[TWwCP] Capítulo 39 – CASO: Aisha (2)

Aparentemente, será no ponto de vista da Aisha… e eu preciso cortar algumas coisas da minha rotina semanal, tá ficando cansativo manter minha vida, mas vamos lá – Este capítulo foi traduzido de Junk Burst.


Capítulo 39 – CASO: Aisha (2)

Depois que eu fui enviada com 「se cuide」, eu mais uma vez senti a sensação de estar casada com Myne-kun.
Se você pensar sobre isso, ele nunca teve a chance de usar 「estou indo」 e 「voltei」 já que sua família o deixou.

Como Myne-kun precisava de uma família, Hime-sama pediu isso de mim, mas na verdade, eu posso ter precisado de uma também.

O café da manhã que nós fizemos juntos, e o estranho nervosismo de noite…
Aquelas coisas, pouco a pouco, juntaram uma felicidade que eu nunca senti antes.

Eu não posso negar que eu sinto como se isto tivesse tudo sido forçadamente jogado em mim pela Hime-sama, mas até onde os resultados importam, eu acho que esta decisão foi uma boa.

Enquanto eu estava imersa em tal sensação modesta de felicidade, eu cheguei no meu lugar de trabalho, a guilda.
Se nós considerarmos o fato que houve caos ontem, muito provavelmente haveria um pânico se eu entrar pela porta da frente.

Pensando isso, eu passei pela porta dos fundos que é reservada para uso de funcionários, e entrei no prédio.

No que eu fiz isso, eu encontrei as garotas que eram as Assistentes de Palco para hoje. (NT: Eu tinha me esquecido completamente dessa nomenclatura, mas surgiu no capítulo 13)

“… Aisha-senpaaai, você realmente está saindo hoje?”

“Esqueça isso, é verdade que você está se casando!? Mesmo quando eu pensei que você definitivamente não ia casar!! … Eu estou com inveja!”

“Aisha-san, obrigada por tudo até agora.”

Como isso foi súbito, eu causei problemas para todas, huh… me desculpem.

“Un, todo mundo, eu realmente sinto muito, mas se eu já me decidi, eu terei que agir nisso se eu quiser progredir, certo?”

Eu me curvei uma vez e expliquei para todo mundo.
Originalmente, era um local de trabalho onde todas as boas crianças se reúnem. Eu precisamente repeti minha explicação e elas me viram partir com gritos. (NT: Esta parte não faz sentido em inglês, eu adaptei para o que mais fazia sentido…)

Eu então segui para o escritório para entregar minha 『Carta de Resignação』 oficial para o líder da guilda.

“Bom dia, aqui é a Aisha. O líder da guilda está?”

No que eu chamei e bati, eu ouvi um “Entre” de dentro do escritório.
Parecia que ele estava desanimado.

No que eu disse “Com licença”, e entrei, o líder da guilda sentou em sua cadeira, seu rosto caído e seus braços cruzados.

“Por que você está fazendo uma cara dessas?”

No que eu inintencionalmente perguntei uma questão dessas, ele franziu mais e respondeu “De quem é culpa? De quem é?” com uma voz extremamente desgostosa.

É minha culpa? Bem, isso é verdade, mas também é a culpa do líder da guilda, sabia?
Se Myne-kun não tivesse sido apagado da guilda, poderia ter havido um desenvolvimento diferente.

Enquanto pensava em tais coisas, eu coloquei a “Carta de Resignação” na mesa do líder da guilda com um sorriso com que escondi meus pensamentos.
Enquanto olhava para ela, o líder da guilda franziu ainda mais.

Enquanto reclamava ‘Se você franzir tanto assim, as rugas não irão embora, sabe’ no meu coração, eu disse “Obrigada por cuidar de mim.”
No que eu fiz isso, ele provavelmente desistiu como esperado, e ele de fato recebeu a carta de resignação antes de colocar ela dentro de uma gaveta.

“… Então, quando o Clã vai começar?”

“Deixe-me ver, por ora, já que nós teremos que esperar a Hime-sama retornar, provavelmente levará 10 dias.”

Depois de nós vagamente conversarmos por um tempo, eu deixei o escritório e andei para a recepção para meus últimos deveres de recepcionista.

“Certo, primeiramente, eu imagino quais são os pedidos para hoje. Eu terei que checar isso.”

Pedidos são presos no quadro geral de pedidos, um quadro de exibição instalado no lobby, e depois que aventureiros checam aquele quadro de exibição, eles aceitarão o pedido nas mesas da recepção.
Na verdade há também outro quadro de exibição para as recepcionistas atrás do balcão, nos pontos cegos dos aventureiros.

Este quadro de exibição tem todo e cada pedido nele, incluindo aqueles que ainda não podem ser exibidos para os aventureiros, tais como pedidos reservados por recepcionistas exclusivas, pedidos designados e pedidos que tinham suas datas de abertura decididas.

O quadro de exibição que eu estava indo ver era naturalmente este.
No que eu olhei para os pedidos, eu fui capaz de ver os acontecimentos do mundo até um certo ponto.

O óleo de slime secando que eu sugeri para Myne-kun anteriormente, ou monstro ××× que surgiu em grande quantidade nas redondezas da Cidade ○○○,… De coisas assim, eu era capaz de prever o que pode ser feito com antecedência.

Para Clãs, por sua própria natureza, algo assim é absolutamente impossível.
Porque a guilda existe em toda e cada cidade naquela área, ela era capaz de extensivamente reunir pedidos.

Porque somente pedidos que se inclinam para uma pequena fração chegam para os Clãs, é impossível de confirmar o estado das coisas pelos pedidos.

Esse sendo o caso, eu olhei por cima o quadro de exibição para uso de funcionários, e no que eu fiz isso, eu fiquei incomodada por um pedido.

Ranque alvo: ranque-B e acima. A guilda recebeu informação que no Ducado de Ose, que é situado bem ao norte, raças demônio tais como goblins e orcs se aproximaram do ducado em um largo bando.
Diz que eles querem verificar a verdade dessa informação.

Se a informação se provar sendo verdade, então o dano ao Ducado de Ose e a condição presente da raça demônio devem ser verificados.
Se possível, a guilda quer que o aventureiro providencie socorro aos feridos. O pedido é extremamente difícil.

O importante Ducado de Ose, apelidado de a Terra de Morte, é uma desolação que não é de nenhum país e que faz fronteira com o País de Demônios.

O propósito deste pedido é provavelmente verificar se o País de Demônios participou nesta invasão da raça demônio, que é dita de ter ocorrido no Ducado de Ose, ou não.

O País de Demônios é famoso como um país bélico, que tem monstros como goblins e orcs como vanguarda.

Ele esteve quieto desde que mudou de governantes aproximadamente dez anos atrás.

Contudo, ele anteriormente começou guerras com muitos países usando monstros de relativamente baixa classe, como goblins e kobolds.
Por essa razão, o País de Demônios era reconhecido por muitos países como um inimigo comum que tinha que ser derrotado.

Se o país de Demônios começou uma invasão contra outro país, há uma possibilidade que o país que esteve quieto depois de trocar seu governante irá mais uma vez estar atacando muitos países.

“… Isto pode nos afetar, huh.”

◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇

Depois que eu terminei de receber o último aventureiro, era hora de eu sair do trabalho.
Como eu havia temido, houve algum caos, mas como isso continuou de ontem, como esperado, ele já havia se ajeitado pela hora que saí do trabalho.

“Phew, está acabado, huh.”

Eu ajeitei o topo da mesa da recepção, agradeci minhas colegas que permaneceram por tudo até agora e segui para o vestiário.
No caminho para lá, minhas colegas e kouhais Mil e Mary corretam até mim enquanto carregavam um buque.

“”Senpai, obrigada por seu trabalho duro!””

Eu reflexivamente parti num sorriso no que as duas falaram animadamente, enquanto estavam provavelmente cansadas do trabalho, e passaram o buque para bem.

“Obrigada, e desculpem porque pode ficar agitado depois disto.”

No que eu disse isso, ambas disseram “Não se preocupe! Deixe isso com a gente!” e me viram partir com uma boa sensação.

Apesar de eu ter pensando ‘Elas se tornaram boas garotas, não?’, ouvindo aquelas palavras, inconscientemente, lágrimas saíram de meus olhos.

Deste jeito, minha carreira como um membro dos funcionários da guilda acabou.

ANTERIOR | ÍNDICE | PRÓXIMO

Anúncios

Uma resposta em “[TWwCP] Capítulo 39 – CASO: Aisha (2)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s