Capítulo 46 – Cruzando Trent Rietta

Traduzir largado no sofá não é tão bom quanto parece, olha que coisa… mas enfim, vamos lá – Este capítulo foi traduzido do Lunaris.


Capítulo 46 – Cruzando Trent Rietta

“Bom dia, Capitão. Você está de pé cedo.” (Aisha)

“Yosh~” (Yuusuke)

Era logo antes do amanhecer quando Aisha acordou para a escuridão, Yuusuke estava de pé na estrada na frente do hotel enquanto olhava para o lago. Próximo do pier, uma pessoa podia ver as luzes balançando dos barcos que saiam para o lago pescar cedo na manhã.

“Eu estava pensando sobre isto ontem, parecem só ter navios pequenos por aqui.” (Yuusuke)

“Sim, é porque o Lago Espelho da Lua é conhecido como um lago sagrado, eles não querem ter muitos navios enormes se movendo pelo lago.” (Aisha)

“Se é assim, eu sinto que é só superstição.” (Yuusuke)

De acordo com as lendas, se alguém fosse colocar um navio grande no lago espelho da lua, é dito que o barco será arrastado para o fundo pelo mestre do lago. Logo seguindo as tradições, eles estiveram remando seus barcos mesmo até  hoje.

Em termos de lendas, “localizado no fundo do lago havia uma cidade afundada anciã. Dentro dela há uma enorme coleção de tesouros adormecida, e o mestre do lago é dito de proteger o lugar, prevenindo qualquer barco grande de tentar se aproximar do tesouro”.

“Hmm, há qualquer pessoa que foi mergulhar para investigar isso?” (Yuusuke)

“Eu acho que teve? Mas a cidade afundada ainda está para ser achada, no que você normalmente não ouve histórias sobre o que está acontecendo no fundo do lago.” (Aisha)

Para bem ou para mal, a antiga convenção ainda está protegendo esta cidade portuária até hoje, no que Aisha comentou do estado da cidade. Se houvessem navios grandes, nós seríamos capazes de cruzar o lago com a carruagem, mas isso é apenas para a própria conveniência de alguém, então não se pode julgar se isso é bom ou ruim.

“Bem, se alguém fosse considerar a oportunidade de comércio com os 4 países, seria melhor se alguém pudesse usar um navio maior.” (Yuusuke)

O sol lentamente subiu pelo horizonte, no que Yuusuke passou seu tempo conversando com Aisha.

***

Depois do café da manhã, a Corps do Deus da Escuridão e o grupo de embaixador começaram a fazer seus preparativos finais para subirem no barco. Com quase nenhuma bagagem, Yuusuke e sua gangue seguiram em direção do pier para checar o barco em que eles deviam embarcar.

“Ng~?” (Yuusuke)

Yuusuke checou o estado do barco através do menu de customização e começou a gemer suspeitamente, ele selecionou uma porção dele e deu zoom.

“Capitão, aconteceu alguma coisa?” (Vermeer)

Curioso pelo motivo de Yuusuke estar envolto em sua aura de skill divina enquanto fazia o usual ritual de seus dedos vagarem no ar, Vermeer chamou por ele. Sempre uma vez ou outra, ele podia ver o dedo de Yuusuke se mover para uma certa localização e aparentemente empurrar algo, no que efeitos de luz dançariam no barco.

“Por alguma razão, há alguma função estilo artifício que fará o barco afundar no meio da viagem.” (Yuusuke)

“… artifício?” (Vermeer)

O rosto de Vermeer empalideceu e ele encarou olhando pela área. No que Yuusuke customizou o outro barco, ele viu um material tipo argila que selava um buraco que está localizado no fundo do barco, sua descrição era que esta argila sofrerá erosão pouco a pouco no que está viajando pela água.

“Isso deve resolver.” (Yuusuke)

“Essas coisas foram preparadas para nós?” (Vermeer)

“Este barco foi preparado para nós, então muito provavelmente sim.” (Yuusuke)

“Mas que, eu imagino quem foi que fez isso…” (Vermeer)

Enquanto estavam num tom de sussurro, Yuusuke discutiu a possibilidade que poderia ser o trabalho de alguém que posa estar obstruindo a aliança de Fonclanc e Nossentes. Se alguém fosse considerar isso simplesmente, a pessoa viria a suspeitar Gazzeta, que está atualmente numa guerra fria com Nossentes, mas~~

“Há aquele suspeito grupo armado de que nós estivemos ouvindo sobre recentemente também.” (Yuusuke)

Mesmo agora, ainda há a suspeita flutuante de Nossentes ser ou não a pessoa puxando os fios por trás dos ataques armados que aconteceram em Fonclanc. Isso também pode ser considerado para preparar Nossentes para o futuro contra Fonclanc, eles podem querer enterrar a ameaça que é conhecida pela maioria dos feitos de valor premiada e o grupo combatente mais forte de Fonclanc, a Corps do Deus da Escuridão.

“Talvez, dentro deste país de Nossentes, hajam colaboradores do grupo armado?” (Vermeer)

“Pensando sobre isso, é altamente possível, durante o incidente de Blue Garden, Shinra pôde entrar e sair do país bem facilmente.” (Yuusuke)

A suspeita nunca acabará se eles começarem aqui, no que há possibilidades demais, então Yuusuke encerrou isso dando de ombros. Até a conjectura de Shinra de que o grupo armado era de Nossentes não tinha sido de fato provada.

E também é sabido que Gazzeta não quer matar Yuusuke da Corps do Deus da Escuridão. Era a intenção de Shinra e as forças de Shinra, apesar de que há alguns que vão contra as políticas e princípios indiferentes de Shinra. Shinra disse que não haviam grupos fanáticos dentro de Gazzeta que podiam realizar tais feitos estúpidos como formar grupos armados, mas não há base para assumir que isso era verdade.

Não há informação o suficiente para determinar este problema, Yuusuke concluiu.

“Nós devemos ao menos relatar isto ao QG.” (Vermeer)

“Verdade, informe Isotta para transmitir isso.” (Yuusuke)

Assim que a transmissão sobre a sabotagem acontecendo durante a missão foi enviada, o palácio falou para eles continuarem com a missão e imediatamente despacharam uma trupe de soldado para investigar a cidade portuária.

***

O barco carregando a Corps do Deus da Escuridão estava remando em direção da península de Trent Rietta, com uma figura olhando num telescópio de um quarto num hotel barato. De acordo com os cálculos da figura, o buraco no barco deve começar a encher com água no meio da viagem entre a cidade portuária e a península.

“Parece que é impossível para eu checar o resultado daqui, eu não consigo ver o barco daqui, talvez ele já tenha afundado no lago.” (Tício)

“Mas, isso foi uma ideia sábia? O Parlamento Divino não queria pegar para eles o Capitão da Corps do Deus da Escuridão…?” (Mévio)

“Hmph… como se isso fosse possível, aquele velhote desatualizado queria controlar um monstro desses. Bem, vamos apenas preparar uma desculpa rápida e deve ficar bem.” (Tício)

“Wa, har…” (Mévio)

Enquanto o esquadrão estava disperso e espreitando pela cidade portuária, o capitão do grupo armado, Volmes, que ignorou suas ordens e agiu arbitrariamente sem consulta, espantou seu subordinado no que ele andou em direção da porta.

“Onde você está indo, líder?” (Mévio)

“Café da manhã, parecem ter pratos de peixe deliciosos disponíveis somente aqui na cidade portuária.” (Volmes)

No que ele disse isso, Volmes, que está atualmente anexado às forças especiais de Nossentes como o capitão do grupo de trabalho especial, deixou o quarto. Parece que o hábito de seus subordinados originais da “Trupe de Fogo” chamarem ele de “líder” durante o tempo em que eles ainda estavam no time de elite de Blue Garden havia sido trazido junto, no que seu subordinado seguiu atrás dele de forma em pânico.

***

Dos dois barcos, os 3 embaixadores juntos com Yuusuke e Aisha estavam em um. Enquanto o resto dos membros estavam pegando o outro barco para cruzar o lago. Repentinamente, Isotta sentiu uma presença estranha, ela キョロ(((゚ー゚*)(*゚ー゚)))キョロ pela área, depois ela inclinou sua cabeça em confusão. (NT: Pois é, tem emoticon… e o japonês nele é “kyoro”, acho que é só uma onomatopeia para ver)

Por perto, na superfície da água, a cabeça de um enorme peixe apareceu, mas parecia que Isotta estava olhando por algo diferente no que ela balançou sua cabeça. “Foi minha imaginação?”, ela murmurou para si mesma.

“Preparem para desembarcar~” (Yuusuke)

Ouvindo Yuusuke gritando sem qualquer energia, a Corps do Deus da Escuridão colocou sua bagagem em seus ombros em preparação para a ancoragem. Logo, eles haviam chego na península de Trent Rietta logo antes do almoço.

Como não havia nada como  um cais ou pier, os barcos tinham que ancorar diretamente na margem. Parecia que se alguém fosse continuar carregando sua bagagem, suas costas quebrariam, então para apoiar seus subordinados, Yuusuke desceu do barco de mãos vazias e começou a customizar o solo perto da borda d’água, fazendo um pier temporário.

Os olhos dos marujos imediatamente se abriram, fazendo um sorriso amargo, no que eles remaram em direção da península.

“Nós estamos no prazo?” (Andrey)

“É, até agora nós estamos no prazo.” (Yuusuke)

Depois de verem os barcos partirem voltando para a cidade portuária, eles começaram a comer seus almoços no banco do lago. Depois de realizar um scan de largo alcance por inimigos, eles partiram em direção do sul. Parecia que algumas presenças de feras mágicas foram detectada pelas artes de vento, e no que era uma área infestada por feras mágicas, não era sábio usar demais uma busca de largo alcance.

Mesmo quando era dito que elas não agem em hordas, havia o perigo de atrair monstros mágicos vagantes ao usar busca de largo alcance.

***

Eles seguiram ao sul junto com a floresta, eles estavam perto do meio da península no que escureceu, então eles decidiram acampar naquele local.

“Wow, mesmo depois de chegar aqui você não está realmente mostrando sinais de fadiga, você é incrível capitão… capitão? Qual o problema?” (Aisha)

“Nada, é só que eu tenho uma sensação ruim…” (Yuusuke)

Do local de ancoragem até aqui, todos exceto Yuusuke estavam mostrando sinais de fadiga em seus rostos, com Aisha cheia de admiração para Yuusuke. Mas, na verdade real era devido ao equipamento que Yuusuke tinha que podia recuperar sua estamina. Não é como se ele não estivesse cansado.

Já por ora, a habilidade de melhorar equipamento é conhecida por levar tempo para se criar até um, então Yuusuke não tomará as chances de criar ele tão facilmente na presença dos embaixadores. Yuusuke estava refletindo em sua falta de preparações, se apenas ele tivesse preparado alguns “Anéis de Força/Estamina”.

“Todo mundo descanse bem.” (Yuusuke)

Yuusuke começou a ordenar os membros à deixarem o local de acampamento e começaram os preparativos para a refeição, depois ele abriu seu menu de customização no chão. Como instruído pelo capitão delas, Aisha e Isotta pararam de armar a tenda e foram preparar a comida.

Vermeer e Shaheed foram e se separaram na mata para procurar frutas, enquanto Fonke que esteve usando constantemente suas artes de vento de assistência de movimento, estava deitado largado na pilha de bagagem.

No que o sol começou a se pôr, os 3 embaixadores usavam um olhar intrigado, no que os membros da Corps do Deus da Escuridão ainda tinham que armar uma única tenda.

“Ah, vocês… os preparativos para o acampamento?” (Andrey)

“Deve ficar tudo bem, porque o capitão disse assim.” (Aisha)

“Erm, não, mas isso é…” (Andrey)

As noites serão meio frias, podem haver um monte de picadas de insetos. E pode até mesmo chover. Esses embaixadores ainda nunca acamparam antes, então dormir no aberto com apenas um pano no chão parecia duro demais, logo eles haviam pedido por uma tenda, mas~~

“Está tudo bem, olhem lá.” (Aisha)

Para poder agradar os embaixadores, Aisha apontou em direção do Capitão que estava fazendo suas próprias coisas numa localização remota.

Yuusuke estava customizando o solo em blocos endurecidos, materiais como tijolos de pedra, levou cerca de 30 minutos para o processo inteiro, incluindo a montagem dos tijolos numa cabana robusta. Depois de realizar uma checagem final na tela de customização, ele implementou isso.

“Executar.” (Yuusuke)

“Olhe.” (Aisha)

“Mas que!” (Andrey) (NT: Vou fingir que só um deles fala, por preguiça de achar outros nomes)

A cabana foi construída com quartos privados para todo mundo, com a aparência de um prédio assim que alguém dificilmente poderia chamar de um acampamento. Os 3 embaixadores estavam maravilhados em surpresa, no que eles acabaram de testemunhar a falada construção em ultra velocidade alta, o movimento especial divino do Capitão do Deus da Escuridão.

Incidentalmente, como o solo foi usado como material, a área ao redor da cabana experienciou uma pequena depressão. Depois de arrumarem suas camas, a Corps do Deus da Escuridão e os embaixadores se ajeitaram com um jantar simples. Finalmente, eles foram para a cama mais cedo para se recuperarem da fadiga de hoje, em preparação para a viagem de amanhã.

***

Durante a noite, depois de terminar seu jantar, Yuusuke que estava criando alguma coisa, saiu de seu quarto e deixou a cabana por uma brisa noturna.

“Ah, Capitão.” (Aisha)

“Oh Aisha, obrigado pelo seu trabalho hoje.” (Yuusuke)

No que era o trabalho de Aisha recuperar a estamina do grupo pela jornada, um uso frequente e constante de artes d’água é requerido para realizar isto. Apesar de que, ela não deveria estar tão cansada como Fonke que esteve constantemente usando suas artes de vento para assistência de movimento.

“Eu farei todo mundo equipar isto amanhã, deve aliviar bastante a fadiga deles.” (Yuusuke)

“O que é isso?” (Aisha)

“Anel de Estamina, uma versão de pedra desta área.” (Yuusuke)

A aparência desses anéis era barata, e o formato não era tão bacana como aqueles que ele havia feito antes, “esses são os que eu havia feito antes, ms devido à ser feio eu não queria usá-los”, então ele estará usando isto como uma razão pela qual esses anéis não foram trazidos mais cedo para uso.

Daqui em diante, eles estarão seguindo para a floresta em direção da borda de Nossentes. Isto é esperado de ser a parte mais difícil da jornada, diferente dos dias anteriores. Em caso de uma emergência, ele queria segurar o máximo das skills de recuperação e assistência de movimento que estavam sendo usadas.

“Aqui, este é um anel do tipo de joia. Esta versão de pedra aumenta 3 vezes o efeito.” (Yuusuke)

Yuusuke tirou um anel translúcido enquanto ele estava falando, Aisha olhou para o anel e Yuusuke alternativamente no que sua voz saiu em confusão.

“Eh? Erm, eh…?” (Aisha)

“Você parecia cansada o tempo todo, certo? Eu estava observando você o tempo todo tentando ajudar a recuperação de estamina, especialmente nos 3 embaixadores que não parecem ter muita força física.” (Yuuuske)

“Isso é para dizer, é um bônus especial de mim para Aisha por seu trabalho tão duro”, no que Yuusuke colocou o anel de recuperação na mão dela, Aisha estava grata pela consideração de seu chefe.

“Obri, obrigada mesmo, capitão. Eu irei… guardar isto no coração preciosamente.” (Aisha)

No que ela segurou o anel perto de seu peito enquanto segurava ele apertadamente assim que ele foi concedido à ela. Se alguém fosse olhar da perspectiva de uma terceira pessoa, isso podia parecer uma situação completamente diferente, logo Yuusuke tentou não pensar muito sobre isso.

***

“Waa, Aisha caiu~, Captão-dono.” (Fonke) (NT: Algo como caiu por você – eu ia colocar se apaixonou, mas achei melhor não; também tem a ideia de que ela foi vencida, por assim dizer)

“É, certo, agora se apresse de volta para seu quarto e vá dormir um pouco.” (Vermeer)

Um travesseiro jogado por Vermeer veio voando até Fonke que estava espiando pela janela do quarto ao lado.

Anúncios

6 respostas em “Capítulo 46 – Cruzando Trent Rietta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s