Capítulo 211: Pelo que Hiiro está Pesquisando

Lembrando que este é o SEGUNDO capítulo de hoje, então leiam o outro antes… eu perdi uma parte do ânimo, talvez de noite ou amanhã eu faça o outro capítulo. Ah, queria dizer que o indicador de doações está parado, faltam 20 reais no momento para termos um capítulo patrocinado, e dinheiro é um ótimo motivador! Mas vamos lá magote – Este capítulo foi traduzido do Arsl31.


Capítulo 211: Pelo que Hiiro está Pesquisando

Em um porão levemente iluminado, uma lâmpada instalada no teto dava uma luz fraca, alcançando por pouco o que está abaixo dela. Mesmo quando já é meio-dia, a luz de fora não alcança a sala.

Independentemente de noite ou dia, não há mudança na escuridão do interior. Não é uma sala muito grande, que tem cinco prateleiras colocadas apertadamente com muitos livros e documentos.

E diretamente abaixo do que a luz iluminava, estava a figura de Okamura Hiiro, que estava virando as páginas de um livro, apoiando suas costas em uma prateleira.

Montanhas de livros que ele já leu estavam empilhados ao redor dele de uma maneira desordenada, mas Hiiro não ligava e se concentrou para ler completamente, sem ligar para a poeira flutuando por aí.

Ao fechar um livro, ele então jogou ele fora como se fosse um lixo, então pegou outro livro de novo e abriu a capa. Esse padrão é repetido inteiro de novo.

“Hmm, todos e cada um deles são realmente interessantes. Apesar que participar naquela guerra é realmente um pé no saco.” (Hiiro)

Ele está atualmente no porão da <Grande Biblioteca Fortuna>, a tesouraria de informação do País Demônio – Xaos. Bem, você poderia dizer que lendo os livros aqui é o propósito dele em vir aqui desde o começo.

Nesta <Grande Biblioteca Fortuna>, apesar de ser aberta para o público geral, também há acesso restrito à um monte de livros.

A restrição é dividida entre <Profundidade 1> até <Profundidade 5>, onde <Profundidade 5> só tem acesso disponível para a Família Real. Para lê-los, uma permissão de leitura é necessária.

Depois de encontrar Liliyn em um certo dia, ele negociou com ela para poder ganhar acesso e ler os livros na <Profundidade 5>. Ela devia usar administrar suas conexões para fazer ele ganhar acesso para ler os livros na <Profundidade 5> de um algum jeito ou de outro.

Contudo, ele encontrou a Maou Eveam em um encontro inesperado, e ofereceu uma permissão de leitura como uma compensação para participar na guerra. Ao invés de depender de Liliyn, Hiiro que pensou que a dela era mais legítima, tomou esta oportunidade e participou na guerra, esplendidamente obtendo sua permissão de leitura.

Mas com problemas ocorrendo um após o outro, ele não foi capaz de entrar na biblioteca até agora, e depois do duelo, Hiiro que foi chamado o “Herói dos Evila” obteve liberdade por fim e se entregou com tranquilidade em seu hobby.

Apesar de uma semana ter se passado depois do duelo, aparentemente, a declaração do ex-Maou Avoros parecia ser a verdade quando ele perguntou para Eveam sobre isso.

Claro, Eveam não duvidou o que Avoros havia dito desde o começo. Não é estranho fazer isso se for ele.

Mas ainda é cedo demais para assumir essa opinião sem qualquer prova. Logo, como um resultado da investigação deliberada dela, foi descoberto que Havoros tinha talentosos subordinados difíceis de se lidar de cada continente, e parece ter um plano bem pensado de dominação mundial.

(Aquela criança realmente é um modelo de Maou.) (Hiiro)

Ele nunca pensou que ele ouviria as palavras ‘dominação mundial’ da pouca de outra pessoa. Murmurando aquelas palavras embaraçosas sem hesitação, ele fez essa afirmação sem uma única gota de medo, como se já fosse estabelecido como uma verdade.

(… por causa daquele modelo de maou, parece que isto se tornará mais problemático de agora em diante.) (Hiiro)

Com os esforços dos [Evila] e dos [Gabranth] para ajudar uns aos outros, o sonho de Liliyn ficou um passo mais próximo da realização, e sendo um irregular de novo aqui evita que ele fique entediado neste mundo.

(Então tá, agora que o lado opositor tem reforços de potencial de guerra, eles parecem estar ocupados com preparações de guerra, mas nem uma única guerra já aconteceu. Além do mais, a Maou também está se movendo, então se algo acontecer, ela terá certeza de me informar disso.) (Hiiro)

Porque ele não ouviu nenhuma notícia dos movimentos evidentes de Avoros, ele planeja continuar permanecendo quieto.

Já por não fazer nada e observar o duelo até o fim, o propósito dele pode ter sido confirmar o potencial de guerra deles. Desse jeito ele pode jogar meticulosamente e quando a vitória for garantida, ele dará aquele anúncio de novo.

(Nah, esse é um Modelo de Maou. Há uma possibilidade que ele atacará sem aviso… ou…) (Hiiro) (NT: Vou parar de falar de quem é o pensamento, tá cansando)

Com aquele Maou, você não pode esperar cortesia como notificar eles sobre a guerra.

(Bem, é por isso que a Maou está sempre pensando em precauções contra isso todo dia, mas…)

Ainda, é possível para ele passar, mesmo que através do buraco de uma agulha. Por ora, quando eles começaram a trocar grandes informação com os [Gabranth], os companheiros de Avoros pareciam ter atacado eles resultando em sérios danos, e ele ouviu que as discussões deles não estão trazendo nada.

Seguindo um padrão, Hiiro fechou seu livro, e virou sua atenção para o livro enrolado como um pergaminho localizado no seu lado esquerdo.

“Eu olhei por ele levemente só por precaução, mas esta é a única coisa que parece útil?” (Hiiro)

Ele pensou, pegando o rolo com sua mão. E quando ele abriu os conteúdos rapidamente,

“… mas o zelo ardente não está no padrão original.” (Hiiro) (NT: Eu tenho minhas dúvidas se não deveria ser SELO, mas… só traduzo)

Ele enrolou de volta o pergaminho de novo enquanto dizia isso, então ele colocou isso em seu peito. Ele também pegou uma permissão para levar livros apenas por precaução, mas na condição que eles não devem ser mostrados para outros excessivamente. (NT: Tem um bolso grande no peito, ou esse livro é minúsculo… ou ele usou magia para isso, vai saber)

Esta sala da <Profundidade 5> contém uma abundância de conhecimento salivante, ao ponto que você ficará animado ao ponto de ser incapaz de decidir o que escolher por causa da excitação.

Há uma grande diversidade de livros indo da introdução à composição deste mundo, as biografias de heróis passados e até incontáveis magias anciãs escritas e registradas para manter sua bunda sem sair da cadeira. (NT: Tirando as magias, eu não sei direito o motivo do resto ficar no nível mais baixo da biblioteca… e sim, a parte da bunda estava assim mesmo em inglês.)

E também como esperado, há também livros banidos que foram ocultados pelo país. Hiiro, contudo, está procurando de todas as formas por um livro que tem algo registrado.

E esse livro, é o pergaminho que ele colocou em seu peito. Ele procurou por ele, julgando que ele precisará disso quando a hora chegar.

(Apesar de eu ter lido ele por algum tempo, isso provavelmente não se ativará enquanto eu não falar isso alto…)

Seu primeiro objetivo é obtido por enquanto, mas ele não foi capaz de completamente decifrar o conhecimento ainda. Com um senso feliz de realização ao obter tal conhecimento, Hiiro repentinamente sentiu uma presença.

(Quem…? Mas só aqueles que receberam permissão são permitidos à virem aqui…)

E o único permitido é Hiiro. Logo, Liliyn não deve ser capaz de vir. Isso significa que é alguém relacionado à Maou.

Ele se levantou lentamente, não abaixando sua guarda, direcionando um olhar afiado em direção da única entrada.

Sons de estalo ecoaram do piso, finalmente alcançado a visão dele.

“… Você é…” (Hiiro)

 

Aquele que apareceu ali, era o <Ranque Quatro> dos Cruel, Ornorth. Com o rosto de um lobo, este [Evila] aparecendo numa escuridão dessas convida o horror em seus olhos.

Mas porque ele não sentiu qualquer hostilidade vindo dele, ele julgou que ele provavelmente foi pedido para uma invocação da Maou.

“O que você quer?” (Hiiro)

Ele disse, colocando um ar de superioridade. Então, depois de uma leve pausa,

“Eu quero ouvir algo de você.” (Ornoth)

Isso não parece ser uma invocação da Maou, aparentemente.

Na realidade, ele havia adivinhado em sua maioria sobre o que ele gostaria de ouvir. Aliás, ele perguntando essas coisas era tão bom quanto para ele. (NT: Eu sei que são vários “ele”, mas vocês conseguem diferenciar quem é Hiiro e quem é Ornoth, né?)

“Mas, como você ousa bagunçar o lugar inteiro.” (Ornoth)

Ele olhou para o estado da sala espantado, então um suspiro vazou na situação bagunçada dele.

“Oh, isso? Tanto faz. Já que eu posso fazer isto imediatamente.” (Hiiro)

Concentrando magia em seu dedo indicador de ambas as mãos,

LIVROS 『書物』 e ORDEM 『整頓』.

Escrevendo eles, então ativando isso imediatamente, os livros que estavam espalhados pelo chão retornaram para as prateleiras sozinhos. Ornoth encarou tão espetáculo com sua boca aberta.

Depois de um tempo, os arredores foram colocados em ordem como se a bagunça um tempo atrás fosse uma mentira.

“… Eu realmente não consigo me conter de ser surpreso por você.” (Ornoth)

Com seu fôlego tendo sido tomado, ele inquietamente encarou para as prateleiras arrumadas.

“Então, o que você quer ouvir de mim?” (Hiiro)

“Ah, s-sim, sobre isso.” (Ornoth)

Então, fazendo um rosto sério,

“Você, você pode usar <Mente Vermeha (Shakki)>, certo?” (Ornoth) (NT: A tradução é algo como Nuvem/Cometa Vermelho, mas essa tradução é feita por cada Kanji, ou assim o AeRoSoL disse em sua nota)

Era a questão que ele esperava no fim das contas.

“Algo assim… eu acho?” (Hiiro)

Sim, aquela aura vermelha que Hiiro exibiu no duelo com Ornoth que Ornoth havia visto é certamente familiar com seu <Shakki>. (NT: Em inglês está sendo usado a Mente Vermelha, mas esse nome é melhor para mim)

“… Então é isso no fim das contas. Eu estou surpreso que você foi capaz de usar isso numa idade tão jovem…” (Ornoth)

“… Eu também quero lhe perguntar algo.” (Hiiro)

“O que seria?” (Ornoth)

“Você parece ser capaz de controlar <Shakki> como quiser.” (Hiiro)

“……” (Ornoth)

“<Shakki> precisa de muita concentração para ser usado corretamente. Mesmo eu que sou confiante em controle de poder mágico não consigo lidar com <Shakki> livremente.” (Hiiro)

“Eu não consigo nem manter o < modo Tenka Musou> em lugar. Só por pouco.” (Hiiro)

“Isso deve ser óbvio. Em primeiro lugar, <Shakki> é uma técnica que um mestiço como eu é bom em usar, um cabeção que não consegue usar nem magia nem <Binds>. Mesmo para um mestiço como eu, é uma habilidade especial que ninguém existiu para derrotá-la. Porque o método de combate para usar o <Shakki>… é a utilização da <Grande Aura Vermelha>.” (Ornoth) (NT: De grandioso, não é uma questão de tamanho.)

“Grande… Aura Vermelha?” (Hiiro)

Tomado de surpresa, Hiiro tirou o pergaminho de seu peito e mudou sua atenção para ele. Então, Ornoth ergueu sua voz em surpresa.

“Oh, então isso significa que você obteve ele no fim das contas… então você planeja masterizar ela, a <Grande Aura Vermelha>?” (Ornoth)

Certamente está escrito no pergaminho como <Grande Aura Vermelha>, como especificado pela língua deste mundo.

“Você, você sabia disto?” (Hiiro)

“Obviamente. Isso é porque eu coloquei isso aí em primeiro lugar.” (Ornoth)

A resposta dele é honestamente, muito impressionante. De acordo com os conteúdos, numerosos métodos de combate usando <Shakki> estavam escritos. Mas porque estava escrito em uma composição consideravelmente subjetiva, haviam muitas partes que eram incompreensíveis.

Logo, ele planejava obter informação de Ornoth que deveria conhecer <Shakki>, mas ele não pensou na possibilidade da pessoa em si ter escrito e estar bem diante dos olhos dele.

“Mas ainda assim, você, para este pergaminho…” (Hiiro)

Hiiro abriu sua boca depois de um tempo.

“Essa <Grande Aura Vermelha>, me conte em detalhes. Claro, eu pagarei uma recompensa adequada por isto.” (Hiiro)

O que Hiiro está buscando, é um método de combate que utiliza <Shakki> que estava escrito em um certo livro. Ornoth está perguntando a razão.

“Por que você quer estudar isso? Você já é bem forte o suficiente, certo?” (Ornoth)

“Simples. Eu só quero ostentar um pouco.” (Hiiro)

Ele cuspiu essas palavras com mau humor. Ornoth encarou ele imóvel.

“Ostentar… huh. Isso é sarcasmo?” (Ornoth)

Certamente, se for ele, isso pode ser. Falando francamente, as habilidades de Hiiro são tão altas que qualquer um não consegue deixar de reconhecer isso. Ele nocauteou aquele Rei das Feras Leowald com seu punho. Não pode ser evitado que isso soe como sarcasmo.

“Eu não estou satisfeito. Eu não pretendo virar um maníaco por batalhas, mas eu… eu não posso me permitir morrer também.” (Hiiro)

No outro dia, ele se lembrou de sua conversa com Silva no banho, e sorriu meio amargamente.

“Não. Eu não quero morrer ainda. É por isso que eu preciso disso – um poder que não depende só de magia!” (Hiiro)

 

As bochechas de Ornoth imediatamente tiveram câimbra depois de ouvir o discurso do garoto de cabelo preto. Apesar dele ter ganho tal poder, você ainda pode dizer que não está completo se você ainda é inexperiente.

Honestamente, ele pensou que ele estava sendo sarcástico no começo, mas no que ele viu algo em seus olhos, ele foi capaz de entender isso.

Ele é forte, isso é certo. Contudo, isso é porque a magia única dele é ótima. Ele certamente também tem um level alto, mas mesmo com isso, ele ainda é um ser humano, então mesmo se ele veio de um mundo diferente, então sua habilidade física não pode ser tão alta assim até um grau.

Se você desafiar ele para um duelo onde você não pode usar magia de forma alguma como prova, não é possível para ele estar ali.

Logo, quando ele disse que ele quer conseguir poder que não depende só de magia, ele admirou essa ideia inconscientemente.

Ele não quer ganhar poder pela razão de espancar alguém nem exibir seu poder só por satisfação. É simplesmente porque ele apenas não quer morrer ainda.

Era muito simples para uma resposta, mas ele sentiu que era a verdade, no que ele admirou.

(Ele realmente é um garoto interessante.) (Ornoth)

No que ele olhou para o garoto que é fiel aos seus próprios desejos, isso deu à ele um sentimento misterioso de querer apoiar ele.

(Isto é o charme do garoto…?) (Ornoth) (NT: Pior harém ever.)

Pelo que ele disse, haverá uma possibilidade de cair em uma situação onde magia não possa ser usada de agora em diante. Para essa situação, será puramente dependente dos stats do level dele.

Mas deve ter um limite. É porque passar por ele apenas puramente com habilidade física é mais fácil de se dizer do que fazer. Ele provavelmente entendeu isso bem, também.

Essa é a razão pela qual ele queria obter a <Grande Aura Vermelha>, um poder que não é dependente da magia no corpo dele.

Ele queria expandir suas capacidades de luta em tempos em que magia é selada. Além do mais, os [Evila] tinham uma dívida com ele que levou à vitória deles.

(Verdadeiramente falando, <Grande Aura Vermelha> ainda é um poder desconhecido, no que ela escolhe seu próprio usuário. Se esse poder é abusado, isso certamente causará uma situação aterrorizante. Contudo…) (Ornoth)

Ao olhar nos olhos de Hiiro, com uma cheirada, ele afrouxou suas bochechas.

(Mas este garoto? Ele ficará bem.) (Ornoth)

A governante à quem eu sirvo acredita nele, meu melhor amigo acredita nele, a nação que elogiou a existência dele como a de um herói acredita nele. Então para se dizer, eu também acredito nele.

“… tudo bem por mim. Mas eu direi isto uma vez.” (Ornoth)

Ao ouvir isso, Hiiro ficou quieto e ouviu.

“Certamente, você pode usar <Shakki>, mas pode não ser com cem porcento de certeza que você pode obter <Grande Aura Vermelha> só com experiência.” (Ornoth)

“É mesmo?” (Hiiro)

“É. Isso é porque é originalmente uma técnica de alguém com uma característica única como eu, um mestiço. Em primeiro lugar, é um produto resultante como um substituto para magia e <Binds>.” (Ornoth)

“Entendo. Em outras palavras eu, que não sou um mestiço, tenho uma possibilidade de não ser capaz de adquirir a técnica…” (Hiiro)

 

O rosto de Hiiro se embaçou um pouco.

 

“Isso mesmo. Mesmo que tenha natureza, é um trabalho muito difícil de manter tudo balanceado. No caso de nós mestiços, porque há duas sementes que existem em nossos corpos, nossas capacidades de sintetizar os dois poderes é excelente porque nós nascemos com isso.” (Ornoth)

“Eu posso concordar com isso.” (Hiiro)

Para começar, <Shakki> é um produto de misturar força vital e poder mágico requintadamente. Com isto apenas, um controle preciso e delicado é requerido.

“Para ser franco, você pode não masterizar isso mesmo que você treine duro. Então, você ainda quer tomar o desafio?” (Ornoth)

“Claro.” (Hiiro)

Ele respondeu sem demora. Com isto, eu entendo que ele é verdadeiramente uma pessoa honesta no coração.

“… Entendo.” (Ornoth)

 

Hiiro expressou um sorriso para aquelas palavras.

 

“Me-mesmo!?” (Hiiro)

“É. Eu lhe ensinarei tudo que eu sei.” (Ornoth)

 

Quão longe este garoto consegue ir? Eu quero ver até que ponto ele consegue alcançar.

Anúncios

16 respostas em “Capítulo 211: Pelo que Hiiro está Pesquisando

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s