Capítulo 207: O Fim do Banquete

Magote, um certo leitor acabou me mandando que ele traduziu este capítulo de KnW (e quis chamado de Misterioso Tradutor X, que eu abreviei par MTX), tem uma nota dele no final do capítulo sobre ele, e apesar de eu apenas ter revisado aqui, pretendo fazer o próximo capítulo, se der tempo… ah, importante: Nota do TradutorNota do Editor – Este capítulo foi traduzido de Arsl31


Capítulo 207: O Fim do Banquete

“Você realmente está aproveitando hein, Hiiro?” (Eveam) (NE: Estou colocando de quem são as falas… porque vocês adoram isso)

Eveam, a Demon Lord veio apressada. Ela tinha essa atmosfera extraordinária novamente. Com seu cabelo dourado brilhando como uma joia, ela vestia um vestido negro completo. (NT: Vou deixar em inglês. Em PT soa estranho =/ [] NE: Eu uso logo Maou, já que é de rei e tal, mas capítulo não é meu)

Ela já é uma linda moça que certamente cativa os olhos dos homens, e por seu grandioso estilo, a imagem do vestido nela brilha magnificamente.

Havia também Aquinas, ao seu lado. Ele também está vestindo um terno, e também possui uma figura destacada a qual tornaria qualquer mulher no mundo cativada por ele.

Com uma expressão bem refinada, olhando ao seu porte esguio, as mulheres ao redor deixavam suspiros escapar.

“A Demon Lord, hã? A gente se fala depois. Estou comendo agora.” (NT: Isso é o Hiiro, não consigo vê-lo falando graciosamente com ninguém, então vou deixar coloquial)

Ainda que a própria Demon Lord, dona do castelo em si veio cumprimentá-lo, como esperado de Hiiro de fato. Mas mesmo depois de tal atitude, Eveam não quebrou sua expressão. Ao invés disso, sorriu prazeirosamente.

“Bem, sinto muito por isso. Se você se agrada tanto com isto, está tudo bem.” (Eveam)

Desse modo, Eveam encara a figura de Hiiro enquanto come pacientemente. Percebendo o olhar de Eveam, Lilyn faz um bico de repente. Mas, não podendo se aproximar dela, visto seu ódio por Aquinas que está ao seu lado, ela assiste a cena em silêncio sem sair do lugar.

“…Hiiro, eu quero expressar minha gratidão.” (Aquinas)

A voz de Aquinas ressoou, e ele direciona seu olhar a ele. E movendo sua boca enquanto ainda mastiga, no que fornece comida para seu estômago.

“Desde que você mantenha sua promessa, está tudo bem.” (Hiiro)

Ele apenas disso isso e voltou a comer. Vendo Hiiro daquele modo, um leve sorriso veio às bochechas de Aquinas. Eveam então chama seu nome, pelo que ele move seu campo de visão relutantemente.

“E-então… este… este vestido… como eu estou?” (Eveam)

É bem óbvio de saber apenas de soslaio. Entretanto, para ela que estava inquieta de vergonha para ouvir a sua opinião, ele apenas inclinou sua cabeça ao ouvir o questionamento. (NT: Não sabe o que é? procure! >_< [] NE: Eu procurei, é espiadela, olhar de canto de olho…)

Ele desistiu e se manteve quieto por um tempo, pelo qual ela o encarava, ansiando por sua resposta. Já que isso se tornou em uma situação que exige que ele diga algo,

“…bem, você parece bem madura, de alguma maneira.” (Hiiro)

“Sé-sé-sésésério!? Ah, aha, então é isso… fufufu” (Eveam) (NE: Eu não entendi porque tem parte “alterada” nessa tradução… mas tanto faz)

De uma vez, ela passou uma expressão mais adulta, apagando seus traços infantis e, de algum modo, olhando sua expressão satisfeita, dava para sentir felicidade por dentro.

Como se destruindo seu humor, Lilyn tinha uma expressão complicada. Como ela queria se concentrar na sua comida agora, ela tinha um sentimento complicado que não gostou.

Entretanto, de Lilyn que estava no fundo, uma atmosfera perigosa foi sentida por Hiiro, mas ele não conseguia se lembrar de ter feito nada que a irritasse. Portanto, ele entendeu que Silva tinha feito alguma coisa, e não se importou.

Eveam falava com Aquinas em um tom agradável. Pensando que ele poderia finalmente aproveitar sua refeição em paz…

Kui… (NT: Tipo o barulhinho que uma loli faz quando puxa envergonhadamente a camisa de alguém ou coisa do tipo lol)

Ele sentiu a sensação de sua roupa sendo puxada por trás.

[Oy, oy… Me dá um descanço!] (Hiiro [] NE: Pensamento agora)

Ao confirmar, de mal humor, quem era a pessoa…

“Ah… Eu sinto muito-nano.” (Ionis) (NE: O nome que foi usado em inglês antes, aparentemente era Eonis, e este tradutor em específico usou Eunice, coisa que o MTX manteve… eu estou mudando por consistência e para vocês identificarem, não é  porque prefiro assim)

Ela sentiu que Hiiro estava bravo? Ela desviou seu olhar para o lado em pânico. Era a capitã da Corporação do Exército Demônio, Ionis. A garota que teve uma participação ativa no duelo recente.

Com seu cabelo verde claro trançado para o lado e encaracolado, seu tapa-olho que ela usou no duelo não estava mais lá.

O tapa-olho era, em primeiro lugar, usado para esconder uma queimadura ao redor dos seus olhos, o que foi curado por Hiiro. Grandes olhos redondos, combinando com um rosto fofo, torna-se claro que ela é uma criança bonita.

Ela estava vestindo um vestido azul de estilho chinês com um corte na perna. Com três pequenos sinos presos perto de seu peito, sempre que ela se movia, refrescantes sons iam aos seus ouvidos. Como se pode dizer, ela dava a impressão de uma linda filha chinesa.

“…O que foi?” (Hiiro)

No que ela ouviu seu tom não muito sociável, ele viu Ionis dando leves olhadelas com olhos erguidos tentando entender seu humor. Para esse estado, que parecia que ele estava implicando com ela, ele deixou um suspiro escapar.

“…ei.” (Hiiro)

Pelo amor de deus, ele apresentou um prato a garota sem precisar dizer nada. No prato está um pedaço da pizza de antes.

“…Huh?” (Ionis)

“Experimente.” (Hiiro)

“Ah… un…” (Ionis)

Ionis, que recebeu o prato, abre sua boca parcialmente e dá uma mordida. Então sua expressão de tristeza, tornou-se alegre como a de Nikki.

“…gostoso.” (Ionis)

“Não é? Quer dizer, você nunca provou nada do tipo antes?” (Hiiro)

Ele achava que ela já havia comido dessas coisas antes por ser a capitã, mas parecia ser sua primeira vez.

“Sim. Musun disse que essa pizza pode apenas ser feita apenas em ocasiões especiais.” (Ionis)

“Oh? Então, mais motivos para que comer mais dessa comida.” (Hiiro)

Hiiro disse isso e então pega outro pedaço da pizza.

“…Ei, Nano!” (Ionis) (NE: Eu não entendi esse monte de ‘nano’, não me lembro dela falando assim, mas tudo bem)

Sua roupa é puxada novamente. Se acostumando com isso, ele voltou seus olhos.

“Hideo, gosta de comer-nano?” (Ionis)

“Acho que sim.” (Hiiro)

“Hmm~…” (Ionis)

“Falando nisso, pare de dizer Hideo.” (Hiiro)

“Por quê-nano?” (Ionis)

Por ela e os outros, eu entendo os sentimentos que justificam ela me chamar assim. Eu sei disso. Mas… (NE: Eu tenho quase certeza que estavam chamando ele de Hero, e o tradutor em inglês não percebeu; ele tinha admitido que era meio inexperiente, mas só estou revisando, nem traduzindo)

“Me da uma coceira nas costas.” (Hiiro) (NE: Só quis dizer que deixa ele desconfortável, provavelmente é expressão japonesa assim)

“…Então, como eu devo chamá-lo?” (Ionis)

“De qualquer coisa que você queira, mas não de Hideo.” (Hiiro)

Perdida em pensamentos, ela fechou seus lábios com seu indicador. Tendo uma ideia, ela de repente levantou o rosto e fixou seu olhar nele.

“Então, eu posso te chamar de ‘Onii-chan’?” (Hiiro) (NT: Maninho [] NE: Eu usaria “irmão mais velho”, mas é isso também…)

“Eu não ligo, mas se tiver mais alguém que você chame assim em algum lugar, isso vai ser confuso.” (Hiiro)

“Esta tudo bem-nano. Já que há apenas Onii-chan-nano.” (Ionis) (NT: Sério…¬¬)

“Então está bem.” (Hiiro)

“Sim.” (Ionis)

Mesmo com vergonha, Ionis cora de alegria. Ela está envergonhada, mas passa uma sensação de felicidade.

Depois disso, ela foi chamada por Eveam e foi a algum lugar com ela. Lilyn, que estava enjoada pelo clima e esperando por essa oportunidade, veio pelo lado.

“Você é realmente popular Hiiro.” (Liliyn)

“Então, dessa vez é você…” (Hiiro)

“Po-por que você está olhando pra mim com essa cara irritada?!” (Liliyn)

Dizendo algo inexperado, ela aponta o dedo a ele. Entretanto o problema está aí. Isso porque ele quer apenas apreciar o sabor de sua refeição lentamente.

“E-esse plebeu, apesar de eu ter esperado por essa oportunidade!” (Liliyn)

“Do que diabos você está falando?” (Hiiro)

“Eu também sou uma mulher… por que esse tipo especial de homem é tão denso, um atrás do outro… nossa…” (Liliyn) (NT: Ficou um pouco confuso, dificil pra alguém como eu traduzir isso de um modo claro… =/ [] NE: Na realidade, ela está resmungando para ela, então não muda muito disso… mas dei uma leve ajeitada)

Murmurando a última parte tão baixo ao ponto que ninguém conseguia ouvir, ela cerrou suas sobrancelhas sem saber o que fazer com ele. Então, nos arredores onde Silva está sorrindo e diz “Minha Senhora é fofa quando está com ciúmes também”num transe com as bochechas coradas em vermelho,

[Onde diabos está o ciúme? Quero dizer, eu não fiz nada, certo?] (Hiiro)

Ela está com ciúmes porque não tinha chance? Ou, foi porque ela teve que ela ficou com ciúmes? … Eu não entendo.

Bem, esta é definitivamente uma boa chance para aparecer na sociedade, mas eu não entendo o porquê dela estar com ciúme. (NT: Aqui é o Hiiro, dificil dizer se ele está pensando em ciúmes ou inveja, estou deixando inveja por achar que faz mais sentido [] NE: Eu mudei para ciúme, porque… sim.)

[….ah bem…] (Hiiro)

Por não ter conseguido achar a resposta mesmo pensando sobre isso, ele decide deixar para lá por hora. Se for algo sério, ele julgou que encontrará a resposta eventualmente. No momento, é o banquete. Ele quer apenas ser deixado em paz de uma vez.

Tomando distância de Lilyn que estava murmurando algo sozinha, Hiiro que finalmente ficou só, pretendia aproveitar sua refeição até se satisfazer, levando comida a sua boca enquanto libera uma aura inaproximável.

As mulheres próximas que queriam se aproximar, achando que seria a oportunidade ideal para fazer isso, sentiram uma sensação de rejeição vindo de Hiiro, mantendo-as a distância.

Hiiro entendeu que seus olhos estavam voltados para ele, mas ele não sabe que isso foi iniciado por causa de sua natureza heroica.

Portanto as mulheres, apesar do fato de que, entre outras coisas, serão provavelmente rejeitadas por Hiiro mesmo antes de perceber, com seu humor atual, assim como com Liliyn o vigiando e tornando-se um empecilho, não havia agora a menor possibilidade de Hiiro saber.

E então, o banquete chega ao fim.


Nota do MTX:

Nota do tradutor BR(hu3):
Eu estou traduzindo isso porque não vi tradução até hoje e pensei, por que não? Eu tirei tipo uns 40min e fiz isso. Provavelmente cheio de erros etc., algumas inconsistências aqui e ali, mas pra quem não sabe inglês deve dar pro gasto.

Eu aprendi inglês sozinho, então com certeza há vários erros na tradução visto a minha incapacidade de traduzir muita coisa. Quando você aprende uma língua de um modo mais instintivo como eu, você aprende muitas coisas diretamente em inglês e, portanto, não conhece nenhuma tradução pra aquilo, simplesmente porque você não sabe.
Espero que quem não saiba inglês possa aproveitar o capítulo.
É isso.
Vou traduzir de novo? Provavelmente não. Deu na telha. Eu fiz. Ponto. Falou! 😛

Anúncios

4 respostas em “Capítulo 207: O Fim do Banquete

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s