[NnY] Capítulo 55 – E Então, Fez o Som de Quebrando

… eu estava ficando mal acostumado mesmo, este capítulo é dos grandes, vamos lá – Este capítulo foi traduzido de wn404.


Capítulo 55 – E Então, Fez o Som de Quebrando

Yumis estava me espetando com o olhar da posição dela, ainda largada no chão. Mas como eu havia esmagado os tornozelos dela, ela não ia a lugar algum.

“Urgh, ah, você parece tomar grande prazer em espancar uma mulher indefesa, caída, Herói. Eu não esperava menos de um homem distorcido que tem anseia pela maou-DHH!!” (NT: Ela fala meio formal, se não eu ia usar “tem tesão pela maou”)
“Oh, então você entende. Isso mesmo, Letícia era uma ótima garota. E uma puta feia como você não pode falar dela com essa boca imunda.”

Eu virei uma poção para recuperar algum MP enquanto ainda ia empurrando as feridas de Yumis com minha espada. Então eu curei aquelas feridas e prossegui à fazer algumas novas. Assim que meu MP ficou baixo, eu repeti isto.
Yumis, cuja família era ligada à defesa do país, era um membro da alta sociedade nobre, e havia treinado em habilidades para emudecer a dor e afins. Eu não podia esperar muita reação dela assim, mas de um jeito, era melhor que ela fosse capaz de aguentar esta punição relativamente imperturbada.
Qualquer pessoa normal sem esses emudecedores de dor sem dúvida teriam suas mentes quebradas pela pura agonia, me implorando para matar ela logo.
Isso de lado, graças a resistência dela, eu podia curtir um pedaço de diversão.
Então eu matei tempo repetindo isto por um tempo. Mas eu de fato tentei manter os testes de gosto num mínimo, para não arruinar a refeição.
Minnalis ainda tinha algum trabalho para fazer em preparação, e Shuria, eu imagino se ela já aproveitou o suficiente? Eu estava pensando sobre isso e aquilo, e decidi contactar elas.

Minnalis, Shuria, eu estou praticamente acabado aqui. Como estão as coisas do lado de vocês?

Eu usei a skill 『Soul Speak』. (NT: Fala da Alma)
Eu usei o mesmo método que eu uma vez usei quando transferindo a informação do Rato #1 para Minnalis, um caminho de comunicação usando a ligação fornecida pela 【Holy Sword of Vengeance】.
Apesar de aparentemente se tornar inútil através de longas distâncias, era muito melhor do que qualquer item mágico ordinário de comunicações pelo fato que era impossível de interceptar.

Entendido, esta é Minnalis. Eu tenho cerca de metade da metade da tarefa sobrando para fazer, desculpas pelo atraso, Goshujin-sama.
Não, não se preocupe com isso. Na verdade, eu estaria surpreso se você tivesse terminado tão rápido. Eu sei que você não folga no trabalho, mas eu me preocupo que você está se forçando.

E o que há com ‘metade da metade’.
Não, bem, ela é tão esperta, eu algumas vezes esqueço que ela era originalmente uma garota de vila normal, então não é difícil de imaginar ela sendo incapaz de fazer matemática direito. Eu devo separar algum tempo para ensiná-la.

E quanto você, Shuria?
Okey-dokey do meu lado, eu estava agora mesmo, na verdade, ficando um pouco entediada de brincar com eles.
Soa perfeito, você deveria vir para cá então. Eu aposto que você curtirá o brinquedo aqui muito mais do que aqueles aí.
!!! Brigadinhaaa!!

Assim que eu ouvi a resposta alegre dela, um círculo mágico azul brotou em existência acima de uma parte do campo de batalha agora profanado pela minha luta com Yumis.

“Isso é, não é a luz de uma de nossas gemas de teleporte?”
“É, achei que nós podíamos logo fazermos como quisermos, sabe?”

Gemas de teleporte eram, como o nome implicava, pedras que permitiam transporte instantâneo.
Elas não gastam a mana do usuário como minhas soulblades, mas tinham deméritos tais como limitações em capacidade, distância de viagem e tempo de ativação.
Essas gemas também eram raras e caras, mas nobres ainda mantinham um número delas para que eles tenham um meio de escapar de situações duras.
Então, depois que o círculo de teleportação soltou um brilho forte de luz, Shuria estava lá, sorrindo de orelha à orelha. Ela trouxe junto seu Gatinho-san e Ursinho-san, e cerca de 20 pessoas, homens e mulheres, jovens e velhos, todos em suas roupas noturnas.
As pessoas além de Shuria eram todos indivíduos contratados por Yumis pessoalmente, pessoas que ela confiava, e pessoas que respeitavam ela. Todos eles tinham rostos distorcidos em dor.

“Oy, oy, eu realmente te disse para brincar, mas isso está exagerando.”
“Eh~ eu acredito que este tanto esteja tudo bem. O que eu fiz simplesmente amontou em quebrar alguns dos dedos deles, ter uma orelha ou pálpebra mordidas fora, arrancar algum cabelo aqui e ali, nada demais. Eu tive certeza de não fazer nada que possa matar eles, então eu acho que estou segura.”

Passou um pouco de segura, eu acho.
Apesar que numa inspeção mais de perto, eu podia ver que eles não morreriam desse estado, e nenhum deles parece quebrado ainda.

“E olhe aqui, Kaito-sama, você mesmo conseguiu sua pequena porção da Yumis-nee-sama.”
“Bem, isso, uhm, a luta acabou realmente rápido como nós havíamos esperado, certo? E é bem entediante apenas esperar aqui sozinho.”

Isso bem ali era eu me dando migué, uma habilidade especial dos japoneses. (NT: A palavra usada foi “pigeonholing”, pelo que entendi, os significados são de adiar algo, não agir de acordo com propostas, conselhos, avisos ou de colocar as coisas em lugares pequenos/divididos, classificar errado, ter esteriótipos… enfim, fiz o que pude)

“Isso de lado, Yumis-nee-sama, você parece muito bem assim. Estou espantada com quão bem ficar espalhada na lama combina com você.”
“Shuria… você ousa até, envolver os servos…”

Yumis encarou para a garotinha sombria, enquanto Shuria simplesmente sorriu diabolicamente.

“Ok então, nós começaremos agora, Yumis. O primeiro evento hoje é: ‘Número 1, quem pode descer a pancadaria na Yumis!! Sem segundas chances, tudo bem?’. Todo mundo, aplausos!!” (NT: Eu sinceramente não sei do que chamar isso, era algo bem infantil o nome, mas…)
“Palma palma palminhas!!”

Era como um evento de esportes do jardim de infância, nós batemos palmas de maneira idiota e intencional.

“Venham agora, seus vermes, não conseguem ver que a música começou?”
“AIEE!!” x3

Shuria comandou, Ursinho riu, e o Gatinho bateu sua faca no seu garfo.

“Não, por favor, mais não, não coma minhas orelhas!!”
“Me desculpe, me desculpe, por favor, eu rasparei todo meu cabelo, eu farei qualquer coisa, então por favor não arranque minha pele!!”

As vozes deles estavam cheias até a borda com terror.

“Você ali, não é você o mordomo chefe. Você deveria ser um exemplo para os outros, mostre à eles o que eles devem fazer.”

Seguindo o olhar gelado da Shuria, eu podia ver que ela estava olhando para um homem que teve todo o cabelo do lado direito de sua cabeça arrancado. A pele no seu escalpo havia sangrado e coagulado, sangue escurecido cobria seu rosto azul pálido, fazendo ele parecer uma caricatura que veio de uma história de horror.
Ele parecia ter brincado com o pior do bando. Ele estava usando sua mão direita para segurar sua esquerda, que estava sem seus dedos indicadores, anelar e mindinho, com as feridas cauterizadas.

“Aiee! Minhas mais profundas desculpas! Minhas desculpas por ser lixo, minhas desculpas por ser um porco, minhas desculpar por ser um verme imundo!!”

O homem estava tremendo violentamente, como se ele estivesse implorando por sua vida, mas ele conseguiu ficar de pé com sua expressão convulsionando.

“O que, você não me entendeu? Cada um de vocês vermes do caralho, se preparem para trabalhar agora, senão.”
“!!!” x3

Sendo encarados pelos intensos olhos carmesim da garota risonha, os outros servos também se levantaram.

“Aqui, Yumis, isto é como você é para eles.”
“Guh, ahh!!”

Eu segurei Yumis pelo braço e arrastei ela para frente dos seus servos.

“Minhas, desculpas, Yumis-sama.”
“O que você… GAH!?”

O mordomo chefe, agora completamente sob o feitiço do medo e trepidação, pegou seus próprios pés e pisoteou nas costas da Yumis.
E aprendendo pelo líder deles, o resto rapidamente fez igual.

“Me desculpe, me desculpe!! Eu só não quero morrer!! Eu tenho uma irmãzinha, doente na cama!!”
Eu, eu estou fazendo isto para proteger minha família!! Ahh, por favor me perdoe Yumis-sama, por favor me perdoe!!”
GAH, Uph, GUH!!”

Sob as muitas vozes de desculpas junto com igualmente muitos pés pisoteando ela, o corpo de Yumis estava sendo cavado na terra.

“Kukuh, AHAHAHAHAHA!! Como é a sensação de ter os pés enlameados dos seus servos pisoteando suas costas? Você é tãão lamentável, AHAHAHAHA!!”
“É como moscas se juntando no lixo. Ah, isso não dará certo, eles são iguais a antes!”

Claro, comparada à esses servos de baixo level, além dos emudecedores de dor que Yumis tinha, a maga não sentiria nada da contínua barragem de golpes deles. Mas esses eram os servos que ela confiava, os homens e mulheres que sabiam sobre e protegiam seu relacionamento com Sori. O nível de humilhação que ela estava passando por este pisotear constante dos pés de seus próprios servos deve ser devastador.

“Kuh, seu vil…!!”

Era uma sensação incrível olhar para os olhos de Yumis, coloridos com sofrimento.
Eu perdi noção de quanto tempo eu continuei encarando a cena. Algum tempo mais tarde, Minnalis me chamou com 『Soul Speak』.

Goshujin-sama, eu terminei tudo.
Tudo bem, nós terminaremos com o primeiro programa da noite então. Certo, vocês podem parar agora.”

Depois que eu disse isso, os servos todos pararam e olharam para mim.
Yumis também olhou, seu rosto borbulhando em fúria.

“Uhm, uh, o que nós temos—-…”
“Seu trabalho aqui está feito, morram.”
“Eh,”

Eu usei a 【Soulblade of Origin】 para cortar fora a cabeça do homem.
Sua cabeça caiu com um thud e rolou.

“Por-por que você fez isso! Nós ouvimos cad–GAPHH!!”

A maid que tentou erguer palavras de protesto teve seu pescoço perfurado pelo garfo do Gatinho.

“O que vocês querem dizer? É claro que o ator deixa o palco depois que seu papel está feito. Isso é o mais comum do senso comum.”

Shuria disse com uma pequena inclinada de sua cabeça.

“NÃO, ME AJUD-GOHH!?”
“Por favor não, eu farei qualquer coisa, qualquer coisa, só não me mat-GYAAH NÃO NÃO NÃO!!”

Nós então acabamos com a primeira parte da performance ao negar consolação àqueles que haviam sucumbido sob nossa coerção.
Shuria e eu limpamos os atores que haviam encerrado seus papéis.

“Demônios, vocês são demônios…!!”
“Ora ora, Yumis-nee-sama. Eu estou impressionada que você ainda ligue para essas minhocas que ousaram pisotear você.”
“Você, vocês com seus gostos sinistros forçaram eles a fazerem isso!!”

Yumis nos encarou, cerrando forte seus dentes.

“Kukukuh, por que tão séria? Nós estamos quase no fim do primeiro ato. Agora que eu destruí todos aqueles em quem você confiava, vamos começar com o ato 2. Eu agora destruirei tudo que você construiu, seu legado.”

Eu então ativei uma ferramenta mágica que eu obtive na cidade. Esta ferramenta era como um telescópio, e eu modifiquei ele além com o 【Hookblade of Spellpatching】. (NT: Novo nome, Lâmina-Gancho de Retoque/Alteração de Feitiços, ao invés de Reparo Mágico…)
A ferramenta mágica funcionava como uma câmera, similar à criatura mágica que eu havia pedido pelo Duphein lá quando eu queria confirmar como a princesa estava gostando do meu presente. (NT: Eu não lembro do óculos de merda ter esse nome… mas é minha memória)

“Isso é, um videografo da cidade?”

Eu havia projetado um vídeo de Ermia diante de Yumis. Ela estava ficando ansiosa agora.
Nós estávamos agora bem na noite, a cidade estava quietamente seguindo para cama.

“Hora do 2º turno, agora. Minnalis, acenda.
De uma vez, Goshujin-sama.

Veio a resposta dela.
Logo após, um boom surgiu da cidade de Ermia, rasgando fora seu sono.

“Mah-!? O que você fez!?”

O feed de vídeo mostrou intensa chama azul esbranquiçada.
A cidade estava acesa no que o céu negro da noite foi jogado em chamas.
Nós devemos estar uma bela distância da cidade propriamente dita, mas os sons reais ainda alcançavam esta distância.

“O-o que em nome de deus…”
“Olhe para isso, aqueles esplendidos fogos de artifício. Fogo que está queimando tudo que você é.”

Eu havia ordenado Minnalis bombardear o instituto de pesquisa onde Yumis fazia suas ferramentas mágicas.
Toda a pesquisa dela, todo o tempo que ela passou desesperadamente tentando fazer a ferramenta mágica que abriria a porta para seus sonhos, tudo isso estava queimando até as cinzas.
Observadores, pessoas que correram para fora de suas casas, assustadas por causa dos sons explosivos do lado de fora, olharam no que o famoso prédio de pesquisa de Ermia era lentamente demolido, todos os livros dentro do prédio torrados até o fim, e todos os materiais de pesquisa reunidos arruinados para sempre.
Era uma chama tão bonita.
As pessoas da cidade estavam na verdade tentando apagar as chamas ardentes, mas simples água não faria nada para atrapalhar esse fogo. Minnalis havia usado 『Demônio Venenoso das Chamas Fantasmas』 para criar um veneno de alta intensidade, altamente inflamável que ela misturou em barris de óleo que ela espalhou por todo o prédio para começar com esta grande incineração.
O fogo resultante também parecia fora deste mundo, com seu tom azul-marinho que fazia parecer que seria frio ao toque, quando na realidade ele era muito mais quente do que qualquer fogo normal, como se essas chamas tivesses estourado direto do inferno.
Depois de algum tempo, os magos locais chegaram e tiveram que usar magia para apagar as chamas, mas por lá, as chamas azuis haviam transformado a maioria do lugar em cinzas brancas sem uma semelhança de seu grandor passado.

Tudo que iluminava aquela área eram as chamas amenizadas, agora ainda queimando laranja, junto com a lua alta no céu.

“A-ahhh, minha, todas minhas, conquistas…”
“Isso encerra o 2º ato. Para o 3º agora, eu irei rasgar fora seu futuro.”

O feed de vídeo mudou para o ponto de referência principal de Ermia, o monumento de pedra.

“Espera…!? Não, não, vocês não podem…!!”
“Bang.”

Eu sorri de orelha à orelha, juntei minhas mãos, e como se eu estivesse esmagando algo invisível, dei uma leve palma.
Quase ao mesmo tempo, o monumento na projeção ruiu, então se quebrou aparte.

“Não… nosso monumento adorado…”

A voz de Yumis estava macia, tremendo.”

“Ahh, tão bom, esse rosto que você está fazendo é tãão bom, Yumis. Mas não se desespere, ainda não acabou. Eu destruí seus 『servos leais』, queimei 『todas suas conquistas』 e esmaguei seu 『futuro aguardado』. Agora, eu quebrarei 『tudo que você tem agora』.
“!? A-agora espere, por favor, espere, eu lhe imploro. O que mais você planeja arruinar!?”

Yumis tinha uma expressão de extrema angústia. Shuria então arranhou a bochecha dela com uma mão.
A garota de pele escura tinha um sorriso muito remanescente daquele que sua irmã maga uma vez mostrou para ela antes de empurrá-la para o inferno.

“Yumis-nee-sama, não há necessidade para você ter medo. Você simplesmente tem que aceitar isso como os frutos das ações que você cometeu até agora. Você na verdade não tem que fazer mais nada. Tudo isto é um presente para você, de mim e meus amigos ♪”

O vídeo mais uma vez mudou para a cena do instituto de pesquisa arruinado apoiado pela casa Ermia.
Goblins morto-vivos e barretes vermelhos zumbis começaram a rastejar para fora debaixo dos escombros e cinzas.

GHYARUOHH!
OOBOAHH

E não haviam apenas um ou dois. A quantidade de morto-vivos surgindo dos cantos e beiradas já havia excedido 30.

!! Kyaa! Morto-vivos!! Por que esses monstros morto-vivos estão dentro da cidade!?

Depois que uma mulher gritou, como se uma colmeia tivesse sido sacudida, a multidão de auto-presumidos observadores não-relacionados que estavam em choque silente, caíram em caos.

“Q-qual o sentido disto!? De onde vocês arrumaram tantos morto-vivos!?”
“Sobre o que você está falando, aqueles são os morto-vivos que você fez ao massacrar a vila da Shuria. Se lembra agora?”

Para a performance de hoje, nós havíamos ido até a antiga vila da Shuria.
Ela estava agora populada por um número expansivo de morto-vivos.
Eles ainda estavam aumentando sob os efeitos de sua malícia coletiva acumulada pelo jeito cruel que eles foram irrazoavelmente mortos, junto com a mana residual sobrando depois que Yumis invocou seu demônio.

“Eles foram todos renascidos como morto-vivos pelo puro sofrimento que você colocou neles, nee-sama. É assim como eu disse, esses são os 『FRUTOS DAS AÇÕES QUE VOCÊ COMETEU』.”

Nós passamos vários dias armando um círculo de teleporte revezado para invocar todos esses morto-vivos, bem como conceder um pouco de vingança aos aldeões indefesos.
Era possível ativar um círculo mágico sem realmente colocar sua própria mana.
O círculo mágico estava drenando frascos após frascos de poções de MP, trazendo mais e mais zumbis, que seguiam as marcações que eu havia colocado Minnalis para fazer para espalhar melhor o dano.

“Vocês, vocês matariam até os civis inocentes!?”

Yumis estava ficando mais pálida enquanto ela falava.

“Ah sim, terão algumas casualidades, com certeza.”

Eu respondi para ela alegremente.
Na realidade, a explosão mais cedo já havia tornado as pessoas cientes do dilema zumbi. Nós havíamos limitado quantos nós invocaríamos ali, e haviam também alguns especialistas da igreja da cidade que cuidariam do extermínio, então eu não acho que haverão muitas mortes. Apesar que, eu não vi razão para contar isso para Yumis.
Eu ainda estimei uma centena ou duas de casualidades entre os civis, mas eles eram sacrifícios necessários.

“Olhe, eu preciso que um monte deles morram esta noite. Marcar isso nas memórias deles como um evento catastrófico, sabe? Eu sei que isso é triste, mas é algo que eu preciso fazer para realizar meu sonho. Eu tenho certeza que você sabe a sensação, não sabe, Yumis.”
“Kh, cretino…!”

Eu ri, kuh kuh kuh, e continuei além,

“Também, o que há com seu ‘civis inocentes’? Como se você ligasse algo para eles. Bem, eu entendo que você não quer admitir isso, quer? O que quer que os plebeus pensarão depois deste evento, certamente você percebeu?”
“Q-que você está…”
“Hey, me diga, sim, gentil Yumis-nee-sama? Por favor ensine esta inocente Shuria que não sabe sobre os jeitos do mundo. Uma explosão súbita no instituto de pesquisa que minha nee-sama pessoalmente supervisiona, e de dentro veio uma horda de morto-vivos. O que eles pensarão no cenário mais provável? Quem quer que eles irão entender como responsável por esta loucura?”

Kusuksu, Shuria riu enquanto ela brincava provocativamente.

“Não, NÃO! Vocês tinham que me ter sendo culpada por tudo isto!?”
“Correto, correto eeeeee CORRETO!! AHAHAHAHA!! Isso mesmo, isto é o que vocês todos fizeram comigo no primeiro mundo! Vocês colocaram todos os males da maou em mim, o herói que salvou seus cus, e bem assim, eu estarei demolindo sua imagem como a gentil, inteligente lorde do feudo, e irei lhe expor como a criminosa que fez experimentos ilegais com monstros para fazer suas ferramentas mágicas. Mas olhe, a grande diferença é que você realmente fez tudo isso! AHAHAHAHA!!”

Isto é tão irônico. Na minha 1ª passagem, eu havia ajudado eles a lutarem contra o exército de morto-vivos, mas desta vez, eu estou causando o ataque.

“Oh, mas você não irá pagar por quaisquer desses crimes. Você não pode, certo? Já que eu te matarei bem aqui. Claro, nenhum deles saberão disso. Você apenas desaparecerá quietamente neste dia. Agora, quem você acha que terá que carregar esta culpa assim que você sumir indefinidamente?”
“Isso, poderia ser…”

Se a culpada principal deste desastre em Ermia, Yumis, estiver sumindo, então o que?
Os crimes de Yumis são os crimes de sua família.
De qualquer forma, eles poderiam resolver a questão oferecendo apenas a cabeça de Yumis. Mesmo que a família toda dela fosse culpada, o dano seria mínimo, então se eles oferecerem a única filha do lorde feudal, o resto poderia escapar ileso. Mas se acabar com Yumis se escondendo, a culpa recairia em qualquer um relacionado com ela.
Primeiro de tudo, os parentes dela seriam executados. Eu não sei quanto da família estendida dela isto afetará, mas seus pais, mãe e pai que ela respeitava e queria receber a aprovação, ambos irão para a tábua de corte, definitivamente.

“Seu, monstro, maldito!!”
“KUHAHAHAHA!! Isto é algo que vocês todos fizeram comigo. Como você tem suas antigas memórias, você tem que saber como este país matou minha família e amigos para me invocar para cá. Você ouviu isso daquela princesa do caralho, não? Vocês me caçaram e tentaram tanto me fazer escorregar trazendo isso de novo e de novo. Qual a sensação agora? Qual a sensação de ter a mesma coisa acontecendo com você? Qual é a porra da sensação de ter seu passado, seu futuro, e todos, tudo importante para você, manchado, roubado, destruído!! Ahah~♪ AAHAHAHAHA!!”

Eu não consigo parar, eu não consigo parar, eu não consigo parar.
É tão divertido, mas tão divertido, que eu apenas não consigo parar de rir.
Eu ainda me recordo de todos aqueles dias miseráveis que eu gastei procurado e caçado.
Queimando em raiva e humilhação, mas ainda guardando isso dentro, toda essa fúria, toda essa fúria insuportável. Era tudo para hoje.

“Seu, herói insano…! Eu nunca lhe perdoarei, vá pro inferno!”

Queimando em raiva e humilhação, Yumis direcionou toda sua fúria insuportável em nós.

“Morra, você precisa morrer!! Você também, Shuria, sua vaca!! Por que vocês dois sequer estão vivos!? Fantasmas do passado deviam ficar em seus lugares no inferno!!”

Seus olhos estavam tingidos em ira.
A melhor prova que Yumis estava verdadeiramente sofrendo.

“Kyahah! KyahahaHAHAHAHA!! Você está falando besteira agora, Yumis-nee-sama. Nós já estamos no inferno, no fundo do poço dele. Se nós não estivéssemos, como mais nós poderíamos te arrastar para suas profundezas?”
“Oh, essa foi muito boa, Shuria, AHAHAHAHA!!”

Isso mesmo, nós fomos enviados para as profundezas do inferno, e escolhemos viver nele.
Ao invés de escapar dele com quão marcados nós estamos, nós decidimos fazer todo mundo se juntar a nós.
Yumis estava certa. No momento que nós decidimos abraçar a ideia de fazer nossa vingança, nós havíamos nos tornado fantasmas, demônios do passado.

“Vocês são, vocês são todos loucos…!!”

Nosso riso insano se sobrepôs e ressoou um com o outro.
Eu não podia ter o suficiente da Yumis que ainda colocava uma fronte forte apesar de estar se cagando de medo.

“Sim sim, simsimsimSIM!! Se prepare para o clímax agora! Este será o ato final! O prato principal hoje é 『seu sonho』, Yumis! Shuria, eu acredito que você esteja pronta?”
“Tudo em ordem♪ Nee-sama, me deixe ter a honra de lhe apresentar nossa atriz final, 『Metal-san』, entre.”

Shuria chamou sua terceira familiar.
E com Metal-san movendo seu corpo, a mulher que começou as festividades desta noite mais uma vez se arrastou para fora da floresta. Desta vez, era de fato a Sori real.
Ela ainda estava em seu usual uniforme de maid de saia longa. Ela parecia estar andando sozinha, mas dentro dos ossos dela havia uma armadilha sinistra. Era 『Metal-san』, uma criação conjunta minha e da Shuria, onde eu derreti um pouco de mithril altamente puro usando o veneno de fogo da 【Fire Spider Leg Sword】 e Shuria deu vida à ele usando sua 『Marionetismo de Espírito』.

“Você não me engará- não, essa é, SORI!!”
“Yumis-sama…”

Ao ver o rosto aterrorizado de Sori, desta vez, Yumis realmente teve todo o sangue drenado de sua expressão, ela ficou branca como um pedaço de papel.
Sua fronte forte, que era no fim apenas uma fronte, estava rapidamente se despedaçando.
Agora eu estava certo, esta mulher era tudo que representava o sonho desta puta.

“Não, por favor não, por favor não, ela não, não minha Sori…!!”

Ela começou a tremer intensivamente.

“Este último ato é chamado 『Balão de Sonho』. Shuria aqui implantou sua familiar dentro do corpo desta maid. Assim como nós te mostramos, noite após noite.”
“! Não, então, aquele sonho…!!”
“Sim, eu pedi especialmente para o Ursinho-san te mostrar aqueles sonhos. Como eles eram? Boa diversão, certo?”

Caçoou Shuria, ao que Yumis reagiu com ainda mais apreensão.

“Ah~ é isso, eu amo esse rosto. Parece que tem valor em cutucar esta minhoca imunda♪”

“Kyah!! Ghuhh!!”
“SORII!!”

Fazendo Metal-san manipular o corpo de Sori para fazer ela se rastejar na sujeira, Shuria pisoteou as costas dela e riu.

“As regra são simples. Nossa Metal-san está dentro de sua maid de foda aqui, e assim que Shuria der o sinal, a carinha vai começar a se expandir para fora. Agora, você não quer que isso aconteça, já que…”

Eu intencionalmente cortei minha explicação, e dei um risinho quieto.

“Nããoo, por favor não me mate… Hic, uuh.”
“… …”

Sori soluçou em medo da morte, enquanto Yumis estava perto de fazer a mesma coisa enquanto ela imaginava o que eu cortei de descrever.

“Mas, alas, eu sou gentil. Eu lhe direi o único jeito em que você pode salvá-la. Coloque sua mana dentro da maid. O familiar de Shuria por acaso é uma criatura mágica, e essas, como você deve saber, tendem a parar de funcionar se elas forem sobrecarregadas com mana, não param?”

A momentânea luz de esperança no rosto de Yumis quando eu contei isso para ela foi tingido de volta em desespero tão rápido quanto apareceu.
Já que ela percebeu que ela havia usado um monte desse MP durante sua luta comigo.
Eu então removi suas algemas seladoras de mana.
Já Shuria, ela também removeu seu pé de Sori ao chutar ela embora.

“Ok, comecem. Seja cuidadosa agora, ou seu balão de sonho ficará grande demais e estourará.”
“Mah-, n-, por favor espe-…!?”
“Isso é um não♪ Ali!”

Shuria cortou a fita comemorando o início do jogo sem ligar pelo que Yumis tinha a dizer.

“Ah, aaAAAAAHHH! Parem, não, PAREEEEM!! Isso dói, ifo dóiifóifóaah!!”
“SORI!!”

Metal-san começou a se expandir imediatamente, e Sori gritou em dor por ter seus ossos começando a quebrar por dentro.
Yumis desesperadamente arrastou seus pés ouvindo os gritos de sua amada, e começou sua tarefa de preencher ela com a pouca mana restante que ela tinha.

“Khhhhuuuuuuu!!”
“Ghhhhuuu!! Me ajude, Yumis-sama, ifo dói bemaaix!!”
“Você ficará, vai ficar tudo bem, eu te salvarei agora mesmo!!”

Yumis claramente estava dando tudo de si nisto. Contudo, ela dificilmente estava com força total, e basicamente, ela não tinha o suficiente para sobrecarregar a criatura mágica que Shuria levou muito tempo e esforço para manifestar.

“Ghhs, shh, AAAAHHHH!!”

Yumis havia, como esperado, rapidamente se esgotado, e então começou a forçosamente espremer para fora ainda mais mana, algo que eu também havia feito uma vez. Como um resultado, lesões começaram a saltar por todo o corpo dela.
— — Mas mesmo isso não bem o suficiente.

“Ghh, gah, Ah, AAAH!!”

O corpo de Sori convulsionou violentamente, suas lágrimas se misturando com o sangue que pingava da Yumis. E então, mesmo o último surto de mana ganho pelo sacrifício de sangue acabou em nada.

“Não, NãonãoNÃOnÃoNÃÃÃOOOO! Eu te imploro, EU TE IMPLORO, oh grande herói, Shuria meu amor, me desculpem, eu fui a tola, eu farei qualquer coisa, eu juro, por favor, por favor por favor me perdoem! Por favor não matem Sori!!”

Yumis implorou enquanto caía em lágrimas.
Essa Yumis que me odiou, me usou, me traiu, estava agora num estado deplorável desses.

“HAHAHA! Não dá para fazer isso, vadia!! Você disse isso certo, nós somos ‘fantasmas’, nós já estamos ‘mortos’, como nós deveríamos ouvir as pessoas vivas!”
“Você está me zoando? Olha aqui, Yumis-nee-sama, eu escolhi este caminho para o inferno só para ter minha vingança. Então… — — Por favor descanse tranquila, você IRÁ sofrer, kyahahaha!!”
!!! Seus, malditos, DEEEMÔÔÔNIIIOOOOSSS!!”

Nós estávamos começando a ouvir os rangidos e estalos do sonho de Yumis estourando.

“Ah, gahh, uah…”
“Sori!! SoriSoriSori!!”
“Yumis-sama… a…”

Isso acabou como um balão d’água, cheio bem além da capacidade.
Com um som de respingo, como algo que realmente faria você pensar sobre como o corpo humano é em sua maioria água, o corpo de Sori se tornou nada além de um pedaço, não, pedaços de carne.

“… Eh? ah, e?”

Yumis murmurou vaziamente depois que aquele súbito espirro de sangue ter coberto ela inteira.
Ela podia estar tentando negar a realidade diante dela, ou talvez ela apenas não consiga imaginar o que acabou de acontecer.

A coisa chamada Yumis era, neste momento, algo como uma casa de cartas frouxas.
Então, eu fui até ela, levei minha boca até sua orelha, já que ela continuou sentada ali, e disse as palavras que eu estive morrendo para dizer para ela, todo este tempo,

“Hey, Yumis. Agora mesmo, assim como eu, seu precioso sonho, ele 『quebrou』. Só uma última vez, eu quero ouvir isso da sua boca, qual a sensação?”

“AAAAAAAAHHHHHHH. NÃÃO NÃOO NÃÃOO!! POR QUE, POR QUE, NÃÃOO, POR QUE, NÃONÃONÃONÃONÃONÃOOOO!!!”
“AHAHAHAHAHA!! SSSIIIM, É isso, isso é apenas o que eu precisava, Yumis!!”
“Kyahah♪ Chore mais, grite mais, sofra mais!! Alto o suficiente para que até minha mãe e Shelmy possam ouvir do céu, chore, grite!! Kyahahahaha!!”

1 grito para 2 alegrias.
Ahm, é isto. é ISTO.
Isto é tudo que eu queria, e mais!!
Eu vivo por isto, eu comecei a vida uma segunda vez por ISTO!!”

“Bem, então, esse seria o fim de tudo que nós preparamos para você. De nada, Yumis, fico feliz que você aproveitou.”
“Nee-sama, você mesma ergueu a cortina que começou esta peça. Agora nós seremos aqueles que abaixaremos ela.”

Vamos concluir esta charada de idiotas e tolos.
Shuria e eu cada um pegamos uma espada simples, sem enfeites, de nossos respectivos bolsos roliços. (NT: O esquilo)

“NÃO, não, eu não quero isto! Isto tem que ser uma mentira, é tudo falso! Me digam que é tudo falso, me digam!”

Yumis cambaleou, coçando sua cabeça como uma criança jogando uma birra de temperamento.
Ela se balançou como que para negar tudo e qualquer coisa.

“Ahahah, até mais, Yumis.”
“Adeus, Yumis-nee-sama.”

Nós dois erguemos alto nossas lâminas de vingança.

“NÃÃÃOOOO-GAHH, Bgh!”

Como se nós fossemos de um só coração, ambas lâminas entraram fundo no coraão da maga.

“AHAHAHAHAHAHAHAHAH!! AHAH, AHAHAHA!!”
KYAHAH! KYAHAHAHAHAHA!!”

De novo, e de novo, e de novo, e de novo, e de novo, edenovoedenovoedenovoedenovoedenovo– –.
Dentro do ar fresco da noite, aquele um lugar fervia em calor.
Minha risada louca em ressonância como a da Shuria pareciam como se nós estivéssemos tocando um dueto de piano juntos.
Nós perdemos noção do tempo e apenas continuamos a espetar ela.
Pela hora em que nós paramos, nós estávamos apenas indo ao que poderia ser chamado de carne moída.
As espadas em nossas mãos não estavam apenas cobertas em amplo sangue, haviam até pequenos pedaços de carne grudados nelas.

Lá sentados, cobertos da cabeça aos pés em sangue de outra pessoa, um garoto que só podia ser descrito como único graças ao seu cabelo preto e olhos pretos, e uma garota que parecia uma elfa de pele escura. Eles sentaram juntos, um apoiado nas costas do outro.
Tudo ao redor deles era carne, sangue e ossos fragmentados em desarranjo.
Lá havia um corpo, isso é, algo que era um corpo, mas agora estava desfigurado além de qualquer reconhecimento como um. Alguém não podia dizer, num olhar, se essa coisa sequer esteve viva em algum ponto.

“Shuria, sua vingança pessoal deve estar pronta com isto, então agora o que? Você vai ficar aqui?”
“Eu não posso dizer que eu gosto de piadas assim. Minha vingança não acabará com apenas isto.”

A garota disse, fazendo bico.

“O rancor que você e Minnalis-san compartilharam comigo agora é meu também. É um fato que o alvo da minha primeira vingança foi lidado, mas eu agora tenho muitos mais. eu podia dizer que minha vingança ainda tem que começar, até. Então não, você não me deixará de fora disso.”
“Huh, você está certa. Desculpe, eu disse algo besta.”

Dentro dele, o garoto agora sentiu uma nova fúria da garota, uma que ela não havia tido antes.
Apesar da origem deste ódio poder ser dele, o que ele sentiu agora era completamente uma parte da garota.
Acho que eu fiquei um pouco sentimental agora que eu tive a primeira da minha vingança, cochichou o garoto enquanto ele olhava para o céu.

“Com certeza foi divertido, isso. Imagino quando eu terei a minha próxima.”

A garota ficou silente nisso, mas como uma resposta, se apoiou apenas levemente mais no garoto.
Eles sonharam.
Eles sonharam que algum dia, eles iriam arrastar todas as pessoas que agiram errado com eles às profundezas do inferno, eles sonharam que depois disso, eles finalmente iriam descansar em paz.
A lua também, silenciosamente jogou sua luz neles, aceitando eles por tudo que eles eram, no que a madrugada chegou.
— –… A vingança deles ainda tinha que acabar.
Já que ela era uma chama azeviche que podia apagar até o sol.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

12 respostas em “[NnY] Capítulo 55 – E Então, Fez o Som de Quebrando

  1. Valeu pela tradução.
    Ótimo capitulo, fiquei muito feliz vendo eles acabarem com ela, foi uma otina vingança digna de palmas acredito que até o Kratos ficou com inveja do quão elaborada ela foi.

    Curtido por 2 pessoas

    • Mano o Kratos nunca teria uma vingança dessas, eles quebraram ela totalmente física e emocionalmente o Kratos no máximo consegue descer um belo de um cacete na pessoa ele tem muito o que aprender com esses caras.

      Curtir

  2. Esses últimos parágrafos foram barrados por quem? Fiquei na dúvida …

    No mais, que capítulo louco, esse autor é louco com essas torturas( que bom)

    Obrigado pela tradução

    Curtir

  3. uma duvida eles so compartilham sentimentos “Pesados”? como fúria, ira, ódio e afins? sentimentos como tesão, luxuria e tals não entram na soma? pq fica estranho ja que a coelinha e a loli são tipo taradas no cara uma chega a lamber as colheres dele(sabe se la se ela não se esfrega nelas nos momentos dela….) se esses sentimentos fossem mesmo que minima mente compartilhados ele mesmo que denso ja teria algum desenvolvimento com elas…

    Curtir

    • Até onde eu me lembre, eles não compartilham lá sentimentos – eles recebem as memórias dos outros (com foco em vingança, então sim, fúria e ódio principalmente), o que faz com que tenham um ódio grande pelas mesmas coisas…

      E se realmente tem uma ligação assim (posso só ter esquecido), é só por sentimentos relacionados à vingança, provavelmente.

      Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s