Capítulo 13 – Seguindo o Viajante Noturno

Eu estou pensando, talvez eu faça algo especial para o natal… porém, não é certeza devido à minha falta de ânimo (e um pouco de tempo) para fazer isso – Este capítulo foi traduzido do MoonBunny Cafe.


Capítulo 13 – Seguindo o Viajante Noturno

Os vários Jung Do-ins começaram a se espalhar. A única preocupação deles agora era o resultado da votação, que seria na noite. Os maiores membros dos 4 Poderes do Jung Do se juntaram em pequenos grupos e começaram a discutir a questão. Nangong Hyuk Ryun cutucou no lado de Pa Chun.

“Senhor, é hora de irmos. O show acabou; por que nós não esperamos pelo próximo?”
“Tsk, que tedioso… foi isso? Eu estava esperando algo mais excitante…”
“Excitante?”
“Certo. Por exemplo, um duelo com aqueles que discordam de você. Coisas assim, sabe?”
“Haha, Murim-ins não são tão hardcore. Se era isso que você estava esperando, então seu desapontamento deve ser grande.”

Mesmo no caminho de volta para o hotel, Pa Chun soltou sugestões que pareciam absurdas demais para Nangong Hyuk Ryun.

“Por que os representantes das escolas não podem decidir isso na luta? Se eles estão planejando em lutar contra a Aliança Ma Do, eles não terão que eleger um líder para a Aliança Jung Do? O mais forte pode ser o líder, e o resto pode ser os subordinados dele… agora isso soa mais como Murim. Não concorda?”

Apesar dele estar meio brincando, a outra metade era a opinião honesta dele. Afinal, força era o que mais importava em Murim. Humanos são criaturas imperfeitas; quem poderia declarar um lado estando correto? Não era o forte que decidia o caminho da história? Mais frequente do que não, essas pessoas poderosas não eram justas, frequentemente sendo enganadoras e sagazes. Mas depois de ter a força para decidir o caminho da história, quem ousaria dizer que as ações delas eram erradas? Isto era realidade. Se o Ma Do dominasse Murim, seria o Ma Do que seria o caminho certo. A extensão que um lado oprimia o outro iria certamente impactar como a futura geração verá ele, mas para as pessoas da era presente, tais coisas eram sem sentido. A cabeça de Pa Chun estava cheia com tais pensamentos. Sabendo disso, ele não odeia ou despreza seu tio. No que ele esteve sem poder e inepto, ele viu o que aconteceu como a conclusão lógica. (NT: Só lembrando que Jung Do  significa Caminho Justo/Mais Certo)

Depois de retornar para o Pavilhão de Recepção de Convidados, Pa Chun começou a deliberar no que ele deve fazer. Primeiro, ele tinha que juntar uma força. Ele atualmente tinha algumas identidades diferentes. A primeira era a identidade original dele como Imperador Gunmun, mas esta identidade não tinha mais nenhum sentido, no que ele tinha que esconder ela do mundo. A segunda era como discípulo de Chun Ma, Pa Chun. O plano dele era de unir o Ma Do sob este nome. Antes de fazer isso, contudo, ele sabia que ele tinha que primeiro achar os descendentes da Escola do Demônio Celestial. Sua terceira identidade era como o Dragão Divino de Face de Jade, Mun-Yun. Como Mun-Yun, Pa Chun queria tomar o Gae Bang, a União dos Cinco Clãs, a Aliança dos Nove Jung e as forças secretas reunidas pelos gêmeos Nohs. Se ele fosse capaz de acolhei o Palácio de Gelo de Beihai e o Palácio de Quatro Imperadores de Qinghai, dois dos 3 Poderes Externos, isso deixaria muito mais fácil para ele tomar Murim inteiro. O objetivo dele era governar e controlar Murim nos panos de fundo, criando um Império Murim nunca antes visto na história de Murim. (NT: Os nomes Beihai e Qinghai parecem ser regiões da China, e estão em pinyin)

No que Pa Chun estava envolto em seus planos futuros…

Whish.

‘Hm?’

Um som leve foi ouvido.

‘Uma Técnica de Movimento Profundo de alto nível. Pelo som dela, seus usuários estão se movendo extremamente cuidadosamente também.’

A curiosidade dele alcançou um pico novamente. Ele estava atualmente na Côrte Interna das Espadas do Norte. Quem podeira estar se movendo em segredo num lugar desses? Enquanto ainda deitado na cama, o corpo de Pa Chun começou a se dissipar em puro ar.

Cerca de meia hora depois que Pa Chun desapareceu, Nangong Hyuk Ryun e Nangong Ah-Yeon vieram para o quarto dele. Percebendo que Pa Chun havia sumido, eles inclinaram suas cabeças em surpresa.

“Onde ele foi? Eu queria beber com ele. Vamos embora Ah-Yeon. Nós iremos encontrar ele no banquete mais tarde.”
‘Tsk, para onde ele desapareceu? Eu não posso deixar ele ir assim. Eu preciso rapidamente transformá-lo no meu homem. Caso contrário, eu não serei capaz de dormir em paz.’

Com isto, a dupla de irmão e irmã deixaram o quarto.

.

‘Ho, ele é alguma coisa, tudo bem. Ele está se movendo escondidamente através das sombras. Ele deve ser mais forte que Espada Sorridente no mínimo.’ (NT: Aqui ele está usando ‘they’, que além de servir para não revelar se é homem/mulher, também pode ser singular/plural)

O céu estava lentamente ficando mais escuro. No que estava se aproximando do fim do outono, o dia estava ficando mais curto. Uma pessoa num uniforme e máscara pretos estava se movendo mais e mais perto do centro das Espadas do Norte, chegando no Pavilhão da Espada Divina. Em Murim, haviam apenas dois homens usando o título de Espada Divina. Um era o atual chefe da União dos Cinco Clãs, o Firmamento da Espada Divina Nangong Hui.

O outro era o mestre do Pavilhão da Espada Divina, assim como o chefe das Espadas do Norte, o Suprema Espada Divina Dok-Go Han-Chun. Alguns Murim-ins chamam ele pelo título Imperador da Espada. Sua idade era agora 52, o mais jovem dos chefes dos 4 Poderes. 20 anos atrás, ele sucedeu seu pai, o Imperador Dragão Oculto Dok-Go Jung, se tornando o 3º chefe das Espadas do Norte. Naquele tempo, ele era bem conhecido como o jovem prodígio, fazendo várias lendas no que ele vagou através de Gang Ho Murim. Seu feito de conquistar mil vitórias no Torneio Marcial era sem precedentes na história. O boato é que o antigo chefe, o Imperador Dragão Oculto, ainda está vivo, e que ele está ensinando o único filho de Dok-Go Han-Chun, Espada do Dragão Voador Dok-Go Mu.

Sssssss.

Pelo Pavilhão da Espada Divina, havia um pequeno lago artificial. Este era o lugar mais bonito dentro do quartel general das Espadas do Norte, o Saguão de Afloramento de Água; ao mesmo tempo, era a residência da Beldade Inteligente, Dok-Go Sul-Lan. Ela era a joia que o chefe das Espadas do Norte se orgulhava, e ela havia acabado de fazer 19 anos. Quando ela tinha apenas 7, foi dito que ela ficou em pé de igualdade com o estudioso real do Palácio Imperial. No que a aparência dela não perdia nada de uma beldade de classe mundial, ela recebeu a adoração de incontáveis homens. Com sua inteligência e beleza, completados por sua história de fundo, era verdadeiramente difícil achar uma mulher tão perfeita quanto ela. Junto com a Beldade Transiente, Jegal Cho-Hong, a herdeira do Clã Jegal e discípula do Xamã da Aliança dos Nove Jung, elas eram chamadas as Duas Beldades de Murim.

Sem ideia sobre tais coisas, Pa Chun continuou seguindo a sombra viajando na noite. Repentinamente, uma cena estranha foi capturada na visão dele. Ele detectou várias dezenas de homens se escondendo pelo lago, em arbustos, árvores, subsolo, e até sob o lago. Contudo, a sombra sem esforços continuou em seu caminho, rapidamente correndo pelo lago. Claro, ninguém veio parar a sombra.

‘Aha, era aqui onde ele estava indo. Eles podem me confundir por um intruso se eu não for cuidadoso. Devo voltar? … Não, já que eu vim até aqui, eu devo logo ir ver o que está acontecendo. No mínimo, eu tenho que ver quem era ele.’

Pa Chun ativou a Técnica de Ocultação do Demônio Celestial ao seu extremo. Esta era a primeira vez desde sua estréia que ele havia usado a técnica até este grau. A Técnica de Ocultação do Demônio Celestial, usada completamente por seu Chi Interno que infinitamente beirava 4 ciclos, continha um poder imensurável. Ele podia passar através das menores fendas, e nenhum traço dele seria sentido. Ele era até capaz de passar por alguém diretamente pela frente, e ainda permanecer sem ser notado. Mesmo alguém com um nível de Qi Interno mais forte, apesar dele sentir as flutuações no Qi ao redor, ainda seria incapaz de ver ele. Imediatamente, erguendo seu corpo no ar, ele sobrevoou através do lago, em direção do lugar que a sombra foi.

Chuak.
Chuak.
……

O som de água jorrando repentinamente parou.

“Hwan Sa?”
“Sim, senhorita!”

Depois de um tempo, a porta do banheiro abriu, e uma bela garota enrolada numa toalha saiu. Sem prestar atenção para a água pingando, ela se sentou numa cadeira, sua perna cruzou em cima da outra. Por causa dessa posição, o lugar secreto dela estava em plena visão.

“Como foi?”
“Senhorita! Bem… isso é… eu sinto muito informar você mas…”
“Por que você está gaguejando, Hwan Sa? Isso não é sua cara. Apenas me diga tudo.”

Ah, que bela voz! Poderia ser assim que soam miçangas de jade rolando num prato de prata? Não, mesmo diamantes rolando num prato de ouro faria um som tão bonito. Em qualquer caso, a voz dela era tão pura e fresca quanto uma jade, comparável com a beleza absoluta dela! Os olhos dela, especialmente, eram jóias para se admirar, faiscando radiante como se para sugar toda luz ao redor. Seus olhos, levemente molhados, pareciam que iam jorrar lágrimas à qualquer momento, fazendo quem quer que olhasse neles querer escutar qualquer dos desejos dela. Verdadeiramente, uma beldade mística!

“Eu estou chutando… que os boatos eram verdade.”
“Sim, senhorita…”

A relatora não estava ajoelhado em respeito, mas ao contrário de pé. Com quase todo rosto dela coberto, a única coisa visível eram seus olhos, delicados e tristes. Seus olhos eram azuis, uma cor raramente vista. Apesar do rosto dela estar coberto, pela postura dela sem qualquer abertura, Pa Chun deduziu que ela era uma especialista forte. Seu nome era Hwan Sa! Seu nome não era conhecido dentro das Espadas do Norte, e somente as pessoas do clã Dok-Go sabiam dela. Era claro que ela e a jovem senhorita tinham um relacionamento de mestre-servo. O chefe anterior, o Imperador Dragão Oculto, havia pessoalmente criado ela para servir sua amada neta. Ninguém sabia exatamente que nível de artes marciais ela havia alcançado, mas o Imperador Dragão Oculto uma vez é sabido ter dito: “Se você tivesse nascido homem, você teria sem dúvida chacoalhado as próprias fundações de Murim, e eu teria feito de você meu neto-em-lei sem qualquer hesitação.” (NT: Quando alguém se casa, os parentes da parceira ficam sendo seus em lei, ao menos é assim que se vê em inglês. Filho-em-lei é o genro, mas neto-em-lei… nunca ouvi falar nesse parentesco antes, então fiquem com esta nota gigante)

Na resposta de Hwan Sa, a Beldade Inteligente Dok-Go Sul-Lan virou seu corpo para trás e soltou um suspiro. O rosto dela estava preenchido com inimaginável tristeza.

“Senhorita! O que você planeja fazer?”

Era bem incaracterístico de Hwan Sa perguntar Dok-Go Sul-Lan uma questão. Na verdade, era uma ocorrência rara que acontecia vez em nunca. (NT: Em inglês é a expressão uma vez numa lua azul, que é considerado algo raro, mas significa isso. Eu resolvi adaptar, mas em inglês fica mais poético)

“O que há para se fazer? Tudo já foi decidido…”

A resposta triste de Dok-Go Sul-Lan atingiu o coração de Hwan Sa com dor.

……

Hwan Sa estava incapaz de dizer qualquer coisa. Ela sabia que um conforto apressado iria apenas piorar a situação.

“Você pode… explicar um pouco mais em detalhe?”

Nisto, Hwan Sa imediatamente respondeu.

“Ele era… simplesmente dizendo, um idiota. Ele não é nada senão um poser que participa em todos tipos de feitos nojentos. Mais importantemente, ele era um homem capaz de assassinato e estupro. Ele colocaria suas mãos nas mulheres de seus amigos e gosta de abusar mulheres que ele comprou com o dinheiro dele. Mais do que algumas mulheres já cometeram suicídio por causa deste homem, e muitos incontáveis outras foram assassinadas também. Sua notoriedade é espalhada através da pequena cidade em que ele vive, mas ninguém pode fazer nada sobre isso por conta da conexão dele com as Lâminas do Sul. Ainda mais…”
“Isso é o suficiente… obrigada.”

“Você pode ir descansar agora, Hwan Sa.”

Depois de se curvar rapidamente, Hwan Sa se virou para sair.

“Hwan Sa.”

Pelo chamado de sua mestra, Hwan Sa parou seus movimentos, mas não se virou.

“Se… você fosse eu… o que você faria?”

“Se eu fosse você… eu iria… recusar. Mas eu não sou você.”

Certo, e esse era o problema. Ela não tinha a coragem para fazer algo assim.

“Se eu fosse fugir de casa… você me ajudaria?”

Isso era uma pergunta difícil, mas Hwan Sa respondeu imediatamente e facilmente.

“Claro. É meu dever proteger a senhorita. Eu ficarei ao seu lado!”
“Obrigada, Hwan Sa.”

Hwan Sa sabia. Ela sabia que sua jovem senhorita de coração mole nunca iria ousar ir contra os desejos de seus pais. E isto fez o coração dela doer ainda mais.

Quando Hwan Sa finalmente deixou o quarto, Dok-Go Sul-Lan continuou apenas a ficar sentada na cadeira dela sem a menor ideia de secar seu cabelo molhado. Quando ela finalmente se moveu, ambas suas mãos seguraram sua cabeça firmemente. Então um som de choro saiu.

“*sob sob*… *sob*… Mãe…”

Ela estava chorando. O Jeito que ela conteve os sons para prevenir qualquer barulho de ressoar fez ela parecer ainda mais lamentável. Hwan Sa ficou na frente das portas fechadas para o quarto dela, silenciosamente ouvindo a voz chorosa dela. Sua máscara estava manchada com lágrimas, e como se ela não pudesse mais aguentar isso, ela se afastou da porta, para o lado oposto do saguão.

Assim que Hwan Sa desapareceu completamente, alguém havia aparecido das sombras. Era Pa Chun. Ele havia visto e ouvido tudo que havia acabado de acontecer. Ele estava surpreso em ver uma mulher do calibre de Hwan Sa, mas ele estava ainda mais surpreso em descobrir que este lugar era a residência da joia real das Espadas do Norte. E claro, no que ele escutou a história delas, ele foi surpreso mais do que uma vez.

‘Então é isso. Essa é a razão pela qual as Lâminas do Sul começaram a apoiar as Espadas do Norte. Murim… que lugar assustador! Pela ambição dele, o chefe das Espadas do Norte facilmente pisoteou na felicidade de sua filha. Huhu, se esse é o caso, não há necessidade para eu me sentir pesaroso. Tudo bem, o primeiro passo para meu grande plano começa aqui! Eu não esperarei mais. Um fio de consciência me preveniu de tomar ação, mas tais coisas já se foram faz tempo. Eu irei diretamente obter o que eu desejo.’

Sssss.

Pa Chun desapareceu novamente. Alguém saberia? Que o Discípulo de Chun Ma, Pa Chun, havia finalmente chego numa decisão.

.

Dok-Go Sul-Lan se levantou de seu assento. Apesar dela estar mordendo seus lábios, parecia que ela havia aceitado seu destino. Ela estava de frente de um espelho. Cintura fina, cabelo balançando e pele clara como jade. Ela mesma pensou que ela era bela.

‘Ah~! Se ao menos meu Irmão Mais Velho ainda estivesse aqui… ele certamente ficaria do meu lado…’

Mas não adiantava. Ela não tinha ideia de onde o irmão mais velho e avô dela estavam, e não seria até meio ano mais tarde que eles voltariam. Dois anos e meio atrás, eles partiram para um treino de três anos. As duas pessoas que haviam se importado por ela mais do que qualquer outra pessoa no mundo! Esse era meu destino? Pensar que esta decisão seria feita quando eles estavam fora numa viagem!

As mãos dela alcançaram pelo nó na toalha dela. Com uma pequena torcida, o nó estava desfeito, e a toalha caiu no chão. Ela estava completamente pelada. Ela novamente ficou olhando para o espelho, como que para gravar a imagem refletida do corpo dela em sua mente. Lágrimas surgiram novamente.

“E se eu apenas desaparecesse?”
“Hup.”
“?”

Vira.

Dok-Go Sul-Lan rapidamente se virou. Vendo nada fora do ordinário, ela inclinou sua cabeça.

“Será que eu ouvi errado?”

Ela sabia que Hwan Sa era a única dentro da residência dela. Sabendo disto, ela novamente se sentou na cadeira dela, então começou a secar seu cabelo com uma toalha.

O som havia, claro, vindo de Pa Chun. Ele havia entrado assim que Hwan Sa saiu, e topou com a Dok-Go Sul-Lan pelada, soltando um som em surpresa. Mesmo agora, o coração dele não parou sua batida rápida.

‘Por que ela tirou suas roupas? Mas… ela é… uma verdadeira beldade. *Gulp*. Oh… ela vai colocar um show ainda melhor para mim?’

Quando Dok-Go Sul-Lan começou a secar seu cabelo, Pa Chun não sabia onde colocar seus olhos. Não apenas ele podia ver todas as partes do corpo dela, seus amplos seios balançaram com cada movimento das mãos dela! No fim, Pa Chun escolheu virar para longe desta visão.

-Vire sua cabeça para trás, Pa Chun! Seu cretino, o que você está fazendo com meu tempo de diversão? Hm? Ah, por favor! Apenas se vire e… oh, que bacana.
=Amitabul, Shizhu! Você deve deixar este quarto. Isto não é o que um cavalheiro faria.
‘Ah, droga…’

Havia uma clara razão pela qual Huineng estava tão embaraçado e porque Chun Ma estava tão feliz. Havia um pequeno espelho debaixo da cabeça da cama onde Pa Chun havia se virado, completamente refletindo a cena que ele havia acabado de ver. Desta vez, contudo, Pa Chun continuou olhando através do espelho. O pensamento de virar seus olhos para outro lado nunca ocorreu para ele de novo. Se esta era a vontade dos céus, como ele poderia ir contra ela?

3 respostas em “Capítulo 13 – Seguindo o Viajante Noturno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s