Capítulo 175 – Corre Ding Dong

Este capítulo foi traduzido do Yoraikun: http://bit.ly/1F49csp

ED: Estou sem internet e previsão é de vir técnico na QUARTA-FEIRA; estou usando o 3G para terminar de enviar, mas Baka-Tsuki vai ficar desatualizado mesmo. Já estou com internet (voltou do nada durante o dia) e o próximo capítulo é do JesseIwatani; o 177 ficou pronto agora.


Capítulo 175 – Corre Ding Dong

『Droga… a vontade desse corpo é mais forte do que eu pensei. Mas dado tempo…』

Eu acho que eu ouvi essa voz antes.

A voz parece estar sofrendo.

『Kukuku, por sorte tem duas partes de mim por perto. Se eu pudesse só obter uma…』

Isso parece ser bem uma situação Chuu2. (NT: Chuu-ni[byou], aquela ‘síndrome do oitavo ano’, que as crianças começam a viajar se imaginando com algum poder misterioso ou sendo relacionado com um rei demônio na vida)

Principalmente a atmosfera.

『O que é essa sensação? … Essa é a presença da Windea? Ela sobreviveu! Mas…』

Faz 6 dias desde que Raphtalia saiu para as montanhas.

Aquela manhã.

“*Sigh*…” (Naofumi)

Aconteceu de novo.

Atlas tem recentemente vindo de mansinho para minha cama.

Firo também dorme aqui ocasionalmente, então eu só assumi que era ela e voltei a dormir.

Toda vez que isso acontece, eu vou e pego Fohl, mas essa situação também está gradualmente mudando.

Na manhã do segundo dia.

Fohl foi enganado.

Na cama dela, Atlas deixou um boneco.

No dia seguinte ele foi superado repentinamente por sonolência.

Eu acredito que Atlas colocou algo na refeição dele.

O traficante dessa droga foi Gaelion.

Recentemente ele aprendeu como usar Sopro do Sono.

E então no dia seguinte… ele foi colocado para dormir fisicamente.

Ele já está perdendo para uma garota.

Eu imagino o que irá acontecer hoje.

“Naofumi-sama! Eu voltei!” (Raphtalia)

Com um *bang* a porta abre e Raphtalia entra.

Ela parecia que estava ansiosa em me encontrar, mas assim que ela pisou para dentro o rosto dela mudou.

“Recentemente ela tem vindo de mansinho aqui. Tem algo que você possa fazer sobre isso?” (Naofumi)

“Un… para deixar claro, nada aconteceu ainda, certo?” (Raphtalia)

“O que devia acontecer?” (Naofumi)

Eu estou realmente preocupado com ela vindo de mansinho na minha cama.

Tanto Firo quanto Atlas não escutam quando eu digo para elas pararem.

Talvez a indecência da situação está irritando a pura Raphtalia.

Será que ela pensa que eu sou o tipo de homem que iria fazer algo assim?

“*Sigh*… isso mesmo. Naofumi-sama é só esse tipo de pessoa.” (Raphtalia)

“Por favor vá pegar Fohl. Eu estou mais preocupado com ele neste momento.” (Naofumi)

“Sim.” (Raphtalia)

Hoje ele foi preso por ser enrolado numa colcha.

Incapaz de se mover, ele foi deixado com o rosto no chão da casa dele o tempo inteiro.

“Naofumi-sama? Por que você não simplesmente nega ela?” (Raphtalia)

“Eu definitivamente espantei ela ontem. E então ela dormiu do lado de fora. No dia anterior, eu usei a marca de escravo, mas ela ignorou a punição e veio para dentro de qualquer jeito.” (Naofumi)

“Ela é algum tipo de demônio!?” (Raphtalia)

Quando eu tentei espantar ela, ela dormiu do lado de fora. E a doença passada dela deu ainda mais dor que a marca de escravo, então ela já estava acostumada com isso. Ela foi capaz de dormir durante a punição.

Fohl está meio bravo.

O que exatamente você espera que eu faça?

Fohl mesmo foi forçadamente colocado para dormir duas vezes já.

“Isso mesmo. Naofumi-sama é só esse tipo de pessoa.” (Raphtalia)

“Por que você repetiu isso? O que você está tentando dizer?” (Naofumi)

“… Qual o problema, Naofumi-sama?” (Atlas)

Atlas lentamente se levanta e inocentemente pergunta isso.

Nós estamos preocupados com você, sabe.

“… Você não entende?” (Raphtalia)

“Eu só estou compartilhando meu lugar de dormir com ele. Isso é uma coisa tão ruim assim?” (Atlas)

“Para ser honesto, está me preocupando. O selo não está te dando dor também?” (Naofumi)

“O calor que meu coração recebe supera a dor. Por que eu não posso dormir com você?” (Atlas)

“Seu irmão irá ficar barulhento.” (Naofumi)

“Atlas! Por que você tem que ir até a casa de alguém desse tipo!?” (Fohl)

“Viu o que eu disse.” (Naofumi)

“Não se preocupe com meu irmão. Eu só desejo a atenção do Naofumi-sama.” (Atlas)

“O que você está dizendo!?” (Fohl)

Atlas fez uma bela comoção…

O que possivelmente poderia ter feito isso com ela? Tem uma possibilidade.

“Raphtalia, e também Fohl.” (Naofumi)

“O que foi?” (Raphtalia)

“O que!” (Fohl)

“Isso pode ser um efeito colateral do remédio de Yggdrasil.” (Naofumi)

“Ha?” (Ambos)

Certo. Se esse for o caso então tudo faz sentido.

Muitos remédios excelentes possuem efeitos colaterais problemáticos. Talvez ele aumente a dependência psicológica da pessoa que está tomando ele.

Essa é a única possibilidade que eu posso pensar.

“Olhe para a Instrutora de Combate. Ela está afetuosamente me chamando de Santo-sama. O remédio de Yggdrasil pode ter um efeito de poção do amor.” (Naofumi)

Então o remédio de alto nível possui um único defeito. É.

E o efeito do remédio na Atlas foi maior que na Obaa-san.

Mas eu não posso aumentar os efeitos da marca de escravo nela. Ela pode morrer.

“De qualquer jeito, até o efeito dissipar, nós precisamos ser vigilantes.” (Naofumi)

“I-isso mesmo!” (Raphtalia)

“Hah!?” (Fohl)

Raphtalia concorda com minha hipótese, mas Fohl parece surpreso.

“Você está insatisfeito com algo?” (Naofumi)

“N-não! Deve ser isso! Tem que ser um efeito colateral! Era um remédio forte o suficiente para dar uma recuperação completa para Atlas. Deve ter um efeito colateral forte!” (Fohl)

“Você está errado, Naofumi-sama! Eu desejo pelo Naofumi-sama do fundo do meu cora–” (Atlas)

“Então agora, vamos upar bastante hoje Atlas!” (Fohl)

“Ah, Naofumi-samaaaaaaa!” (Atlas)

Fohl segura Atlas e deixa o recinto.

Isso é o oposto do padrão de antes.

É um pouco refrescante.

Apesar de como eles agem, eles ainda são irmãos.

“Então agora, Raphtalia. Você acabou seu treinamento na montanha?” (Naofumi)

“Não… nós decidimos mudar de localização, então eu parei por aqui…” (Raphtalia)

“Santo-sama, minha discípula Raphtalia parou por aqui?” (Obaa-san)

Eu ouvi a voz da Obaa-san de fora.

Discípula…

“Entendo…” (Naofumi)

“Parece que… eu devo retornar para as montanhas agora.” (Raphtalia)

Hengen Musou, era isso?

Parece que o treino é duro.

Talvez eu tenha que aguentar ele mais tarde.

Bem, eu provavelmente terei que fazer isso.

Se eu levar um ataque que ignore minha defesa, eu irei provavelmente morrer.

Sim. Eu irei achar algum tempo livre e treinar sozinho.

“… Garoto, você deseja por maior poder?” (Obaa-san)

Do lado de fora, eu vejo a Obaa-san tentando recrutar Fohl.

… Knight Feminina está encarando ele com olhos invejosos de longe.

Ela pegou férias para ir com Obaa-san, mas ela ainda tem que ser ensinada?

“E-eu tenho um dever de cuidar da minha irmãzinha!” (Fohl)

“Eu não irei aceitar isso se você escapar com um motivo tão fraco. Pelo Santo-sama, você deve conseguir força ainda maior!” (Obaa-san)

“A-Atlas! E-eu estou! Eu eeeestooooouuuuu!” (Fohl)

O destino do Fohl estava decidido desde o começo?

… Isso não é bom.

Se Fohl não estiver aqui, como eu devo prevenir Atlas de vir para minha cama.

Hm? Atlas está acenando suas mãos para mim.

“Agora não tem nada me impedindo de dormir com você.” (Mente do Naofumi)

É o que ela deve estar pensando.

Eu preciso tomar medidas drásticas.

“Por hora, me deixe tomar algumas medidas. Naofumi-sama não precisa se preocupar!” (Raphtalia)

“Ah, entendido. Eu irei confiar em você.” (Naofumi)

“Sim. Eu definitivamente não deixarei que Naofumi-sama cometa nenhum engano.” (Raphtalia)

Se eu deixar isso com Raphtalia deve ficar tudo bem.

E o que você quis dizer com nenhum engano?

E depois do café da manhã, Raphtalia e os outros novamente partiram.

E eles levaram Fohl com eles.

*Kon, Kon*.

De novo. Recentemente eu tenho tido minha caça sofrendo de uma Corrida-Ding-Dong bastantinho. (NT: Eu não sei que expressão a gente usa para isso, mas é importante futuramente que exista uma para tocar a campainha e sair correndo, então por hora fica assim)

Eles provavelmente estão deliciados em me ver indo para fora e não achando ninguém lá.

É por isso que, depois que os escravos se juntaram no café da manhã, eu acessei as opções da marca de escravo e marquei uma caixa.

“Recentemente, alguém tem feito pegadinhas na minha casa. Alguém tem algo à dizer sobre isso?” (Naofumi)

… Ninguém foi para frente.

E nenhuma das marcas de escravos ativou.

Então não foi um escravo?

Então…

Eu encaro os soldados, e outros donos de loja que vieram para a vila.

Todos eles balançaram suas cabeças.

… Quem poderia ser?

Eu confirmo isso.

Eu abro a porta, e claro que ninguém está ali.

Isso acontece numa média de três vezes por dia.

Eu poderia colocar alguém para vigiar a porta, mas então eles provavelmente não iriam fazer mais nenhuma pegadinha.

Mas eu não posso realmente deixar esse assunto sozinho.

*Kon, Kon*.

A propósito, ontem eu esperei na frente da porta e abri ela no segundo que foi batida.

Era Kiel.

E como Atlas, ela disse que foi a primeira vez que ela bateu.

Ela perguntou quais eram as ordens para hoje, e ela estava com um grande grupo de escravos então ela provavelmente não era a culpada.

E hoje, Kiel e os outros saíram para vender.

Os únicos escravos na vila no momento são aqueles que são bons com suas mãos, e já foram ditos para não vir para minha casa nessa manhã.

Então dessa vez deve ser o culpado.

Eu não irei deixar eles escaparem hoje.

「Prisão de Escudo!」 (Naofumi)

Eu capturo quem quer que está do outro lado da porta.

Eu abro a porta.

A Prisão de Escudo está tremendo, parece que eu peguei algo.

“Qual o problema, Conde?” (Rato)

“Rato, o que você está fazendo aqui nessa hora?” (Naofumi)

“Eu fui dar uma caminhada para mudar de ritmo. Mais importantemente, o que você está tentando fazer?” (Rato)

“Recentemente alguém tem batido na minha porta e correndo. Eu te disse no café da manhã, certo?” (Naofumi)

“Ah, sim. Então esse é o culpado?” (Rato)

“Muito provavelmente.” (Naofumi)

“Eu imagino que tipo de pessoa é.” (Rato)

Os efeitos da Prisão de Escudo gastam, e desaparece.

“KYUAAAAA!?” (Gaelion)

Eu e Rato encaramos ele com a mesma expressão de saco cheio.

É, se não era um escravo, eu devia ter suspeitado dos monstros. Mas eu não pensei que tivesse um monstro que realmente iria tentar uma Corrida-Ding-Dong.

Gaelion tenta escapar voando para o céu.

Eu abro o selo de monstro e ativo uma punição.

“KYUAAAAAA!?” (Gaelion)

Gaelion cai no chão e começa a se debater.

Incluindo sua cauda, o tamanho inteiro do dragão é agora dois metros.

Ele definitivamente parece um dragão.

Mas sua cauda é muito grossa.

Seus olhos são grandes, e ele dá a impressão de uma criança inocente. Ele também é um pouco gordo.

Seu level atual é 35.

Seu crescimento começou a diminuir. Ele não cresceu tanto quanto eu pensei que ele iria.

Taniko ouve Gaelion gritando, e vem correndo.

“Gaelion, qual o problema!?” (Taniko)

“Ele é o culpado. Eu peguei ele no ato.” (Naofumi)

“Eh?” (Taniko)

Taniko parece estar deliberando se defende ou não Gaelion. Ela olha para mim.

“Não defenda ele. Se alguém faz algo errado, ele será punido.” (Naofumi)

“Entendido… Gaelion mau. Você não pode fazer pegadinhas. Mau!” (Taniko)

“Kyuaa…” (Gaelion)

“O que está acontecendo, Mestre?” (Firo)

Firo ouve a comoção e vem aqui.

Ela não estava brincando com Melty?

“Ah, você deixou ele bravo!” (Firo)

Firo provoca Gaelion e tenta atiçar ele.

“Gaelion deixou Mestre bravo. É por isso que mestre pertence só às costas da Firo.” (Firo)

“KYAUUUUU!” (Gaelion)

Gaelion começou a ficar bravo.

Eu ativo a punição da Firo também.

“AKYAAAAA! Por-por que?” (Firo)

“Não ria dos erros dos outros.” (Naofumi)

“M-mas Mestre ri dos outros…” (Firo)

… Agora que você diz isso, ela está certa.

Eu desativo a marca de monstro.

Eu entendo os sentimentos da Raphtalia agora.

Apesar de eu não pretender em me reformar.

“Por que você está admitindo derrota aqui!?” (Rato)

“Eu rio dos erros dos outros, então eu não tenho um direito de precaver os outros nisso.” (Naofumi)

“Você sabe…” (Rato)

Rato coloca sua mão na cabeça dela. Ela parece pasma.

Eu rio das falhas da Witch e Lixo. Eu rio das situações dos outros heróis.

Eu não posso persuadir os outros para não fazer isso.

Apesar de eu não pretender me reformar.

“Só porque você pensa que ele é seu rival, você não pode ir por aí dizendo coisas assim.” (Rato)

“Bu…” (Firo)

“Se você me deixar brava, você sabe o que acontece, certo?” (Rato)

“Não!” (Firo)

O que há com essa farsa? Apesar que isso pode ser boa terapia para Firo.

“Por que você faria uma pegadinha dessas?” (Taniko)

Taniko faz carinho na cara do Gaelion.

Gaelion chama gentilmente.

“É porque ele queria brincar com você, ele diz.” (Taniko)

“Ha?” (Naofumi)

“Você nunca brinca com ele. Você só brinca com aquele pássaro.” (Taniko)

“Mu!…” (Firo)

Firo e Taniko se encaram

Quando Gaelion é envolvido, parece que Firo fica séria.

Não é como se eu particularmente brincasse com Firo, de qualquer jeito.

“Espera, espera… então se eu não brincar com ele, ele continuará fazendo isso?” (Naofumi)

“KYUA!” (Gaelion)

Ele acena.

Eu não posso ser incomodado em cuidar dele.

Eu olho para Rato.

“Skinship é importante. Para ambos deles.” (Rato) (NT: Quem não conhece, só olhar no Google; não tem bem um significado literal, mas é algo como ‘contato de pele’)

É mesmo? Bem, isso parece um saco.

“Então, FIro e Gaelion. Eu irei brincar com vocês todo dia em rotação. Contudo, se você incomodar a outra pessoa, seu turno será pulado.” (Naofumi)

“Mu…!” (Firo)

“KYUA!” (Gaelion)

Eles se encaram e fazem sons de reclamação.

“Então eu não irei brincar com nenhum dos dois.” (Naofumi)

“E-eu entendi.” (Firo)

“KYUA KYUA.” (Gaelion)

Ambos os lados cedem e acenam.

“Então hoje, eu irei começar com Gaelion.” (Naofumi)

“KYUA!” (Gaelion)

“Eh…!” (Firo)

“Metade do dia já passou. Amanhã, você terá um turno maior, então aguente isso. Você não devia ser a mais velha aqui?” (Naofumi)

“Mu… entendi. Então.” (Firo)

Relutantemente, Firo convida Taniko para upar.

Atlas também vai com elas.

“Ah, certo, Conde. Eu pensei que eu devia te ensinar como fazer uso de um dragão.” (Rato)

“O que?” (Naofumi)

“Fluídos corporais de dragão são ingredientes medicinais de alto nível.” (Rato)

“Entendo…” (Naofumi)

“A saliva dele e sopro podem fazer bons materiais.” (Rato)

Ah verdade, Atlas foi capaz de fazer uma droga sonífera com o sopro do Gaelion.

Para colocar o irmão dela para dormir.

Eu imagino como ele caiu nessa tão facilmente.

“Similarmente, algumas partes de Philorials podem virar medicina, mas… aquela criança é extraordinária. Eu recomendo se aproximar dela e explorar isso mais tarde.” (Rato)

“Oy, você realmente ama monstros?” (Naofumi)

Saliva da Firo?

Motoyasu é o único que iria querer algo assim.

Talvez eu considere isso.

“Então agora, Gaelion. Do que devemos brincar?” (Naofumi)

“KYUA!” (Gaelion)

A cauda dele balança como a de um cão. Ele parece feliz.

Eu acho que eu irei brincar com o Escudo Frisbee.

Eu mudo meu escudo num Frisbee e jogo ele.

Gaelion persegue ele majestosamente enquanto bate suas asas.

O disco voa meio longe.

Ela pega o Frisbee arremessado, ele desaparece e retorna para minha mão.

Gaelion para em êxtase. Ele voa direto à mim e começa a lamber meu rosto.

É legal o quão puro ele é. Diferente daquele pássaro falante.

E depois de brincar com Gaelion por um tempo, eu voltei para meu trabalho.

Anúncios

9 respostas em “Capítulo 175 – Corre Ding Dong

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s