[KnW] Capítulo 298: Tragédia da Colina Bambu

Magote, consegui as 400 curtidas na Página do Facebook, e como eu prometi, aqui estão os capítulos! Para fechar todos os capítulos extras, eis aqui Konjiki no Word Master! Thyros promete, Thyros cumpre! – Este capítulo foi traduzido de Rebirth Online.


Capítulo 298: Tragédia da Colina Bambu

Nikki esteve deprimida com suas bochechas inchadas desde que o urso bambu, Ikki, havia fugido.
Não importa o quanto ela tenha sido criada por um monstro, neste momento ela parecia uma criança normal.

Hiiro queria perguntar à Nikki sobre o bambu preto, mas determinando que este não era o momento, ele permaneceu silente.

“…… OI” (Matryoshka)

Uma voz ecoou levemente nos ouvidos de Hiiro.
Era a primeira vez de Hiiro ouvindo essa voz. Ele olhou ao redor para ver quem era.

“Hey. Você. O de robe vermelho.” (Matryoshka)

Hiiro sentiu a voz vindo da grande ursa bambu na frente dele.

“Foi você? Quem falou agora mesmo?” (Hiiro)

“Hmm? O que você está dizendo do nada, Hiiro?” (Liliyn)

Liliyn olhou estranhamente para Hiiro, que subitamente começou a falar com o urso bambu.

“Sim, fui eu desu. Como eu pensei, você consegue entender nossas palavras.” (Matryoshka)

“… como você foi capaz de perceber?” (Hiiro)

“Por que você foi capaz de escutar a conversa das crianças, e teve algumas reações; você murmurou, apesar de você ter sido quieto eu ainda fui capaz de ouvir.” (Matryoshka)

Certamente eu lembro de ter uma expressão preocupante, e eu estava prestes a reagir durante a luta entre as duas.

“Há algo que você deseje falar comigo sobre?” (Hiiro)

“A criança que fugiu mais cedo é chamada Ikki, e eu me desculpo pelas palavras ditas pela pequenina.”

“Está tudo bem, eu não ligo. Porque eu consigo entender de onde os sentimentos dela estão vindo.”

“… Você é do tipo gentil, desu-ne. Muito obrigada.” (Matryoshka)

“Agradecimentos são desnecessários.” (Hiiro)

ENquanto os dois estavam tendo uma conversa, Liliyn e os outros ouviram Hiiro e o urso bambu falarem algo como [gagagaaa]. Era uma visão bem misteriosa para eles.

“Oy, Hiiro. Você consegue possivelmente falar com o monstro?” (Liliyn)

“Bem, é, eu estou atualmente falando com este sujeito, então se você pudesse ficar quieta por um tempo.” (Hiiro)

“Mu…” (Liliyn)

Liliyn, com seu rosto ranzinza, olhou para Hiiro enquanto ele ignorava ela.

“Hey, urso grande, você pode me dizer qual é o negócio deste bambu preto.” (Hiiro)

“… o que você deseja saber?” (Matryoshka) (NT: Seu nome primeiro, para eu poder parar de escrever “mãe” em russo)

“Este bambu é relacionado com o demônio que apareceu do céu, certo?” (Hiiro)

“Sim.” (Matryoshka)

“Então, é verdade, o que o urso pequeno disse, que esses monstros foram feitos por pessoas?” (Hiiro)

“… É verdade. Foi um tempo atrás.” (Matryoshka)

Então a ursa bambu disse.

Até um tempo atrás, o bambu reteve seu verde anterior.
Mas um dia, uma pessoa vestindo roupas pretas apareceu e parecia andar pela [Colina Bambu] enquanto fazia a “Fura Fura” (Dança de Ritual). (NT: Eu não sei se esse parênteses é uma nota de tradução ou se é só para mostrar as duas interpretações, então taquei junto, como estava em inglês)

A ursa bambu pensou que a pessoa era um viajante, mas as crianças estavam ficando em pânico, e nesse momento um monstro alto condor apareceu.

O alto condor era um monstro que também vivia na [Colina Bambu] e o bambu era sua comida favorita. Ele desceria e também comeria ursos bambu ocasionalmente.

Mas, subitamente, o alto condor gritou alto.
Quando os ursos bambu vieram próximos da cena, havia uma pessoa em roupas pretas junto do alto condor.
Aparentemente, a pessoa de robes pretos havia quase levado o alto condor à beira da morte.
O corpo do alto condor estava completamente ensanguentado.

A pessoa de roupa preta jogou uma pedra vermelha dentro da boca do alto condor, e o alto condor soltou um grito alto no que ele gradualmente mudou de forma.

O rosto que havia ficado feio como um goblin, e duas presas grandes, pretas cresceram de sua boca enquanto o corpo do condor cresceu e ficou enorme.
Enquanto sangrava pela aura sinistra, o alto condor mordeu um bambu com suas presas.

Então o bambu se tornou completamente preto, começando pela área onde ele foi mordido, se espalhando como se estivesse sendo corroído.
O urso bambu sentiu que a [Colina Bambu] poderia ser destruída se o monstro continuasse, e então ele correu e atacou o alto condor.

Ikki e Nikki tentaram atacar a pessoa de roupa pretas que havia acabado de chegar, mas quando a pessoa de roupa preta tocou o bambu preto, surpreendentemente o bambu mudou de formato e sua forma mudou para ficar similar à forma do alto condor, que estava por perto.

O alto condor de bambu arremessou Ikki e tentou mordeu Nikki, mas o urso bambu viu que Nikki estava para ser mordida em sua mão esquerda e correu até o monstro, bloqueando ele com seu próprio braço.

Então o braço esquerdo do urso bambu ficou preto como tinta.
Enquanto aguentando a dor, o urso bambu acertou o alto condor de bambu que ainda estava mastigando seu corpo, mas seu corpo se esparramou e virou areia quando foi atingido.

Então o urso bambu tentou achar o alto condor e a pessoa de roupa preta, mas não haviam mais ninguém ali.

A pessoa de roupa preta não apareceu de novo, mas apenas o alto condor veio regularmente para este local, e continuou a tingir o bambu de preto por repetidamente morder o bambu ao redor.

Como um resultado disto, Hiiro começou uma examinação, Hiiro tocou o bambu preto, percebendo que seu poder mágico estava sendo absorvido e estava alimentando o bambu para se transformar em um monstro.
Era igual para as folhas de bambu. Contudo, se a folha de bambu fosse deixada quieta, então parecia que ela viraria areia. Era o bambu que ainda estava crescendo no chão que as pessoas tinham que tomar cuidado.

Contudo, quando a ursa bambu tocou o bambu, nada aconteceu.
Ele só reagiu quando Nikki tocou ele.

É por isso que Hiiro tocou o bambu e Nikki deu uma expressão tão desesperada.
Era o resultado de ser devagar.
O tamanho do demônio que apareceria seria similar ao tamanho do bambu ou folha de bambu que foi tocado. Se a folha de bambu não fosse rasgada, então seu tamanho aumentaria.

Hiiro não entendeu o que as pessoas estavam planejando, mas Nikki não discriminou contra as pessoas que ameaçaram sua casa.

Essa foi a razão pela atitude gentil de Nikki com Hiiro-tachi. (NT: Em inglês está Ikki, mas isso está errado pela lógica, então mudei para Nikki)

“Eu entendo agora. Sobre o bambu preto, mas tem mais uma coisa…” (Hiiro)

Hiiro deu uma olhada para Nikki, que sem perceber se apoiou contra a ursa bambu e caiu no sono.

“Por que há uma criança aqui? E além do mais, esta criança não é uma [Evila] mas uma [Humas], certo?” (Hiiro)

Isso mesmo, Nikki não tinha quaisquer feições dos [Evila] ou feições dos [Gabranth]. É por isso que Hiiro presumiu que Nikki era uma Humas. (NT: Ok, aqui disse que IKKI presumiu que Nikki era humana, ao invés de Hiiro – isso não faz sentido, então mudei)

“…… eu não sei desu.” (Matryoshka)

“Não sabe? O que você quer dizer?” (Hiiro)

“Foi cerca de 12 anos atrás. Um dia, eu ouvi uma voz chorando, e quando eu fui procurar ela, eu achei ela na base da Colina Bambu. Eu achei esta criança bebê…” (Matryoshka)

“… Será que alguém abandonou a criança.” (Hiiro)

Hiiro franziu suas sobrancelhas e murmurou algumas palavras desagradáveis.
Contudo, Hiiro não esperava que esta criança tivesse apenas doze anos.
12 anos é muito pouco.

“Eu não entendo. Claro, como esta criança era um bebê, ela não tinha nada também. E eu sou um monstro, desu. Eu pensei que eu não seria capaz de criar esta criança, e eu pensei em deixar a criança ali… esperando que os pais reconsiderariam e voltariam para buscá-la. Mas… ela olhou para meu rosto… e ela riu.” (Matryoshka)

“…” (Hiiro)

“E meu coração derreteu. Eu não podia tirar meus olhos dela. Ikki que ainda era jovem foi até ela e lambeu seu rosto.” (Matryoshka)

“……. hm? Oy, não pode ser que essa chibi é uma garota?” (Hiiro) (NT: Se eu fiz Hiiro se referir à Nikki como feminino e não vi, era por pensar em criança)

“Não é natural. Ela é tão fofa, afinal.” (Matryoshka)

Inesperadamente, a ursa bambu parecia ser uma mãe zelosa.

“Depois disso, nós sempre vivemos juntos. Contudo, enquanto é assim, mas minha vida…” (Matryoshka)

A ursa bambu estava prestes a falar, e eu pude ouvir um grito familiar.

“A voz é!?” (Hiiro)

Hiiro virou sua cabeça para a direção da voz.
Sem dúvida, era a voz do alto condor.
Ele havia aparecido de novo.
Então subitamente Nikki acordou.

“… Ikki…?” (Nikki)

Repentinamente seus olhos se arregalaram, e ela começou a correr na mesma direção.

“Espera Nikki!” (Matryoshka)

A ursa bambu gritou, mas Nikki continuou a correr.
No que ela correu mais perto, um som de choro foi ouvido.
Desta vez foi a voz de Ikki.

O rosto da ursa bambu enrijeceu. Ela tentou se levantar desesperadamente.

De sua mão direita até seu ombro direito, estava completamente preto.
Ela colocou seus braços no chão e se ergueu.

Movendo seu corpo habilmente, ela correu atrás de Nikki.
Enquanto Hiiro-tachi permaneceu parado.

“O que nós devemos fazer? Devemos ir atrás deles?” (Liliyn)

Liliyn perguntou. Hiiro suspirou e coçou sua bochecha.

“Hiiro, fale, sobre o que você estava conversando com o urso.” (Lilyin)

“Ojou-sama, não seria melhor perseguir ele primeiro?” (Silva)

“Por que? A fonte do problema está aqui, as pessoas daqui não iriam querer resolver isso elas mesmas? Certo, Hiiro?” (Liliyn)

“Bem, é. Parece meio problemático. Se eu fosse colocar minha cara um pouco mais, então isso só ficaria mais problemático.” (Hiiro)

“Mas Ojou-sama, aquela criança…” (Silva)

“Eu sei o que Silva quer dizer. Aquele urso está tentando fazer algo bem além de seus limites, certo?” (Liliyn)

“Sim.” (Silva)

“Mas parece que eles estão bem felizes como eles estão? Só se eles desejam nós podemos estender nossas mãos.” (Liliyn)

“…… Isso é certamente verdade.” (Silva)

Silva gentilmente sacudiu sua cabeça.
E então Liliyn mais uma vez perguntou o que Hiiro e o urso bambu falaram sobre.
Sem ter vontade disso, ele resumiu o que aconteceu.

“Hoho, a história sobre a pessoa em roupas pretas, eu estou bem curioso.” Liliyn)

Aparentemente, isso parecia ter aumentado o interesse de Liliyn.

“E eu também estou imaginando o porquê daquela criança ser uma Humas. Fuu, como esperado, Humas são inúteis.” (Liliyn)

De fato, Liliyn estava bem irritada pelo fato dos pais da criança terem jogado fora sua própria filha.
Shamoe também estava soltando lágrimas enquanto dizia “mas que coitadinha~~”.
Silva tinha um rosto sério.

“Hiiro-sama, certamente Hiiro-sama veio aqui apenas para achar brotos de bambu, certo?”
“Hmm? Aa.” (Hiiro)

“Se aquele condor alto for erodir completamente todos os brotos de bambu, então… todo o bambu não seria erradicado?” (Silva)

“………!?” (Hiiro)

O impacto causado em seu cérebro fez ele entrar em choque.
Imediatamente, Hiiro se moveu de seu lugar, e como o vento, ele perseguiu atrás do urso bambu.

“…… Silva, você propositalmente acionou Hiiro?” (Liliyn) (NT: Trigger, gatilho, é dizer/fazer algo que faz a pessoa reagir, normalmente de forma negativa – no caso, fez ele ir atrás para preservar o bambu – eu fiz o que pude)

“Nofofofofo! Do que você está falando?” (Silva)

“…… Bem, está tudo bem. Vamos lá.” (Liliyn)

“Entendido.” (Silva)

E logo, todo o resto também perseguiu atrás de Hiiro.

Anúncios

Uma resposta em “[KnW] Capítulo 298: Tragédia da Colina Bambu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s