Capítulo 33 – Vendendo e Viajando

Capítulo traduzido pela cara Minami, que usa Blogspot para postar seus capítulos e por isso tenho que copiar e colar aqui – as falas foram colocadas por ela, por isso a diferença do jeito normal de como posto; as únicas diferenças do que colocarei aqui e do post dela é o título (a diferença é grande mas é confusão de tradução, é o verbo ‘Peddling’, que se jogar no Google tradutor fica ‘futilidades’); uma coisa que eu queria comentar: eu estava evitando chamar a ‘Velha Maga’ de tia da loja de magias, mas é assim que usado; como Minami já usou, eu acho que também vou adotar essa nomenclatura nos meus futuros capítulos 😀 -> Tradução original pode ser encontrada aqui.


Vendendo e Viajando

No dia seguinte, aquela otaku infantil nos cumprimentou com um sorriso quando entramos na loja de vestidos.

Balconista: “Sim, yesss. As roupas foram feitas, yo! Fiquei acordada toda a noite para fazer elas”. (NT: Yes – [Sim], em inglês no original | NE: Balconista é a Costureira do capítulo passado)
Na loja de costura reinava a tensão, devido o extremo cansaço que a costureira exalava pelos seus olhos vermelhos. Ela, então trouxe roupas da Firo na parte de trás da loja.
Era um vestido de cor básica, branco. A cor azul contrastava em algumas áreas e no meio de decoração está uma grande fita da mesma tonalidade. Você poderia ver ricamente decorado, mas é rústico.
Digo, é uma maravilha. Principalmente pelo fato de que o preço é razoável.

Firo: “Mestre, eu vou usar isto?”
Naofumi: “Oh, sim”.
Firo: “EBA!”

Firo, que usava um manto para se cobrir até agora, ficou nua no local.
Não é bom.

Raphtalia: “Firo, não!”
Firo: “Eh-”

Com Raphtalia, solicitando a ela parar, eu guiei as duas para a parte de trás da loja.
Eu estava esperando você para ir se vestir aqui…
Esperei na loja para a mudança de roupas.

Balconista: “Certo, mude para a figura de demônio”.

A voz da funcionária é ouvida da parte de trás da loja

Firo: “Por que ~?”
Balconista: “Se você usar esta fita, eu vou te dar carne, yo!”.
Firo: “EBA!”

Não diga sutilmente algo tão terrível assim.

Firo: “Entendi ~”

Eu podia ouvir os sons de transformação.

Balconista: “Sim. Como eu pensei que você está com uma boa aparência…”

Eu ouvia uma voz encantada.

Balconista: “Tudo bem, vamos lá”.
Firo: “Certo!”

As duas meninas apareceram da parte de trás da loja.
Meus olhos se voltaram para Firo.
Tudo bem, sua figura que já era um anjo, está ainda mais impressionante.
Se tornou um em seu pleno direito.
O vestido branco e asas brancas. Destaque para a fita azul no peito , é o que eu digo.
Certo, ela parece um anjo heroína do mundo 2-D.

Firo: “Mestre ~?”
Naofumi: “Hm?”
Firo: “Tudo bem? Ele combina comigo?”
Naofumi: “Sim, fica em você muito bem”.

Aquela costureira otaku foi capaz de tirar pleno partido das especificações da Firo e a tornar um vestuário adequado para ela. Seu talento é bastante notável.

Firo: “Ehehe”.

Uma Firo envergonhada ri enquanto as roupas dela vibram.
As roupas já foram pagas pelo o Oyaji da Loja de Armas.
É sério, é uma despesa terrível.
Deixei Firo puxar o carrinho enquanto voltamos à vila na floresta.
Quando Firo muda para a sua forma de demônio, as roupas são dispensadas e a faixa de opções se transforma em uma coleira.
Essa função é muito conveniente.

Tia da Loja de Magia: “Oh, é o herói do Escudo-Sama”.

Antes de deixarmos a cidade do castelo, coincidentemente nos encontramos com a tia da loja de magia.

Tia da Loja de Magia: “Vai para aldeia de Ryuuto?”
Naofumi: “Sim”
Tia da Loja de Magia: “Acontece que eu também tenho alguns negócios por lá. Talvez possa ir junto?”

A tia da loja de magia propõe com um sorriso.
Bem, isso é bom de qualquer maneira.
Realmente não quero recusar desde que ela já nos ajudou com várias coisas.
Também seria problemático para a Tia da Loja de Magia se eu recusasse.

Naofumi: “Eu não garanto que seja confortável, está bem?”
Tia da Loja de Magia: “Sim”.

Raphtalia olha em frente e já começa a combater contra o enjoo.

Tia da Loja de Magia: “Bem, então, vamos lá”.

A tia da loja de magia entra no carrinho.

Naofumi: “Bom, Firo. Não vá muito rápido, se não o negócio não vai em frente”.
Firo: “Está bem ~”

Os pedestres que passam olham para Firo com surpresa.
Comentando, os demônios são provavelmente raros.
O carro emite ao andar na estrada, um tamborilar.
Sinto que eu nestes últimos dias, tenho andado muito ocupado.
Na verdade, geralmente ocupado, só que recentemente têm sido especialmente ocupado.
Francamente… A situação poderia ser resumida com Firo…

Tia da Loja de Magia: “Então, como seu estudo de magia vai indo?”
Naofumi: “Uh…”

Os ataques de tia loja de magia machucam em um lugar doloroso.
Para ser franco, eu não fiz nenhum progresso.
Eu deveria retrucar com um “você deveria ter me dado uma bola de cristal”?
Não, ela ajudou a adquirir os fios para fazer as roupas de Firo com desconto, não posso reclamar.

Naofumi: “Porque eu sou de outro mundo, não consigo ler esses caracteres”.
Tia da Loja de Magia: “Ah… Me desculpe, eu sinto muito”.

Me senti mal vendo suas desculpas. Lamento que meu estudo seja insuficiente.
Fui derrotado.
Eu retornei uma boa intenção com sentimentos ruins.
Portanto, quero retribuir a tia por sua ajuda.
Eu preciso aprender isso o mais rápido possível.
Não tenho qualquer apoio, ao contrário de outros heróis de porra. É por isso que tenho que fazer o meu melhor para aprender.
Também preciso adquirir mais equipamentos para sobreviver à próxima Onda.
Não nos esqueçamos de também traduzir as receitas médicas.
Apesar de que levaria muito tempo, eu decidi aprender as letras primeiro.

Firo: “Fuaa… isso está tão leve”.

Firo estava bocejando enquanto puxa o carrinho constantemente.
Você está chamando um carrinho com 3 pessoas de leve?
Fantástico. Eu já determinei um plano. Isto não pode ser feito sem Firo.
A tia da loja de magia me dá 25 cobres quando chegamos à aldeia de Ryuuto.

Naofumi: “O que é isto?”
Tia da Loja de Magia: “Taxa de transporte”.
Naofumi: “Oh, entendo”.

Eu posso usar isto.
A aldeia de Ryuuto está revivendo agradavelmente.
Um lojista nos acolhe bem disposto quando chegamos a pousada.
Já lhe pedi desculpas pela carne de Quimera.
Embora me manter aqui não levaria a minha sobrevivência.

Naofumi: “Agora, então Raphtalia, vamos ter algum treinamento para enjoo”.

Prometi ajudar com a reconstrução para compensar a carne. Embora seja apenas um pouco, eu ainda recebo alguma compensação.

Raphtalia: “Eh!?”

Raphtalia faz uma cara amarga. Oh querida, não é bom se você não pode superar algo assim.

Naofumi: “De agora em diante, o nosso transporte está com Firo puxando o carrinho, então você deve se acostumar com isso”.
Raphtalia: “Certo!”
Firo: “Está bem ~!”
Naofumi: “Firo, você está puxando”.
Firo: “Sim!”

Philorials gostam de puxar carros. Os olhos da Firo brilham.

Raphtalia: “Uhm… Você está pensando em alguma coisa?”
Naofumi: “Sim, eu acho que devemos começar a vender”.
Raphtalia: “Vender? Por quê?”
Naofumi: “Embora não temos um monte de mercadorias, quero estocar uma variedade de remédios”.
Raphtalia: “Suspiro*…”

Raphtalia parece não ver a minha imaginação. Oh querida, eu tenho expectativas altas demais?
No entanto, para ter um carrinho tão precioso, é um desperdício não fazer pleno uso do mesmo.

Naofumi: “Quando você se acostuma com o enjoo, Firo pode puxar o carro por todo o lado na velocidade máxima”.
Raphtalia: “Eu entendo a razão…”
Naofumi: “Eu conheço um lugar que seria difícil de ficar tonto… Em primeiro lugar, você deve se acostumar lá”.
Raphtalia: “Há realmente tal lugar?”
Naofumi: “Sim”.

Antes de iniciar o trabalho de hoje iremos para o lugar onde é difícil de ficar tonto.
Eu disse Raphtalia para chegar na Firo. Oh, lugar difícil.

Firo: “Eu estou bem com o mestre, mas por que está aí atrás Onee-chan?”

Firo murmurou quando Raphtalia ficou nas costas dela.

Raphtalia: “É o mesmo para mim. Isto é embaraçoso”.

É uma visão estranha ver Raphtalia em uma posição semi agachada em cima de Firo em forma de um corpo de coruja.

Naofumi: “É difícil?”
Firo: “Não, isso é fácil”.

Firo parece não ter nenhum problema com isso.

Naofumi: “Bem, então vamos lá”.
Firo: “Ok!”

Firo puxa o carrinho com Raphtalia nas costas dela.
Seu peso não deve ser demasiado trabalhoso para Firo.
Eu comecei a tradução do livro de Receitas Intermediárias depois de aprender as letras.

Rumble…
Rumble…

É difícil se concentrar com o som de uma roda como música de fundo.

Raphtalia: “Hum…”

Rumble…

Raphtalia: “Hum-hum…”

Hm?
Olhei para Firo e a vi em forma humana, ainda carregando Raphtalia.
Raphtalia parece estar com problemas e tentou chamar a minha atenção enquanto os sussurros dos transeuntes aumentam ao nosso redor.

Naofumi: “Um estranho rumor vai circular!”

Minha reputação vai cair de novo, por que vai ser um boato onde forcei uma escrava a fazer trabalho manual puxando uma carroça e carregando outra pessoa.

Naofumi: “Bem…”
Naofumi: “Quando você puxa um carrinho, não se transforme em um humanoide”.
Firo: “Está bem”.
Firo acena e aparentemente satisfeita, retorna para a sua forma de demônio.
Estou ficando entediado. Raphtalia não parece ter enjoo ainda.
Provavelmente estará bem se formos mais rápido.

Naofumi: “Beleza, velocidade máxima!”
Firo: “Está bem ~!”

Firo concorda energicamente com a cabeça com as minhas instruções e começa a correr.
GaraGaraGara!
As rodas do carrinho giram ruidosamente.

Raphtalia: “Wa!”

Raphtalia ficou surpresa e se apega mais a Firo.
Pelo menos, ao nosso destino desejado de hoje, chegaremos rapidamente.

Anúncios

Uma resposta em “Capítulo 33 – Vendendo e Viajando

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s