O Natal do Herói do Escudo Parte 6

Eu pretendo dar uma revisada no Baka-Tsuki depois de terminar de vez este especial, coisa que estou fazendo bem na casca do natal, para ser sincero; depois disso, vou começar a traduzir Lazy King, mas cada capítulo é absurdamente grande, então irá demorar um pouco para ter novas traduções (se sair KnW ou SoE, aí é outro esquema); mas agora, ao especial – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun


O Natal do Herói do Escudo Parte 6

Depois que nós continuamente viajamos pela vila usando o trenó voador.

Isto é realmente necessário?

No que eu penso nisso, eu avisto o Ren.

Ele está dentro da casa dele. Seu rosto está plantado na mesa ao lado da janela dele.

“Jingle bells… Jingle bells…” (Ren)

O que está pessoa está fazendo?

Eu bato na janela dele e chamo por ele.

Ren olha para cima. Ele parece que está para chorar.

“O que aconteceu?” (Naofumi)
“N-não é nada.” (Ren)

Eu espio dentro da sala do Ren.

Dentro, há uma mesa com uma variedade de comida chique nela e um bolo no centro. É um conjunto para três pessoas.

… Então nem Knight Feminina ou Taniko apareceram?

Eu consigo entender Taniko, mas Knight Feminina… você também?

O que essas pessoas pensam que as boas intenções dos outros são? Por que elas ignoram a oferta do Ren?

… Espera, eu sou Noel neste momento. Eu devo olhar para isto da perspectiva do Noel.

Será que ela seriamente pretende fazer isso?

Caçada de monstros de natal pode ter acabado, mas ela planeja fazer os Jingle Bells dele virarem Single Bells?

Que triste… ele trabalhou bem duro, e por este fim para um feriado.

É o que eu penso da perspectiva do Noel. Não há muita diferença.

Sigh… não há escolha, eu farei um pouco de trabalho para ele.

É no caminho, de qualquer jeito.

“Ren.” (Naofumi)
“O que é?” (Ren)

Eu tiro dois presentes do meu saco e jogo eles para ele.

“Segure eles, e não os abra. Algo bom irá acontecer.” (Naofumi)
“Ah…” (Ren)
“Até depois.” (Naofumi)

Eu prossigo dando ordens para Firo.

Ela começa a correr entusiasmadamente e nós decolamos.

De longe, ela parece uma rena correndo pelo céu.

Lá. Eu vejo Knight Feminina observando o céu de um local bem escondido. Taniko está lá também. Elas estão praticando seus balanços de espada perto do estábulo dos monstros.

Eu saio do trenó num lugar que elas não conseguem ver e aproximo elas como se eu estivesse simplesmente no meio de uma caminhada.

“O que vocês duas estão fazendo? Todo mundo já está dormindo.” (Naofumi)
“? Naofumi-dono, huh. Eu já lhe falei, mas hoje eu planejo ficar acordada e dar meus agradecimentos àquele velhinho. Wyndia disse que ela deseja me acompanhar.” (Knight Feminina)
“É! Eu quero agradecer Noel!” (Taniko)

Taniko está portando um par de olhos extremamente puros.

Eu acho que o Ren irá reganhar sua composição se eu trazer essas duas para ele, mas parece que elas estão totalmente decididas em encontrar Papai Noel.

“Sobre isso. Eu vim aqui porque o velhinho de cabelo branco deixou uma mensagem comigo.” (Naofumi)
“O QUE?!” (Knight Feminina)
“Ele me disse que ele deixou os presentes das duas pessoas esperando fora do estábulo de monstros com o herói da espada.” (Naofumi)
“KUH! Aquele velhinho fez uma coisa desnecessária!! Wyndia, vamos pegar nossos presentes do Ren.” (Knight Feminina)
“Entendido!” (Taniko)

Knight Feminina e Taniko saem com pressa.

Isso irá deixar Ren aproveitar o natal um pouco… é o que eu quero acreditar.

“Você…” (Gaelion)

Gaelion emergiu do estábulo e me encarou.

“Você fez algo desnecessário.” (Gaelion)
“Eu não sei sobre o que você está falando. Eu só achei o Herói da Espada chorando sozinho sendo muito lamentável. Você teria feito o mesmo.” (Naofumi)
“Isso é… você está certo, mas… sim, isso é lamentável mas…” (Gaelion)
“Eu pensei que eu seria o Noel e dei ao Ren uma mão.” (Naofumi)
Sigh… eu acho que não há escolha. Aquelas duas estavam soltando uma aura estranha e se encarando o tempo todo. Agora os monstros no estábulo podem finalmente dormir.” (Gaelion)

Parece que os residentes do estábulo ainda estavam acordados.

Até agora. A noite está agora completamente silenciosa.

O que? Será que aquelas duas pensaram que iriam perder o Noel se elas fossem para a casa do Ren?

Bem… não levou muito para elas irem.

Até eu achei o Ren lamentável.

E com isso, eu dei ao Ren seu presente de natal.

“Ah sim, por favor dê esses presentes para os monstros aqui.” (Naofumi)
“Não adianta se você não der eles pessoalmente.” (Gaelion)
“Os monstros nem acreditam em Papai Noel. Todos os desejos deles estavam endereçados diretamente à mim.” (Naofumi)

Eles eram todos coisas como ‘Comer comida caseira do Naofumi’ ou ‘Brincar com Naofumi’.

Eu dei os presentes dos que na verdade pediram por itens para Gaelion.

“A propósito, o que o Kogaelion quer? Ele nunca pendurou um desejo.” (Naofumi)
“Fumu… eu perguntarei para ele.”

Gaelion entra no estábulo e começa um longo debate.

“… isso é impossível. Peça alguma outra coisa.” (Gaelion)

E assim, o debate continuou. O que ele poderia querer?

“Ele quer um abraço de você.” (Gaelion)
“Por que eu tenho que…” (Naofumi)
“Ele diz que é uma foma socialização por pele.” (Gaelion) (NT: Japoneses tem algo que eles chamam de ‘skinship’, é basicamente formar laços através de contato físico…)
“… Entendo.” (Naofumi)

Esse é aquele costume é que prominente no exterior?

Eu abraço Gaelion, que mudou para a Kogaelion.

“KYUAAAAA!” (Kogaelion)

E ele solta um grito alto. O ânimo dele é realmente alegre.

“Que pessoa estranha.” (Naofumi)

Eu iria descobrir o significado dessas ações um pouco mais tarde…

“Mu~…” (Firo)

Firo está me encarando das sombras.

Ela está com ciúme? Ela realmente está em maus termos com Gaelion.

Ela devia aprender com a Raph-chan. Ela se dá bem com o Gaelion de boa.

No que não tem nada sobrando para se fazer aqui, eu subo no Trenó da Raph-chan e nós partimos.

“Próximo é… Motoyasu e os Philorials.” (Naofumi)

Está agora nevando pesadamente.

Motoyasu já caiu no sono?

Bem, ele fez muita coisa hoje. Em comer e brincar, ele foi o primeiro na fila para tudo. Eu tenho o presente para o Motoyasu em si, e um para os Philorials. Eles ficariam provavelmente mais felizes em receber ele do Motoyasu do que de mim.

Eu espio na casa. Motoyasu está de fato dormindo, cercado por Philorials.

Eu quietamente saio do trenó.

“Firo, você pode abaixar sua cabeça?” (Naofumi)
“? Claro!” (Firo)

Seguindo minhas ordens, Firo abaixa sua cabeça. Eu cuidadosamente removo algumas penas da coroa dela. (NT: Ahoge em forma pássaro é uma coroa, certo?)

Eu coloquei elas numa caixa e joguei ela no Motoyasu com toda minha vontade.

Ela fez um som suave no que acertou o chão perto do Motoyasu. Os Philorials próximos dele se virarem em seu sono, mas fora isso permaneceram quietos.

Bem, Motoyasu deve ficar satisfeito com isso.

Feliz Natal.

Eu imagino porque eu estou dando presentes para Motoyasu também. Bem, eu sou Papai Noel por enquanto.

Depois disso eu circulei a vila e distribui presentes para Imya e o resto do povo da cidade.

Apesar que Imya vive dentro de um buraco, então eu deixei o presente dela com o tio dela.

Enquanto eu estava indo por aí, eu presenciei Rishia dentro do refeitório.

O que ela está fazendo?

Ela parece estar encarando Itsuki em silêncio.

O clima é bem natalino.

“Ah, é o Naofumi-san, não é?” (Itsuki)

Itsuki avista o trenó voador e nos chama com sua mão no ar.

Eu devo ignorar ele. Eu arruinaria o clima.

Mas não há escolha no que ele me notou. Então eu estacionei o trenó e fui encontrar ele.

“O que vocês dois estão fazendo acordados tão tarde na noite?”
“Eh, nós estávamos observando a vila. Ela deixa nossos corações tranquilos.” (Itsuki)
“Parece que você só estava flertando com Rishia…” (Naofumi)
“Que cruel… eu não tenho tais motivos. Rishia-san meramente me admira. Não há amor envolvido.” (Itsuki) (NT: Isso parece diferente do final da história, mas… é isso mesmo)
“Fue~ is-isso mesmo. Nós só estamos aqui para férias, de qualquer forma…” (Rishia)

Rishia hesitou por um momento antes dela responder, contudo, Itsuki imediatamente confirmou a afirmação dela.

Esta é a situação oposta do Ren.

“Eu estou errado?” (Naofumi)
“Sim, eu não tenho motivos ocultos, e Rishia-san entende isto. Por hora, eu estou simplesmente treinando para ter certeza que eu não irei para o caminho errado.” (Itsuki)

Rishia está acenando, mas o rosto dela parece que vai chorar.

Poderia isto ser o que a situação minha com Raphtalia parece de um ponto de vista objetivo?

“Ah… bem…” (Naofumi)
“Se for sobre entregar presentes, então nós podemos ajudar.” (Itsuki)
“N-não… está tudo bem.” (Naofumi)

Ao invés de empurrar este relacionamento com a autoridade de Noel, é provavelmente melhor deixar isso quieto.

Esses são os heróis que vem para a vila, ao menos.

Eles devem ser permitidos à descansar por um tempo.

“Bem, eu esperei esse tanto.” (Itsuki)
“Ha…” (Naofumi)

Itsuki pode algumas vezes ser bem perceptivo.

Não é como se ele não estivesse pensando em mim.

“De qualquer forma, isto é para vocês dois.” (Naofumi)

Eu tiro duas garrafas de vinho especialmente fermentado e dou para eles.

“Ele é bem potente, então bebam em moderação.” (Naofumi)

Este é o produto da pesquisa minha e da Rat havíamos feito em usar a fruta Lucor que eu previamente tinha sido incapaz de modificar.

O conteúdo alcoólico é bem alto, mas o gosto é decente. Eu também coloquei um encantamento fraco para ajudar quem beber compartilhar seus sentimentos verdadeiros.

É minha esperando que isso ajude os dois à se abrirem mais um com o outro.

Contudo, no fim, quão bem isso irá depende da Rishia.

“Obrigado.” (Itsuki)

Resultado: os dois ficaram extremamente bêbado e até este dia, nenhum deles consegue se lembrar do que aconteceu.

Mas parecia que eles haviam se tornado mais próximos do que antes na manhã seguinte.

Eu podia usar o poder dos espíritos para checar eles, mas isso seria rude.

Depois disso…

“Na-o-fu-mi-cha-n!!” (Sadina)

É, é a segunda mulher que deseja corromper esta noite sagrada.

É por isso que eu trouxe mais daquele vinho.

Eu joguei a garrafa com toda minha força na Sadina.

A alcoólica Sadina pega ela e começa a virar.

Como esperado, ela irá beber qualquer saquê se estiver por perto.

“Ah… este aqui é bem potente. Para me enfraquecer tanto assim com só uma garrafa… como esperado do Naofumi-chan. hic” (Sadina)

“Eu fiz ela com você em mente. Eu também terei você falando seus verdadeiros sentimentos.” (Naofumi)
“Eu amo Naofumi-chan do fundo do meu coração. Vá logo e faça coisas divertidas com Raphtalia para que você possa fazer coisas divertidas comigo… o suficiente para você se esquecer sobre a Raphtalia.” (Sadina)

… Esses são os verdadeiros sentimentos dela, huh?

Sim. Eu devo correr. É perigoso aqui,

“Ah, espere~” (Sadina)

Eu sinalizo para Firo, que está no céu, para vir me ajudar, e continuo correndo.

“Eu te falei para esperar!”  (Sadina)

A Sadina bêbada começa a conjurar magia.

「Revelação • Trovoada X」

Acima de mim, relâmpago começa a se formar.

Contudo, eu sou o Herói do Escudo, esse nível de magia não irá nem coçar.

Eu aponto meu escudo para o céu e me preparo.

Mas para usar magia de nível Revelação, ela está tentando me matar?

“Ara~” (Sadina)
“Mestre, vamos para o canto da Melty também.” (Firo)
“… Sim, vamos.” (Naofumi)

Esta vila é perigosa. Nós voamos na direção do castelo.

Parte 5 | Parte 7

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s