Capítulo 216 – Direito de Propriedade Compartilhado

Feliz feriado – Este capítulo foi traduzido do Yoraikun: http://bit.ly/1DOzfnb


Capítulo 216 – Direito de Propriedade Compartilhado

“Bem, Herói do Escudo, algo aconteceu? Sim.” (Slave Dealer)

“Da última vez que nós nos encontramos, eu tive a impressão que você estava evitando contato visual. Isso te lembra qualquer coisa?” (Naofumi)

Eu vou até o lugar do Slave Dealer, e pergunto assim com meus braços cruzados.

Eu não estou dizendo que nada é culpa dele, mas esse homem é uma das muitas razões pelas quais Motoyasu me deu tanto problema.

“Absolutamente nada. Sim.” (Slave Dealer)

“…*Sigh*” (Naofumi)

Ele está colocando um sorriso de negócios.

Ele está definitivamente fingindo isso.

“Eu estou pensando em deixar minha gulosa Philorial aos seus cuidados por um tempo.” (Naofumi)

“I-isso é…” (Slave Dealer)

“Claro, você estará assumindo a conta. Eu não irei deixar você recusar.” (Naofumi)

Eu tenho algum poder político agora, mas também essa pessoa está ganhando um monte por me vender escravos.

Não tem como o Slave Dealer desnecessariamente apertar nossas relações comerciais.

“Eu entendo. Sim. O fato do assunto é que eu de fato ofereci alguns Philorials para o Herói da Lança.” (Slave Dealer)

“Então você admite isso.” (Naofumi)

“Ele invadiu a tenda repetindo o nome da Philorial do Herói do Escudo, então eu ofereci eles para ele como um experimento.” (Slave Dealer)

Ah, verdade. O Slave Dealer estava tentando achar as condições para um Philorial se tornar uma Rainha.

Mas eu tinha minhas mãos cheias com minha Gulosa Firo, então eu recusei os experimentos dele.

Eu consegui meu próximo Philorial bem, bem mais tarde, e deixei o cuidado dele com Firo, então nada aconteceu.

Poderia ser… que eu também sou culpado?

Não, não, não.

Eu só não participei na pesquisa dele, e isso não é minha responsabilidade.

E o Slave Dealer estava meramente fazendo negócios. Ele vendeu sua mercadoria para a pessoa procurando por ela.

Eu imagino quanto tempo atrás ele vendeu elas.

Da última vez que eu vi Motoyasu foi… quando Kiel e os outros fizeram seu aumento de classe, eu acho.

Foi quando eu aprendi Escudo Portal.

Naquela hora, o Slave Dealer não estava lá.

Talvez eu perdi ele e ele mais tarde encontrou Motoyasu.

Eu não realmente preciso cavar muito fundo nisso.

“Sobre esse assunto, tem algo que eu gostaria de propor.” (Slave Dealer)

“O que é?” (Naofumi)

“Nesta manhã, o Herói da Lança nos pagou uma visita, e toda a tinta de contrato com seu sangue sumiu.” (Slave Dealer)

“O que você disse!?” (Naofumi)

Até esse ponto, eu nunca me preocupei sobre o estoque disso. Era algo que veio naturalmente com os escravos que eu comprei.

Escravos não são de graça, e como testar o selo era fácil, não tinha um risco de tinta falsa.

Nesse mundo, conseguir um escravo sem um selo é bem inútil.

Então Motoyasu está em posse da Tinta agora.

“Na prateleira onde eu mantive a tinta, eu achei vários sacos de Ouro, e uma folha com uma assinatura lembrando uma Lança e um Philorial.” (Slave Dealer)

D-droga! Quando eu fiz Firo persuadir ele, eu nunca fiz ela dizer que crime era ruim.

O que Firo disse para ele era ser gentil e honesto.

Por causa disso, ele deixou dinheiro. Mas nós nunca dissemos para ele que roubar era mau.

Eu pensei que isso estava incluso em ser honesto, mas eu acho que o termo literalmente significa simplesmente ser justo nas ações de alguém.

Então Motoyasu cria seus Philorials honestamente, e deixa eles sob minha providência.

Eu não sei como ele pensa, mas na mente dele, talvez isso seja Honestidade.

“Droga!” (Naofumi)

Eu rapidamente abro a tela de administração de monstros.

… A quantia de nomes que eu não conheço aumento exponencialmente!

Aquele idiota! Ele usou minha tinta para contratar suas Philorials.

“Eu ouvi de direito de propriedade compartilhado de escravos e monstros… isso é provavelmente…” (Slave Dealer)

Eu esqueci de dizer para ele não tomar nenhum tipo de ação irritante sozinho.

Se eu não fizer algo sobre ele, então Rainhas Philorials irão continuar a ser produzidas em massa.

Ele recebeu alguns ovos da Rainha, e conseguiu mais desse Mercador.

Eu preciso voltar para a vila rapidamente!

“Os direitos de propriedade podem ser anulados por você mesmo, então não deve ser um problema. O Herói da Lança disse que ele estava indo para o lugar do Herói do Escudo.” (Slave Dealer)

… A Rainha disse isso também. O que ele planeja fazer lá?

Ainda levando um exército de Philorials com ele.

Isso é sério. Eu preciso de algumas contra medidas drásticas.

“Entendido. Eu estou voltando para minha vila. ‘Té mais!” (Naofumi)

“O que eu devo fazer sobre achar escravos para você? Sim.” (Slave Dealer)

“Por favor continue como antes.” (Naofumi)

“Eu entendo. Sim.” (Slave Dealer)

Eu não por importo sobre isso no momento. Eu corro para fora da tenda e invoco um portal.

Ah, eu esqueci. A Rainha disse que parecia que os seguidores do Motoyasu tiveram um aumento de classe.

Eu voltei para a vila e rapidamente olhei os arredores.

Bom. Motoyasu ainda não está aqui.

Eu preciso me preparar para quando ele chegar aqui.

Senão…

Agora que eu penso sobre isso, aquele que vai fazer o trabalho será Motoyasu. Eu não tenho parte nisso

Talvez ele optou por direito de propriedade compartilhado para conseguir meu boost de status.

Se ele juntar forças, ele pode me opor, mas eu não acho que aquele Firoholic vai fazer algo assim. (NT: Tipo ‘workaholic’, que nós usamos em português também; viciado em Firo)

Não. Se ele tomar ações sozinho eu estarei com problemas, mas enquanto eu tiver Firo para falar para ele quando ele chegar aqui… deve ficar tudo bem!

“Hey, Naofumi. Você sabe o que está acontecendo?” (Ren)

“Hm?” (Naofumi)

Antes que eu percebesse, Ren estava na minha frente.

“O que foi?” (Naofumi)

“Eu não sei. Parece estar acontecendo fora da vila. Só que eu não posso sair.” (Ren)

“Fora?” (Naofumi)

“É. Eu só posso ver de longe, mas… aquele não é o Motoyasu?” (Ren)

O que?

De repente parece que a temperatura do meu corpo caiu…

Ren, e Knight Feminina ambos encaram para os subúrbios da vila… onde nós construímos o Estábulo de Philorial.

Os escravos parecem ter se juntado lá.

Eu timidamente me aproximo da área.

“Ah, Niichan- wow! Suas roupas são incríveis!” (Kiel)

Kiel olha para mim, e pula para trás ao ver minhas roupas.

Eu não acho que eu vesti minha Armadura Bárbara desde que eu primeiro estabeleci a vila.

Só que para mim esse tipo de roupa é normal.

“Não se importe com isso.” (Naofumi)

“Não… eu não posso. Niichan, você é fã desse tipo de roupas?” (Kiel)

“Eu não sei se eu gosto dela ou odeio ela, mas suas habilidades são altas,e ela foi feita por alguém que me trata bem.” (Naofumi)

“É mesmo?” (Kiel)

Eu gostaria de sair desse tópico logo.

O que está acontecendo no estábulo de Philorial!

“Naofumi-sama.” (Atlas)

“Eu acabei de voltar. O que está acontecendo?” (Naofumi)

“Eu acho que foi bem depois que Niichan saiu. Ou talvez antes disso? Parece que tinham intrusos no estábulo.” (Kiel)

“E-entendo.” (Naofumi)

“Nós estávamos deliberando como espantar eles, mas como Niichan não estava aqui, nós não queríamos tomar ações ainda…” (Kiel)

“Sim, Sadina-san também não está aqui, e quando nós mandamos alguém para perguntar para Melty-chan na vila viznha, nós recebemos um relatório dizendo que Firo não queria vir aqui não importa o que.” (Atlas)

O sentimento ruim no meu peito começa a pegar mais partes do meu corpo.

Motoyasu está definitivamente aqui.

“O que devemos fazer?” (Atlas)

“D-deixe eu ir confirmar a situação lá.” (Naofumi)

Talvez eu possa falar com ele.

Eu cuidadosamente ando até o estábulo de Philorial e coloco minha mão na larga porta.

Eu posso ouvir alguns sons vindo do outro lado.

Firo só devia ter um seguidor no momento. Só que eu realmente planejei em conseguir mais no futuro.

O que é isso? Meu sangue gelou de novo.

Cada um dos instintos no meu corpo estão me dizendo para não abrir essa porta.

Mas adiar esse problema não vai resolver nada.

Eu junto minha coragem e viro a porta aberta.

“Mah…!?” (Naofumi)

O dentro do prédio estava totalmente preto.

Não… isso é errado. Tem Philorials demais, e toda a luz externa é bloqueada.

“Ah, o cheiro de Philorials… *sniff, sniff*.” (Motoyasu)

Bem diante dos meus olhos, Motoyasu estava abraçando uma Rainha Philorial, e pegando o cheiro dela.

Cercando ele é um largo bando de Rainhas.

Eu ouço os sons de penas se mexendo no que todas as cabeças viram para me olhar.

Eu estou cercado de olhos.

“”Quem é esse?”” (Philorials)

“Ah, eu acho que ele era o Mestre que Moto-kun estava falando sobre.” (Filo Rial)

“Certo. Os olhos dele parecem maus, mas ele de algum jeito parece legal.” (Phirorial)

“É. Deve ser isso.” (Filorial)

“Eu te entendo cara. De algum jeito olhar para ele me faz me sentir motivado.” (Philo Rial)

“Certo, certo. O sentimento que ele dá é diferente daquele do Motopi.” (Firorial)

Arrepios arrebentam por todo meu corpo.

“”Mestre! Vamos brincar!”” (Philorials)

*Bang!*

Eu imediatamente fecho a porta e corro.

Alguns segundos mais tarde a porta se abre novamente. Eu olho para trás e sou confrontado com uma assustadora visão de um bando de Philorials se aproximando de mim.

“MOTOYASUUUUUU! SAIAAAAAAAA!” (Naofumi)

Meu grito frio ecoa pela vila.

A propósito, minha salvação veio na forma da Firo, que juntou sua coragem e veio checar a situação. Eu agora devo uma para ela.

Eu não irei dizer que tipo de coisas aconteceram comigo até ela vir ao meu socorro.

Anúncios

7 respostas em “Capítulo 216 – Direito de Propriedade Compartilhado

  1. Parece que um certo Naofumi-san foi violado euaheaueaheaueaheu. Depois de tantos esforços pra fugir da Firo, ele tem que encerrar esse cap não querendo revelar o que aconteceu até a Firo chegar e_e

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s