Capítulo 262: Confissão de Cruzer

Começando aqui a maratona de tradução do feriado… espero terminar todos hoje, qualquer coisa (preguiça, principalmente) eu termino amanhã – Este capítulo foi traduzido da Anri-sama.


Capítulo 262: Confissão de Cruzer

Dentro da sala de conferência onde Maou Eveam e os oficiais da Brigada Cruel se reúnem, há uma longa mesa no centro da sala usada para fazer suas reuniões.

Entre as pessoas presentes estavam Eveam, Aquinas, Marione e então os convidados, Liliyn, Silva e Cruzer.

Numa posição onde alguém poderia ver todos, há uma cadeira dedicada para a Maou, e claro, Eveam estava naquele assento. Aquinas e Marione sentaram ao lado dela, enquanto Liliyn e os outros ocuparam os assentos vagos sobrando.

“Bem, então, poderia Cruzer-dono nos contar tudo que você sabe que aconteceu na 【Caverna Shanjuumon】?” (Eveam)

Quando Eveam urgiu Cruzer à falar, ele falou quietamente no que ele segurava uma mão em seu queixo.

“Entendido. Então primeiro seria ‘quem causou o desmoronamento do dito lugar’…” (Cruzer)

Quando ele mencionou que foi o Maou Predecessor, mesmo quando Liliyn e os outros foram surpresos por isto, Eveam e sua companhia tiveram dificilmente qualquer surpresa em suas expressões. Aparentemente eles pareciam ter uma ideia bruta de quem causou tal feito.

“Como esperado… então foi Avoros…” (Eveam)

Eveam, murmurou aquelas palavras com uma expressão amarga. No que Cruzer ouviu aquelas palavras, ele estava convencido que ela tinha antecipado algo assim.

“Contudo, como ele foi capaz de fazer isso…” (Eveam)

“Eu também estou ansiosa sobre isso, Cruzer. Agora pouco, você estava falando sobre uma espada que ele possuía, o que era aquela espada de qualquer modo?” (Liliyn)

Liliyn recordou a espada de que ele estava falando antes e inqueriu isso de novo.

“Um tempo atrás, eu falei sobre uma espada que ele tinha. Seu nome era 《Sacrifício》.” (Cruzer)

Como esperado, dificilmente qualquer um reagiu à menção daquele nome. Contudo, ele notou o movimento de Liliyn. Foi devido ao Aquinas usualmente sem expressão que ergueu sua sobrancelha levemente.

“Sacri… fício? É um nome que eu não ouvi, mas o que é essa espada?” (Marione)

Marione perguntou enquanto ele esfregava seu orgulhoso bigode.

“… 《Espada Amaldiçoada – Sacrifício》. É uma espada perigosa que devia estar selada no passado.” (Cruzer) (NT: Ou Espada Maldita, mas diferente de Tate no Yuusha, não acho que vão falar isso toda hora, então mantive “certo”)

“… selada? Por favor espere um minuto. O jeito que você disse isso soava como se fosse você que selou ela, estou enganada?” (Eveam)

A dúvida de Eveam era bem fundada, e seus dois subordinados também olharam para Cruzer com olhares suspeitos.

“Não. Você não está enganada. 《Sacrifício》 foi uma espada que eu havia selado com estas duas mãos minhas.” (Cruzer)

“En-entendo… mas por que Avoros tem essa 《Espada Amaldiçoada》?” (Eveam)

Em face da questão de Eveam, Cruzer respondeu com uma expressão levemente cabisbaixa.

“Isso é o que eu não entendo. Eu não sei como ele sabia a localização da espada selada e também o método de liberar ela. Mas eu tenho definitivamente certeza que ele tinha 《Sacrifício》 com ele.” (Cruzer)

“… posso saber onde ela estava selada?” (Eveam)

“Eu selei ela no fundo do 【Mar Belial】.” (Cruzer)

Na menção daquele nome, quase todos ficaram sem palavras.

“【Mar Belial】… é o mar no distante norte daqui, onde há uma ocorrência sem pausas de redemoinhos e uma corrente oceânica violenta. E a maioria dos monstros vivendo na área são listados Ranque SSS… você está me dizendo que essa espada está ali?” (Marione)

Foi Marione quem inqueriu além enquanto explicava assim. Apesar de Cruzer ter acenado em afirmação,

“Absurdo! Isso certamente não é um lugar para qualquer pessoa irresoluta pisar, mas para alguém como você entrar no fundo daquele mar? Há um limite para a própria tolice de alguém, sabia?” (Marione)

Quando Marione soltou um suspiro impressionado seguindo suas palavras, não foi Cruzer, mas sim Liliyn quem fez uma expressão desagradada sobre aquelas palavras ofensivas. Contudo, Marione não parou ali.

“Além do mais, já é suspeito que você disse ser um residente daquele lugar. 【Caverna Shanjuumon】 não é um lugar que pode ser habitado por uma pessoa mediana. Do jeito que eu vejo isso, você é apenas um da 『Raça Imp』 mentiroso em meus olhos.” (Marione)

“Marione, restrinja suas palavras.” (Eveam)

“Mas Vossa Majestade…” (Marione)

Marione ficou sem palavras pelas palavras sem reservas de Eveam, mas ele não retirou suas palavras e apenas deu de ombros sem ligar.

Liliyn, que estava nos limites de sua irritação devido à atitude rude dele, tentou abrir sua boca e espancar ele com palavras dela próprias, mas,

“Marione, como um caro companheiro, me deixe dizer que você não viu a verdadeira essência desta pessoa ainda.” (Aquinas)

Foi Aquinas, que não havia falado até agora.

“Do-do que você está falando?” (Marione)

“Você não sabe se esta pessoa está contando uma mentira ou não, certo?” (Aquinas)

“Mu…” (Marione)

Marione partiu de seu olhar quando os dois estavam trocando olhares um com o outro.

“Eu consigo entender que você está frustrado pelo 《Núcleo》 ter sido despojado. Contudo, também é verdade que nós precisamos do máximo de informações que nós podemos nisto. Tenha um pouco de compostura ao menos.” (Aquinas)

“Como se eu pudesse fazer isso calmamente enquanto ouvia esta conversa! O 《Núcleo》 foi roubado por aquele Maou Predecessor, sabia! Se nós não recuperarmos ele o mais breve possível, ele certamente causará um grande desastre neste país!” (Marione)

Marione, que estava cheio de frustração, bann, bateu na mesa com tal intensidade. Contudo, Aquinas não estava irrelevante pela recepção direta da raiva dele, e disse,

“Esta pessoa não está contando uma mentira. Se eu tivesse que dizer algo sobre isso, a aparência dele que é a estranha.” (Aquinas)

As longas fendas nos olhos de Aquinas cerraram quando se viraram para Cruzer. Até Eveam e Marione, que mordeu suas palavras, ergueu suas sobrancelhas estranhando, mas Liliyn clicou sua língua e murmurou a palavra ‘droga’.

“O que você quer dizer com isso, Aquinas? Sobre a aparência dele ser estranha? …… Liliyn-dono?” (Eveam)

Eveam encarou Liliyn que tinha um conhecimento substancial sobre as circunstâncias de Cruzer. Cruzer parecia ter ficado confuso também e encarou Liliyn.

(… haa, aqueles olhos são realmente um pé no saco)

Liliyn parecia ter ficado abatida pelo resultado e mudou seu olhar para os olhos carmesim de Aquinas com clara irritação.

“Por favor, fique aliviada. Quem quer que essa pessoa possa ser, ele permaneceria como um convidado neste lugar. Eu não quero renunciar a estada dele aqui.” (Aquinas)

“………”

Os dois não separaram seus olhares e mutualmente se encararam.

“… eu te prometo isso.” (Aquinas)

“Hou, que generoso de você dizer isso, você tem certeza que você pode fazer uma promessa dessas sem pensar desse jeito? Você não é o Maou, sabia?” (Liliyn)

A resposta de Liliyn foi ao invés disso extremamente natural. Mas foi Eveam, não Aquinas, quem respondeu em seguida às palavras provocativas de Liliyn.

“Liliyn-dono, é como Aquinas diz, eu também lhe prometo disso.” (Eveam)

“… o que você fará se você quebrar sua palavra?” (Liliyn)

“Isso absolutamente nunca acontecerá. Eu lhe asseguro disso como a Líder deste país.” (Eveam)

“… em uma condição. Mesmo que a identidade dele seja revelada, você jurar que você não contará a identidade dele para mais ninguém neste lugar.” (Liliyn)

“… você tem minha palavra.” (Eveam)

Na menção de tais palavras, Liliyn vazou um suspiro, e deu um aceno para Cruzer quando ela encarou ele. Cruzer também ponderou um pouco, antes dele retornar um consentimento positivo. Apesar dele se sentir desconfortável, ele parece ter alcançado um entendimento baseado nas preocupações de Liliyn e a personalidade de Eveam.

E então, Cruzer quietamente começou a falar por si mesmo.

“Para lhe dizer a verdade…” (Cruzer)

Cruzer falou sobre sua identidade de não ser um 『Evila』 mas um 『Gabranth』. Então, Marione deu um olhar mais duro, enquanto Eveam abriu sua boca levemente, mas Cruzer continuou a explicar como é.

“Im-impossível… você está dizendo que você é aquele ‘Cruzer Jio’?” (Marione)

Marione falou seu nome com um olhar inacreditável em seu rosto. Eveam contudo tinha um olhar que ela não conseguia relatar à isso. Parece que ela não havia ouvido de uma pessoa conhecida como Cruzer Jio.

“Cruzer… quando eu ouvi esse nome eu pensei que era apenas uma coincidência, mas para pensar que você era como eu havia pensado.” (Aquinas)

Aquinas parecia ter previsto que Cruzer era um mestre ferreiro baseado em sua sabedoria do passado e a verdadeira natureza que ele viu com seus olhos.

“Foi Hiiro-san quem havia mudado minha aparência externa, para que eu pudesse evitar problemas desnecessários.” (Cruzer)

“En-entendo… então este tipo de tarefa também é fácil para Hiiro.” (Eveam)

Eveam parece ter estado acenando um monte de vezes em consentimento.

“S-se esse é o caso, você tem evidência para provar suas palavras?” (Marione)

“Então isso não foi o suficiente para te fazer acreditar, huh?” (Liliyn)

Liliyn fez um rosto mau humorado perseguindo as palavras de Marione.

“Hmph, se esse é o caso, por que nós não perguntamos ao senhor 《Ranque 1》-sama para checar se Cruzer não está mentindo? Certamente este tipo de autenticação não será bem o trabalho desses olhos distintos seus, não?” (Liliyn)

Pela urgência da palavra de Marione, não só ele mas Eveam também olhou para ele. Aquinas quietamente fechou seus olhos e abriu sua boca.

“…… é a verdade.” (Aquinas)

Tais palavras simples eram prova o suficiente. Os dois haviam pegado que os 《Olhos Demoníacos》 de Aquinas perceberam a verdade sem quaisquer mentiras. E como ele disse que não era uma mentira, isso também prova que o que Cruzer havia dito era a verdade.

“M-mas por que você esteve vivendo num lugar daqueles? Ah, me deixe retirar isso, ao invés disso, por que você saiu agora depois de tantos anos de sua seclusão?” (Marione)

“Eu não acho que essas coisas tenham nada a ver com a agenda atual desta conferência, certo? O que nós estamos aqui para discutir é aquele 《Espada Amaldiçoada》, e as contra-medidas sobre ela.” (Liliyn)

Diante das dúvidas curiosas de Marione, Liliyn rapidamente derrubou aquela questão como se fosse natural. Já que ela tinha um ponto, Marione não refutou e permaneceu silente.

“Is-isso mesmo. É como Liliyn-dono diz. Eu me desculpo por duvidar de você, Cruzer-dono, se você é um dos companheiros de Hiiro então não há problema. Eu manterei minha promessa e não direi nada sobre de onde você é, seu lugar de nascimento ou até sua carreira pessoal. Para alguém admitido por Hiiro, você tem minha palavra.” (Eveam)

Em face das palavras de Eveam, Cruzer abriu seus olhos em surpresa e sorriu gentilmente.

“Eu sou grato por suas palavras gentis. Para pensar que a influência daquele garoto iria alcançar até aqui, aquele garoto realmente é alguém inesperado.” (Cruzer)

Além do fato de Cruzer ter sido vencido pelas palavras compensatórias da Maou, Liliyn parecia também ter notado outro significado por trás das palavras de Eveam.

“Então, de volta ao coração do assunto, por favor nos diga o que você sabe.” (Eveam)

“Entendido.” (Cruzer)

Anúncios

Uma resposta em “Capítulo 262: Confissão de Cruzer

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s