[NnY] Capítulo 68 – Não Importa Quão Difícil, Nós Vamos “Curar Você”

Eu jurava que acabava o volume paralelo no capítulo passado, mas não, tem este e mais um… enfim, vamos lá – Este capítulo foi traduzido de Light Novel Translations.


Capítulo 68 – Não Importa Quão Difícil, Nós Vamos “Curar Você”

“… Eu acho que é aqui… onde eu encontrei Letícia.”

De qualquer jeito, depois disso eu fui capaz de entrar num grupo com aquelas idiotas de novo, mas eu não fui capaz de encontrar uma entrada para a dungeon.

Um pitfall era a entrada, magia de transporte era a saída.

O pitfall estava fechado, não tinha como usar a saída, então nós tivemos que colocar qualquer busca a mais de lado.

Desde o começo, a dungeon tinha um monte de pontos estranhos nela, então era estranho até chamar ela de dungeon.

Depois disso, tinha um monte de coisas que Letícia disse também.

Quando eu estava me infiltrando na mansão de uma família real, eu havia encontrado Letícia vestida como uma maid, e quando eu estava ocupado espantando feras mágicas de uma dungeon, eu havia visto ela em alguma cidade competindo numa competição de quem come mais.

Haviam um monte de histórias dela que emergiram.

“Bem, isso é o suficiente. Hora de ir e tudo, nada mais para se falar  já que um monte das coisas realmente não é confortável de se falar sobre.”

Depois que eu fiz uma tigela grande de sopa de javali grato e ela foi comida até o fim, eu cortei as histórias ali.

As histórias haviam ficado maiores do que eu imaginei que iriam ficar, e eu não fui capaz de suprimir todos os sentimentos que surgiram de dentro de mim.

“”…””
“Hey, hey, não há razão para só ficarem caladas e encararem, isso só deixa o clima ruim.”

Do começo ao fim enquanto nós estávamos conversando, eu fui aquele que dominou a conversa. Minnalis e Shuria haviam falado um pouquinho também, mas nenhuma delas continuou a conversa depois que eu terminei de falar.

Eu não queria as ideias delas sobre tudo, mas ao menos uma resposta.

Quero dizer, só ficar silente é embaraçoso. Não, você gostaria de ser capaz de conversar com a memória de que 『noite passada foi tão legal, né?』 ou algo assim, todos querem.

“Bem, mesmo que você diga isso…”
“Não é como se nós fossemos dizer 『obrigada por suas memórias queridas』 ou algo assim.”

Minnalis e Shuria disseram, olhando uma para a outra.

“M, memórias queridas.”

Eu sei que o que elas disseram era verdade, mas ser dito sobre isto dói um pouco.

“Bem, tem uma coisa que eu fui capaz de confirmar.”
“Shuria também. Eu não acho que há qualquer problema, mas eu acho que eu descobri algo.”

Haviam as pupilas bege e vermelha olhando bem para mim.

“Eu sei que você realmente ama Letícia, Kaito, e sua história preencheu um monte de partes faltando.”
“É por isso que você deve nos contar mais. Já que esta é sua segunda passagem, você consegue viver aqui sem estar com Letícia?”

Vendo aqueles olhos afiados, frios, eu vi que elas não perdoariam uma gota de falsidade ou enganação.

É por isso que eu respondi com um leve sorriso.

“Hey, apenas relaxem. Mesmo se eu encontrar ela, eu não vou me fazer de palhaço de novo. É verdade que eu realmente gosto dela. Do mesmo jeito que eu acho vocês duas tão importantes quanto, eu acho que ela é também. Mesmo que ela venha atrás de mim para me matar, eu não serei capaz de matá-la.”

É, me dói dizer isso.

Era quase como uma palpitação, o fato que eu estava ansiando por ela aqui era o oposto do que eu estava dizendo.

… contudo.

“Ainda assim, eu não cometerei um erro. Eu larguei de tentar realizar aquele sonho que eu tinha.”

O mundo não era um lugar tão gentil que te deixa ter qualquer vida feliz que você queira.

Um mundo onde tudo estava bem para mim agora estava quebrado e no passado.

Ainda mais, como eu agora estava com Minnalis e Shuria, eu não podia nem fazer essa escolha agora. (NT: Isso entra numa contradição com a segunda parte do título: “Maou, Eu Lhe Darei Metade do Mundo Então Se Vingue Comigo”, mas fazer o que…)

“A estrada para vingança é uma em que você não pode hesitar. Teria sido demais ajudar ela e seguir ela no caminho dela de vingança. Mesmo que ela me odeie por isso ou morra por isso, eu tenho que continuar vivendo.” (NT: Demais de excessivo, não de legal)

Se eu lembrar dos dias em que Letícia realmente me odiava, a razão pela qual ela achou que isso seria divertido era porque depois que ela tivesse realizado sua vingança contra quem quer que fosse, ela achou que ela poderia voltar para me matar.

Contudo, para mim, eu não quero que ela apenas morra por ser morta por algum maou como Letícia. Mesmo que eu não consiga me livrar daqueles dias em que eu era odiado, ainda assim, eu…

E também, agora eu tenho cúmplices que eu não poderia trair. Minnalis e Shuria também, não tinha razão para eu morrer só para tornar as coisas mais fáceis para elas.

“É por isso que, essa é minha resposta. Eu agora entendo o porque de eu não poder ficar ao lado dela.”

Com isso dito, mais uma vez, não, eu ainda senti uma forte palpitação no meu peito.

Mesmo se eu ainda sentir a lógica, entendendo e compreendendo tudo, isso não parava a emoção.

… isso realmente é uma droga, só esta sensação, ela nunca me deixará.

“Eu… entendo… se for assim, eu não posso dizer nada. Eu apoiarei você com qualquer coisa que eu possa durante minha vida inteira.”
“Eu estou bem com isso também. Enquanto formos nós três, nós não ficaremos solitários.”

Eu não acho que isso apareceu em meu rosto, mas depois de ver as reações delas, ambas agiram como se elas quisessem me confortar, então seus olhares mudaram para gentiliza.

Depois de ver aquela reação puramente benevolente, eu não tinha nada para dizer, mas eu estava feliz bem lá no fundo.

“Entendo, obrigado, Minnalis e Shuria.”

Eu não quero ter apenas um relacionamento passageiro com elas. Mesmo se eu estivesse sozinho, eu gostaria de progredir nessa estrada para vingança.

Contudo, não era mentira que fazer isso sozinho era difícil.

É por isso que profundamente, profundamente, tão profundo que era como misturar argila e lodo.
Sem confiança, sem interesses.

Só que não haja dúvidas, só que não haja facadas nas costas, esse tipo de relacionamento.

(Contudo, eu estava feliz sobre os sentimentos delas, e importante que aquelas partes femininas que realmente se destacam dessas duas eram dois grandes melões e dois pequenos limões, se você sabe o que eu quero dizer. E parece que elas são indiferentes às suas próprias atratividades nesse quesito, e isso é estranho. Não, talvez não indiferentes, talvez elas apenas nem realmente sintam isso…)

Não, eu acho que isso é mais um benefício paralelo para mim.

… Talvez seja… uma parte do que elas acham que é reconfortante? Talvez elas queiram que isso aconteça, mas elas estão com vergonha disso. Algo assim?

N… não… eu só estou latejando com a vontade de provocar elas.

Se eu dizer algo sobre isso agora, eu vou ser mais lixoso do que eu poderia alguma vez imaginar.

(Bem, lixo é lixo independentemente. Você só está levando isso para um nível mais alto de lixo.)

“Ah, cough. Desculpem por fazê-las ouvirem uma história tão longa. De qualquer jeito, vamos ir dormir. Nós estamos chegando perto de nosso objetivo agora, de qualquer jeito.”

Dizendo isso eu me levantei, e então entrei no saco de dormir caro que eu comprei em Ermia.

Em outras palavras, eu coloquei minha escolha de comando de lado.

“Se for isso, talvez eu deva exercitar fora essa comida com uma pequena caçada de feras mágicas?”
“Okay, então me leve com você. Eu não estou cansada também.”
“Ok, entendo. Mas, tenham certeza de voltarem num pedaço só.”
“Eu voltarei, Goshujin-sama.”
“Entendido!”

Minnalis ergueu sua saia numa reverência fofa enquanto Shuria se curvou um pouco com uma mão erguida numa saudação rápida.

“Nós voltaremos logo!”
“Até mais!”

Então as duas desapareceram na mata.

“… será que Minnallis finalmente se tornou uma maid? Talvez seja por causa do equipamento?”

Desde que ela mudou seu equipamento, o comportamento da Minnalis se tornou mais e mais parecido com o de uma maid. Uma razão para isso era porque suas roupas pareciam com as de uma maid, mas a atitude, expressões, tom dela e palavras que ela escolhiam também pareciam mudar para parecer com uma também.

Eu meio que entendi o porquê, mas porque ela começou a falar como uma ainda era um mistério.

Eu suspirei um pouco e me repreendi por estar tão distraído com provocações para elas.

“Que pena, Minnalis. Até eu conseguir tirar Letícia da minha cabeça, eu não acho que eu conseguirei pensar direito.”

Sem saber que sentimentos Minnalis estava tendo sobre tudo isso me fez querer ficar ao lado dela até eu poder descobrir. Contudo, não importa qual a resposta, eu sinto que eu não devo abrir minha boca sobre isso até eu ter uma resposta.

Deve ser que ao invés de agir como se eu não gostasse dela ou algo assim, eu devo apenas ser rude com ela de um jeito desonesto.

“… por causa disso, eu aposto que Letícia me chamaria de 『bunda-mole』também.”

Dizendo isso para mim mesmo, eu tentei me bloquear disso ao pensar que era errado, e então eu me rastejei para o fundo do meu saco de dormir.

Eu devo apenas pensar sobre o que eu farei de agora em diante no lugar disso.

Meu objetivo é a parte note do Império, a cidade próxima da borda, Dartras. O presidente da companhia de comércio Grond tem um interesse profundo no lugar também.

Grond = Goal Dot. (NT: “Goal” é objetivo, alvo etc., enquanto “Dot” é ponto – pensando em como um japonês pronunciaria isso, fica algo como “gurondo”, junção de “goaru” e “doto”… até se assimila, mas não fica legal para traduzir)

Uma das pessoas que roubou bastante de mim.

O cara que eu prometi matar.

“Espere um segundo… não importa o que, eu te arrastarei para um lugar de sombras que até a luz da lua não consegue alcançar.”

Matar ele, assim, MATAR ELE.

Extorquir ele, zoar ele, então esmagar ele com auto-confiança, fé e dignidade.

Liquidar tudo que ele havia roubado.

Queimar tudo até serem tudo cinzas.

“É, isso realmente soa divertido. Ria por ora, seu pedaço de merda.”

Eu disse isso no que eu parecia pronto para cuspir fora todos aqueles pensamentos negros surgindo dentro do meu coração, e então fechei meus olhos.

“…”
“…”

Nós fomos para a mata, deixando o Goshujin-sama para trás.

“Nós estamos bem?”
“Andar longe assim quer dizer que ele provavelmente não será capaz de nos ouvir.”

Depois de nos afastarmos o suficiente, eu olhei para o rosto de Shuria, e nós nos demos as mãos.

“Hee hee heee! Nós conseguimos! Nós finalmente conseguimos o juramento!”
“Nós conseguimos! Sim! Esse é um grande passo para nós!”

Nós pulamos para cima e para baixo com nossas mãos ainda interligadas.

Era muito difícil manter nossas emoções presas, mas agora que nós estávamos separadas, nós deixamos tudo para fora!

“Nós finalmente ouvimos o Goshujin-sama dizer que ele decidiu se separar daquela garota! Nós conseguimos!”
“É totalmente diferente se ele dizer isso ele mesmo, comparado com quando ele estava totalmente a fim dela, agora ele proclamou que ele acabou com ela!”

Shuria estava bem excitada também.

Eu sabia que eu estava excitada, mas eu não podia controlar isso.

“Você está certa. Mesmo se aquela princesa Pyral do 『Lírio da Noite de Verão』 fosse forte no começo, mas nós conseguimos fazer ele correr assim que nós pedimos para ele colocar isso em palavras!” (NT: Elas falam de princesa, depois do Kaito… é confuso, mas eu acho que tão fazendo analogia com um livro)

Claro, isso tudo foi uma fabricação, então não era realmente fácil como nós pensamos que seria, mas foi um passo enorme.

“Não só isso! Não só isso! Ele realmente reagiu aos nossos peitos erguidos quando nós tentamos reconfortá-lo!”
“Sim, eu sabia que ele estava tentando evitar olhar para eles no começo, mas no meio, eu pude ver que isso estava deixando ele um pouco com tesão e ele estava se remexendo. A pulsação dele estava ficando mais rápida também!”
“Meu radar estava disparado também! Eu senti que ele realmente tinha alguns pensamentos sádicos passando por lá!”
“Eu não tenho um radar esquisito assim, mas eu sabia o que estava acontecendo. Ele tinha o mesmo rosto orgulhoso de quando ele orgulhosamente tenta nos provocar.”

Normalmente, ele fazendo um sorriso levemente malicioso e nos provocando por um erro pequeno, é como nós sentimos que ele agiria.

Mesmo quando nós pensamos que era embaraçoso que parecia que ele tinha aprendido um monte dessas coisas de um livro que parecia ser chamado 『Abuso Verbal』, agora nós estávamos meio que felizes sobre isso.

Quando eu perguntei, parecia que Shuria estava bem feliz sobre isso também. Quero dizer, ela parecia ter chego no ponto de dizer 『eu quero ter um relacionamento assim』.

Ela disse que ela estava feliz em experimentar algo assim primeiro.

Shuria e eu começamos a entender nossos interesses e peculiaridades diferentes e aprendemos bastante uma da outra.

Shuria pensa que a coisa que ela ama sobre o Goshujin-sama é algo como 『eu quero que ele pise em mim, me dê dor e me humilhe』. Eu não consigo entender porque ela gostaria disso, mas, eu consigo ver como isto é meio que gostar como 『eu quero que ele me ame tanto que eu possa me afogar nisso』.

Ao invés de querer, eu sou mais o tipo que quer ser querida, mas um pouco igual à Shuria.

『Eu sou uma masoquista leve. Mas se eu fosse atiçada, eu gostaria de ter todas minhas opções de fuga cortadas, então é um pouco sádico também… talvez um tipo S/M leve-indulgente?』 foi a auto-avaliação de Shuria.

Eu não tenho ideia sobre o que ela estava falando.

Claro, minha opinião sobre Shuria é só 『ter coisas asquerosas feitas com ela por amar, então uma masoquista sombria-negra』.

… bem, há jeitos diferentes de termos o que nós queremos, mas você não pode ser feliz o tempo todo.

“Ter o que você quer é bom, mas eu acho que isso é meio que um relacionamento duro.”
“Eu não acho que eu gostaria de falar sobre isso com uma enorme aura assim de amar isso. Eu não sou muito fã da coisa doce, mas até meu jeito envolve um monte de brincadeira.”

Lembrando isso, eu comecei a sentir meu interesse sumir um pouco.

Vendo que nós também estávamos conectadas por algo mais profundo do que sangue, vingança, vendo alguém como Letícia ter a mesma coisa em mente nos deixou sentindo um pouco de inveja.

Nós não sabemos se o Goshujin-sama notou ou não, mas nós podíamos dizer que ele estava honestamente desejando por ela acima de todo o resto.

Era uma expressão de solidão como alguém observando mas sem tocar um tesouro porque ele ficaria sujo.

“Mas, é por isso que nós duas temos que ajudá-lo. Por causa desse anseio forte, deve realmente machucar ele ter que deixar a Letícia então.”

Se nós fossemos fazer o Goshujin-sama comparar as duas coisas que ele realmente queria, o mais importante não seria apenas esquecer sobre a Letícia.

Para essa situação, pode ser melhor só evitar sermos mortos pela Letícia.

Para fazer o Goshujin-sama não ficar triste pela Letícia, nós só precisamos trabalhar para que ele possa viver sem ser odiado por ela de novo.

De todas as desculpas, toda a reconciliação, nós não podíamos impedir ele do pagamento ao ser morto.

É por isso que nós não podemos deixar os sentimentos do nosso Goshujin-sama ser levado pela Letícia.

Assim como acalmando a dor no coração de alguém, ao nos amontoarmos próximas dele, talvez nós possamos trabalhar em curar o coração dele.

Com nossos próprios desejos de lado, nós realmente esperamos fazer algo assim. A partir de agora, nós não queremos que ele tenha essas feridas terríveis.

… Claro, nossos próprios desejos estão usualmente misturados nos desejos de nosso próprio Goshujin-sama, que também pode ser uma boa razão.

Mas isso e aquilo são duas histórias diferentes.

“Quando ele realmente decidiu deixar Letícia, essa deve ter sido a ferida mais profunda. Nós precisamos então continuar a derrotar essa ferida incurável nós mesmas. Esta é a verdadeira batalha que nós temos que encarar.”
“Eu trabalharei para curar o coração do Kaito, não importa quanto ressentimento suas palavras tenham, eu terei que levar todo o abuso dele, pant, pant, gulp.”
“Certo, nós temos que tratar ele docemente depois dele receber essa ferida, então talvez se o Goshujin-sama escolher fazer o que nós quisermos, hee hee, hee hee heeee!”

Só de imaginar isto encheu nossos corpos com êxtase. Certos lugares impronunciáveis começaram a ficar molhados.

Só de ficarmos sentadas lá e assistindo o Goshujin-sama em dor, nós não podíamos deixar ele assim.

Vamos nos preparar. Não importa quão difícil, nós temos que ser aquelas que curarão ele.

“Bem, então, vamos estudar o que nós devemos fazer até esse dia afortunado chegar.”
“Certo. Eu acho que a guarda do Goshujin-sama se enfraqueceu até que um pouco, então vamos lutar até o fim.”
“Você entendeu! Adiante para a orgia!”

Assim como o usual, nós pegamos um dos nossos materiais de ensino.

… esse material era, comparado com todos os anteriores, decididamente pervertido.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO


Nota do Thyros: Eu não cheguei a fazer isso em momento algum, porque eu estava crendo que mesmo com a Minnalis sendo uma yandere, não fosse chegar nesse ponto, mas… eu acredito que vou precisar colocar em algum lugar um aviso de que esta novel “só é permitida” para maiores de 18 anos.

Claro, por mais que eu coloque algo assim, não é como se eu pudesse impedir alguém de ler ou colocar um daqueles avisos pedindo para confirmar a idade, mas… rapaz, as garotas deste projeto são muito sedentas (enquanto são as de TWwCP que conseguem o que querem…) !

6 respostas em “[NnY] Capítulo 68 – Não Importa Quão Difícil, Nós Vamos “Curar Você”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s