Capítulo 246: Queda de Victorias

Último capítulo desta remessa, mas pelo que posso ver no WordPress da Anri… semana que vem serão 6 capítulos, com pelo menos 1 deles já estando pronto (ela não postou)…

Eu ainda pretendo traduzir um WCC hoje, para ser o semanal, então chega de enrolar (mais do que já enrolei antes de começar este) e vamos lá – Este capítulo foi traduzido da Anri-sama.


Capítulo 246: Queda de Victorias

Isso soou como uma grande explosão. Primeira Princesa Lilith de【Victorias】 que foi acordada por ela cautelosamente seguiu até a porta. (NT: É a princesa que invocou Hiiro e os outros, apaixonada pelo Taishi lá)

Lilith abriu a porta levemente e tentou espiar por fora, e então ela viu alguém correndo.

Era uma de suas cuidadoras, e aparentemente algo urgente estava acontecendo baseado na aparência frenética dela.

Quando Lilith perguntou sobre a razão para a pressa dela, ela respondeu que alguns intrusos suspeitos haviam entrado no castelo imperial e Judom estava lutando para repelir-los. E a cuidadora foi instruída para escapar com Lilith para um lugar seguro.

E quando ela inqueriu sobre a situação de sua mãe, a empregada informou ela que o comandante Vale havia seguido em direção da localização da Rainha Marice para protegê-la. (NT: Vale é o cara que treinava os heróis, Marice é, obviamente, a rainha e esposa do Rudolph)

Contudo, o alívio delas foi apenas por um breve momento. Quando elas se viraram e viram a escuridão se aproximando, Lilith e a empregada ficaram assustadas.

No que a escuridão foi atingida por um leve brilho da lua de uma janela aberta, elas viram pessoas vestindo roupas pretas. Parece que haviam dois deles no que o da frente estava segurando outra pessoa.

“M-mãe!?” (Lilith)

Sim, a outra pessoa sendo carregada não era ninguém menos que a mãe dela, Marice. Seu corpo mole estava apoiado no ombro esquerdo da pessoa. E então ela notou a espada manchada com sangue segurada na mão direita daquela pessoa.

(Não me diga que minha mãe foi…)

“Por favor fique aliviada. Sua Rainha ainda está viva.” (Jesus)

A pessoa no fundo respondeu a duvida de Lilith com sua voz, não, uma voz profunda inconfundível. Ela continha o carinho gentil parecido com a mesma voz que Lilith estava almejando. Mas ao mesmo tempo, isso trouxe confusão para ela pelo motivo dele estar aqui.

“Parece que eu achei a princesa.” (Juan)

A pessoa que estava carregando Marice derrubou ela no chão de modo meio rude. E nesse momento, um vento passou pelas bochechas dela.

Bushu!

O calor de alguém se aderiu perto da frente dela. E antes que ela soubesse, a empregada foi cortada por uma espada.

“Fu… ja… pri… n… cesa!” (Maid)

“Calada. Apenas morra logo.” (Juan)

Garantindo que a maid estava morta, o agressor perfurou a espada para fora do corpo dela. (NT: Antes estava escrito housemaid, por isso usei empregada; só maid fica maid mesmo, porque prefiro)

“Nããããããoooooooooo!” (Lilith)

Lilith caiu em sua cintura, indefesa perante a cena diante dela. (NT: Eu não sei como é cair em sua cintura, mas ela fez isso… talvez seriam joelhos? Mas as palavras são bem distintas…)

“Oy! Não mate ninguém do nada!” (Jesus)

A voz que Lilith conhece bem se virou para a outra pessoa que matou a empregada.

“Hah? Parece que o imbecil não aprendeu seu próprio lugar, huh?” (Juan)

“Mas…” (Jesus)

“Cala a porra da boca, eu só matei os desnecessários. Então agora…” (Juan)

“Hii!” (Lilith)

No que Lilith viu a espada manchada de sangue, ela sentiu náusea e cobriu sua boca com suas duas mãos.

“Tsk, tão problemático. Oy imbecil, traga rapidamente esta garota junto com a gente.” (Juan)

A pessoa que tinha uma espada rapidamente carregou Marice de novo, e partiu para algum lugar.

Lilith não conseguia olhar calmamente para a situação diante dela, depois de passar por uma experiência de pesadelos, ela não conseguia dar uma gota de preocupação para sua mãe, Marice.

A pessoa restante vestida de preto se aproximou de Lilith, então,

“… Lilith.” (Jesus)

Sendo chamada por seu nome, ela inconscientemente começou a chorar em lágrimas. Quando essa pessoa quietamente tirou seu gorro, a pessoa que apareceu era exatamente a pessoa que ela estava almejando e tentou chamar seu nome com pressa.

“Ta… Taishi… sama.” (Lilith)

“Eu sinto muito, Lilith… eu realmente sinto muito.” (Taishi)

Lilith não conseguiu esconder sua confusão quando ela viu a expressão de Taishi cheia de tristeza e arrependimento.

“O-o que… está… realmente… acontecendo?” (Lilith)

Pela questão de Lilith chorando, Taishi só respondeu com uma expressão amarga.

“E-e… essas roupas… por que você está… vestindo elas…” (Lilith)

Até ela não era estúpida o suficiente para não notar a expressão amarga de Taishi e as roupas que ele estava vestindo. Eram as mesmas roupas que a outra pessoa vestia, que também matou a empregada dela. Apesar dela ainda não ter conseguido conectar como aqueles dois pontos estavam relacionados…

“Isto… isto é errado… até eu não quero isto… mas… mas.” (Taishi)

Lilith, que viu a expressão aterrorizada de Taishi, estava agora convencida que ele estava aliado com aquelas pessoas que invadiram o castelo apesar de qualquer razão que ele possa ter.

“Taishi… sama…” (Lilith)

“Lilith… por favor venha comigo.” (Taishi)

“Eh?” (Lilith)

“… meu Lorde deseja lhe ver.” (Taishi)

“Lo…orde? D-do que você está falando?” (Lilith)

O Lorde que Taishi estava falando deve ser Rei Rudolph, pai de Lilith. Então ela pensou que o pai dela havia voltado, mas baseado na atitude de Taishi, esse não parece ser o caso.

“Me desculpe… mas eu não tenho escolha…” (Taishi)

Taishi tirou uma garrafa de seu peito, e abriu a tampa dela. Um cheiro doce foi até Lilith, fazendo cócegas nos sentidos dela por aquela fragrância.

“Ta… Taishi… sa… ma…” (Lilith)

Lilith não pôde resistir a sonolência repentina que tomou ela no que a consciência dela rapidamente caiu na escuridão. Taishi olhou para a aparência atual dela como se ele estivesse atormentado por desespero.

“Eu não posso desobedecer ele… eu não posso ir contra ele… porque tal fracasso…… ele não deixará isso passar!” (Taishi)

Taishi lentamente ergueu e carregou Lilith no que ele começou a andar embora. Ele olhou para seu reflexo em um dos espelhos e viu um sorriso torto colado em seu rosto.

“… o que há com essa cara… haha.” (Taishi)

Enquanto se auto-ridicularizava, ele se moveu embora com passos pesados.


Avoros, que estava observando o céu estrelado de um dos terraços, abriu sua boca quando ele sentiu o sinal de aproximação de alguém.

“… Kainabi?” (Avoros) (NT: Subordinado de Avoros que usa água)

“Ha!” (Kainabi) (NT: Eu tenho minhas dúvidas se não foi um “hai”, um “sim”, mas deixa assim)

“A operação deu certo?” (Avoros)

“Sim. Sem quaisquer soluços. Informação veio que Lilith e a Rainha foram capturadas.” (Kainabi)

“Esplêndido. Foi surpreendente que o 《Rei do Impacto》 não lutou de volta e foi fugir.” (Avoros)

Depois que Avoros declarou guerra com Judom, ele fugiu daquele lugar com velocidade máxima. Lá quando ele o encontrou no passado, a mesma pessoa mordeu sua provocação e lutou de volta furiosamente.

“Aquele garotinho parece ter crescido.” (Avoros)

Ele fez um sorriso reminiscente no que ele recordou o jovem Judom lá trás.

“O que você quer que eu faça com ele, meu lorde?” (Kainabi)

“Deixe-me ver. Aquele cara é um aventureiro Ranque SSS. Apesar de ser uma ex-posição. Contudo, eu podia garantir que a força dele é verdade. Lutar ele um-a-um é definitivamente perigoso.” (Avoros)

“É assim que você vê este homem?” (Kainabi)

“Hm? Ah, isso mesmo, eu esqueci que você não conhece o poder que ele possui. Ele é um homem que sabe todos os tipos de jeitos para fazer uma onda de choque. Seja guerra mágica, ou luta de perto, é perigoso desafiar ele sozinho.” (Avoros)

“Para você dizer este tanto dele…” (Kainabi)

“Pelo que você está ficando chocado. Você não entendeu nem um pouco do que eu disse? Não foi você que espalhou o ataque do 《Rei do Impacto》? E você nem sequer falou com ele. Apesar que, por causa disso, ele notou que era feito seu e lidou com seus ataques seguintes.” (Avoros)

Kainabi mordeu seus dentes em frustração enquanto Avoros estava fazendo um sorriso amargo.

“Por enquanto, eu enviei os mortos para perseguirem ele, mas aparentemente ele foi capaz de superar eles esplendidamente… agora, o que eu devo fazer.” (Avoros)

Quando ele inclinou sua cabeça para um lado e refletiu sobre o assunto, suas sobrancelhas tremeram como se uma ideia tivesse atingido Avoros. Ele olhou para o cenário da cidade espalhada sob seus olhos.

“… Entendo, então ele planeja se tornar um inimigo desta nação.” (Avoros)

A expressão que ele mostrou era de algum modo distinta que continha um fio de solidão diferente de um tempo atrás.

“Meu Lorde?” (Kainabi) (NT: Preguiça de mudar para “senhor”…)

“… não é nada. Apenas um pensamento interessante que me ocorreu.” (Avoros)

“…?” (Kainabi)

Avoros olhou para o céu estrelado de novo. E como se ele estivesse falando com alguém, ele murmurou,

“Eu consegui um país agora… kuku.” (Avoros)


A notícia sobre 【Victorias】 tendo caído nas mãos de Avoros alcançou o 【Reino das Feras – Pasion】.

E naturalmente, isso entrou nos ouvidos de Hiiro também. Inicialmente, o que ele só sabia sobre aquele país era o fato de que o rei deles, Rudolph, havia enlouquecido, e que um rei substituto, Judom substituiu o antigo rei.

Especialmente a notícia sobre Rudolph enlouquecendo, Hiiro estava realmente surpreso sobre isso. Apesar de também ter sido dito que ele foi transformado num monstro como um subordinado de Avoros.

(Que jeito sarcástico de se viver, a vida daquele rei é.)

Parece que ele odiava os 『Evila』 tanto que ele faria qualquer coisa para destruí-los. Mas como um resultado de sua fúria cega, ele foi traído pelos mesmos 『Evila』 que ele odiava, e se tornou um monstro patético que não conseguia falar direito.

Hiiro não foi capaz de saber o que o desejo de longa data dele era. Ele não sabia se era realmente tudo sobre tornar o mundo pacífico ou queria fazer uso das mortes de suas filhas como uma razão para incitar uma guerra. (NT: Eu acho que foram sacrificadas mais de uma filha)

Ao invés disso, ele teve sua vida distorcida por alguém através das circunstâncias ao redor e o empurrou longe ao ponto de sua humanidade ter morrido com ele.

(Para um rei humano perder sua humanidade ao se tornar um mero monstro… fale sobre um fracasso épico na vida.) (NT: Eu me contive para não deixar epic fail, Hiiro não parece ser das interwebs)

Apesar dele ter pensado que Rudolph algum dia iria eventualmente morrer por seus feitos, Hiiro não pensou que ele morreria se tornando um monstro.

(E tudo isto foi manipulado por aquele pirralho Modelo de Maou.)

Hiiro antecipou que aquela pessoa certamente faria seu movimento em algum lugar, apesar que ele não esperava que ele tomaria a 【Nação Humas】.

Hiiro ouviu o relatório no que ele encarou Leowald na 《Sala do Trono》. Além do mais, ele também aprendeu que 《Matar Deus》 era quem estava manobrando por trás das cenas.

“Hiiro, o que você acha sobre o movimento dele?” (Leowald)

“Ele disse sobre conquista mundial, certo?” (Hiiro)

“… bem, apesar de eu também saber disso…” (Leowald)

Como se ele estivesse espantado pelas palavras dele, Leowald suspirou e não se incomodou em empurrar mais sua questão. Porque Avoros em si declarou suas intenções na presença deles no fim das contas.

“De qualquer forma, é melhor nós começarmos a reunir informação sobre este evento. Mesmo se o objetivo supremo dele é conquistar o mundo, o processo envolvido certamente virá para nosso lado em breve.” (Hiiro)

“É como Hiiro diz, ambos beastmen e demônios devem cooperar e reunir mais informação e preparar contra-medidas contra eles.” (Leowald)

Anúncios

5 respostas em “Capítulo 246: Queda de Victorias

  1. Ty pelos caps.
    Na parte que se falo que “acha” que mais de uma foi sacrificada e +- isso que lembro:
    Uma morreu outra está em coma (que acho que acordo no capitulo passado, que até falo de não conseguir mover o corpo (Músculos atrofiados, acho) e a que lindamente foi sequestrada pelo seu amado nesse capitulo Lilith)

    Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s