Capítulo 244: Uma Visita na Meia-Noite

Para os perdidos, tem capítulos feitos antes deste… e ainda tem mais 2, então vamos lá – Este capítulo foi traduzido da Anri-sama.


Capítulo 244: Uma Visita na Meia-Noite

Por volta da hora que Hiiro terminou a festa de jantar, um pouco depois disso, um homem estava meditando de pernas cruzadas numa postura sentada no terraço do Castelo Real de 【Victorias】.

E esse homem era Judom Lancaster. O Rei substituto de 【Victorias】.

Ele reuniu pessoas de confiança entre os cidadãos e ajeitou as pessoas confusas pelos rumores se espalhando…

Lá quando o país estava em completo caos, até os aristocratas e soldados estavam num surto e o país estava quase a beira de seu colapso, mas firmemente, a situação atual está sendo arrumada pouco a pouco.

Esses eram os resultados dos feitos de Judom e seus seguidores de confiança. Contudo, ele não conseguia remover todas as ansiedades do povo.

Coisas ruins se sobrepõem uma com outra, assim como o Rei confiado por eles enlouquecendo e sumindo, assim como o desaparecimento dos heróis invocados, seus proclamados salvadores. As ansiedades se acumularam e permaneceram pela sombra na mente das pessoas.

Se outra raça atacará eles, Judom não sabe. Na verdade, há um rumor passando que os 『Gabranth』 e os 『Evila』 se uniram como aliados.

Algumas das realezas sob Judom acreditavam que tal rumor era definitivamente verdade. Mas é por causa deste rumor que agitou ainda mais a ansiedade das pessoas.

Judom não acredita que Eveam atacaria 【Victorias】 por vingança. E quanto ao Rei das Feras, ele é basicamente um homem que luta limpo e honesto, então ele não agirá necessariamente à não ser que você acerte ele primeiro.

Claro, ele não podia abaixar sua guarda. Ele não podia chamar isto um abrigo seguro sinceramente ainda. Mas por apenas um pouco, sua intuição estava dizendo para ele que aquelas duas raças não atacarão o país dele por um bom tempo.

Em termo de política, contudo, isso só dá surgimento à revolta desnecessária para os aristocratas. Alguns até sugeriram coisas ultrajantes como invadir eles enquanto eles tinham a chance.

Atacar antes de serem atacados. Este princípio não era diferente de Rudolph que caiu e enlouqueceu. O que eles devem fazer agora era acertar o tumulto deste país, e estabelecer um país que não se abala por tais ansiedades.

Quando ele disse isso para os nobres, apenas alguns foram convencidos. Bem, eles podiam estar na verdade assustados. Assustados pelo fato que os 『Gabranth』 e 『Evila』 lutariam de volta pelas coisas inumanas que eles haviam feito à raça deles.

É por isso que eles temem retaliação. É por isso que eles sugeriram matar eles primeiro, antes deles serem mortos. (NT: Genial, não é mesmo?)

“Que vista miserável, sério…)

Judom fechou seus olhos, envergonhado que ele mesmo não sabia quão podre este país era. E pensar que ele estava seguindo ordens deles… não, ele estava mais assustado pela estupidez de seu amigo próximo, Rei Rudolph.

No passado, ele era um garoto gentil que não podia nem matar um inseto. E ele não mudou nada assim que ele se tornou o rei, é por isso que as pessoas acreditavam e apoiavam ele como o rei.

Então quando a mudança ocorreu?

Judom puxou o passado de Rudolph em sua cabeça como um mapa de memória. E então ele achou algo… era a vez quando ele voltou depois de participar numa guerra.

Ele ainda conseguia lembrar Rudolph retornando com uma aparência banhada em sangue fresco. Sua expressão naquela hora era de desespero e frustração. Uma primeira vez para Judom testemunhar.

(Como eu pensei ,ele provavelmente ainda pensava sobre você…)

Judom e Rudolph tinham outra melhor amiga. Essa amiga era a mais sábia entre os três e eles se conheciam de uma idade jovem. Uma mulher muito forte.

Seu nome era Alice. Ela era uma mulher enérgica e sociável que tinha um forte senso de justiça, e um sorriso que tinha a mesma alegria que um girassol. No que ela cresceu, ela se juntou ao exército devido ao seu profundo senso de justiça. (NT: Só para constar, tem uma personagem no capítulo 213 que se chama Alicia, mas é outra pessoa completamente diferente, até pela escrita. Anri que disse)

Quando Rudolph se tornou o rei, ela subiu seu caminho até o topo do exército como uma das primeiras comandantes femininas da história. E não foi devido à conexão dela que ela foi concedida tal responsabilidade, era puramente devido à habilidade dela apenas.

Ela, que tinha poder o suficiente para jogar longe um aventureiro médio com um único golpe, protegeu apaixonadamente o país, Rudolph e os cidadãos. (NT: Não é bem de amor isso, é mais de paixão no sentido de emoção forte e tal)

Contudo, Alice nunca volto depois que Rudolph retornou com uma aparência manchada de sangue. Ela havia morrido da guerra. De acordo com Rudolph, Alice salvou uma criança que estava sendo mantida como refém pelo inimigo, sozinha. Apesar dela ter conseguido fazer isso, contudo em troca, ela foi mantida cativa pelo inimigo, e naquela hora, Rudolph testemunhou…… uma aparência impossível de ser definida por meras palavras.

(Se eu basear isso daquela vez… ele começou a desenvolver um ódio feroz contra o inimigo.)

Judom entendeu a causa dessa mudança lá trás. Porque Rudolph amava Alice. Apesar da posição social deles serem muito diferentes, Rudolph pensava nela do fundo de seu coração.

Mesmo quando a noiva dele já estava pre-arranjada, ele realizaria ao máximo seus deveres como o rei se ela estivesse vivendo alegremente com sua vida.

Contudo, Rudolph mudou depois que ele testemunhou Alice ser privada de sua vida… não, não era um exagero dizer que a mente dele quebrou por aquela experiência.

Apesar de não ser visível na superfície, mas Judom estava certo que seu coração permaneceu congelado desde aquela vez. Mesmo quando ele estava casado à uma bela esposa, tinha filhos, e seu país prosperou, Rudolph pode nunca ter sentido verdadeira felicidade.

(Mas ainda, Rudolph, você é o rei deste país.)

Era óbvio que Alice foi a causa da mudança de Rudolph. Mas ele tinha que ir longe assim? Isso fez ele querer dar bronca e espancar aquele homem idiota.

Era também igual lá quando Rudolph cometia um erro e chorava como uma garotinha. Alice iria sempre dar bronca nele duramente e então confortar ele com um sorriso gentil enquanto dizia ‘vamos pensar nisto direito juntos!’.

Contudo, aquela mulher não estava mais presente neste mundo. Então, quem tomaria aquele papel? A resposta era óbvia.

(Eu irei espancar até aquele cara criar juízo e arrastarei ele junto comigo! É meu direito como seu melhor amigo!)

Ele estava certo que Alice diria a mesma coisa para Rudolph.

Enquanto Judom estava descansando no terraço sob a lua cheia do céu noturno, seus instintos foram acionados como se uma eletricidade correu por suas costas.

Seus olhos se afiaram, e apenas moveu sua boca enquanto ainda encarava o céu noturno.

“… quem é você?” (Judom)


Silêncio envolveu o lugar. Era meia-noite, todos deveriam estar dormindo, e ainda, ele conseguiu sentir alguma presença atrás dele.

Logo após, risada ecoou, a voz era tremida como a de uma criança. Judom quietamente se levantou e se virou.

Judom ficou de olhos arregalados no que a aparência de seu convidado anônimo foi revelada. Por que há uma criança nesta hora da noite?

Enquanto Judom estava em dúvida, o garoto que tinha um belo cabelo loiro calmamente colocou sua vista em Judom, olhos que estavam olhando através dele.

“Mesmo quando eu apaguei minha presença antes de vir aqui, como esperado do 《Rei do Impacto》.” (Piá)

A expressão divertida com um sorriso engraçado era aquela de uma criança inocente. Contudo, ele conseguia sentir algo de irregular sobre isso.

É como se o conteúdo de dentro é muito diferente do que estava na superfície.

“… eu perguntarei de novo, quem é você?” (Judom)

Esta não pode ser apenas uma criança ordinária. Ninguém viria tarde assim da noite, ainda mais um jovem garoto, para encontrar com o rei substituto. Seus sentidos estavam contando para ele ser cauteloso com a criança. A aura misteriosa nele era perigosa!

“Agora que você mencionou. Você não me encontrou nesta forma ainda, certo?” (Piá)

Naquele momento, a sede de sangue do garoto saiu de seu corpo, e ao mesmo tempo, seus olhos cerraram como de uma cobra que achou sua presa.

“Esta pressão… não me diga, você?” (Judom)

Era uma noção inacreditável, essa pressão, essa ferocidade, ele nunca esquecerá aquela pessoa. A pessoa que plantou medo nele no passado.

“… o Maou?” (Judom)

“Ahaha, isso mesmo. Você entende agora?” (Avoros)

Judom cerrou seu punho, e expandiu seu sentido para os arredores. Era impossível para este Maou, não, Maou Predecessor vir aqui sozinho.

(Então assassinato…? Havia alguma pessoa assim entre nós?)

Ele considerou o pensamento deles tomarem o país ao matar ele. Então, ele notou alguém atrás do Maou Predecessor.

Além do mais, os sinais deles aumentaram rápido. Sentindo o senso de incongruidade, o garoto olhou para trás. (NT: Sinais de pessoas aparecendo)

“Ah, deixe-me introduzir eles. Esses aqui são meus subordinados.” (Avoros)

Todos eles vestiam roupas pretas. Cada um deles carregava uma atmosfera incomparável, antes que ele percebesse, ele estava encharcado em suor, esmagado pelas presenças numerosas diante dele.

“… os rumores sobre você são verdade?” (Judom)

“Hm?” (Avoros)

“A informação sobre o duelo dos 『Evila』 e 『Gabranth』 chegaram aqui. E na vitória dos 『Evila』, eles formaram uma aliança. E no meio disso, vocês anunciaram sua proclamação de guerra neles.” (Judom)

“Os rumores certamente viajam rápido. Bem, você não seria erguido como o Rei se você não pode ao menos fazer este tanto. Muito bem!” (Avoros)

Judom estava sendo mantido em escárnio no que a criança bateu palma alegremente.

“… qual o seu propósito aqui?” (Judom)

“… vamos apenas dizer, hoje será um bom dia.” (Avoros)

Uma pessoa próxima de Avoros repentinamente jogou algo em direção de Judom. No que ela rolou, para mais perto, ele ficou espantado pela identidade dela.

Era a cabeça arrancada de Lorde Jance, um dos aristocratas deste país.

“Seu cretino!?” (Judom)

“Ahaha! Sim, fique bravo. Eu só removi as manchas desta nação. É meio deprimente, certo? Mas, eu acho que você não estava ciente disso, huh? Esses lixos estavam planejando um coup d’etat à você.” (Avoros) (NT: Expressão francesa que significa revolta, motim)

“…” (Judom)

“Bem, vamos apenas deixar isso assim, apesar de ser meio divertido adicionar mais confusão à tela mas, eu fiz isso acima da hora para que eu possa tirar vantagem desta situação.” (Avoros)

“… do que você está falando?” (Judom)

Tirar vantagem desta confusão? Aquelas palavras fizeram um pang no coração dele.

Então, os cantos da boca de Avoros se distorecram como uma lua crescente.

“Judom Lancaster… como o Rei de 《Matar Deus》, eu assim anuncio isto para você.” (Avoros)

“…” (Judom)

Eu tomarei este país para mim mesmo.” (Avoros)

Anúncios

2 respostas em “Capítulo 244: Uma Visita na Meia-Noite

  1. “Eu tomarei este país para mim mesmo.” (Avoros)

    E esse texto saiu com uma fonte diferente.

    e só tem mais 2 capítulos pra ler….

    E obrigado pelo capítulo

    Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s