[TWwCP] Capítulo 41 – CASO: Sylphid (1)

Curiosamente, para traduzir, esta é uma das minhas novels favoritas… capítulos não são muito grandes, a história é de boa até… mas enfim, vamos lá – Este capítulo foi traduzido de Junk Burst.


Capítulo 41 – CASO: Sylphid (1)

Eu me separei de Danna-sama e me apressei para a capital no meu cavalo favorito.
Há uma montanha de coisas para se fazer. De qualquer jeito, eu tenho que me apressar… o tempo está se passando rapidamente.

Primeiro, eu terei que começar persuadindo meu Pai.

Danna-sama… Umu, dizer isso é meio embaraçoso.
Como poderia haver um candidato adequado para casamento, eu fui além para Lucas, mas poderia ser dito que eu fiquei noiva com uma pessoa mais maravilhosa do que eu esperava.

Mesmo se um dos nobres não possuir uma Skill tão boa assim, ele me trará uma proposta de casamento com seu parentesco como um pretexto.
Eu estou grata que com minha vinda aqui, eu não terei que ouvir conversas irritantes assim.

Apesar de eu não entender as Skills de Danna-sama, nossa criança definitivamente será concedida com uma boa Skill.
Eu pude realizar meu dever como realeza, e pude até obter um bom marido.

Se eu levar de volta este maravilhoso resultado, não há dúvida que meu Pai também ficará satisfeito.

Contudo, se eu lhe disser a questão de eu me casando com Danna-sama, conversas sobre as Skills de Danna-sama certamente serão trazidas.
Então, eu tenho que indiretamente trazer o Clã e espertamente desviar da questão.

Eu ouso dizer que isso provavelmente irá de forma suave, já que eu tenho um trunfo, o Orc Rei, apesar de eu estar preocupada em um sentido diferente que meu Pai possa propor uma luta entre ele e Danna-sama.
Bem… contudo nesse sentido, então eu também estou extremamente preocupada sobre Aniue. (NT: Irmão mais velho, eu comentei no último cap. que poderia ser assim)

Isso também é verdade para meu Pai, mas toda vez que ele vê alguém forte, ele iria querer testar sua habilidade. Eu realmente quero que ele faça algo sobre esse hábito ruim dele.
Falando apropriadamente, não é possível para realeza guerrear indiscriminadamente.

Além do que… parece que Aniue se tornou um siscon ainda pior…
Eu não sei que tipo de reação ele mostrará se eu disser que vou me casar.
Eu terei que achar um jeito quanto isso também, huh.

◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇

“Hime-sama, bem vinda de volta”

Apesar de eu ter apenas alcançado o castelo, Morg, o primeiro ministro, rapidamente descobriu e me cumprimentou.
Apesar que eu queria ter ao menos algum descanso… você realmente não consegue ser cuidadoso demais ao redor dele, huh.

“Ah, eu acabei de voltar. Onde está meu Pai neste momento?”

Apesar de eu querer imediatamente me encontrar com meu Pai para ter uma conversa com ele, ele disse que algum tipo de problema surgiu e ele tinha que atender uma reunião de gabinete.

Eu também fui dita que Aniue e Otouto estão participando na reunião, então talvez seja bem importante. (NT: Otouto = irmão mais novo)

Apesar de Otouto ser o segundo para a sucessão do trono, ele absolutamente não tem interesse no assento do Rei, e estabeleceu o Clã maior: Biblioteca Alquimista, e está seguindo com ele.
Há uma alta chance da participação dele na reunião ser como um representante de seu Clã, ao invés de um príncipe.

“… Fumu, parece que é algo importante, huh.”

“Sim, eu acho que seria uma boa ideia para Hime-sama participar na reunião.”

Morg provavelmente planejou minha participação na reunião assim que ele me viu. Ele falou sem hesitação e me seguiu para a sala de reunião.

Bem, é inevitável se algo grande ocorreu.
Eu não tenho problemas em participar, mas eu estranhamente tenho a impressão que eu fui pega por este Morg.

Enquanto eu pensava assim, eu cheguei na sala de reunião.

“Eu, Sylphid, retornei, ouvi que algo aconteceu e cheguei. Estou interrompendo?”

No que eu abri a porta e entrei, toda a atenção estava em mim.

“Então é Sylphid. Você veio na hora certa. Eu quero ouvir sua opinião também, sente-se ali.”

Meu Pai, Faren Augusta, o rei, me urgiu a sentar.

Assim que eu me sentei, meu Pai deu um resumo do que aconteceu; parecia ser um caso bem problemático.

Eu fui dita que a raça demônio começou a invadir o Ducado de Ose, localizado ao norte.
Por agora, uma parte da ordem de cavaleiros está seguindo para Ose para confirmar a validade da informação.

Um pedido também foi feito para a guilda de aventureiros, e dependendo da informação que eles trouxerem de volta, isso pode se tornar uma questão até que bem complicada.
Se eles estão invadindo outros países, eles naturalmente terão alguém unificando o enxame da raça demônio e os comandando.

Sim, eles terão um indivíduo similar ao recente Orc Rei.

Classes Calamidade como o Orc Rei são, como esperado, não comuns ao redor daquele lugar; só há os ordinários ao redor do País de Demônios, que também pode ser chamado como o próprio país da raça demônio.
Em outras palavras, na invasão em outros países, se há uma Classe Calamidade na força invasora, há uma chance do País de Demônios estar sério.

O Rei do País de Demônios, ou mais comumente chamado, Maou, foi substituído cerca de dez anos atrás, então o País de Demônios esteve relativamente quieto.
Mas se eles estiverem envolvidos no caso desta vez em Ose, isto pode ser um pré-encontro para trazer uma invasão completa em ação.

Ducado de Ose, o lugar em questão, é o lugar geograficamente mais próximo do País de Demônios, que foi conquistado pela raça demônio. Por causa disso, eles estavam discutindo sobre as contra-medidas.

“Entendo… esta é de fato uma questão séria.”

Depois disso, a reunião continuou por algumas horas. No fim, foi decidido que nada pode ser feito sem informação nem dos cavaleiros ou dos aventureiros, então a reunião foi encerrada.
Enquanto vendo os ministros que participaram na reunião retornarem para seus respectivos departamentos, eu aguardei minha chance para falar com meu Pai sobre o incidente em Lucas.

“Pai, Irmão, Lewis… há algo privado que eu gostaria de falar sobre, vocês por favor me poupariam algum de seu tempo depois disto.”

Me vendo dizer isso em uma expressão séria, meu Pai sugeriu irmos para seu escritório para falar.

“E, Sylphy, sobre o que você gostaria de falar?”

No que meu pai me chamou pelo meu apelido familiarmente, digno de uma família, o clima se tornou um pouco mais gentil.
Contudo, o que eu vou dizer está conectado com a discussão de mais cedo, e também ao meu futuro.
Vamos nessa.

“Por favor me deixe ir direto ao ponto. Eu decidi meu parceiro: o garoto que derrotou um orc em Lucas.”

“… Oh, uma pessoa forte que lhe agradou, huh. No fim, quais são as Skills dele?”

Está aqui! Talvez eu deva dizer como esperado, ou como estabelecido… a questão está certamente como o esperado.

“No fim, eu ainda não entendo as Skills dele. O que eu estou para dizer é de algum modo conectado com a discussão anterior, mas primeiramente, por favor olhe para isto.”

No que eu disse isso, eu tirei o corpo do Orc Rei que Danna-sama me confiou dentro de minha mala de armazenagem.
O som de algo caindo, zun, ressoou, e a figura diabólica do Orc Rei apareceu no chão.

“Q, que!? Is, isto é…”

A expressão do meu Pai mudou para uma de impressionado em um piscar de um olho.
Ani e Lewis similarmente arregalaram seus olhos em círculos perfeitos e estavam espantados.

Isso é compreendível, eles nunca teriam pensado que eles veriam o corpo de um Classe Calamidade no escritório, nem em seus sonhos.

“Isto, isto é um Orc Rei!!!?”

O primeiro a recuperar sua compostura foi meu Pai, como esperado dele.
Os dois irmão pareciam que eles precisarão de algum tempo antes de se acalmar. Bem, eu entendo os sentimentos deles.

“É como você disse, este é o corpo de um Orc Rei. Um povoado liderado por este cara foi descoberto fundo dentro da floresta atrás da Cidade de Lucas. O jovem em questão esmagou sozinho isto naquele povoado, e eu sugeri comprar ele para a família real e o recebi. Além do mais, os assistentes próximos deste cara… em outras palavras, os orcs generais, três deles estão nesta mala.”

“Sem chance!? Derrotando um Orc Rei sozinho!? Isso é impossível!!”

Ani gritou e negou minhas palavras.

“É certamente uma história inacreditável. Se não tivesse acontecido bem diante dos meus olhos, eu não acreditaria nisso também.”

“… Entendo, se é para alguém que possui tal poder, você concordou em ter ele como seu parceiro. Contudo, você não acha que é ainda mais necessário saber a verdadeira identidade das Skills desse jovem?”

Este é o momento crítico.

“Isso é naturalmente verdade, mas ele disse que ele não pode falar sobre suas Skills por custo nenhum. Eu também poderia usar a autoridade da família real e força-lo a falar, mas eu decidi que isso seria estúpido. Por favor pense sobre isso, em qualquer caso, se formos azarados, a força dele seria mais do que do exército do país inteiro, sabia? Se nós forçássemos nele algo que ele odeia, o que faríamos se ele fosse para outro país? Além do mais, seria melhor se ele realmente fosse. E se ele se tornar nosso ‘inimigo’? Nós vamos lutar com alguém que derrotou uma Classe Calamidade? Me perdoem por isso.”

“… Entendo, há de fato alguma verdade nisso.”

“… E também, eu mesmo estou satisfeita com ele. Ele é calmo, e seu comportamento é extremamente gentil. Como um parceiro, eu acho que não há nada melhor do que ele. Ele não é egoísta, e pensa em me apoiar.”

Meu Pai quietamente fechou seus olhos no que ele ouvia.
E então, tempo se passou silenciosamente por um tempo.

“Muito bem, eu aprovo seu casamento. Fortaleça seu relacionamento com esse jovem, e apenas relate os detalhes das Skills dele quando você descobrir.”

“Não, Pai… se ele não quer nada além de casamento, eu estou desinteressada em fazer isso.”

Eu prometi ao Danna-sama.
Que eu definitivamente não falaria sobre suas Skills.

De qualquer jeito, eu tentei ser racional com meu Pai, mas como esta é a realidade, não tem o que fazer.

“Entendo, você quer fazer seu melhor em se conectar com ele, huh…”

Meu Pai disse isso e fechou seus olhos mais uma vez.

“Eu nunca aceitarei isto! Como se eu fosse deixar minha fofa irmãzinha se tornar uma noiva!”

… Leia o clima, seu maldito siscon!

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Anúncios

4 respostas em “[TWwCP] Capítulo 41 – CASO: Sylphid (1)

  1. obg pelo cap

    “apesar de eu estar preocupada em um sentido diferente que meu Pai possa propor uma lutra entre ele e Danna-sama.” tá escrito ‘lutra’

    Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s