[TWwCP] Capítulo 63 – Mais Questões Problemáticas

Eu “acabei de descobrir” que essa novel ainda está sendo traduzida; eu achei que acabava capítulo 101, como no Junk Burst, mas saiu até o capítulo 150 e algo… mas vamos lá – Este capítulo foi traduzido de Junk Burst.


Capítulo 63 – Mais Questões Problemáticas

“Desculpa, Danna-sama, Aisha… isso foi minha culpa.”

No que nós bebemos o chá, que Aisha havia torrado, na sala de estar e nos acalmamos, Sylphy se desculpou para nós.

“Eu disse isto antes, mas Sylphy não é a errada, sabia?”

“Isso mesmo, Hime-sama… Sir Claude que era o culpado.”

Aisha e eu negamos as palavras de Sylphy quase ao mesmo tempo.

Claro, não há dúvidas que ele veio pela Sylphy.
Contudo, ele cuspindo linguagem abusiva é um problema com o caráter dele, e isso não é responsabilidade da Sylphy.

“… Contudo, se eu não estivesse aqui, nada assim teria acontecido.”

Isso parece estar pesando na mente dela.

“Nesse caso, Sylphy parará nosso casamento por aquele idiota (Claude)?” (NT: Está escrito idiota em kanji, mas também está escrito Claude)

“Não tem chance de eu fazer isso!”

“… Se é assim, não se preocupe com isso.”

A conversa esteve fluindo, e minha uma sentença parou as palavras de Sylphy.
A situação se desenvolveu como eu havia pensado, eu acho… ela concordará, ainda que relutantemente.

Ainda assim, ela ponderou por um tempo, mas ela retornou à Sylphy usual pouco a pouco.

“… Contudo, eu não entendo.”

“Hm? Sobre o que?”

“Sobre porquê Chichiue ouviu uma pessoa assim.
Nosso casamento já foi decidido, não tem chance do Chichiue passar por cima disso com um jogo ou algo assim.”

Aah, entendo.
… Isso é verdade.

Eu perdi minha calma com ele insultando minha casa, então eu não pensei nem um pouco nisso.

Eu já estou incluído como um parente da família real, e os nobres influentes devem ter sido notificados do casamento.
O caso desta vez parece que foi baseado em rumores, mas em primeiro lugar, eles deviam saber sobre isso com antecedência.

… Talvez, há uma pegada nisso?

No que nós estávamos resolvendo a situação pelas palavras da Sylphy, apesar de ser no meio da noite, alguém veio visitar numa hora estranha dessas.
Não me diga que é aquele nobre estúpido (Claude)?

No que eu estava tentando me levantar, Aisha disse “deixe-me” e seguiu para a porta.

Um pouco depois, Aisha guiou alguém para dentro.

“Hm? De algum modo, isto parece um deja vu…”

A expressão da Aisha estava rígida, parece que eu vi isso em algum lugar antes.

… Não me diga, é o Art-san?
No momento que eu pensei isso, Sylphy ergueu sua voz.

“… Lewis!? Por que você está aqui!?”

Eh? Quem é ele??

◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇

“Prazer em lhe conhecer, eu sou Lewis Augusta, o irmão mais novo da Sylphid-nee-san.
Por favor cuide de mim de agora em diante, Cunhado-san.”

Aquele que me cumprimentou de um jeito divertido é o Segundo Príncipe deste reino.
Sua Alteza Lewis Augusta.

Aah, por que a realeza está vindo para minha casa tão inconsequentemente…
Claro, eu sei que é por causa do meu casamento com Sylphy.

Viu, eu sei, não sei?
Usualmente, você nunca encontraria a realeza nem uma vez durante sua vida inteira, sabia?
Não, é só que a probabilidade de não encontrá-los é mais alta.

Mesmo Art-san de antes, eu estou ficando tonto com isto.

Além disso, ele está me chamando de Cunhado-san… não, não é que ele esteja errado, mas…

“A propósito, Nee-san, Claude Roselia-dono veio visitar?”

Sua Alteza me cumprimentou e apressadamente se endereçou à sua irmã.

“… Aah, ele veio comprar uma briga mais cedo, então eu espantei ele.”

“Uwaa, eu fui tarde demais, huh… aquele idiota não disse nada?”

“… Ele disse alguma coisa consideravelmente desagradável, como retrair o casamento se eles ganharem em um jogo.
Além do mais, ele disse que Chichiue aprovou disso, qual o sentido disso? Lewis.”

“Haa… como eu esperava. Assim como aquele idiota disse.
Primeiras coisas primeiro, me deixe explicar o mal entendido número um, Chichiue não aprovou algo assim.
Ele apenas teve uma pequena intenção e disse ‘Bem, deixe-me pensar sobre isso’.
Eles distorceram isso e contaram para Nee-san isso, huh.”

Aah, assim como Sylphy disse.
Parece que… Ou-sama tem algum tipo de objetivo, huh.

Depois disso, Sua Alteza explicou para nós em detalhe sobre as circunstâncias atuais.

Parecem ter oito pessoas que são opostas ao nosso casamento e planejaram um jogo junto com o nobre idiota (Claude).
Eles não são apenas de Lucas, mas também filhos de nobres da capital real e as cidades vizinhas.

Esses oito filhos.
Na verdade, a reputação deles é extremamente ruim.

Eles são cheios de orgulho sobre serem nobres, e forçam demandas irrazoáveis na cidade e enchem seus próprios bolsos tirando vantagem de seus status.

Contudo, se isso fosse tudo que tivesse, não seria tão inusual assim, mas apenas no outro dia, um vendedor de escravos reclamou ao Ou-sama.

Que o grupo de Claude havia 「contrabandearam jovens dragões」.

Originalmente, vendedores de escravos lidam com monstros, e não apenas humanos e demi-humanos.
Parece que eles possuem aqueles para apreciação, batalha e outros vários usos.

Há uma lei que foi estabelecida que proíbe tais vendedores de escravos de lidarem com algumas raças e monstros.
Incluso dentro da proibição está a raça dragão.

Por que eles não podem lidar com dragões?

Dragões são uma espécie extremamente inteligente.
Eles são uma espécie anciã, podem até entender a língua humana, e é até possível se comunicar com eles.

Naturalmente, com um corpo tão grande, humanos não podem tratar dragões como escravos.
… É por isso que eles lidam com dragões que ainda são jovens.

Sim, eles lidam com jovens dragões…
Jovens dragões, isso é, crianças de dragão.

Como as crianças naturalmente possuem pais, como os pais delas reagiriam se suas crianças se fossem?
Até humanos que não se tornaram adultos sabem a resposta para isso.

Naturalmente, a resposta é ‘eles voltarão para buscá-los’.

Ninguém sabe como o nobre idiota (Claude) colocou suas mãos num jovem dragão.
Contudo, não tem como o pai dragão ficar silente para sempre.

Não há dúvida que ele está procurando por seu filho, mesmo enquanto nós falamos.

… Isto é muito importante.
Eu não sei onde ele escondeu o jovem dragão, mas o dragão adulto atacará essa cidade.

Se isso acontecer… essa cidade será destruída.
O alvoroço não é no nível de um Orc Rei.

“… Essa história é verdade?”

Sylphy franziu e pergunto Sua Alteza Lewis.
Isso é compreensível, afinal, não é uma história tão fácil de se acreditar.

“… Por ora, eu só posso dizer ‘provavelmente’.
É uma informação secreta de um vendedor de escravo confiável, então é mais provavelmente verdade.
Contudo, isso ainda não pode ser provado.
Como ninguém sabe se isso é verdade ou não, os nobres influentes de cada cidade não podem usar seus poderes.
Se isso acabar sendo falso, não acabará com o Chichiue se desculpando.
É por isso que nós estamos agora desesperadamente coletando provas.”

… Esta não é uma situação realmente ruim?

Huh? O que isso tem a ver com o comentário do Ou-sama como aprovando do jogo?

“Umm~, como esta questão é conectada com o jogo??”

Como se entendendo minha intenção, Sua Alteza Lewis começou sua explicação.

Os suspeitos deste alvoroço do dragão são exatamente os mesmos que aqueles que ergueram protestos contra nosso casamento e propuseram o jogo.
Os detalhes do jogo foram checados, um monte de evidência foi coletada, e eles confirmaram que isso era cheio de deslealdade.

Eles apelaram ao Rei, ergueram um protesto ao casamento que o Rei já decidiu, e cometerão injustiça com o jogo que será realizado.
Se isto vier à luz, não há dúvidas que eles serão restritos.

Qualquer que seja a razão, será possível fazê-los confessar sobre o dragão se eles estiverem restritos.

Ou-sama pensou sobre isso, aprovando sem dar sua promessa.
Parece que ele originalmente queria nos contar sobre isso antes daqueles caras nos contarem sobre o jogo, mas por alguma razão eles agiram mais rápido, e era tarde demais.

… A razão para eles terem agido mais rápido…

Eu sei o que é.
Não é tudo culpa minha?

Desde que o “rumor” se espalhou, o paradeiro de Sylphy foi exposto.

Aaaaah, no fim, eu sou o idiota número um, não sou –!!
Eu estou refletindo bastante sobre isso, não, eu realmente estou…

“… Entendo, então isso significa que Chichiue quer que a gente aceite este jogo, huh.
Minha nossa, o que ele acha que nosso casamento é.”

Sylphy fez uma enorme reclamação.

Bem, não tem como evitar isto, certo?
Poderiam haver outros jeitos de fazer isto, mas é certamente uma chance de avançar as conversas tranquilamente.

“Contudo, eu tenho uma questão.
Não importa quão estúpidos eles sejam, não tem como eles não terem pensado na possibilidade de um dragão adulto vir para pegar ele de volta, certo?”

“… Nós não sabemos se isso é verdade ou não, já que é algo que nós ouvimos de um vendedor de escravos.”

Ainda tem mais por vir. Minha nossa.

… Parece que eles decidiram vender ele para um país vizinho.
Há o rumor sobre o País dos Demônios atacando, e um dragão escravizado aumentaria nosso potencial de guerra…

Também, se ele for vendido, o dragão adulto não virá para este país.

Que coisa mais covarde que eles pensaram.
Eu absolutamente não os perdoarei.

“Entendo, eles são mais escrotos do que eu imaginei… algo assim sendo feito pelos nobres influentes do nosso país… patético.”

“Bem, essa é a história, Aneue.
Me desculpem, mas vocês não aceitarão a proposta?
Claro, não tem jeito de seu casamento ser cancelado se vocês fossem perder.
… Mas né, não tem como o Cunhado-san perder para eles.”

“… Danna-sama, me desculpe, mas é assim que é. Você aceitará isso?”

Sylphy me perguntou apologeticamente.
Claro, eu já decidi a resposta.

“Un, claro!”

 

 

… eu me livrarei do meu ressentimento dele caçoar minha casa enquanto eu estiver nisso.

Eh? Eu não devo?

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s