Capítulo 258 – Olhar em Ambos os Lados do Escudo

Pessoas, eu nem sei o que dizer, mas isso é extremamente importante: vocês são foda. Olha o que fizeram ontem, o número de acessos – e eu upei 1 post só, inclusive. Eu realmente queria dar para vocês 2 posts hoje (no mínimo) como agradecimento, mas tenho que ler muita coisa para a aula de amanhã (não, não é novel), então vou deixar para outro dia: mas eu garanto 2 capítulos para agradecer, e se chegar à 1k de visualizações, tento 3, apesar de não ter uma data prometida xD

Sério, olha que foda

O laranja foi ontem, a tabelinha é de anteontem, também conhecido como maior número de visitas que já tinha chego.

Agora sobre o capítulo mesmo, ele era maior que eu imaginei, e tive que ficar fora de casa mais tempo que esperava também, mas fiz ‘o/ – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun.


Capítulo 258 – Olhar em Ambos os Lados do Escudo

A noite do dia seguinte.

Eu estava observando os estudos do Ren, quando ele repentinamente soltou um suspiro.

“O que foi? Se você não se concentrar, você nunca vai aprender a língua.” (Naofumi)

Se você não tem a motivação para aprender, eu não vou te ensinar.

“Ah… só um pouco. Você não me escutará?” (Ren)

“Isso depende do contexto.” (Naofumi)

“Como eu pensei. Na verdade, é sobre Eclaire-san.” (Ren)

Eclaire… Knight Feminina?

Só de ouvir o nome dela, eu sinto que isso vai ser um saco.

Contudo, eu estou levemente curioso sobre o porque que o Ren iria suspirar por ela.

“Aquela mulher causou algum problema de novo?” (Naofumi)

É hora de enviar ela de volta para o castelo já?

Como Ren começou a trabalhar sozinho, não tem motivo em eu ter ela por perto.

Neste momento, ela está treinando com Atlas fora da minha casa.

Que diligente.

“Alguma coisa aconteceu?” (Naofumi)

“Bem, isso é…” (Ren)

Aparentemente, isso aconteceu cerca do meio dia.

Alguns ladrões inconsequentes tentaram ir atrás deles quando eles estavam vendendo.

Mesmo que todo mundo do meu lugar tem a habilidade para esmagar um grupo ou dois de bandidos.

Eu acho que o grupo que Ren normalmente sai junto é o da Taniko.

Não importa quantos bandidos nós capturamos, eles ainda continuam aparecendo.

Mas isso não realmente importa.

De acordo com Ren, eles subjugaram os bandidos imediatamente, e amarraram eles.

“Oy, pulem para cima e para baixo. Eu posso ver que vocês ainda estão escondendo algo.” (Taniko)

“Uu…” (Bandidos)

Taniko usa a magia dela para ameaçar os bandidos como uma gangster. Ela até tira todos os trocados deles.

Os bandidos ameaçados desesperadamente procuraram pelo Ren por socorro.

“Wyndia. Não tem realmente necessidade para você fazer isso.” (Ren)

“Calado.” (Taniko)

Ren é calado imediatamente, e Taniko continua extorquindo os bandidos.

E naquele ponto, até Ren começa a se sentir mal por eles. Ele segura os ombros dela e puxa ela para trás.

Recentemente, Taniko desenvolveu um tipo de interruptor. Ela ocasionalmente se torna muito sombria e negativa. (NT: Interruptor como o de luz; quer dizer que ela muda do nada, como se apertasse o interruptor. Não tenho palavra melhor no momento)

Na vila, ela alegremente brinca com Gaelion, as Lagarterras e os outros monstros.

Ela ocasionalmente vai ver Rat também.

Por causa do interruptor dela, Gaelion veio me consultar também.

Eu terei que pensar em algo.

“Sério, onde você poderia ter aprendido algo assim…” (Ren)

“Não importa onde, certo? Mais importantemente, eles ainda tem alguns bens, então saia da frente.” (Taniko)

Ren suspira ao ver no quão ruim a criação da Taniko foi. Knight Feminina que estava ocupada amarrando os outros bandidos, ouviu eles e foi para lá.

Taniko estava para ouvir uma longa bronca… ele pensou.

Mas Knight Feminina foi até os bandidos que estavam sendo ameaçados.

“Hey, pule. Você ainda tem alguns bens na sua possessão, não tem? Como é isso? Ter suas coisas sendo tomadas no lugar de tomar as coisas?” (Knight Feminina)

Ela começou a ameaçar eles com a espada dela.

… Eh?

O que isso significa?

Entre minha vila, eu pensei que ela estivesse do lado honesto…

“O-oy… o que aconteceu com você!?” (Ren)

“Wyndia, me ajude a cravar as consequências dos crimes deles nos corpos deles.” (Knight Feminina)

“Claro.” (Taniko)

“Agora pulem!” (Knight Feminina & Taniko)

“H-hii…” (Bandidos)

No que os bandidos pulam, moedas se espalham pelo chão.

O chão foi coberto com várias moedas de cobre e prata.

“Sério, vocês podiam só ter dado elas…” (Knight Feminina)

“O que diabos vocês estão fazendo!?” (Ren)

Ren superou seu choque inicial, e gritou no que Knight Feminina chutou os bandidos por aí com uma expressão fria, enquanto carregava eles na carruagem.

“Ren, isso é um mal necessário. Para alguém que faz a boa vida por tomar os pertences dos outros, é necessário para eles sentirem o que é ter suas coisas tomadas. Eles precisam aprender pela experiência.” (Knight Feminina)

“Mah-” (Ren)

Depois disso, eles entregarem eles numa cidade por perto, mas Ren tinha acredito que Knight Feminina não era normalmente uma pessoa que faria tais coisas.

Mas não importa o quanto ele pressionasse ela, ela nunca deu uma resposta honesta.

“Então é por isso que você estava preocupado?” (Naofumi)

“É.” (Ren)

O que poderia ter causado essa mudança?

Eu não consigo pensar numa razão de porque aquela Knight estupidamente teimosa iria tão longe.

Se tivesse uma, seria relacionado àquele incidente de lavagem cerebral…

“Chame Knight Feminina… Eclaire aqui.” (Naofumi)

Nós chamamos Knight Feminina do treino dela para dentro.

Depois de um tempo, ela entra na sala.

Eu reitero a história do Ren, e pergunto.

“Que tipo de mudança é essa? Para você, não eram todas minhas ações cruéis e injustas?” (Naofumi)

“Ah, então é sobre aquilo.” (Knight Feminina)

Knight Feminina tem uma expressão filosófica no que ela se vira para mim.

O que? É raro para aquela diligente knight fazer uma cara dessas.

“Você se lembra daquele incidente do outro dia?” (Knight Feminina)

“Sim.” (Naofumi)

“Até aquele ponto, eu pensei que era melhor para eu só seguir a justiça em que eu acreditava. Contudo, eu percebi que a justiça deles também tinham alguns pontos lógicos.” (Knight Feminina)

“Tinham?” (Naofumi)

Eles não tinham lógica, e os argumentos deles estavam por todo o lugar.

“Eu não tenho certeza do que eles te disseram, Iwatani-dono, mas isso era o que eles estavam gritando para mim: 『Para fazer um mundo sem discriminação, nós não podemos permitir eles darem aos demi-humanos tratamento preferencial.』『Mesmo aqueles que só tomam só podem viver por tomar. Eles possuem suas próprias circunstâncias.』” (Knight Feminina)

Eu não tenho certeza sobre o primeiro, mas e quanto ao segundo?

“Tinha definitivamente alguma lógica. A segunda pessoa adicionou, 『Se é errado tomar das pessoas, então e quanto os monstros? Não tem razão para nós pensarmos sobre a colher culturas. É orgulho humano.Pelo bem de assegurar nossos direitos, nós estamos fazendo esta rebelião.』” (Knight Feminina)

“Você sabe…” (Naofumi)

Isso é como dizer que bullying é certo porque quem prática ele tem razões para fazer o bullying.

Mesmo que isso seja verdade, isso não o deixa certo.

Eu não tenho razões para ter empatia por aqueles zumbis zoados. Só ouvir os argumentos deles me deixa cansado.

“Por essa lógica, eu que ajudo um lado de uma guerra sou definitivamente mau para o outro. Mas ainda, eu tenho minha justiça. Isso é o que eu acreditei. Ainda assim, eu continuei vendo as pessoas que eu protegi, as pessoas que eu confiei se virando contra mim. Então o que é justiça… deve ser algo que constantemente muda. No segundo que eu pensei isso, minha própria justiça começou a cair. Talvez eu era má desde o começo.” (Knight Feminina)

“Então é por isso que você desistiu da sua honestidade e começou a fazer atos ruins?” (Naofumi)

Essa foi uma mudança extrema demais.

Ela sempre era alguém que se fixava demais em coisas pequenas, mas ela era ainda fundamentalmente uma boa pessoa.

Só porque sua opinião bate com outras, isso não quer dizer que uma delas é errada.

“Você está errado.” (Knight Feminina)

“Qual o problema?” (Naofumi)

“Fazendo só o que você acredita que é correto é definitivamente importante. Mas tem um erro em viver só por essa crença. No fim, isso leva à usar violência para resolver problemas, e silenciar tudo que prova ser falhas. Isso é meramente um ciclo sem fim.” (Knight Feminina)

“Não importa como você esteja tentando viver, seu jeito de pensar é muito para fora.” (Naofumi)

Eu pensei que ela era idioticamente diligente, mas ela não está ficando um pouco estranha na cabeça?

Talvez eu terei que jogar ela na solitária um pouco.

“E enquanto eu estava me preocupando sobre tudo isso, eu me lembrei do meu pai, e Iwatani-dono.” (Knight Feminina)

“… Por que eu?” (Naofumi)

“Num país de superioridade humana, meu pai estabeleceu uma terra que favoreceu demi-humanos. Mas as ações dele eram verdadeiramente corretas? E Iwatani-dono continuamente realizou maldade e brutalidade, mas…” (Knight Feminina)

Por maldade, você quer dizer meu tratamento dos bandidos?

Eu não realmente acho que tomar deles é particularmente mau.

“Se você mudar de perspectiva, meu pai era alguém que quebrou a regra da superioridade humana. Ainda assim, eu não acho que a linha de pensamento dele estava errada. Mas mal é mal, e aquele que continuou a proteger essa terra era meu pai. Não tem jeito… ele fez algo que poderia ser chamado um crime para a humanidade.” (Knight Feminina)

Bem, não é como se eu pudesse negar isso.

A Rainha é aquela que administra este país, e ela de fato usa o poder dela para silenciar nobres.

Tem uma possibilidade que os nobres que tomam ações desnecessárias estão destinados à encontrarem acidentes.

Não, exceto que eles causem um incidente deste nível, eu não acho que ela iria executar eles.

Ela é mais do tipo que controla as ações deles por trás das cortinas.

“E a resposta que veio à mim foi uma que eu aprendi pelo exemplo do Iwatani-dono. Essa é minha conclusão.” (Knight Feminina)

“Hah?” (Naofumi & Ren)

Tanto eu quanto Ren fazemos o mesmo som.

Eu não consigo acompanhar em que parte da conversa passada levou à isso.

“Iwatani-dono é amado pelos seus demi-humanos. Mesmo que eles são supostos de ser separados pela parede conhecida como mestre e escravo. Isso não é só porque ele é o Herói do Escudo. Contudo, Iwatani-dono calmamente perpetua atos de maldade. Ainda assim, as pessoas seguem ele… é porque ele tem a resolução para fazer mal pelo bem dos seus aliados.” (Knight Feminina)

“Essa não era realmente minha intenção…” (Naofumi)

“Não seja humilde. Eu tinha mal-interpretado as palavras que meu pai deixou para mim. 『Viva nobremente, sem nenhum arrependimento.』Eu acho que ele estava me pedindo para não me tornar como ele… mas eu quero me tornar uma pessoa como meu pai. Eu quero ser uma nobre que luta pelas pessoas.” (Knight Feminina)

“E só como isso leva à extorquir de bandidos?” (Naofumi)

“Uma longa jornada começa com o primeiro passo. Iwatani-dono e as pessoas vivendo aqui fazem o que quer que eles podem para fazer o máximo de lucro possível. Era algo que eu etiquetei como mau, mas era feito decisivamente.” (Knight Feminina)

É assim que é?

Não, Knight Feminina está sendo menos teimosa, então eu acho que eu posso dizer que ela cresceu um pouco. Mas esse crescimento está numa direção estranha. É um pouco assustador.

Se lidado errado, isso pode se tornar o processo de pensamento de um tirano.

“Ren, a cabeça desta aqui está ficando estranha. Eu deixo o encaminhamento dela para você.” (Naofumi)

“A-ah… eu irei fazer o que eu posso.” (Ren)

Ren tem um senso melhor para essas coisas do que eu. Ele pode ser um bom remédio.

Por continuamente testemunhar atos maliciosos, ela começou a ser tingida com mal… desde que ela perdeu seus pais, ela não teve ninguém para levar ela de volta ao caminho certo.

Apesar que eu não realmente devo ser alguém para dizer isso.

“Nas terras que meu pai gostava, Silt Welt, e Schild Freiden, tem um ditado assim. 『Olhe em ambos os lados do Escudo』. Não só olhe para a frente, olhe para trás também. No outro lado da glória, tem tirania e desgraça. Um só pode fazer um julgamento depois de cuidadosamente observar ambos o bom e o ruim de uma situação.” (Knight Feminina)

Uma palavra muito familiar para mim aparece aqui?

Não, meu Escudo pode só estar traduzindo outra palavra como Escudo.

“Iwatani-dono é um que demonstra ambos lados prontamente, eu acredito. Suas ações no seu território são dignas de respeito, e ele pratica tirania para poder proteger seu território. Para proteger seu povo, mesmo que ele seja um Herói escolhido por deus, ele irá tingir com maldade.” (Knight Feminina)

Os olhos da Knight Feminina pareciam ter alcançado iluminação.

Ela parecia muito excitada.

Assim que ela começa a acreditar em algo, ela irá seguir isso até a morte, esta aqui.

Eu pensei que ela tinha se tornado mais flexível, mas… a explicação dela deixa um pouco a ser desejado.

“E então, eu decidi estudar administração de terra sob Iwatani-dono. Eventualmente, quando Iwatani-dono sair, eu irei proteger esta terra com Raphtalia.” (Knight Feminina)

Gu… ela acertou um bom ponto.

É. Eu estava preocupado sobre o que iria acontecer quando eu sair desse mundo.

Mesmo que a Rainha previna discriminação demi-humana, as pessoas podem eventualmente revoltar.

Os escravos demi-humanos sempre foram abusados como uma fonte de trabalho.

Se as pessoas fossem ver tais demi-humanos andando por aí normalmente durante plena luz do dia…

Pode ser pacífico agora, mas planos já estão em ação, e a chance que minha vila cessar de existir não é zero.

Nós podemos ter nos livrados da facção extremista, mas não tem como dizer o que a facção moderada vai se tornar.

E então, minha vila será engolida inteira.

Para sua sobrevivência, demi-humanos iriam ter que receber tratamento preferencial, e apoio político.

Então as palavras da Knight Feminina não estão erradas.

“Eu entendo seu pensamento. Mas extorsão é ir longe demais.” (Naofumi)

“O que você está dizendo? Eu meramente imitei o que Iwatani-dono estava fazendo.” (Knight Feminina)

… Ah. Quando eu cuidei de bandidos com Knight Feminina, eu de fato disse as mesmas coisas.

Apesar que a Knight Feminina reclamou comigo depois.

Ela só estava me imitando?

“Naofumi… você fez coisas assim?” (Ren)

Ren me olhou com olhos duvidosos.

“Não tinha escolha! E esse país não tem bandidos demais do jeito que está?” (Naofumi)

“Agora que você mencionou isso, é verdade. Eu tenho a impressão que quando nós fomos invocados, a ordem pública estava sendo mantida melhor.” (Ren)

Apesar que a maioria deles estavam provavelmente só se escondendo.

Tem também o fato que eu expandi rotas de troca, e distribuição recentemente.

O Mercador de Acessório entusiasticamente me deu um discurso sobre expansão.

A aparição da Tartaruga Espiritual, e o conflito interno do país causaram uma surto de nervosismo entre a população. Para poder proteger suas vidas, muitas pessoas afrouxaram os fios das suas carteiras.

Alguns mercadores querem subir no bonde, e entrar nesse fluxo de dinheiro.

Com faltas de comida e tal, tem muitas árvores de dinheiro em potencial por aí.

Talvez o aumento repentino de comércio causou a quantia de bandidos tão naturalmente subir.

Alguns aventureiros desordeiros fizeram uma guilda para juntar dinheiro por trás de portas fechadas, enquanto amontoavam forças aparentemente.

Isso é o que é agora conhecido como a Guilda dos Bandidos deste mundo.

Eu não realmente tenho nenhuma relação com eles, mas a Guilda dos Aventureiros, a Guilda dos Mercadores, as Brigadas dos Knights, a Igreja… atualmente a dos Quatro Heróis… eles todos se apoiam.

Quando eles chegaram aqui primeiro, eu acho que Ren e os outros começaram ganhando na Guilda dos Aventureiros.

Eu não sou alguém que seria contratado. Eu sou mais do lado que contrata, então elas são irrelevantes para mim.

Voltando para o assunto.

Para a Guilda dos Bandidos emergir, deve ser um ninho de criminosos.

Como agir sozinho é perigoso, trombadinhas se juntam, e lucram por atacar mercadores e cidades.

O incidente da Tartaruga Espiritual, por vários motivos, zoou a ordem pública de Melromarc.

“Eu posso ter que realizar uma grande varrida deles em breve.” (Naofumi)

“Mas o que você vai fazer?” (Ren)

“Eu tenho uma ideia.” (Naofumi)

Anúncios

5 respostas em “Capítulo 258 – Olhar em Ambos os Lados do Escudo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s