Capítulo 3 – Discussão de Herói

Este capítulo foi traduzido do Baka-Tsuki: http://bit.ly/1F6jc0C


Capítulo 3 – Discussão de Herói

Sentando nas luxuosas camas dentro do quarto de visitantes, todo mundo estava encarando intensamente a própria arma enquanto iam por cima da descrição.
O sol fora da janela já havia se posto antes mesmo de eu notar.
Isso é o quão focado todo mundo estava lendo as descrições.

Etto, diferentemente de armas regulares, as armas lendárias não precisam de manutenção rotineira.
Baseado no nível do dono, a arma será capaz de absorver diferentes matérias-primas; o Manual da Arma também vai enchendo na medida que nós derrotamos monstros.

De relance, parecia conter uma variedade de galhos que a arma poderia se alterar. (NT: é EXATAMENTE como uma árvore de skill, uma build – exemplo: http://bit.ly/11AesmW )
Eu cliquei no meu Ícone da Arma que abriu o Manual da Arma.

Tada—————-!

Diversos ícones de imagens apareceram como pop-ups e continuaram vindo, mesmo além da janela do menu na minha frente.
Eu não tinha a habilidade de transformar em nenhum desses escudos agora, mas eles estavam todos descritos detalhadamente.
Incrível…

Fumu fumu, parece que algumas armas só poderiam ser abertos evoluindo seu predecessor primeiro.
Esse tipo de configuração, não é similar com as árvores de skill utilizados em jogos online?
Aprender novas skills era como evoluir a arma, já que ambos eram necessários para desbloquear seu verdadeiro potencial.

Sério, isso é como um video game.

“Yo, isso tudo não parece ser bem como jogos?” (Naofumi)

Talvez até pedir um auxílio dos meus outros colegas. Contudo, minha questão só encontrou silêncio.

“Sério cara, isso não é na realidade um jogo? Eu conheço alguns que são como isso.” (Motoyasu)

Motoyasu orgulhosamente se vangloriou.

“Eh?” (Naofumi)
“Você está me dizendo que sequer conhece sobre esse famoso jogo online?” (Motoyasu)
“Bem, não, mas há algum jogo que mesmo um esplêndido otaku como eu não conheça?” (Naofumi)
“Então vocês noobs realmente não conhecem? Isso é Emerald Online, cara.” (Motoyasu)
“O que é isso? Nunca nem ouvi desse aí.” (Ren)
“Quão ignorantes vocês podem ser? É um título tão famoso ainda.” (Motoyasu)
“Claro que eu conheço jogos como Odin Online e Fantasy Moon Online, esses não são bem populares também?!” (Ren)
“O que são esses? É a primeira vez que ouço sobre eles.” (Motoyasu)
“Eh? (Naofumi)
“Eh?” (Ren)
“Se eu posso interferir, pessoal. Esse mundo não é um jogo online, mas mais como um jogo de console!” (Itsuki)
“Nem é, mano. Isso é um VRMMO, certo?” (Motoyasu)
“Hah? Bem, pra começar, esse mundo não é parecido com jogos onde você clica e usa um controle para operar?” (Itsuki)
Confuso, Motoyasu inclina a cabeça com uma expressão bestificada durante nossa conversa.
“Clicar? Controle? Que tipo de jogos retros você está se referindo? As pessoas não costumam querer dizer VRMMO quando eles falam ‘jogos online’ esses dias?” (Motoyasu)
“VRMMO? Como em Virtual Reality Massive Multiplayer Online? Que tipo de ficção científica é o tipo de mundo que você está tentando criar? Tá sonhando acordado aqui?” (Naofumi)
“HUH!?” (Ren)

Um som alto de desacordo foi solto.

Parando pra pensar nisso, esse cara Ren foi o primeiro a notar nossa magia ‘Status’.
Ele deu a impressão de alguém acostumado com isso.
“Muito bem então… cavalheiros, eu gostaria de pedir que cada um de vocês nomeie um jogo do seu mundo que traga a maior semelhança com este aqui.” (Itsuki)
Itsuki pediu com sua mão levemente levantada.

“Brave Star Online.” (Ren) (NT: Brava Estrela Online -.-‘)
“Emerald Online.” (Motoyasu) (NT: Esmeralda Online =.=’)
“Nenhum. Quero dizer, isso é um simples mundo que parece um jogo, certo?” (Naofumi)

Eu conseguia entender que esse lugar passava a sensação de um jogo. Mas sério caras, vocês pensaram que eu não sei nem dizer a diferença entre um jogo e a realidade?

“Ah. Já para mim mesmo, esse mundo é como um jogo de console chamado Dimension Wave.” (Itsuki) (NT: Onda Dimensional _-_,)

Um título de jogo que mais ninguém conhecia de novo.

“Espere um pouco, vamos reorganizar nossas informações.” (Motoyasu)

Motoyasu disse enquanto colocava uma mão na sua testa como se ele estivesse tentando nos acalmar.

“Hey. Me diga o que você sabe sobre essa situação com VRMMO, sim?” (Naofumi)
“É comum onde eu vivo.” (Motoyasu)
“Itsuki, Naofumi. E quanto à vocês?” (Ren)
“Se eu me lembro corretamente, só existe em Ficção Científica.” (Itsuki)
“Eu lembro de ler sobre isso em uma light novel antes.” (Naofumi)
“É assim então. Eu suponho que eu recebi essa impressão de vocês. Então de volta para você, Ren, o que é esse Brave Star Online? É um VRMMO?” (Motoyasu)
“É isso mesmo,VRMMOs são como Brave Star Online. É um sistema de mundo mundo parecido com o jeito deste mundo.” (Ren)

Apenas para referencia, VRMMO envolvia a tecnologia onde as ondas cerebrais de alguém eram analisadas e desconstruídas em dados, que permitiam que a pessoa mergulhasse em outro mundo produzido por um computador. Esse era meu entendimento disso mais ou menos.

“Se isso for verdade, então quer dizer que o mundo que vocês dois vieram só tem jogos retros como os que vocês dois mencionaram antes?” (Motoyasu)

Ele disse com a cabeça inclinada.

“Revendo o que eu sei sobre a história dos jogos, esses tipos de jogos de computador certamente existiram durante um ponto. Mas por alguma razão eu não reconheci nenhum destes supostos títulos famosos que vocês mencionaram.” (Motoyasu)

Motoyasu e eu concordamos com a cabeça.
Sem dúvida, não conhecer um jogo online popular era certamente estranho.
E enquanto havia a chance de nossas preferencias serem simplesmente muito diferente, era simplesmente impossível não reconhecer um único título de renome entre todos nós.

“Vamos tentar perguntando uma questão comum. Qual o nome do atual Primeiro Ministro?” (Ren)
“Hai hai” (Naofumi) (NT: sim sim; estou mantendo e pretendo continuar mantendo sufixos e outras coisas do japonês que não chegam a atrapalhar ninguém e deixam muito mais caprichado)

Todos acenamos.

“Vamos dizer juntos.” (Motoyasu)

Gulp…

“Yuda Masato.”
“Yawahara Tsuyoshi Tarou.”
“Odaka Enichi.”
“Itsufuji Shigeya.”
(NT: foda-se quem disse o que aqui.)

“”””…”””””

Esses eram Primeiro Ministros que eu nunca sequer ouvi falar antes. Não é o tipo de erro que eu poderia cometer em nenhuma prova de história.
Depois disso nós perguntamos gírias da internet famosas, páginas de internet, e mais jogos online.
E assim nós chegamos à mesma conclusão de não saber informações de ninguém.

“Aparentemente, parece que todos nós viemos de diferentes Japões.” (Naofumi)
“É o que parece. Vocês definitivamente não vieram do mesmo Japão que eu.” (Motoyasu)
“isso significa que pode haver outro Japão para cada mundo distinto.” (Itsuki)
“Tem uma grande chance deles pertencerem em uma era separada também, já que eles não combinam com nenhum.” (Ren)

Isso era explicitamente um encontro de quatro indivíduos estranhos.
Mas ainda assim, todos nós viemos a entender que todo mundo aqui era um otaku. Então não havia motivo para pânico.

“Baseado nesse padrão, eu acho que todo mundo tem uma razão diferente para estar aqui.” (Motoyasu)
“Jogar conversa fora não é um dos meus hobbies, mas eu acho que é necessário para nós para obtermos informações.” (Ren)

Ren coçou meio desajeitado o nariz; se bem que eu estava totalmente de boa quando pessoas revelaram suas inseguranças.

“Eu estava voltando para casa da escola, quando eu infelizmente encontrei um problemático incidente assassino.” (Ren)
“Fumu fumu.” (Naofumi?)
“Eu tentei ajudar meu amigo de infância que estava comigo na hora, e acabei de algum jeito capturar o assassino, mas é o máximo que consigo me lembrar.” (Ren)

… Ren explicou suas circunstâncias enquanto esfregava seu lado o tempo todo.
Salvando seu amigo de infância, que tipo de herói você estava tentando se tornar? Eu tive uma vontade forte de jogar o homem sério mas me segurei por enquanto. (NT: duplas japonesas de comédia são compostas por homens sérios e homens… idiotas, bobos)
Olha cara, capturar o cretino é bom e tal, mas se você tem seu lado esfaqueado no fim, então que bem que isso faz?
Tamanha amostra de cavalheirismo falso aqui; esse Herói camarada precisava ser colocado na categoria não-confiável. Apesar que eu deixarei passar dessa vez.

“Eu já estava nesse Mundo antes mesmo de sentir algo.” (Ren)
“Entendo, uma heroica situation onde você salva seu amigo de infância.” (Motoyasu) (NT: estava em inglês no original)

Eu fingi cool enquanto elogiava ele com uma risada. Eu já ouvi o suficiente, bro. (NT: cool é algo como sem se importar, “maneiro”)

“Então eu sou o próximo.” (Motoyasu)

Motoyasu apontou para ele mesmo e começou a falar.

“Para mim, foi porque eu tinha muitas girlfriends.” (Motoyasu) (NT: preciso continuar falando?)
“É, é, esse totalmente foi o caso.” (Naofumi)

Esse cara parecisa ser do tipo irritante de onii-san que passava a imagem de perseguir bundas.

“E depois de fazer um pouco disso e daquilo…” (Motoyasu)
“Você foi esfaqueado por ficar com duas ou três?” (Ren)

Aquele idiota Ren perguntou com uma cara séria.
Os olhos do Motoyasu piscaram com surpresa antes dele dar um breve aceno com a cabeça.

“Cara… Garotas são assustadoras, não são?” (Motoyasu)
“GOD DAMN IT!” (Naofumi) (NT: … é, inglês)

Eu estava tomado de raiva e esfreguei meu dedo do meio na cara dele.
Morra, babaca. Quero dizer, você foi invocado nesse mundo porque você morreu assim?
Otto. Itsuki estava com a mão no peito dele e já estava começando sua confissão.

“Eu acho que é minha vez agora. Quando eu estava cruzando a rua no meu caminho para casa do cursinho… um caminhão de lixo fez uma curva fechada. E depois…” (Itsuki)
“””…”””

Em toda probabilidade, ele foi atropelado… esse foi um grande final triste.
Eh?
Espera um pouco, essas histórias não parecem bater direito com a minha?

“Hm… Eu absolutamente preciso recontar minha história sobre o que aconteceu antes de eu vir parar neste mundo?” (Naofumi)
“Bem, duh, nós já contamos as nossas para você.” (Motoyasu)
“Eu imaginei. Desculpe dizer, caras. Mas até onde eu me lembre, tudo que eu estava fazendo era ler um livro suspeito dentro da biblioteca.” (Naofumi)

“””…”””

O olhar de todo mundo pareceu tão frio.
Que? Nós não podemos ser amigos só porque eu vim para esse mundo sem um final trágico?
Os três começaram a cochichar secretamente entre si enquanto me deixando de fora do esquema.

“Mas… aquela pessoa… tem o escudo…” (Itsuki)
“Certo… mesmo que o nosso lugar?” (Motoyasu)
“Oh…” (Ren)

Porque parecia que eu estava sendo tratado como um tolo?
Vamos tentar mudar de tópico.

“Bem caras, o que vocês acharam desse mundo agora que sabemos as regras e como o sistema funciona?” (Naofumi)
“Mais ou menos.” (Motoyasu)
“Não é ruim.” (Ren)
“É legal do seu próprio jeito.” (Itsuki)

Eu entendo como é… eu estava sendo tratado como um completo noob aqui!
Isso foi sacanagem.

“Hey, hey. Vocês não podem me ensinar como lutar e tal? Já que meu mundo não tinha esse tipo de jogo no final das contas.” (Naofumi)

Como vocês podem ser tão frios? Motoyasu e Itsuki estavam me encarando com olhos horrivelmente caridosos.

“Certo, Motoyasu onii-san aqui vai te ensinar pelo menos a base de tudo.” (Motoyasu)

Motoyasu levantou sua mão até a sua pútrida cara falsa.

“Pra começar, de acordo com meu conhecimento de Emerald Online, Shield… pessoas que usam escudos como sua arma principal são normalmente…” (Motoyasu) (NT: surpresa, inglês)
“Sim?” (Naofumi)
“Primeiro de tudo, você tem uma defesa alta. Segundo, mesmo que sua defesa seja alta, se você continuar levando dano como um idiota, você vai morrer.” (Motoyasu)
“Certo…” (Naofumi)
“Então sua classe fraca nunca será capaz de alcançar um nível alto.” (Motoyasu)
“NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!” (Naofumi) (NT: http://www.nooooooooooooooo.com/ )

Eu não queria ouvir essa parte!
Que tipo de death flag foi isso? Eu fiquei preso com uma classe que é um peso morto logo de cara. HEY! (NT: death flag significa ‘bandeira da morte’, é quando algo acontece que o universo encara como um ‘me mate’ – tio Google pode te arranjar exemplos)

“Update! Não deveria ter um patch update?!” (Naofumi) (NT: no original estava em inglês, e quem joga fala isso, então… é.)

Tem um negócio chamado balanceamento de profissão, certo? (NT: nerfar, por exemplo)

“Nem, é uma classe totalmente inútil quando colocada contra Bosses ou mesmo mobs comuns. É por isso que eles simplesmente deixaram ela quieta. E também, teve aquela decisão de abolir classe…” (Motoyasu) (NT: para quem não fala isso e não sabe, Bosses são os ‘Chefões’)

“Não tem nenhum upgrade de profissão?!” (Naofumi)
“Talvez só aconteça quando você morre?” (Motoyasu)
“Que tal uma opção para trocar de profissão?!” (Naofumi)
“Você não pode trocar para outra árvore de skills de qualquer jeito, certo?” (Motoyasu)

GEH!? Se tudo isso for verdade então eu fiquei preso com essa ocupação destruidora de vida e de algum jeito tinha que me virar?
Eu encarei meu escudo enquanto eu pensava.
Hey você, porque você tem um futuro tão vazio e sombrio? (NT: ele fala algo como ‘cor de chocolate’ para dizer sombrio, mas acho que era melhor ir direto; Naofumi tem problemas no começo)

“E quanto à vocês?” (Naofumi)

Eu olhei nos olhos do Ren e Itsuki implorando.
Ambos casualmente evitaram meu olhar.

“Desculpe…” (Ren)
“O mesmo aqui…” (Itsuki)

EK! Isso quer dizer que eu estava condenado a ser um fracassado?
Os três deles estavam me dando espiadelas enquanto conversavam sobre os respectivos jogos deles.

“E como é a geografia?” (Motoyasu)
“Os nomes são diferentes, mas quase nada além disso. É muito provável que o desempenho e a distribuição de demônios seja a mesma aqui também.” (Ren)
“Os terrenos de caça das nossas armas são quase os mesmos, mas vamos não caçar no mesmo lugar que o outro.” (Motoyasu)
“Verdade, nós temos que levar eficiência em consideração também.” (Ren)

Por que tem que ser sempre eles? Por que eu também não acordei com uma habilidade apelona? Isso era o que eu estava pensando sem parar.
… É verdade.
Se eu era fraco, então não quer dizer que eu só precisava encontrar companheiros para depender?
Como eu não havia pensando nisso antes?
Mesmo que eu não sirva, eu ainda posso crescer mais forte me juntando à um grupo.

“Fufu… tudo bem. Esse é um mundo paralelo especial. Mesmo que eu seja fraco, eu vou ser capaz de lidar de alguma maneira.” (Naofumi)

Os três me olharam como se eu fosse uma existência que dava dó. Mas não tema, pois eu não serei derrotado por vocês. Para começar, meu equipamento só era um tipo de armadura então era diferente de um jogo. Eu poderia apenas me concentrar em fortalecer outra arma e ignorar o crescimento especial desse escudo.

“ÉÉ! Eu vou me esforçar nisso!” (Naofumi)

Eu gritei para me revigorar.

“Bravos Heróis, suas refeições foram preparadas.” (Vassalo)

Oh? Aparentemente nós vamos jantar agora.

“Hai hai” (Naofumi) (NT: Sim, sim)

Todo mundo saiu pela porta, o guia então levou todo mundo para a sala de jantar dos cavaleiros.
O salão de refeições do castelo era como uma cena de um filme fantasioso.
Um banquete completo enchia a mesa de um jeito como um buffet.

“Todo mundo, por favor vão e comam e o desejarem.” (Vassalo)
“Mas o que? Nós vamos comer a mesma coisa que seus cavaleiros comem?” (Ren?)

Um resmungo baixou foi ouvido, quem quer que tenha dita com certeza era rude pra caramba.
“Claro que não.” (Vassalo)

O vassalo balançou a cabeça.
Eh?

“Essa culinária foi feita especialmente para os Bravos Heróis e será dividida depois que vocês tiverem comido.”

Eu olhei em volta enquanto ele falava isso.
Eu notei que o bando de pessoas barulhentos eram na realidade cozinheiros.
Eu entendo, então tinha uma ordem hierárquica quando se trata de refeições.
Comer aqui era uma forma de iniciação, que servia para nos introduzir aos cavaleiros.

“Obrigado, vamos atacar isso.” (Naofumi)
“Umm.” (Itsuki)
“Eu suponho.” (Ren)

E assim, nós aproveitamos plenamente a culinária desse mundo paralelo.
O cheiro e o gosto eram um pouco estranhos, mas não tinha nada que não pudesse ser comido.
Bem, a comida tinha um tipo único de surpresas, como uma comida que parecia um omelete que tinha gosto de uma laranja.
Depois de terminar nossa refeição, nós voltamos ao nosso quarto para descansar um pouco.

“Será que eles tem banhos aqui?” (Naofumi)
“Esse lugar é bem estilo medieval… Então eu acho que a chance de ser banhos ao ar livre é bem alta.” (Motoyasu)
“Pessoalmente, eu não acho que eles tenham nenhum.” (Ren)
“Bem, é só nosso primeiro dia agora.” (Itsuki)
“Eu suponho. Hora de capotar. Nós vamos começar nossa jornada amanhã, então vamos dar nosso melhor.” (Naofumi)

Todo mundo concordou com as palavras do Motoyasu e fomos para cama.
Minha aventura épica começará amanhã!
Os outros três e eu fomos para cama, esperando impacientemente para o próximo dia chegar.

Anúncios

2 respostas em “Capítulo 3 – Discussão de Herói

Deixe uma Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s