Capítulo 112: Fuga

Eu estou entediado, e ontem tiveram 1686 acessos, antes o recorde era 1396, então resolvi fazer um capítulo de KnW para descontrair; e eu ia traduzir o título como ‘Escapada’, mas achei que ia ficar feio… -> teremos mais do Tact amanhã – Este capítulo foi traduzido do NetBlazer.


Capítulo 112: Fuga

“Argh… ainda não dando certo?” (Eveam)

Eveam apertou seus dentes em frustração no que ela tocou e empurrou contra a barreira. Apesar de uma quantia considerável de tempo ter se passado desde então, a barreira não moveu nem um pouco.

“Droga! Como eu sugeri antes, nós devemos só retirar todo o lixo 『Humas』 aqui!” (Marione)

“Sem chance!” (Eveam)

Eveam simplesmente rejeitou as palavras de Marione sem nenhuma consideração.

“Mas esses caras nos traíram!” (Marione)

“Eu te disse antes, certo? Nós iremos pensar sobre isso depois que nós sairmos daqui.” (Eveam)

“Sim… mas…” (Marione)

“Neste momento nós precisamos fazer algo sobre a barreira e ir para 【Xaos】 o mais breve possível para parar a guerra. Eu lhe proíbo de desperdiçar sua energia e força aqui.” (Eveam)

“Mas…” (Marione)

Marione relutantemente se retirou.

“Judom-dono aqui está conservando a força e estamina dele através de meditação. Eu sugiro que você faça o mesmo. Eu farei algo sobre a barreira!” (Eveam)

Apesar dela ser incapaz de achar uma solução, ela persistentemente continuou a ficar tentando.

Enquanto Eveam estava fazendo isso, a sacerdotisa do 《Grande Templo Oldine》, Portnis, virou sua cabeça lentamente e encarou o Rei de 【Victorias】, Rudolph.

“Rei de 【Victorias】, apesar de você nosso conselho e amigo, como você pode calmamente realizar algo tão sujo no 【Sagrado Oldine】? Você não tem nada a dizer sobre isso?” (Portnis)

Isso mesmo, ela foi aquela que foi traída por Rudolph. A reunião era feita para trazer paz mundial a todos os custos.

Logo, ela foi agradada que uma conferência destas ia ser sediada na Terra Sagrada que era um símbolo de paz.

Contudo, o outro lado tomou ação e usou isso para começar uma guerra.

“O que você fez não é nada além do que blasfêmia no nome de paz! Tenha vergonha!” (Portnis)

Apesar dela ter estado completamente furiosa, Rudolph simplesmente respondeu calmamente.

“Sacerdotisa, você entende, sim? Quando tudo estiver acabado, haverá paz verdadeira.” (Rudolph)

“Para destruir todos menos os 『Humas』!?” (Portnis)

“Esse é o melhor jeito para obter paz mundial.” (Rudolph)

“….. É bem como Judom disse, você definitivamente não é qualificado para ser rei.” (Portnis)

Rudolph bufou nas palavras da sacerdotisa e se virou para Eveam.

“Demon Lord.” (Rudolph) (NT: Chega, eu não aguento mais ‘Senhor Demônio’, e se bobear era o único que ainda fazia isso…)

“…… O que!?” (Eveam)

Eveam não mais usou linguagem educada. Isso era porque ela havia determinado que o indivíduo que ela estava se direcionando não era digno de tal respeito.

“Como eu disse antes. Eu perdi pessoas que eram próximas e importantes para mim.” (Rudolph)

“……” (Eveam)

“Depois de vinte e quatro horas, seu país estará em ruínas. Haverá corpos mortos por todo lugar. Aqueles que são importantes para você morrerão em enxames.” (Rudolph)

“Droga!” (Eveam)

“Você disse que não tem sentido em vingança. Mas se você sair daqui, você pode ainda dizer as mesmas palavras? Sua família está sendo destruída pelos 『Gabranth』 e 『Humas』, com isso você pode ainda pregar como uma santa que nada irá vir de ódio?” (Rudolph)

Eveam encarou ele com animosidade, contudo, Rudolph retornou o olhar.

“…… Ainda assim, eu não irei desistir da paz!” (Eveam)

“…… Muito bem então, porque você não continua nisso com sua determinação imóvel. Apenas olhe para a realidade atual. Pense nisso direito, e eu ouvirei de você novamente. Pense sobre isso cuidadosamente. Nós temos tempo. Nós temos todo tempo no mundo.” (Rudolph) (NT: Uma vez falei isso numa partida de truco onde estava 11×0 para minha dupla e perdemos, então sei que essa frase final dá merda)

Rudolph se sentou depois de terminar seu discurso. Eveam sabia que palavras eram inúteis para Rudolph então ela se virou para Aquinas e falou.

“Quanto tempo nossas defesas irão aguentar?” (Eveam)

“Isso mesmo, eu sabia que alguma coisa assim iria acontecer. Por hora eu enviei Ornoth de volta para o país. Neste momento, ele deve estar se esforçando para defender o país… isso é, se Rudolph está dizendo a verdade.” (Aquinas)

De fato. Apesar de razões para tais ações fossem desconhecidas, havia uma leve possibilidade que Rudolph estava apenas falando mentiras.

“Sim, isso mesmo! Como esperado de Aquinas!” (Eveam)

“Contudo, há os quatro heróis, as 《Forças Gabranth》 e duas pessoas no topo dos 『Gabranth』 em termos de poder. Eu imagino que será duro para Ornoth conseguir sozinho.” (Aquinas)

“Ele não está sozinho.” (Eveam)

“O que? O que você quer dizer?” (Aquinas)

“Muitos dos nossos irmãos residem dentro do país. Todos eles são lutadores excepcionais.” (Eveam)

“…… é mesmo?” (Aquinas)

“Tem também mais uma pessoa……” (Eveam)

“Quem?” (Aquinas)

“Uma pessoa muito, muito forte com quem eu fiz um contrato……” (Eveam)

Antes que Eveam fosse capaz de terminar a sentença dela, a barreira que cercava a sala tremeu violentamente.

“O-o que está acontecendo!?” (Eveam)

Eveam olhou em volta defensivamente.

“Isto é um… terremoto?” (Kiria)

Assistente Kiria franziu no que ela falou. No que Rudolph não esperava por isso acontecer, foi uma surpresa para todos eles. Neste momento, Judom, a pessoa que estava meditando até agora, falou numa voz crescente.

“Finalmente… chegou.” (Judom)

—————————————————————————————————————

No 【Sagrado Oldine】, havia o 《Grande Templo Oldine》.

No centro dele ficava a localização da 《Sala Sagrada》 onde o poder restante do herói era concentrado.

No centro, havia uma ala com um raio de 20m onde armas não podem ser trazidas. Não há como alguém entrar nela com uma arma. Ainda mais, magia, primariamente mana não podia ser usada enquanto uma pessoa estava dentro.

Este 《Santuário》 foi criado usando o poder restante do herói. Era a barreira mais poderosa criada para a sala. Um máximo de treze pessoas podiam entrar na sala. Uma vez que a pessoa entre, ela não pode facilmente deixar a sala.

O jeito de sair do santuário era através do uso da 《Relíquia do Herói》. Era algo que pertenceu ao Herói. Uma pessoa com a relíquia seria capaz de enfraquecer a barreira e seria livre para entrar e sair o santuário.

O único outro jeito de sair do santuário era esperar por 24h passarem. Depois de 24h, a barreira iria enfraquecer levemente, fazendo uma falha aparecer na barreira. Ir através da falha permitiria alguém sair do santuário.

A barreira era muito forte. Não havia como ela enfraquecer antes de 24 horas. Contudo, para a surpresa de todo mundo, o 《Santuário》 que todo mundo titubeou no que tremeu.

Se uma pessoa fosse capaz de sentir a magia na área, ela iria sentir que a barreira estava gradualmente sendo enfraquecida.

“Q-que raios…?” (Eveam)

Eveam tinha a melhor percepção mágica entre as pessoas dentro da barreira. Logo, ela foi capaz de entender que algo estranho estava acontecendo.

“Relaxe, Maou-chan.” (Judom) (NT: Maou>Demon Lord>Senhor Demônio)

“J-Judom-dono?” (Eveam)

Não havia surpresa no rosto de Judom. Pelo contrário, ele estava encarando a entrada da sala com um grande sorriso em seu rosto.

“Judom, você?” (Portnis)

A sacerdotisa chefe Portnis olhou para o rosto sorridente de Judom em confusão.

“Bem, eu pensei que alguma coisa assim iria acontecer então eu trouxe alguma garantia.” (Judom)

Incapaz de permanecer quieto, o Rei de Victorias gritou.

“O que está acontecendo Judom? Mas que raios você está fazendo?” (Rudolph)

“Rudolph, isso significa que as coisas não irão do seu jeito.” (Judom)

“O que você disse?” (Rudolph)

“Você achou que eu não preparei nada antes dessa reunião?” (Judom)

No que ele disse isso, a porta abriu com um rangido.

“Judom-sama!” (Figurante)

De além da porta, uma pessoa vestida como uma aventureira apareceu. Quando ela apareceu, Judom sorriu largamente.

“Agora, Maou-chan, vá!” (Judom)

“Eh, ah…… pode deixar! Pessoal!” (Eveam)

Quando os outros ouviram a voz dela, eles acenaram e deixaram a sala um após o outro, deixando apenas um Rudolph pasmo e seu grupo.

“Kiria! O que você está fazendo! Se apresse!” (Eveam)

“…… Sim.” (Kiria)

Eveam estava incerta do porque da Kiria ter ficado parada, e disse para ela se apressar. Kiria olhou momentaneamente para o surpreso Rudolph e seguiu atrás de Eveam.

“Tudo bem, Portnis, você vá em frente.” (Judom)

“Entendido, Judom.” (Portnis)

Ela pegou seu bastão, olhou para Rudolph com um rosto enojado e deixou a sala.

“Você realmente fez isso, não fez Judom.” (Rudolph)

Antes que Rudolph pudesse continuar Judom interrompeu ele e disse.

“Hmph, eu queria acreditar em você. Mas você pensou que eu não tinha ideia do que você estava planejando? Eu sou bem confiante na minha habilidade de pegar informação. O momento que você selecionou este lugar para uma reunião, eu imediatamente procurei por uma 《Relíquia do Herói》.” (Judom)

“…… Mas como essa informação foi para o lado de fora?” (Dennis)

“….. Se você quer saber nós falaremos sobre isso lá fora. A não ser que você queira ficar aqui para preservar sua bunda gorda? Bem, é bem seguro aqui.” (Judom)

Dizendo isso Judom seguiu em direção a porta.

“… R-rei! O-o-o-o que você vai fazer sobre isso?” (Dennis)

Não apenas Dennis, mas os soldados também estavam agitados.

“…… Quando isto aconteceu, isso só significou que o cenário mudou.” (Rudolph)

“I-isso significa…” (Dennis)

“Ah, eles não parecem que eles vão agir, vamos seguir para fora.” (Rudolph)

“M-mas…” (Dennis)

Dennis era o mais ansioso. Era claro que eles estarão seguros se permanecerem dentro. Mas se eles fossem para fora, eles eram quase garantidos de serem atacados pelos 『Evila』.

“Se você se sente desconfortável apenas permaneça aqui.” (Rudolph)

Rudolph também olhou para os cinco soldados.

“Os soldados iriam rebelar se eles fossem ficar quieto sobre isso.” (Rudolph)

As únicas pessoas que sabiam do plano de confinar a Demon Lord aqui eram Dennis e os cincos soldados. Isso foi feito para prevenir a informação de se espalhar, mas se isso tivesse sido bem mantido não haveria como os aventureiros do Judom virem aqui em primeiro lugar.

Rudolph lamentou demais isso. Mas agora que isto aconteceu, não há mais nenhum sentido em permanecer aqui. Logo, não há escolha senão esperar e ver.

“Eu estou indo. Agora que isto aconteceu… eu não tenho escolha senão ir ver isto até o fim.” (Rudolph)

“Dennis viu Rudolph se arrastando para fora da porta com determinação.

“E-espere. Por favor espere, não me deixe para trás.” (Dennis)

Eventualmente, ninguém ficou na sala.

Anúncios

6 respostas em “Capítulo 112: Fuga

  1. Estou ansioso pra ver os termos do contrato da Eveam com o Hiiro; aposto que o pagamento foi um cartão da biblioteca…
    Vida longa a Judom-dono!!! Espero que ele vire o novo rei ou um ditador pelo menos.
    Obrigado pelo cap >w<

    Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s