Capítulo 22: O Povo Urso de Doggam

Primeiro capítulo de Word Master meu e para diferenciar de Tate no Yuusha mais ainda, vai ter essa mudança no título (em vez de ser Capítulo – Título, vai ser Capítulo: Título); dei uma batida de olho em como estão usando e tal -> numa nota paralela, o máximo que consegui fazer de modificações foi mudar as páginas de capítulos para KnW para esta série e TnY para Tate; eu realmente queria manjar um pouco de WordPress para fazer uma página de download e uma página estática e tal, mas… preguiça de pesquisar, então vai ficar assim (exceto se alguém aparecer falando como faz, mas isso é difícil de rolar, certo? xD) – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun: http://bit.ly/1IS3Gsm

ED: Para KnW, eu não pretendo reblogar capítulos ou copiar e colar aqui, mas vou atualizando (quando me tocar de que tenho que fazer isso) na página de capítulos -> faço isso para não ter que pegar o que já passou, e por preguiça; talvez faça isso até com o Tate no Yuusha – enfim, leiam o 23 no Rodizipa e o 24 no Sr. Mítico.


Capítulo 22 – O Povo Urso de Doggam

“Então agora, vamos nos apressar.” (Hiiro)

Hiiro lentamente se levanta e começa a andar. Arnold encara ele com seus olhos meio fechados.

“… Se você já está curado, então eu acho que está tudo bem. Espere, nós estávamos supostamente esperando por você!” (Arnold)

“Fufufu, vamos lá!” (Muir)

Com as insistências da Muir, o grupo segue a diante.

Depois de andar por um tempo, eles acharam o que parecia ser a saída da floresta.

“Oh, finalmente!” (Arnold)

Arnold de repente fica mais rápido. Depois de sair da floresta, os três se acharam num largo campo de flores.

“Uwa~” (Muir)

Muir encara no silêncio, como se ela tivesse perdido a habilidade de falar. Um vento gentil faz as pétalas balançarem para frente e para trás. É uma vista magnificente.

“Este é o 【Jardim Doggam】.” (Arnold)

“Então elas foram plantadas pelos 『Bearnts』?” (Hiiro)

“Sim. São bonitas, não é? O cheiro também é divino.” (Arnold)

Um cheiro doce o suficiente para fazer alguém babar paira no ar. As variedades misturadas de flores aqui provavelmente carregam uma grande variedade de néctares deliciosos.

“E logo depois disso, nós devemos alcançar a vila『Bearnt』, 【Doggam】!” (Arnold) (NT: Eu odeio esses símbolos, tem que ficar copiando e colando toda hora =.=’)

Passado o campo, eles podiam ver uma vila. A vila era meio pequena, como se ela estivesse tentando se esconder do mundo.

Quando eles entraram na vila, Hiiro e cia. viram o povo Bearnt reunidos num espaço aberto, largo. Eles tentaram ver o que estava acontecendo.

“Que ‘conteceu?” (Arnold)

“Eh? O-oh! Quanto tempo, Arnold!” (???)

“Yo, Max! Você é tão gordo quanto de costume!” (Arnold) (NT: Melhor deixar o mistério de 1 linha, já que é a primeira aparição do Max)

Eles seguram os ombros um dos outros no que dão seus cumprimentos.

“Hm? Arnold… suas orelhas…” (Max)

“Ah? Haha, bem, é.” (Arnold)

O rosto do Arnold pareceu dolorido. Mas ele se recupera rapidamente, e toma sua persona alegre. (NT: Persona é tanto personalidade quanto um personagem, algo assim; é complexo, mas simples ao mesmo tempo)

“Deixe-me lhe introduzir. Este é o 『Bearnt』Max. Nós dividimos uma bebida da última vez que eu vim por esta vila.” (Arnold)

Arnold se vira para Hiiro e Muir, e introduz o homem. O sorriso do Max passa uma pitada de tristeza.

“Max, me deixe introduzir esses dois.” (Arnold)

Ele se vira novamente para Max.

“Esta criança é minha amável anja, minha flor fofa, Muir Castrea!” (Arnold)

Apesar dele dizer isso com um tom determinado, todo mundo encara ele com uma expressão vazia. O rosto da Muir lentamente fica vermelha.

“P-por favor me trate bem!” (Muir)

Ela rapidamente abaixa sua cabeça. A vista dela fazendo isso faz aqueles observando a cena sorrirem.

“É~ e o outro é só como parece. Ele é um pirralho chamado Hiiro.” (Arnold)

O tratamento dele é claramente diferente, mas Hiiro não liga particularmente.

“Vocês dois são bem vindos aqui! Meu nome é Max!” (Max)

O corpo dele é bem grande. Não, é mais como se ele só tivesse um monte de excesso de gordura.

(Ele parece mais com um porco que com um urso) (Hiiro)

Hiiro pensa algo incrivelmente rude, no que Arnold questiona Max sobre o motivo de todo mundo estar reunido lá.

E então o rosto do Max fica sério.

“Ah, a verdade é que alguém vim um Monstro Único na floresta. Nós estamos pensando em contra-medidas.” (Max)

Arnold parece que ele quer falar algo.

“Mesmo que nós tentemos fazer alguma coisa, nosso oponente é Rank S. Essa vila não tem o poder para fazer nada sobre isso.” (Max)

“R-rank S? U-un, Max…?” (Arnold)

“O que?” (Max)

“S-seria esse Monstro Único possivelmente… um Javali Vermelho?” (Arnold)

“É, eu estou surpreso que você saiba. Você está correto!” (Max)

‘Mais do que simplesmente saber, nós encontramos ele diretamente, e este pirralho matou ele, sabe.’ Arnold gritou em seu coração.

“Ah é, de onde vocês vieram de qualquer jeito? Vocês vieram pela floresta? Então a sorte deve estar do lado de vocês. Se vocês encontrassem ele, vocês teriam morrido.” (Max)

“Bem, algo realmente morreu…” (Arnold)

“O que você quer dizer?” (Max)

Arnold suspira, e então começa a contar a verdade.

“QUUUUUÉÉÉÉ!? Você MATÓU o Monstro Único!?” (Max) (NT: A pronunciação dele aqui é errada, eu suponho que a surpresa foi tanta que complicou para ele; logo não está errado, é de propósito)

Não é só Max. Todo mundo na área ao redor tem surpresa escrita nos seus rostos.

“É-é. Quem fez isso foi esse pirralho. Aqui está a evidência.” (Arnold)

E ele tira as partes resgatadas do monstro como evidência. A multidão fica ainda mais excitada.

“QuQuQuQue está acontencedo, Arnold!? Quem é ele!? Ele é um Rank SSS?” (Max)

“N-não… ele é um Aventureiro Rank D…” (Arnold)

“MAAAAAAAAAAAAH!?” (Max) (NT: Novamente, eu devo ser o único que usa isso, mas seria algo como ‘mah que porra é essa’ xD)

A boca do Max fica aberta no que ele encara Hiiro.

“E-esse cara realmente matou ele? Este pirralho baixo, com olhos malignos!?” (Max)

Max enfia seu dedo no Hiiro. Hirro segura isso. (NT: É só na ideia de apontar, mas…)

Torce…

“Paaareee!” (Max)

“Eu odeio quando pessoas apontam para mim.” (Hiiro)

A área fica quieta. Tempo parece ter parado para os aldeões. Arnold solta um suspiro profundo.

“Eu estou falando sério, pessoas. Eu não posso ir muito longe nisso, mas o Monstro Único já se foi, esse cara é aquele que matou ele, e a vila agora está segura. Por favor só deixem isso assim.” (Arnold)

Hiiro parece estar levemente impressionado. Se Arnold tentasse explicar a magia especial dele, então ele iria bater nele. Mas parece que Arnold respeita a privacidade dele. A impressão de Hiiro sobre Arnold melhorou um pouco.

E então a crise da vila foi evitada. O Monstro nunca alcançou a vila, e nenhuma casualidade surgiu. Hiiro matando o Javali Vermelho ganhou para ele até que um pouco de atenção.

O sentimento de ser encarado era bem desconfortável, mas no que os aldeões fizeram a comida dele extra gostosa, Hiiro decidiu aguentar isso.

“Mas eu estou surpreso que você está bem, Arnold.” (Max)

Max encara o seu saquê no que ele fala.

“Sobre o que é isso?” (Arnold)

“Eu ouvi um boato que um beastman que parecia com você tinha sido escravizado por humanos. Eu pensei que era definitivamente você… suas orelhas, eles fizeram algo com você?” (Max)

“… Basicamente.” (Arnold)

As orelhas do Arnold que estavam firmemente marcadas na memória do Max não estavam em lugar algum à vista. E ele lembrou o boato do beastmanque virou escravo.

“Parece que você passou por muita coisa. A raça Humas realmente faz coisas terríveis.” (Max)

Max não ficou visivelmente bravo, mas as palavras dele pareciam carregar um tom ameaçador. Arnold se sente um pouco feliz que seu amigo está ficando bravo pelo bem dele.

“É, eu definitivamente não quero voltar para aquele tempo. Mas neste momento, eu estou vivendo bem alegremente, Max.” (Arnold)

“Arnold…” (Max)

“Eu até comecei a fazer as coisas que eu queria fazer. Eu me tornei um chef, e eu até tenho uma filha.” (Arnold)

“Ah é, onde você conseguiu aquela garota, de qualquer jeito?” (Max)

Arnold franze os olhos no que olha para o sorridente Max.

“Não me entenda errado. Apesar dela ser minha filha, nós não somos relacionados por sangue.” (Arnold)

“É mesmo?” (Max)

“É. Um bom amigo confiou ela para mim.” (Arnold)

Arnold encara a distância, e Max toma seu saquê num gole. Ele suspira.

“Parece que você realmente passou por muita coisa.” (Max)

“É… muitas coisas aconteceram.” (Arnold)

Os dois são cercados por silêncio por um tempo.

“Então o que é aquela criança? Ele parece ser um beastman, da mesma raça que a garota.” (Max)

Arnold guincha. Atualmente, Hiiro está usando sua magia para se disfarçar. Como resultado, ele tem o mesmo cabelo prateado como Muir.

“Un… é aquilo! Ele é irmão da Muir!” (Arnold)

“Então é isso? Não é surpresa eles se parecerem tanto!” (Max)

(Eu acho que Hiiro vai me socar mais tarde…) (Arnold)

Pensando sobre a situação triste dele, Arnold começa a sentir o ar ficando mais frio.

“Mas aquela criança é realmente louca. Eu nunca ouvi de alguém ganhando de um Javali Vermelho sozinho antes.” (Max)

“É-é. Aquele cara é um pouco estranho.” (Arnold)

‘Em muitos jeitos’ disse Arnold em seu coração.

“Eu não irei pressionar mais fundo. Vocês são os salvadores desta vila, então relaxem um pouco.” (Max)

“Obrigado, Max.” (Arnold)

“Oy, tampinha. Não seja tão fresca.” (Hiiro)

Hiiro está segurando uma comida estilo ervilhas verdes que Muir parece estar evitando.

“Eh… mas…” (Muir)

“Se você odeia elas tanto assim, então…” (Hiiro)

Ele enrola as ervilhas numa carne, e enrola isso em mais vegetais.

“Aqui, coma isso.” (Hiiro)

“… Okay.” (Muir)

Mesmo no que ele passa isso para ela, os olhos da Muir parecem mostrar alguma resistência. Os olhos erguidos dela parecem dizer ‘eu realmente tenho que comer isso?’ e em reposta, os olhos do Hiiro parecem dizer ‘se você não comer isso, eu irei forçar isso em você’. E Hiiro enfiou a comida na boca dela.

Muir fechou seus olhos no que ela mastiga. E então abre eles com um olhar confuso.

(Aquele sentimento terrível se foi?) (Muir)

Como se ele pudesse ler a mente da Muir, Hiiro começa a falar.

“O motivo pelo qual você odiava isso era provavelmente a textura, ou o cheiro. Tudo que você tem que fazer é se livrar disso. Essa carne tem um cheiro bem forte, e esses vegetais tem uma textura firme. Eles irão ajudar você a superar seu ódio por esses feijões.” (Hiiro)

“I-incrível. Você é quase como meu tio.” (Muir)

Hiiro acerta de leve a cabeça da Muir.

“Nyu!?” (Muir)

“Quem é como aquele tiozão?” (Hiiro) (NT: Um dia eu preciso checar algumas expressões como essa com o Rodizipa e o Sr.Mítico -> só não usei oyaji porque não tenho certeza se é essa, e porque eu não quero lembrar do ferreiro de Tate com o Arnold)

Hiiro franze a cara no que ele continua a enfiar comida na boca dele. Muir inclina sua cabeça, imaginando onde exatamente ele coloca toda aquela comida no corpo magro dele.

(Se eu tivesse um irmão… iria parecer com isso?) (Muir)

Ela tem um sentimento levemente quente dentro do peito dela. Ela nunca pensou nisso antes, mas a cor atual do cabelo do Hiiro pode estar dando tais ideias para ela.

Arnold observa os dois, e encara Hiiro como se ele fosse balear ele até a morte.

Mas o Povo Urso em volta deles simplesmente entenderam errado a situação e pensaram ‘é, aqueles dois são definitivamente irmãos’. A preocupação do Arnold era desnecessária.

Depois que o grupo continuou comendo por um tempo, um grupo de mulheres em roupas estilo de dançarinas que tinham altas taxas de exposição vieram. Parecia que elas iam realizar uma dança folclórica.

Uma pessoa veio carregando um tambor. Ele bate nele com ritmo, e a dançarina se move para combinar com o ritmo.

“Wow~! Essas pessoas são realmente bonitas~ e a dança é tão habilidosa~.” (Muir)

Muir segura suas mãos juntas, e admira elas. Mas Hiiro parece estar mais focado na comida na frente dele. Depois de encher sua boca, ele dá uma olhada nas dançarinas.

(Entendo. Então a Raça Urso tem pessoas magras também.) (Hiiro)

E mais uma vez, ele pensa algo rude antes de mudar seus olhos de volta para a comida. Mas Muir parece cativada, e Arnold parece estar enamorado.

“Oh~ Que indecente.” (Muir)

Muir sente como se o pai dela tivesse dado olhos pervertidos para alguma garota aleatória. Ela está bem embaraçada.

“Por favor se contenha!” (Muir)

E ela vai até Arnold. Hiiro continua pressionando comida nos seus lábios, enquanto ele encara o céu noturno. Ele vê uma estrela cadente, e pensa ‘que pacífico’.

Status

Arnold Ocean

Lv 35

HP 355/355
MP 189/189

EXP 50089
Próximo 6210

ATX 358 (402)
DEF 323 (339)
AGL 298 (303)
HIT 222 (224)
INT 102 ()

《Atributo Mágico》Vento
《Magia》Presas de Vento | Garra de Vento Explosivo |  Inversão de Explosão

《Título》Amigo do Vento | Ex-Escravo | Chef | Pai Carinhoso | Homem de Alma Ardente | O Homem Referido como um Pervertido

Cartão da Guilda

Nome Arnold Ocean

Sexo Masculino

Idade 37

De Snyoll

Rank C

Missão

Equipamento

  • Arma Espada Grande
  • Guarda Armadura de Placa
  • Accessório Bracelete do Vento

Rigin 1393000

Muir Castrea

Lv 13

HP 111/111
MP 82/82

EXP 12655
Próximo 2210

ATX 102 (105)
DEF 100 (108)
AGL 99 (102)
HIT 77 (78)
INT 54 ()

《Atributo Mágico》
《Magia》

《Título》Sequestrada | Meu Anjo | Flor Fofa | Garota de Tolerância

Nome Muir Castrea

Sexo Feminino

Idade 12

De Rince

Missão

Equipamento

  • Arma Faca
  • Guarda Roupas de Viajante
  • Acessório Bracelete Sem Nome

Rigin 56000

Anúncios

27 respostas em “Capítulo 22: O Povo Urso de Doggam

  1. Abra seu dashboard. Configurações>Leitura>Página estática. Selecione a pagina inicial que será estática e a pagina que continuará em formato de blog. (Tipo recentes)

    Curtir

  2. Tem uma linha que ficou meio estranha: “Quando eles entraram na vila, Hirro e cia” era pra ser Hiiro certo?E quem é “cia”?
    Vlw pelo cap \(>w<)/

    Curtir

    • Esses botões de “próximo” e “anterior” são em relação às postagens feitas, não pelas séries – no caso, depois deste capítulo eu fiz o 250 de Tate no Yuusha…

      Isso é do WP e eu não consigo tirar, e só não coloco botões nos posts porque… dá muito trabalho e eu tenho preguiça de ajeitar tanto capítulo.

      Dica: fica com a página de capítulos aberta e só vai abrindo novas abas com os capítulos que quer ler.

      Curtir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s