se você for me chamar de novo, então eu estou feliz.』”

Dito isso, Inveja olhou para Minnalis e Shuria.

“『Eu quero ser usada mais. Então será um problema se o Mestre não estiver saudável, por favor deem o melhor de si e salvem ele. Eu estou um pouco com ciúmes, mas se ele morrer seria bem pior.』”

“Eh?”  “Fueh?”

Inveja deu um sorriso leve para Minnalis e Shuria.

“? Hey, do que você está falando…”

Sem responder essa questão, Inveja desapareceu.

Mas não havia necessidade de ouvir essa resposta.

No momento seguinte, sangue jorrou por todo meu corpo e eu desmaiei. (NT: Eu jurava que Blutopfer era uma skill da Ira, não da Inveja…)

“Guha!?”
“Goshujin-sama!?” “Kaito-san!?”
“Guhaa, esta dor, poderia ser, que… Goho!!”

Sangue enchendo minha boca pingou no chão.

“Goshujin-sama, aqui está uma poção, mais rápido…!”
“Eehm, eehm, aqui está uma poção de MP!”

Eu me movi pela dor e afastei as poções que elas tiraram de suas malas de ferramenta em pânico.

“Não, está tudo certo… essas feridas não serão curadas por isso. Eu conto com o acompanhamento de vocês.”
“Goshujin-sama!” “Kaito-san!”

(Merda, como esperado eu não planejei, por, isso…)

Esse era o limite.

No que a gravidade puxou meu corpo, minha mente foi arrastada para a escuridão, incapaz de resistir suas garras.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s