Capítulo 163: Hiiro Invade Passion

Sabem, está virando um hobby usar links durante capítulos… – Este capítulo foi traduzido do EnTruce, mas como todos daqui para frente (preguiça de ficar mudando), retirado do site do NetBlazer.


Capítulo 163: Hiiro Invade Passion

Hiiro fez uma expressão que mostrava que ele estava convencido com a razão de Rarashik por ter vindo aqui. Vendo que eles dois tinham o mesmo destino, os dois seguiram para a 《Árvore do Rei》 juntos.

Ela disse que ela também tinha alguns assuntos com o rei, mas-

“Além do mais, não tem como eu poder me deixar perder um evento tão interessante, certo?” (Rarashik)

O sorriso dela estava transbordando de determinação. Até Hiiro reconheceu que se ela estivesse com ele, a conversa iria seguir sem nenhuma dificuldade desnecessária e logo permitiu ela se juntar à ele sem nenhuma palavra de oposição.

Alguns soldados podem lembrar do rosto de beastman dele, e então ele foi pedido por Rarashik para usar um gorro. Certamente, deste jeito, ele pode ser capaz de evitar quaisquer conflitos desnecessários.

Contudo, ao entrar na 《Árvore do Rei》, era natural para outros encararem uma pessoa vestindo um robe vermelho de um jeito que prevenia eles de confirmar a identidade dele.

Contudo, no que Rarashik estava próxima dele, eles julgaram ele sendo companheiro dela e então, ninguém disse nada. Antes de entrar na 《Sala do Trono》, Rarashik informou um dos soldados que ela estava buscando uma audiência com o rei.

O soldado se curvou para Rarashik com uma expressão nervosa e entrou na 《Sala do Trono》. Depois de um tempo ele voltou e permitiu os dois convidados entrarem.

Rarashik tomou a liderança no que Hiiro seguiu atrás dela.

(Hou, então esta é a 《Sala do Trono》, huh… e aquele é o rei.) (Hiiro)

Ele pensou no que o olhar dele caiu no majestoso trono. Sentado nele estava o rei das feras Leowald, que olhou para os dois com olhos duvidosos.

Os olhos de Hiiro escanearam a sala minunciosamente, avaliando seus arredores. Próximo ao trono estava um homem pássaro, que Hiiro havia encontrado uma vez antes. Ele parecia estar em guarda contra ele e estava encarando Hiiro com olhos afiados.

“O que há com a visita repentina, Rara?” (Leowald)

Leowald perguntou para Rarashik, enquanto seus olhos estavam fixados em Hiiro.

“Não, não é nada. Eu só estava pensando em relatar o status atual dos meus estudantes idiotas e… eu queria introduzir alguém interessante para você.” (Rarashik)
“Hou.” (Leowald)

Todo mundo focou seus olhares em Hiiro. Ao fazer isso, o homem pássaro, Barid, tentou aproximar Leowald numa tentativa de proteger ele, mas foi parado imediatamente pelo próprio rei das feras.

“… É esse aí?” (Leowald)
“Sim, eu estou certa que você ficará surpreso.” (Rarashik)

Leowald olhou para Rarashik, que mostrou um grande sorriso, e retornou sua linha de visão para Hiiro.

“… Você aí, tire seu gorro e me mostre seu rosto.” (Leowald)

Então, assim como pedido, Hiiro tirou o gorro. No momento seguinte, a atmosfera esfriou. Especialmente Barid, quem encontrou previamente Hiiro em sua forma de beastman, protegeu Leowald por se posicionar entre eles.

“Rarashik-sama, o que você está tentando fazer?” (Barid)

Ele questionou a mulher; sede de sangue saiu dele com cada palavra que ele disse. Uma reação dessas não era nada extraordinário. Afinal, foi Rarashik quem guiou Hiiro, um inimigo, todo o caminho até a sala do trono.

Mas ela deu de ombros no que ela falou com um sorrio que permaneceu inteiro.

“Bem, Hiiro disse que ele queria encontrar Leo-sama, então eu só trouxe ele aqui. Eu mencionei isso antes, certo? Que esse garoto era um conhecido.” (Rarashik)
“M-mas ainda!” (Barid)

A reclamação de Barid era natural. Mas, não importa quanto de um conhecido Hiiro fosse, eles estavam para duelar valendo seus respectivos países no prazo de alguns dias. Ainda mais, ele era a pessoa que eles tinham que estar mais vigilantes sobre. Qualquer um iria provavelmente sentir que não era muito errado pensar que Hiiro havia vindo roubar a vida do rei neste instante.

“Se acalme. Este garoto realmente só veio para falar.” (Rarashik)
“On, onde está a evidência disso!” (Barid)
“Afinal, ele não é alguém que faria algo tão problemático assim.” (Rarashik)
“… Ha? P-problemático?” (Barid)

Barid ficou estupefato quando ele ouviu as palavras de Rarashik. E então, uma mão segurou no ombro dele.

“M, meu senhor?” (Barid)
“Vá para o lado um pouco.” (Leowald)
M, mas!!” (Barid)
“Saia da frente.” (Leowald)

Sendo dominado pelo olhar do rei, Barid relutantemente foi para o lado. Leowald olhou para Hiiro e,

“Faz um tempo… eu suponho?” (Leowald)

Leowald perguntou.

“Aa, sem dúvida, faz um longo tempo.” (Hiiro)
“O 『Evila』 que eu encarei no 【Oldine Sagrado】. Era você, certo?” (Leowald)
“Isso mesmo. Naquela hora, você me atacou de repente. Todos os governantes aqui são rápidos para recorrer à violência?” (Hiiro)
“Seu cretino!” (Barid)

Barid abriu suas asas para voar, mas foi novamente parado pelo olhar de Leowald.

“Uu……… entendido.” (Barid)

Depois que Leowald confirmou que as asas estavam sendo retraídas, ele novamente olhou para Hiiro com um olhar inquisidor.

“Aqueles que são capazes de falar com o rei de um país assim são alguém importante ou um idiota… qual deles você é?” (Leowald)
Não é óbvio que eu sou alguém importante?” (Hiiro)

Vendo Hiiro responder sem um segundo de hesitação, Leowald sorriu.

“Gahahahaha! Entendo! Este é definitivamente o mesmo pirralho daquela vez! Gahahahaha!” (Leowald)

Vendo o Rei deles rir num jeito tão agradável, os rostos dos soldados ficaram vazios. A atmosfera tensa de antes sumiu como se tivesse sido uma mentira.

“Então bem, você certamente parece ser Hiiro Okamura. Contudo, você devia ser o mais forte potencial de guerra do lado inimigo. De fato me conte porque alguém como você iria vir até aqui.” (Leowald)
“Eu tenho muitas razões, mas há somente duas razões que importe para vocês. Uma é para saber o local exato para onde a batalha irá ocorrer.” (Hiiro)
“Nh? Você não conhece o lugar da batalha? Eu ouvi da Maou que aquele lugar servia, sabia?” (Leowald)

Enquanto franzindo, ele perguntou.

“Não, não tem um problema com o lugar em si. Eu só preciso saber o local exato, então eu vim aqui.” (Hiiro)
“Hou, por qual razão?” (Leowald)
“Porque eu transportarei os caras de 『Evila』 lá.” (Hiiro)

Isso havia sido escrito na carta da Maou também. Que uma pessoa do lado deles iria transportar eles até a localidade da batalha no dia agendado. Claro, alguém normalmente não pensaria que uma pessoa capaz de fazer isso iria existir.

Contudo, durante a conferência, Hiiro teleportou a Maou e os outros para o longínquo continente demônio dentro de um instante. Era por isso que eles julgaram que isso era possível.

Mas no que Leowald pensou do porque de Hiiro iria precisar saber a posição precisa do local da batalha, isso repentinamente veio à ele.

“Entendo, sua magia não consegue te levar para lugares que você não conhece?” (Leowald)
“… Hou, parece que você consegue usar sua cabeça no fim das contas. Eu pensei que você fosse um completo maromba.” (Hiiro)

Nas palavras de Hiiro, Rarashik riu alto com um pffffft, veias saltaram na cabeça de Barid, e os soldados abriram a boca em medo. E o indivíduo mais importante, Leowald, estava rindo animadamente no que ele disse,

“Gahahahaha! Essa é uma frase adequada! Não é Rara!” (Leowald)
“Nahaha! Ela certamente é!” (Rarashik)

Leowald estava rindo excitadamente, como se ele estivesse se divertindo. Os soldados estavam em pânico achando que uma luta iria ocorrer devido à tais palavras insultantes direcionadas ao rei deles, mas sentiram alívio assim que perceberam que seus medos eram sem base.

“Maromba, huh! Eu acredito que isso era algo que Rara também costumava me chamar! Gahaha!” (Leowald)
“Mas você realmente é um!” (Rarashik)

Olhando para Leowald não ficando nem levemente agitado, Barid estava bobo.

“Entendo, entendo! Então você quer saber onde é o lugar para que você possa teleportar para lá?” (Leowald)
“Bem, se eu fosse dar uma razão, então esse seria o caso.” (Hiiro)
“Mu? Se você fosse dar uma?” (Leowald)
“É, mesmo que você não me diga onde é, eu seria capaz de achar sozinho no fim das contas.” (Hiiro)
“Hohou, significando que você tem outra razão para vir aqui?” (Leowald)
“Bem, eu só queria falar com você para ver que tipo de pessoa você é. Para aprender mais sobre o rei animado que aceitou este duelo absurdo.” (Hiiro)
“Gahahahaha! Do seu ponto de visto, isso pode parecer uma decisão absurda!” (Leowald)
“……” (Hiiro)
“Contudo, Hiiro, para nós 『Gabranth』, que valorizamos poder e laços acima de todo o resto, este duelo é, num sentido, o melhor método que nós poderíamos concordar.” (Leowald)
“… Você não é só um idiota por batalhas?” (Hiiro)
“Você poderia dizer isso. Mas é fácil de entender. Não é?” (Leowald)
“… Eu não odeio isso. Esse tipo de coisa fácil de entender.” (Hiiro)
“Gahaha! Entendo, entendo! E então? Você disse que você queria tentar falar comigo com antecedência deste jeito, mas como foi? Você aprendeu algo?” (Leowald)?
“Bem, eu acho que eu posso meio que entender a razão pela qual você é tal adorado pelo resto dos beastmen.” (Hiiro)
Ele era alguém cuja aura sozinha revelava ele sendo diferente de uma pessoa normal. Ele tinha um jeito vívido de falar e uma capacidade de luta feroz. Ainda mais, ele tinha aquele ‘algo’ que atraía pessoas para ele.

Hiiro de algum modo sentiu que ele podia entender o porque dos beastmen confiarem em Leowald. Ele havia pensado na possibilidade de uma batalha ocorrendo sem eles ouvirem o que ele tinha para dizer. Hiiro não era tão sem noção para pensar que isso não era uma possibilidade.

Contudo, ao contrário, parecia que não apenas seu poder, mas também sua mente era boa. Hiiro fez um sorriso amargo, pensando que o carisma de Leowald era incomparavelmente maior que aquele da Maou Eveam.

Leowald deve ter ficado feliz devido às palavras de Hiiro, no que ele novamente começou a rir audaciosamente.

Taptaptaptaptaptaptaptaptap!

Logo veio o som de passos de alguém aproximando eles. Seguindo isso, uma garota apareceu atrás de Hiiro. Ela respirou pesadamente enquanto segurava seu peito desesperadamente no que ela olhou em direção ao trono.

“Eu, eu ouvi que Hiiro-sama veio aqui… isso… é… verdade?” (Mimir)

No que ela disse isso, seus olhos gradualmente se arregalaram. A visão dela focou numa única pessoa.

“… Hi… Hiiro… sama?” (Mimir)

Ouvindo o nome dele sendo chamado, Hiiro levemente virou seu rosto para olhar para trás dele. Ao ver a jovem garota, ele pausou para pensar por um momento. Contudo, quando ele viu o grande laço azul na cabeça dela, ele foi, “Oh?” e pareceu recordar ela no que seus olhos se arregalaram um pouco.

“Você… laço azul, huh?” (Hiiro)

Anúncios

18 respostas em “Capítulo 163: Hiiro Invade Passion

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s