O Natal do Herói do Escudo Parte 7

Também conhecido como Conclusão, a última parte do Especial de Natal está entregue. Preguiça de dar scroll até a Parte 1? De nada, eu sei. Acho que tudo que eu tinha para falar já foi falado, há botões para mudar de Parte no final de cada capítulo, então divirtam-se lendo os capítulos (e de preferência os recados também) – Feliz Natal, magote! \o/ – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun.


O Natal do Herói do Escudo Conclusão

O trenó voador está a caminho do Castelo de Melromark.

“Wow… que inesperado.” (Rainha)

Lixo e a Rainha estão no terraço do castelo. Eles parecem ter armado uma aura romântica.

Eu acho que até a Realeza passa o natal assim.

Eu me sinto mal por arruinar o clima e me viro para sair, mas eles me chamam de volta.

“Me desculpe por atrapalhar vocês tão tarde na noite.” (Naofumi)
“Você estava distribuindo presentes para os aldeões?” (Rainha)
“Bem, eu quase tinha terminado, mas há alguém que queria corromper a noite sagrada, e…” (Naofumi)
“Entendo…” (Lixo)

Lixo acena com um rosto de que sabe. Bem, a percepção dele é a única qualidade boa dele.

Ele havia adivinhado a situação ao olhar nossos rostos.

“Nós voltaremos por portal daqui a pouco.” (Naofumi)
“Não, não, leve seu tempo. Melty já está dormindo, mas você pode ao menos olhar o rosto dela dormindo.” (Lixo)
“Ah. Eu entendo.” (Naofumi)

Lixo mudou bastante de lá trás. Por alguma razão, ele está tentando juntar eu e Melty.

“Isso mesmo Iwatani-dono, leve seu tempo.” (Rainha)

A Rainha também nos recebeu mornamente.

“Você planeja dar à Melty um presente de natal?” (Lixo)

O que está pessoa está dizendo.

Eu não tenho ideia de que tipo de presente dar para ela.

“Espera, não é você, Lixo, mais digno de fazer o papel de Noel para ela?” (Naofumi)

Quero dizer, ele tem uma barba e está por volta da idade correta.

Parece que ele ficará bem numa roupa de Papai Noel.

“Sua preocupação é sem motivo.” (Lixo)
“Eu estou dizendo que é irônico. Não bata continência para mim!” (Naofumi)

Eu não sinto realmente vontade de lidar com Lixo.

“E eu não sou insolente o suficiente para tirar a alegria de um pai em dar à sua filha um presente.” (Naofumi)
“Bem, então, nós preparamos um presente para ela, então por que você e meu marido não colocam ele perto do travesseiro dela juntos?” (Rainha)

A Rainha começa a cutucar Lixo como se ela tivesse dito uma boa ideia.

Era uma ideia terrível.

E por que eu tenho que ajudar de qualquer jeito?

“Firo quer dar para Melty um presente também.” (Firo)
“……” (Naofumi)

Perfeito. Este pássaro pode ir dar um presente para Melty, e eu posso me retirar.

Eu deixarei este para Firo.

“Espera. Mestre~?” (Firo)

A Rainha efetivamente sela os movimentos da Firo com um laço. (NT: Eis o presente de Melty)

“Ok, Lixo, você vai dar seu presente com esse Herói. Eu prepararei meu próprio presente.” (Rainha)
“Eh?!” (Firo)

Firo está olhando para mim por ajuda.

Eu não vi nada.

“Su~……” (Melty)

Ela está dormindo bem pacificamente. Mas se eu fizer um passo errado e acordar ela, será problemático.

Ela trabalha bem duro para a idade dela.

Eu levemente faço carinho na testa dela, e deixo a caixa junto com o presente da Rainha.

“Até mais Firo. Brinque direitinho com Melty.” (Naofumi) (NT: Não era esse sentido, mas… ( ͡° ͜ʖ ͡°))
“Hai!” (Firo)
“Okay, vamos lá, Lixo.” (Naofumi)
“Iwatani-dono, por que você não dorme com elas também?” (Lixo)
“Com certeza você brinca.” (Naofumi)

Por que eu tenho que dormir com Melty?

Eu consigo imaginar que tipo de cara ela fará quando ela levantar.

“Mas se Iwatani-dono não dormir na mesma cama que Melty, que significado tem o natal?” (Lixo)

… Lixo. Parece que ele não tem planos para recuar.

Ku… mesmo aqui, há pessoas tentando corromper minha noite sagrada.

Mas você cometeu alguns erros graves em seus cálculos.

Eles seriam o fato que eu sou um Herói que contém um poder especial, e o fato que Raph-chan está aqui.

“Raph-chan!” (Naofumi)
“O que você está fazendo, Iwatani-dono?” (Lixo)

Eu repentinamente tiro Raph-chan, que esteve escondida. Lixo está sem palavras.

“Se você for mais adiante, então sua princesa pode simplesmente acordar…” (Naofumi)
“Gu…” (Lixo)

Eu encaro Lixo em silêncio.

Eu não sei se ele desistiu, mas Lixo deixou o quarto.
… ou não.

“Se você diz isso tudo, eu irei desistir por hora, mas da próxima vez… eu terei outros planos.” (Lixo)

… Como esperado de um rei. Este tanto não é o suficiente para fazer ele desistir.

“Até mais, Firo.” (Naofumi)
“‘Té, boa noite!” (Firo)

Eu e Raph-chan fomos para fora, e usamos o Portal para voltar para casa.

“Ah… eu estou cansado.” (Naofumi)

Raph-chan e eu, que havíamos saltado de volta para minha casa, nos sentamos e suspiramos. (NT: Eu uso saltar porque… sei lá, acho que influência daquele filme Jumper)

Sadina? Ela estava bêbada e desmaiada na entrada da vila.

Eu olho para o céu, e imagino se ela ficará bem… não, ela ficará apenas bem, vamos deixar ela.

Quero dizer, ela é realmente, REALMENTE forte contra o frio.

“Bom trabalho.” (Raphtalia)

A porta do meu quarto se abre, e Raphtalia sai.

“Você devia ir dormir. Papai Noel não lhe visitará.” (Naofumi)

Eu tenho os últimos poucos presentes no meu saco.

Eu planejei colocar um perto do travesseiro da Raphtalia, mas…

“Claro que eu sei que o Noel não é real, Naofumi-sama estava fazendo o papel do Noel este ano, correto?” (Raphtalia)
“Como é?” (Naofumi)
“Não tinha como eu não saber.” (Raphtalia)
“Hmm… isso é verdade, mas eu ainda esperava que você não descobrisse.” (Naofumi)

Eu queria que Raphtalia permanecesse como uma criança cheia de sonhos.

Como Knight Feminina.

“Sua idade real é meio baixa, não é? Aja de acordo com sua idade, sonhe mais.” (Naofumi)
“Que tipo de lógica é essa…” (Raphtalia)
“Rafu~” (Raph-chan)
“Oh, eu tenho um para você também, Raph-chan.” (Naofumi)

Eu tiro o presente da Raph-chan do saco e entrego para ela.

A propósito, o presente da Firo era o jantar e a tarefa de entregar presentes em si.

Raph-chan não realmente queria nada, então eu arbitrariamente escolhi algo apra ela.

“Rafu~!” (Raph-chan)

Raph-chan, que já havia aberto seu presente, estava admirando o bicho de pelúcia que eu fiz dela.

Sim, animais devem se comportar de forma fofa assim.

“E para Raphtalia é isto.” (Naofumi)

E com isso, eu dei o último presente.

Dentro tem roupas. Eu pensei que Raphtalia ficaria bem em roupas japonesas, então eu tive elas feitas.

Eu fiz o pedido muito tempo atrás, mas isso e aquilo aconteceram, então eu só fui capaz de pegar elas recentemente.

Que é o porque de eu estar presenteando elas para ela agora.

“Ah, obrigada.” (Raphtalia)
“Então, devemos ir dormir?” (Naofumi)
“E quanto a você?” (Raphtalia)
“Eu? Por que eu daria um presente para mim mesmo?” (Naofumi)
“Entendo… então…” (Raphtalia)

E Raphtalia me entrega duas caixas.

A primeira é bem grande.

“Isto é…?” (Naofumi)

“É um presente de todos, e um presente meu.” (Raphtalia)

O grande continha uma carta, e materiais usados para reparar e fazer upgrade em equipamentos.

Eu acho que os aldeões notaram. Recentemente meu equipamento tem estado gasto, e eu estava dividido se eu mandava ou não eles para reparar.

A carta continha palavras de agradecimento para mim.

Já o da Raphtalia… é um boneco de pelúcia da Raphtalia e eu. É na escala perfeita para ir num conjunto com a pelúcia da Raph-chan.

“Muito obri-” (Naofumi)

Eu honestamente agradeci ela.

Antes de eu notar eu havia falado meus pensamentos. Eu forcei um sorriso.

“Então agora, vamos ir dormir. Ainda tem o presente de natal que eu tenho que preparar para amanhã.” (Naofumi)

São os pedidos dos monstros de ‘Brinque comigo’ que eu ainda tenho que realizar.

“Okay.” (Raphtalia)
“Rafu~!” (Raph-chan)
“Hoje está frio, então vamos dormir juntos.” (Naofumi)
“H-hai!” (Raphtalia)
“Contudo, nós não corromperemos esta noite sagrada, ou a mulher pervertida vai me levar embora.” (Naofumi)


…?

Quando eu me levanto, eu acho algo no meu travesseiro.

Eu começo a me levantar para checar sua identidade.

Lá está um presente que eu não me lembro de ver quando eu fui dormir.

De quem poderia ser?

Eu olho dentro para ter certeza que não é um presente que eu esqueci de entregar.

Dentro tem uma única fotografia.

É uma foto do meu antigo mundo. Eu estou no centro e ao meu redor estão Raphtalia, Atlas, minha família e meus velhos amigos.

É uma cena bem animada.

Não há muitas pessoas de quem eu seria capaz de obter um item assim.

Para eu ser capaz de fazer esse tipo de rosto… eu acho que este é um presente de mim mesmo.

É provavelmente do eu que está naquele mundo para o eu que está neste mundo.

Parece que eu estou me divertindo lá também.

Não é como se eu tivesse quaisquer intenções de retornar.

Eu joguei fora essas ambições faz tempo.

“Niichan, Niichan!” (Kiel)

Eu ouço o som das crianças correndo por aí com seus brinquedos novos.

Isso mesmo, neste momento eu estou vivendo uma vida alegre o suficiente que o eu lá ficaria com inveja.

É o que eu penso no que eu saio da cama.

~Fin~

Anúncios

21 respostas em “O Natal do Herói do Escudo Parte 7

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s